Arquivo da tag: code geass

Katyuska MoonFox Cosplay – Gata da Semana

E lá vamos nós para mais um post sobre cosplays lindas, aqui mesmo no seu querido Afontegeek! Desta resolvi fazer um especial de uma das mulheres que mais aparecem aqui no site: a linda cosplayer Katysuka MoonFox! Espero que curtam o texto… e as fotos dela, claro!

Katyuska MoonFox Cosplay – Gata da Semana

anarchy panty cosplay katyuska moonfox moonfox
anarchy panty cosplay katyuska moonfox moonfox
Especial de Cosplayers: Gatas Internacionais
Jessica NigriYaya HanNana KuronomaLuna LanieKANAIvy Doomkitty Kannon KosplayNadyasonikaDalinCosplayEnji NightAzuletteCrystal GrazianoJaycee Cosplay –  Feldon CosplayLady JadedKatyuska MoonFoxKitty Honey Riki LeCotey

Esse foi um dos posts que mais eu estava demorando em fazer. No fundo porque eu queria postar ela em mais especiais de cosplays aqui no site, antes de fazer um post só da mocinha.

E se você quer saber quais posts especiais de cosplay ela aparece: no post de cosplays da Tsunade, Kasumi (DOA), da Morrigan, Samus-Aran (Metroid), Bayonetta e também da Viúva Negra (para ver os especiais basta clicar nos links!).

Katyuska Moonfox (Australiana)
Katyuska Moonfox (Australiana)

Como sempre começo falando um pouco do que consegui encontrar sobre a vida da cosplayer; dou um pouco da minha opinião sobre a cosplayer, e termino claro, com os cosplays dos personagens que trago para que vocês vejam.

Aproveitando, caso o amigo ou amiga aí do outro lado foi meio… “apressadinha/o”, basta ir para o fim do post ver a Galeria de Imagens dos Cosplays da Katyuska MoonFox.

katyuska moonfox kasumi DOA cosplay
katyuska moonfox kasumi DOA cosplay

Então, vamos ao post?

Quem é a Cosplayer Katyuska MoonFox?

katyuska moonfox cosplay sexy seminude
katyuska moonfox cosplay sexy seminude

Esse é mais um daqueles casos de cosplayers que não disponibilizam muita informação nos seus perfils de cosplay. No caso MoonFox fiz uma pesquisa na Página do Facebook da Moça, e também no seu Deviant Art, infelizmente encontrando pouca informação — só o básico.

Mas como eu sou um cara mui pesquisador, enquanto estava online procurando + imagens de cosplays que a MoonFox havia feito, acabei encontrando uma entrevista que a moça fez para o site em espanhol chamado “Akihabara Station“. Como sempre deixo todos os links aí para vocês olharem e também no fim do post — inclusive seguindo o link  aqui: dá para ler a entrevista inteira… mas em espanhol muchacho and muchacha kk.

Katyuska Moonfox cosplay Vampirella
Katyuska Moonfox cosplay Vampirella

Seguindo os links, descobri que a Katysuka MoonFox é de Brisbane, Australia, e tem 21 anos (como são perfis antigos tanto do facebook quanto do deviant art, imagino que hoje ela tenha minha idade, mais ou menos). Mas graças a entrevista que ela deu ao Akihabara eu consegui achar mais informações — olha que menino sperto i am!

Claro… ela diz que gosta de games e animes. E que começou a fazer cosplays aos QUATORZE ANINHOS por causa de influência de um amigo. Ela também conta (à época) que perdeu 10 kilos (CACETADA!). E Ainda contínuo achando pouca informação…

Matsumoto cosplay Bleach Katyuska MoonFox
Matsumoto cosplay Bleach Katyuska MoonFox

O que eu acho da Katysuka MoonFox

Kanu Unchou cosplay Katyuska MoonFox Ikkitousen
Kanu Unchou cosplay Katyuska MoonFox Ikkitousen — Ela antes mais “gostosona”

Sincero? Posso colocar em todas as palavras? Ela é uma das cosplayers mais gostosas lindas que eu já vi na minha vida. Além de fazer cosplays lindos de morrer, ela mesma, é uma mulher linda demais. Rasgo seda, babo mermo, e quase viro um “moço que trabalha em construções” para falar o quão bonita eu acho que ela é.

Como ficou claro na entrevista, em alguns cosplays mais recentes a Katyuska MoonFox está mais “sarada”, em forma mesmo. Sei disso por causa de muitos cosplays novos que ela tem postado (muitos eu trago aqui para vocês verem) e não vou mentir que prefiro ela mais… “cheinha” kk.

Kanu Unchou cosplay Katyuska MoonFox Ikkitousen
Kanu Unchou cosplay Katyuska MoonFox Ikkitousen — Ela agora… mais “sarada”.

Talvez porque eu seja uma pessoa carnívora kk. Mas ainda assim, a MoonFox está no meu hall de cosplayers mais belas e com cosplays mais magníficos que eu já vi. Ela é uma mulher linda e incrível. E chega de puxar o saco, vamos para os cosplays de hoje!

Os Cosplays da Katyuska MoonFox de hoje!

Katyuska MoonFox cosplay Viúva Negra (Black Widow)
Katyuska MoonFox cosplay Viúva Negra (Black Widow)

Além é claro dos cosplays de especiais aqui do site em que ela aparece: Kasumi (DOA), da Morrigan, Samus-Aran (Metroid), Bayonetta e também da Viúva Negra… aliás esse da Viúva Negra… é um dos novos com ela mais “sarada”… e meu Deus é uma das Viúvas mais lindas que eu já vi.

Então, além desses trouxe algumas fotos dela fazendo cosplay da Anarchy Panty do anime Panty Stocking and Garterbelt, Boa Hancock de One Piece, da Hex Tharja do game Fire Emblem, da Kanako Watanabe do anime Star Driver (inclusive com a cosplayer Miss Snape fazendo a Lollipop Chainsaw).

Katyuska MoonFox cosplay Kanako Watanabe star driver cosplay lollipopchainsaw Miss Snape
Katyuska MoonFox cosplay Kanako Watanabe star driver cosplay lollipopchainsaw Miss Snape

Também cosplay da Vampirella (MEU DEUS QUE BUMBUM É ESSE???), da Scarlett do game Killer is Dead e da Lust de Fullmetal Alchimist — todos esses da “nova safra” de cosplays que a Katysuka Moonfox fez.

Também cosplays da Blair do anime Soul Eater, Cosplay da Tsunade de Naruto e da Matsumoto de Bleach; cosplay da Yoko do anime Tengen Toppa Gurren Lagann (ODEIO escrever esse nome), da Saeko de HOTD, da Kanu Unchou de Ikkitousen;

Yoko cosplay Katysuka Moonfox tengen toppa
Yoko cosplay Katysuka Moonfox tengen toppa

Cosplays da Tifa Lockhart do game Final Fantasy VII. Duas fotos “por ela mesma”, com uma lingerie assim… gata. Uma raposinha, um cosplay com visual meio steampunk e uma outra com uma meias que mostra as pernas (que não tenho ideia)… enfim, não comentarei muito, vejam.

Seguindo os cosplays dá para perceber bastante a diferença dela “antes” e dela agora. Alguns até ela “refez” pelo menos uma fotinha, como o cosplay da Tifa. Mas enfim… gata e perfeita em todos os cosplays. E vamos para a Galeria de Imagens dos Cosplays da Katyuska MoonFox agora?

Tifa Lockhart Cosplay Katyuska Moonfox
Tifa Lockhart Cosplay Katyuska Moonfox

Lembrem-se crianças: Apreciem COM MODERAÇÃO!

Galeria de Imagens da Cosplayer Katyuska Moonfox

Fontes:

Página do facebook da Moonfox [Link]
Deviant Art [Link]
Entrevista da Moonfox [Link] no Akihabara Station

Animes da Temporada de Verão – 2014 – Primeiras Impressões

Bem-vindos a mais um Primeiras Impressões da Temporada de Animes, desta vez, Pierrot fala da Temporada de Verão.

Confesso que a grande surpresa dessa temporada foi a belíssimo Barakamon, que vocês podem ler uma review sobre seguindo o link. Deixo aqui também as primeiras impressões das Temporadas de Primavera e a de Outono. Bons animes!

Animes da Temporada de Verão – 2014 – Primeiras Impressões

Temporada de verão 2014

Primeiras Impressões da Temporada de Animes: 2014

Temporada de Primavera (Abril)Temporada de Verão (Julho) Temporada de Outono (Outubro)

Vamos começar a nossa segunda primeiras (ops) impressões, que são pequenas análises pessoais (de mim para vocês) a respeito dos estreantes. Cabe já uma ressalva: não farei comentários sobre segundas temporadas nem sobre detalhes técnicos, apenas uma “vista” de alguém que curte animes e possuí seus próprios gostos…

Não quer dizer exatamente que são bons ou ruins, mas como é opinião própria, as críticas serão aceitas, porque tenho muito a aprender. As trollagens serão (sumariamente) ignoradas.

Como sempre, eu fiz (Tassio pessoal) aquela revisão no texto, a edição no post, e fiz a procura nas imagens. E como não poderia deixar de ser, fiz alguns comentários. Todos estão em parêntese, então é só reparar mesmo. Confesso que morri de rir ao ler e editar o texto do Pierrot!

Boa leitura!

Sabagebu

Sabagebu

Escola apenas de garotas, clubes, presidente admirada pelas outras… um clube, como tantos outros. Um clube de “paint ball” sem paint (O que será que você quis dizer mano? rsrs)

No entanto, para ser parte desse grupo além de boa mira é fundamental uma coisa…Ter Chuunibyou, ou seja, síndrome da oitava série (Cara que loucura!). Ou seja, viajar na maionese e imaginar que os tiros são reais. A vantagem — meu amigo Tássio não curtiu — é que ninguém morre (eu ri muuito rsr!!!!). Para quem curte colégios femininos é mara. Dropável (Cheirinho de Yuri no ar, rs!!!).

——————————————

Bakumatsu Rock

Bakumatsu-rock-anime-summer-2014-preview-ryuki-de-05
Deu um trabalhado danado pra achar uma imagem mais “normal” desse anime… meio Yaoi rs.

Japa ama sua história e suas versões… Bem, mas um que passa-se na era Tokugawa. Os samurais pararam de usar espadas e começaram a usar a música.

Boys Band’s governamentais dominam tudo, e eis que surge um herói para contrapor a tirania dos passos marcados, carinhas e piscadas das Boy’s Band’s J-Pop’s. O Rock end errouuu… Então… (cri cri). PRÓOOXIMO. (zzzzzzzzzzzz, Carinha de Yaoi? rs)

——————————————

Glasslip

glasslip

Errr…. Ok. Assumo minha ignorância. Mas realmente tenho dificuldades para animes anti-insônia — Tassio love it. Então acho que esse video mais legal:

glasslip-1-touko

(Que maldade em man rsr? Cara, o quanto eu ri você nem tem noção rs. Um amigo se bem lembro, curtiu Glasslip. Tem carinha de “Chorôrô no canto do quarto em posição fetal, e segurando o paninho de assuar o nariz“. Para quem gosta de drama — como eu — acho que vale à pena.)

——————————————

Shirogane no Ishi: Argevollen

Shirogane no Ishi Argevollen

Acho engraçado japonês tentando falar palavras europeias, sempre rio pacas. Mas esse mecha tem seus momentos…

Uma guerra. Um novo tipo de mecha. Mas o legal, é que esse novo mecha é melhor que os outros. Mas não é hiper ultra mega power além dos do inimigo. É algo meio que parelho… Vou seguir.

——————————————

Tokyo Ghoul

Tokyo-Ghoul-Anime-2014-Wallpaper

Acho que quem curte gore ficará terrivelmente decepcionado com as censuras que usam no anime todos. Ou sombreiam as situações em que tem um pouco mais de sangue, ou invertem totalmente as cores para não ficar tão… impactante; e lembrou “um lobisomem americano em Londres”. Pesquisem e entenderão… rsrs

A Opening é mara, curti pacas

Vou acompanhar enquanto meu estômago deixar. (Esse talvez dê uma olhadinha; fiquei meio decepcionado com Gokukoku no Brynhildr.)

——————————————

Futsuu no joshikousei ga [Locodol]: Bem. Peço desculpas. Mas Idol, animes em que alguém é ídolo, ou vai virar ídolo, ou quer ser ídolo, ou quer se envolver com um, não são minha área. Meiiixxxxmooo… mals aê.
(Lembrei da Kanon em Kami Nomi, e claro da Sonico, rs. )

——————————————

Rail Wars!: Tipo, cHip’s dos trens. Ok. O Japão se move sobre trilhos. Eles andam por quase todo o Japão — só onde as ilhas são muito distantes que não — e realmente eu admiro isso. Mas talvez por ser algo tão distante do meu dia a dia, não me encantei com ele. Vi que parece ser bem produzido e tals. Mas realmente pulo.

(Lembra daquele desenho do trenzinho e seus amigos, rs? Também lembrei de um anime pouco conhecido por aqui: You’re Under Arrest, que é muito bom e recomendo.)

——————————————

Aldnoah.Zero

Aldnoah.Zero

Me lembrou V – The Final Battle — no SBT Os extraterrestres na Batalha Final. Isso é da década de 80, mas puxando um pouco mais cedo tem guerra dos mundos. Sob certos aspectos.

Ainda assim dá pra ver menções históricas como o começo da Primeira Guerra  — a morte de um soberano desencadeia a guerra. E também o arianismo dos nazistas — raça superior. Um mecha, que no momento apresenta máquinas muuuito mais avançadas que os da Terra.

Creio que haverão reviravoltas… que eu perderei. Não me empolgou. (Vi muitos comentários bons sobre este. Darei uma olhada viu. Gosto de coisas meio Code Geass.)

——————————————

Barakamon

Barakamon

Gostei. Eh um Slice of Life com um ritmo bom — e eu realmente tenho limitações a slice’s. Lembrou Usagi Drop. Ele é suave, mas tem cadência, tons de comédia inteligente e infantis equilibradas.

Começa com uma cena surpreendente de se ver na cultura japonesa: O protagonista socando a cara de um crítico. Nisso meio que de castigo, o figura vai laaaaaá para o meio do Mato Japonês (Tá certo rsrs) que fica numa ilha bem a sudoeste no Japão. Existem vários animes/mangás bucólicos. Parece que tentando trazer mais gente para o meio do mato…rsrs (Eu ri!!!!).

Vou seguir.

——————————————

Akame ga Kill!

Akame ga Kill!

Me lembrei do cara da roça chegando na cidade grande e sendo enrolado por todos. Mas ele é um herói. Um guerreiro. E se juntará a Iniciativa Vingadores… (Ahahaha!!!). Ops… não.

A um grupo de rebeldes e tal. Lutarão contra o mal tipo os defensores do universo. Mas belê. É divertido. Tem uns fatiados e não é no setor de frios. Mas é legal. Entretenimento…

Acompanharei — I guess.

——————————————

Dramatical Murder: Mais uma mistura de coisas que japa ama: O protagonista parece que usa uma jaqueta dos “mutantes” — gangue de adolescentes criminosos da série cavaleiro das trevas — tem um dos fortões lembrando quase o Clodovil.

Aliás o protagonista tem um cabelo estranho, digamos assim. Tipo tem o Mito de Aquiles. O herói que se recusa a lutar. interessante… apesar disso não seguirei. Agora para quem curte o estilo, acho que é bom… acho.

——————————————

Gekkan Shoujo Nozaki Kun

Gekkan Shoujo Nozaki Kun

O que vocês achariam se o cara mais grosso da sua turma fosse o cara que escrevesse romances água com açúcar? (Rsrsrs É hoje que morro de rir!) Bem… É algo assim que rola aqui. Achei divertido a ideia. Tem seus momentos nonsense. Uma comedia romântica… uma boa pedida. Acho que vou acompanhar.

Obs: claro que sendo japonês a comédia água com açúcar é um mangá.

——————————————

Puri Para: Idol (só e chega, rs)

Hanayamata: Mais uma da série “coisas do japão”. Fale sobre danças tradicionais de animação em festivais. Em Golden Time — da Kaga Kouko — tinha (Cara não me lembra de GT não, rs) moe para quem curte. Achei fraco. Não seguirei.

——————————————

Ao Haru Ride

Ao Haru Ride

Um shoujo tradicional. Menina deu um fora sem querer num menino no colegial. Ai no segundo grau ela faz de tudo para se sabotar e para não ser notada como se fosse uma nova pessoa. E reencontra o mesmo carinha. Só que com outro nome. Que fala para ela que ele amou ela… mas não ama mais. A Vingança dos Sofredores de Friend Zone.

——————————————

Himegoto: Short comedy [comédia curta]: Algo para ser engraçado… mas muito “chupado” de Hayate no Gotoku e de Maria Holic. Ou seja, jovem endividado pelos pais irresponsáveis, tem que ser Drag pra poder pagar a divida. Num colégio feminino… para rir e não pra filosofar… sorte que é curtinho… 4 minutos.

——————————————

Momo kyun Sword: Parece que se inspiraram nas Deusas de Ah Megami Sama. Fora isso, uma história chata. A heroína e seus companheiros — um cachorro, um macaco e uma pavoa — vão limpar o reino dos demônios que começam a infestar blábláblá.

Love Stage: Um ator começou sua carreia na infância. Como uma criança que junto a uma “noivinha” recebem um buquê no casamento, ele resolve aceitar e repetir o anúncio em questão, 15 anos depois e com o mesmo elenco. Detalhe: a noivinha é um cara… um Yaoi bem produzido… não é a minha (Será? rsrs).

——————————————

Majimoji Rurumo

Majimoji Rurumo

Cara aprontão, herdou a fama de taradão, zero de mulher. Encontra uma “lampada” mágica e pode realizar seu desejo. Tem uma vibe interessante… acho que vale a pena ver o romance do estudante com a bruxinha que realiza desejos. Enquanto ele ainda tem vida. (Esse deu vontade de ver viu!)

——————————————

Jinsei: Sono… muito sono… era pra ser uma comédia… sobre um jornal na escola que…zzzzzzzzzzzzzzzzz (rsrs).

Shin Strange: comediacomumaloliquetem28anosque temvozdehomemeehhomem…falammuitorapidoempoucotempo. Sugestao: Dêempausaparaler. Ri pacas… Short Comedy… fácil de acompanhar.

——————————————

Zankyou no Terror

Zankyou no Terror

Quando terminei de assistir o primeiro episodio de Ecos do Terror — minha livre tradução pro título do anime. Minha vontade era de sair gritando: Caracaaaaas… que anime tesãooo! Uma qualidade gráfica de longa metragem — deve estar saindo uma fábula cada epi.

Com personagens cativantes. Moleques tem um V-Blog em que anunciam atentados terroristas. Eles começam explodindo um prédio no centro de Tóquio — acho que Tóquio não tem subúrbio. Detalhe. No começo do epi. eles pegam algo para estourar… algo maior.

Zankyou no Terror noitamina
Bloco Noitamina sempre rende bons animes. Que o diga Guilty Crown.

Com certeza seguirei. (Nusssa, esse tem chances de eu ver também viu.)

——————————————

Rokujouma no Shinryakusha

Rokujouma no Shinryakusha

Rokoujama é o kitnet de Japa. Micro kitnet na verdade. O cara achou ali o lugar mais barato para morar. Contudo ai tem uma fantasma, uma bruxa, uma princesa de um império intergalático e sua serva, uma habitante das profundezas e uma síndica que mete o pau em todos…

"Não, ela não é a Madoka"
“Não, ela não é a Madoka”

Tem vibe de ser short, mas eh 23 minutos… 21 de muitas risadas… espero que se mantenha… seguirei. (Minha vibe também, darei uma olhada!)

——————————————

Tokyo ESP

Tokyo ESP
Pela imagem fiquei com vontade de ver.

Espers (“espers” são como médiuns, parapsicológos) dominam o parlamento japonês. Dominam mesmo. Transformam numa ilha voadora. Esper’s do mal entram em ação para subjugar a humanidade. Mas eis que surgem…Eles… o X-men. Não pera. Um outro grupo de esper’s do bem… e é isso.

(Tire Espers e coloque “Jedis e Siths” que é praticamente a mesma história dos novos filmes de Star Wars. Isso seguindo o que você falou mano, rs.)

——————————————

Seirei Tsukai no Blade Dance: Único aluno homem numa escola de magia que tem espadas mágicas. Só faltou as fadas. Mas é entretenimento. Vou assistir pra passar o tempo.

Nobunaga Concerto: Animação terrível, dubladores estranhos, design sem graça. Mas… a história de (novidade) Oda Nobunaga sob outro prisma… de novo. (De novo né man? rs)

——————————————

sao-2-announced-ggo-1
SAO II

Só relembrando. Se teve algum que vocês viram e não concordo de boa… isso aqui são só minhas opiniões. Sobre o que EU gosto. Não que seja referência para alguém. Espero que curtam!

Então pare fechar, eu (Tassio pessoal, rs), verei alguns animes que o amigo Pierrot falou. E alguém reparou que ele não deu uma palavrinha sobre a Segunda Temporada de Sword Art Online? Pois é — não tenho nada com isso, rs. Ficamos por aqui pessoal!

Bons animes!

Akira O Filme: BOMBA – Hollywood vai estragar Tudo!

Bem pessoal, confesso que fiquei meio surpreso ao ler essa noticia. Se trata de dizer que Hollywood parece que vai destruir outro anime clássico — nem vou falar de Dragon Ball mais — porque o diretor do filme live-action que adaptará a obra original de Akira, disse que o anime é muito ruim.

Akira O Filme: BOMBA – Hollywood vai estragar Tudo!

akira

Nas palavras dele “ninguém está interessado” no anime, e que ele fará algum muito melhor. Enquanto isso a DreamWorks anunciou o diretor da temida adaptação de Ghost in the Shell — eu inclusive já dei essa notícia aqui no site, portanto, estamos confirmando também que teremos um filmes de Ghost. O diretor será o mesmo de “Branca de Neve e o Caçador“: Rupert Sanders — nunca vi esse filme, vixe!

A adaptação Hollywodiana de Akira, que já se sabe, vai se passar muito mais na Neo-tokyo do que o anime original (caso haja alguma dúvida: “already notorious for ditching Neo-Tokyo as a setting along with most of the story of the original”), foi enlatada durante muito tempo pelo estúdio, e deve ser divida em sequências, sem uma preocupação muito grande com uma adaptação inteira — eu acho isso normal se tratando de Hollywood, se for bem aceito pelo público, teremos as continuações.

akira_explosion_high

O diretor Jaume Collet-Serra mostrou seu desdém com o anime original numa entrevista recente (Se o cara não gosta do anime, por qual motivo o estúdio chamou esse cabeça dura? As chances dele fazer caquinha são gigantes!)

-O que você está trazendo para que esse seja um filme seu?
(Que mostre que é uma adaptação mesmo)

Collet-Serra: Eu espero que possa trazer personagens fortes. No original, eu não acho que os personagens principais são os protagonistas. O que eu espero é trazer personagens. (taí uma frase forte)

-Isso é verdade (até o entrevistador concorda, rs). Essa é uma daquelas histories estranhas, aonde você nunca vê o personagem principal, a não ser no nome do filme.

Collet-Serra: Ninguém é interessante. Tetsuo é interessante porque essas coisas estranhas acontecem com ele, e Kaneda é muito bi-dimensional. Isso é parte da cultura japonesa, eles não têm personagens fortes. Eles são usados como uma maneira de mover uma outra filosofia para frente.

akira

Eu não me dei o trabalho de traduzir a noticia inteira, porque sinceramente, com uma entrevista dessas, a gente perde a vontade. Olha só o que ele falou de toda uma cultura… Eu não vou poder argumentar muito porque simplesmente, vi o filme na infância e não tenho lembranças fortes sobre ele.

Não vou poder defender os personagens principais — também não acho que precise, depois da segunda colocação do diretor: “Isso é parte da cultura japonesa, eles não têm personagens fortes.”

serial experiments lain

Isso demonstra o nível de conhecimento que ele tem sobre uma cultura tão ampla e milenar como a japonesa. Eu não precisaria nem ir tão longe. Basta citar Lain (Serial Experiments Lain) ou até a Shiki-Sama de Kara no Kyoukai — poxa vida, Goku, o Samurai X, tem tantos bons exemplos né?

A segunda frase dele que me pareceu meio enigmática, e meio que encontro isso em Code Geass: aonde os personagens não fazem andar a história pelas suas motivações, mas são meio que pegos de surpresa (são os Roteiros Pós-Clássicos que eu citei tem um tempo).

Agora sinceramente, vou ser malvado. Não acho que ele entendeu que esse é um tipo diferente e genial de narração de uma estória. Não acho nem que ele pensou isso que eu expliquei — sim fui bem malvado mesmo.

Capa da mini -série Cavaleiro das Trevas de Frank Miller - 1986
Capa da mini -série Cavaleiro das Trevas de Frank Miller – 1986

É uma pena que outro clássico dos animes tenha um futuro tão ruim nas mãos de Hollywood. E eu só vejo um motivo — Presunção. Os diretores se acham muito, são orgulhosos demais para entenderem que se tratam de obras-primas. Aliás, é o que pode acontecer com Batman vs Supermanpodem subestimar aquela genialidade chamada Cavaleiro das Trevas de Frank Miller.

Pena…

[Link]

Guilty Crown – Crítica: Ação, Romance e Filosofia – O Homem em busca de ser Humano

E vamos para a Crítica do anime Guilty Crown, uma das que mais deu trabalho fazer para este que vos escreve. Muita ação, Romance e também Filosofia, nesta obra aonde o homem busca ser Humano. Vem comigo!

Guilty Crown – Crítica: Ação, Romance e Filosofia – O Homem em busca de ser Humano

guilty-crown-page
Veja também o nosso Cosplay da Inori – Gata da Semana Especial: Guilty Crown

Finalmente a crítica de Guilty Crown — meu anime favorito (ainda hoje). Depois de muitas promessas e adiamentos, fiz esta critica sobre o anime, que contém SPOILERS, estejam avisados. Mas mesmo que você ainda não tenha visto o anime, recomendo ler meu texto. Por que meus textos são maneiros.

But Primeiro, the mine Sinopse!

GUILTY.CROWN.full.843643

Ouma Shu é um jovem meio triste que não se dá muito bem como ninguém na escola — não me diga — que sempre foi fã da banda EGOIST e da sua linda vocalista Inori Yuzuriha. Mas o que ocorre? A própria Inori acaba roubando algo das tropas da GHQ (uma especie de ONU) e sangrando pede ajuda a ele. A verdade é que o Japão sofreu um ataque de arma biológica, que ficou conhecido como Lost Christmas e acabou pedindo ajuda aos estrangeiros. Numa sucessão de eventos, Shu utiliza o artefato roubado por Inori — o Genoma do Void — para salvar a todos das tropas do GHQ…

Lembrando que Guilty Crown é um anime de Mistério, Sci-fi, Mechas, Ação, romance, psicologia, filosofia e um pouco de teologia, que fica bem clara no decorrer da animação. E esta critica será divida em Roteiro e Direção, Trilha Sonora, Character Design e Personagens, Historia e Sentido da obra.

Vamos logo.

Roteiro e Direção

guilty_crown
Lindo de mais…até hoje não sei porque o Void da Inori é uma espada

O Roteiro é quase perfeito. Para falar a verdade eu sou completo fã de roteiros de mistério/ modernos, porque não precisam falar de mais e explicar o desnecessário. O problema é que algumas vezes ele pode acabar não ficando claro o suficiente — ocorre em Serial Experiments Lain por exemplo. Todas as falas são bem dosadas, e o ritmo da primeira temporada é perfeito.

guilty-crown0004 Diria que o único erro dele foram os 5-6 episódios iniciais da segunda temporada, porque fizeram os episódios “power rangers“, que em vez de seguir com a história, contaram o “plano de fundo” dos outros personagens. Alguns amaram ver o episódio da Ayase Shinomiya “voando” com seu void, mas acabou-se perdendo o “fio da meada“. Tudo só volta aos eixos depois.

Guilty Segai_watches_videoTambém adorei a Direção. Bons cortes, bons detalhes. Ambos foram talvez do mesmo nível. Adorei as cenas em que o Segai Waltz Makoto, ou melhor, o francês, eram utilizadas para explicar em que ponto estávamos. Perguntas sensacionais do tipo: “Todos querem saber aonde está o Gai“, “Afinal, ele está vivo ou não?

Guilty-Crown0124 segao
Esse cara foi muito interessante durante toda a história/Foi muito bem utilizado pelo Diretor

Sem dúvida ambos, na primeira temporada, foram perfeitos. Diria que a primeira alcançou uma nota muito superior à segunda, apesar que foi na última que entendemos o argumento central da história.

Trilha SonoraGuiltyhead [editado]

A trilha sonora é outra perfeição. Músicas bem feitas, arranjos, vocais femininos lindíssimos. Até mesmo as letras são realmente muito boas, por além do que, contarem o que se passa. Conseguem de fato transmitir em todos os momentos da animação a sensação que deveriam, nos imergir nas cenas.  Acredito que cada um deva ter as músicas que mais gosta da banda Supercell — Egoist no anime.

Parece que as músicas foram cantadas por uma menina que na época tinha 17 anos, chamada Chelly, escolhida num concurso entre 2000 participantes; apesar que as primeiras músicas foram cantadas por outra moça — parece que se chama Koeda. Sigam o [Link] e tirem suas dúvidas.

De cá, gosto bastante da música cantada por Inori para reverter o vírus, e também a minha favorita, BIOS, na qual Shu tira o void — o si — da Inori. Uma pena que justo essa música foi pouco usada na segunda temporada

Character Design e Personagens

Guilty_Crown_[editado]
Moe!!
O Character Design é muito bonito. Sinceramente não gostava do moe que é usado em excesso na Inori e nas outras meninas, mas depois de tanto tempo vendo anime me acostumei.

Consigo identificar no primeiro olhar a maioria dos personagens. Nada a reclamar mesmo — a não ser os exageros no “francês”, hehe. Traços bem condizentes, não vi nada de fato desnecessário. No geral dou um muito bom.

Guilty-Crown-02-6D1930E8.mkv_snapshot_18.03_2011.10.22_01.04.14
Tem uma cena do episódio 5-6 que é um primor, de Shu salvando a Inori

Agora…Os cenários são lindíssimos. As cenas dos episódios 1, 5-6, 12, e os penúltimos da segunda temporada são um show de animação. Vou dizer, se o primeiro episódio não fosse tão lindo e com roteiro tão misterioso, dificilmente teria acompanhado o anime.

Sobre os Personagens, no começo eles vão te conquistar por um misto entre moe/kawaai. E claro a incrível fodidade de Gai. O autor foi inteligente em colocar dois personagens centrais em constante transformação — Shu e Inori — junto daquilo que é o mais habitual nos animes, ou seja, um personagem líder.

guilty Arisa Kuhouin
Coitada…se apaixonou pelo charme do Gai, rs. O final dela foi realmente um dos mais tristes e a situação foi terrível.

Contudo, mesmo que vejamos certa profundidade em  personagens como a Arisa Kuhouin, a Hare Menjou (muitos otakus droparam quando ela morreu, mas foi preciso para a mudança de Shu) e do Yahiro Samukawa (a morte do irmão dele também ajudou a mudar o Shu e a ele mesmo), diria que o central são os dois casais e as razões do vilão, Shuichiro Keido, O Bigode, mesmo que nele não vá além da questão de ser mau. Mas é um baita vilão.

Mana, Gai e Shu

guilty Jun_and_Yahiro
A vida nos muda?

A Mana foi genial no seu drama de dupla-personalidade na primeira temporada — uma pena que ela foi esquecida na segunda. Queria muito rever a Mana lutando com o vírus, o seu redescobrir diferente dele — dois seres em um só —  e até que ponto ela se tornou um com ele. Tudo acabou sendo abordado rapidamente no episódio que entendemos finalmente o mistério todo — realmente uma pena!

Gai que faz tudo por sua amada, assim como Shu, dispostos a tudo para salvá-las. Ele que aprendeu a ser forte. Sem dúvida Gai foi quase uma “ideia geral” daquele que teve de mudar por conta do meio, assim como Arisa e Yahiro. Há decisão nisso? Penso que nele há um pouco — a decisão é buscar Mana.

E Shu que envolve toda a humanidade que o anime buscou. Aquele que mesmo não sabendo quem era, mesmo que errando em suas decisões mostrando o lado terrível e falível que somos, e por último, o lado mais belo que podemos ser — nossas decisões em prol do próximo. E ainda assim, muito do que fez foi por Inori.

Inori – O que eu sou?

guilty_crown_guilty_crown_picture_230311_suemura_preview inori e mana

Na verdade todo o argumento do anime gira em torno da Inori:O que eu sou“,  “O duvidar de minhas sensações“,  “O nomear” — Gai me deu um nome — e por último, “não importa o que sou, basta para mim que eu sou eu“, nos revelando por fim todo o argumento Cartesiano — o conjunto de minhas sensações e consciência delas, que difere das da Mana.

Filosofia. Eu como seu estudante, pude notar com clareza o argumento de Descartes da dúvida do sensível — ela não não sabia o que eram as coisas, se as sentia, e Shu lhe diz “Você é a Inori”.

O argumento do “deus enganador” representado por Mana em quase toda a segunda temporada, e por fim, o “não sou outro, mas eu sou este que sou“, numa clara alusão ao filósofo. Eu que na época o estudava, fiquei em êxtase. Para falar a verdade, ainda estou.

Historia e Sentido da obra

guilty Hare_crying
Muitos não queriam que a Hare morresse

Acerca da história, penso que a maior parte dela foi melhor explicada no episódio que aparecem o pai do Shu e o nosso querido Bigode, então não vejo necessidade de recontá-la. Se é assim, penso que ela poderia ter sido melhor roteirizada, principalmente na segunda temporada aonde ela se desenrola.

guilty yuuComo falei acima, no roteiro, houve uma grande perda de tempo com os primeiros episódios, o que acabou fazendo que ela parecesse corrida depois. Mas falo isso sabendo que se trata de um roteiro moderno, o que é muito comum que a ‘história’ seja contada só no final.

Também creio que é bom dar uma ideia falar sobre os conceitos: Daath que parece ter vindo da Cabala, algo sobre conhecimento — “ele mesmo se chamou a “vontade da humanidade personificada”. E também do Void: o vazio, ou o em si da alma, como o que aparece no último episódio: “Só quando Shu está perto de ser morto, a alma de Inori aparece do cristal da flor”. Talvez por ela ser um clone da Mana, seja o mesmo Void…

Explicando um pouco mais da História

Guilty-Crown-guilty-crown-25907830-985-622E o que pode ser um erro da tradução para o Pt-Br, Gai nos diz no último episódio que tinha como objetivo reviver a Mana e assim fazê-la morrer, porque só com ela completa com o corpo da Inori, poderia morrer em paz — caso contrário seria clonada pela Daath eternamente:

guilty_crown-06-gai-smile-sly-cunning
Gai…

Here Gai explains…” (Wikipedia e Wikia)

(Tradução)

“Aqui Gai explica que o único meio de parar o Quarto Apocalipse era deixar Mana cumprir seu destino de começá-lo e depois, quando ela finalmente pode descansar em paz, foi esse o motivo dele ter se junto à Daath. Se ela não o fizesse, Daath iria ressuscitá-la de novo, e de novo. Como Gay abraçou mana, o Virus envolve os dois e se despedaça. O Genoma do Void de Gai é transferido para Shu, quando ele acorda e encontra inori, parcialmente cristalizada e cega procurando por ele.” 

Dai o motivo de Gai. guilty-crown-inori-girl deskotContinuando: enquanto Shu estava sugando todo o vírus à sua volta, Inori que voltava ao seu corpo meio cega, resolve tomar para si todo o vírus e se sacrificar por ele — já que ela havia conhecido “a pessoa mais humana que já viu”. Aí o porque de Shu ter ficado cego também. É como se a vida de Inori fosse para ele.

Em ambos os sites — Wikipédia e Wikia — temos a mesma explicação. Dificilmente temos um erro no roteiro porque duas fontes diferentes contam a mesma história. Penso que ou foi nossa tradução… Ou será que só eu não entendi isso na época? Enfim.

Qual o sentido de Guilty Crown

guilty-crown-21-large-28
A luta Shu e Daath foi o clímax do anime; o final ele contra Gai foi totalmente anticlímax, e com esses motivos, era para ser mesmo. — ou não!

Sobre o Sentido, temos pelo que vi, porque bom, ninguém é perfeito, apresento 4 Argumentos Principais:

O primeiro é o argumento teológico do Salvador, que seria Shu rivalizando com a ideia de Adão e Eva recriando a humanidade. Argumento esse que não é o principal por que tanto Shu quanto Gai nunca ligaram para isso, pelo contrário, sempre tiveram como objetivo principal, salvar suas amadas. Esse é o argumento romântico da história. Engraçado…Se Inori é Clone da Mana, carrega a mesma carga genética dela… e Mana é irmã do Shu…

Tem o argumento da Inori que perpassa todo o anime e que expliquei acima — da existência de si mesma, “eu sou eu” — eu sou as minhas afecções, minhas crenças, minhas decisões. É o que mais gosto.

guilty_crown inori wall

E por fim o mais amplo de todos, o argumento da Humanidade representado por Shu. Ele é o que nós somos. Erramos, tentamos acertar, queremos mudar, e podemos ser de fato humanos: como quando Shu salva um soldado da ONU nos últimos episódios: “Shu é a pessoa mais humana que conheci“. E isso claro, volta ao argumento Teológico do Salvador. A Referência é clara e quem conhece a bíblia lembra do Mestre.

Eu de cá, considero o final romântico. Não vou mentir, depois de entender melhor a história com toda a pesquisa, respeitei mais o autor. Não concordo porém…Acho que Shu morrendo seria mais “bonito”, mas talvez, não desse o sentido que ele queria.

Então finalmente é isso…ufa!
Abraços!

Fontes e Ficha do Anime:
Wikipédia: [Link]/ Wikia: [Link]
Mesmo Diretor de Death Note [Link]: Tetsurō Araki
“Quase” mesmo autor/roteirista de Code Geass [Link]: Hiroyuki Yoshino/ Episódio 22 via Wikia [Link]

Nota: 8,5, onde só Aria the Animation é 10!

Top 25 Animes que Deveriam virar Filmes segundo os Japoneses!

Com o aumento de animes adaptados para o cinema (haja visto Ghost in the Shell não é verdade?), os fãs de Animes ajudaram a fazer um ranking daqueles que eles esperam, um dia se tornem filmes e apareçam nas telonas. Claro que a maioria dos filmes de animes se tornam completas aberrações, que o diga Dragon Ball Evolution, mas mesmo assim os fãs japoneses têm fé de que Hollywood acerte a mão — só Deus sabe porquê. Vamos à lista!

Top 25 Animes que Deveriam virar Filmes segundo os Japoneses!

sao

E mais uma vez num Ranking feito pelo BigGlobe, que parece sempre aparecer aqui no Afontegeek, hehe, direto do SankakuComplex. E imaginem só, o link ainda está no ar, pelo menos no site do Sankaku. Então na dúvida vão lá checar seus adoradores de Fake News! A lista já está aí há tanto tempo que eu acho que merece ser apreciada… ou odiada se for o caso e você gostar de odiar listas aleatórias.

De certo só duas coisas: eu não concordo com a maioria dela e deixo um pequeno comentário a respeito disso bem no fim do post. Acho que no mínimo vale à pena conhecer para gente ter aquela noção mais ou menos de como são os gostos dos japoneses: e de como na maioria das vezes eles tem um gosto duvidoso para anime.

E sim… alguns animes tem links com reviews e listas sobre eles aqui no blog. Só clicar nas imagens se bater a curiosidade. Por hora…

Vamos à lista!

1. Hyouka

2. Sword Art Online

3. Angel Beats! (tem Review no site)

kanade angel beats

4. Code Geass Lelouch of the Rebellion (tem Review no site)

Corram, Lelouch vem ai!

5. Fate/Zero

6. CLANNAD ~AFTER STORY~

7. Higurashi no Naku Koro ni

8. Guilty Crown (tem Review no site)

9. Humanity Has Declined

10. Love Live!

11. Toradora! (tem lista de Tsunderes no site)

12. PSYCHO-PASS

13. From the New World

14. The Ambition of Oda Nobuna

15. Lucky Star

16. The Pet Girl of Sakurasou

17. Another (tem Review no Site)

18. BTOOOM!

19. Accel World

Ahh saudade de você! rs

20. Hell Girl

21. Kill Me Baby

22. Penguindrum

23. Girls Und Panzer

24. Ga-Rei Zero

25. Jormungand

 

Fonte: [Link] SankakuComplex


O que eu achei da lista?

fonte:diogo4d.com
Imagem moe aleatória

Antes que me perguntem, eu não coloquei imagem em todos os animes por pura e simples preguiça mesmo. Não que eu não goste ou até não tenha visto os que não tem imagem — na verdade os que não têm imagem por “”coincidência”” (ou não) são os animes que eu não vi, mas o meu gosto pessoal não importa, não é verdade? E sim, alguns aí em cima têm links marotos. Vejam!

Outra coisa é que para ser bem assim sincero e amigo de vocês, eu preciso perguntar: é uma boa ideia insistir nisso de fazer filme de anime? Eu sei que Samurai X foi legalzudo e tals… mas cara, Hollywood (a DC/Warner no caso) não respeita nem quadrinhos que são obras ocidentais, quanto mais… Animes!

Clannad e Clannad After Story eu digo, mudaram minha visão de mundo
Por favor Hollywood deixe A MINHA NAGISA EM PAZ!

Mas comentando um pouquinho, devo dizer que até acho que os japoneses tiveram um bom gosto com as obras escolhidas. Temos duas obras Key/Visual Arts, autores que sou fã incondicional, sendo elas Angel Beats! e CLANNAD ~AFTER STORY~.

Engraçado que Clannad e Air tv já têm filmes (animados devo dizer), pela Toei Animation (o mesmo estúdio de Cavaleiros do Zodíaco e CDZ) mas eles são filmes meia boca na verdade. A Toei é horrível para adaptar animes de drama. De resto sim, acho que ambos merecem filmes…. Animados, é claro. Jamais feitos em live-action por Hollywood. Por favor, tirem os olhos de minha Nagisa!

Toradora...indico. A Taiga é sensacional
Toradora…indico. A Taiga é sensacional

A coisa é engraçada porque alguns desses animes até (como vocês viram) já ganharam adaptações em “anime-movies” ou quase isso, como foram aqueles ovas estranhos de Code Geass que ninguém sabia que Lelouch estava vivo — pelo menos se você fosse alguém que Não tivesse lido a minha review de Code Geass. Pobre coitado.

E também é interessante porque produtoras como a Type/moon que é dona das obras “Fate” acabou lançando uma série de filmes awesome e sensacionais chamada Kara no Kyoukai (Garden of Sinners) então meio que essa lista já é real… e ninguém sabe. Sem contar os filmes animados de SAO e Accel World… mas quem se importa com eles, né verdade? Eu não vi, prefiro o filme do Yu gi Oh!.

Agora sinceramente… um anime-movie de Kill me Baby? Ou um filme live-action de Kill me Baby? Japão… por que vocês nos odeiam?

ps: Kill me baby é um dos animes mais hilários que eu já vi. E não, não quero imaginar ele em live-action. NÃO!

Top 20 Animes de Todos os Tempos – Uma lista de Respeito

E aqui o Afontegeek traz mais uma top listas, desta vez com os Top 20 Animes de Todos os Tempos . Lembrando aos amigos e amigas que essa lista foi escolhida pelos australianos, então né? Boa leitura. Vem comigo!

Top 20 Animes de Todos os Tempos – Uma lista de Respeito

1ª Neon Genesis Evangelion

2ª Fullmetal Alchemist

Fullmetal-Alchemist-Imagem

3ª Dragon Ball Z

4ª Death Note

5ª Naruto

6ª Code Geass

7ª  Cowboy Bebop

8ª Bleach

9ª O Castelo Animado

10ª A Viagem de Chihiro

11ª Akira

12ª Kuroshitsuji

13ª  One Piece

14 ª Ouran Highschool Host Club

15ª Fruits Basket

16ª  Fairy Tail

fairy tail

17ª Meu Amigo Totoro

18ª  Ghost in the Shell

19ª  Astro Boy

20ª  Elfen Lied


O que eu achei da Lista?

Lindíssima Urd de Ah! Megami Sama

Lembrando novamente que esta lista foi feita pelos australianos, e não por mim, ok? E ai, o que o vocês acharam  dela, bem feita, bem escolhida, uma dádiva dos ninjas? Eu de cá penso que temos muitos animes clássicos aí, sendo que alguns estão até mesmo no MEU Top 5 dos Animes — que aliás eu deveria fazer não é verdade?

Interessante como nós não temos nenhum “shoujo de verdade” — nós temos vários “haréns ao contrário” como Ouran e Fruits Basket, mas shoujos mesmo como Lovely Complex “nóis não have” (temos até uma indicação de Lovely Complex por aqui), assim como também senti falta de algum harém de verdade (várias minas, um carinha) como Ah! Megami Sama ou mesmo Boku wa Tomodachi (que também tem indicação no site).

Sena de Boku wa Tomodachi

Mas mais uma vez a lista não é minha, paciência. Mas pelo menos temos Dragon Ball, Elfen Lied, Ghost in the Shell, A Viagem de Chihiro, Akira, enfim, a verdade é que os australianos têm um puta bom gosto para animes. Melhor que os Japoneses têm, diga-se de passagem. E sobre a falta de animes harém (a gente tem um podcast sobre o assunto aqui no site)  eu até entendo. O mundo tem algum preconceito — estranhamente não com “haréns ao contrário”.

Bom… podia ser pior. Podia não ter Elfen Lied!

Fonte: [Link] Crunchyroll

Code Geass: Akito the Exiled – Trailer do OVA!

Senhoras e senhores, acaba de sair o trailer do OVA de Code Geass
Code Geass: Akito the Exiled, que vai sair em quatro episódios, tendo 50 minutinhos cada.

Code Geass: Akito the Exiled – Trailer do OVA!

Pena que parece que cada ep. vai sair de 3 em 3 meses…mas enfim, sendo nozes fãs, é esperar por mais um ótimo trabalho.

Code Geass – Review: Mechas e a Mentira que Mudou o Mundo!

E estamos num dos textos mais interessantes do site, a Review de Code Geass, no primeiro post da série Discutindo Animes. Espero que curtam. Têm muitos “easter eggs”, coisas que poucas pessoas comentam, e muito mais! Boa leitura.

Code Geass – Review: Mechas e a Mentira que Mudou o Mundo!

Senhoras e senhores, depois de algum hiato no mundo dos animes hoje vou dar uma sacada naquele que foi o culpado por me fazer achar esses desenhos japoneses verdadeiras obras de arte — Code Geass. Já falei sobre ele em outros posts — onde eu discuto seu roteiro — mas agora vou me aprofundar de verdade no anime, discutindo até mesmo  o sentido da obra no geral. Estão prontos? Vem comigo!

Lelouch, pensando.
Lelouch, pensando, vestido de galã de novela

Antes de tudo, tenho que deixar claro que não sou fã “clássico” de animes, mas na verdade gosto da cultura nerd/geek como um todo.

 

Eu também avalio os animes como se estivesse fazendo uma analise literária, então não espere coisas como “adoro esse personagem” ou então “essa luta foi demaais!” e blablabla. Resolvi escrever sobre esse anime, porque ele é um dos mais perfeitos que assisti — uma obra prima.

Sim, Geass é incrível. Para completar, ele vem com uma nova forma de contar a historia — aonde os fatos são o que realmente contam; os personagens pouco influenciam no que vai acontecer, deixando o espectador sempre sem saber como será o próximo episódio, porque a personalidade dos personagens não nos permite adivinhar o futuro — acho que dá pra imaginar minha cara de extasiado a cada episódio. Eu falo mais sobre esse ponto no texto dos Roteiros de Animes pós-Clássicos.

Mas e aí, só são flores? Nada é somente feito de flores.
Agora que começa a discussão. Mas antes…

a [minha] Sinopse:

Lelouch é um cara que resolve dominar o mundo, para descobrir o que afinal de contas aconteceu com sua mãe, e o por que seu pai mandou ele para o fim-do-mundo, sendo que seu pai, já dominava o mundo… Aí ele encontra uma mina, que lhe dará poderes, e assim facilitar o processo.”

ATENÇÃO TEREMOS SPOILERS

Como já avisei lá em cima, teremos spoilers. Na verdade imagino  que você já tenha visto o desenho para acompanhar a discussão. Não viu? Veja. Eu recomendo MUITO.

Como o que eu gosto de ver em obras literárias é se os personagens são vivos, começo por ai. Os destes aqui, simplesmente não são. São rasos. Rasissímos. É fã, tô nem ai pra você. Somente dois personagens tem personalidade, e não são os principais. Nem o Suzaku, nem a Kallen, nem a irmã ‘médium’ Nunnally, ninguém realmente é uma personagem aqui.

Mas e agora, como o anime é tão bom?

Pelo fato do autor nos contar uma história aonde os personagens pouco ou nada influenciam na mesma, era óbvio que eles seriam não-vivos. Porque afinal,  se suas decisões não contam para o andamento da história, ela anda por si. — mas como assim, explique-se!

CC, adoradora de pizzas Hut
CC, adoradora de pizzas Hut

Darei um exemplo: Desde o começo a gente já sabe que o Zero, vai dominar o mundo, certo? E com toda a teatralidade que Geass nos proporciona.

Ele não muda sua personalidade em momento algum. Mesmo não sabendo da CC, ou descobrindo aos poucos o Suzaku — o que o motiva — ou traçando planos 100% fodas e cruéis — como bem lembrado pelo querido chefe — para vencer as contendas, em nenhum momento ele esboça uma mudança na sua forma de ser, apesar dos pesares — mesmo que ele chore, que a CC bata no ombro dele, no outro dia, ele é ele mesmo.

O único momento que parece fraquejar racionalmente é quando ele reencontra sua irmã insuportável, a Euphemia — sim, eu a odeio!
E enquanto eu repetia “mata ela logo”, ele com pena — acho que só eu não tenho pena dela…por mim ela empacotava ali mesmo — revela quem é, e somente a mata depois de alguns episódios — para minha alegria pela metade.

Euphemia, a mina de cabelo rosa da vez
Euphemia, a mina de cabelo rosa da vez

Por que pela metade? Simples, porque ninguém tem culpa da morte. Oh vida! E ainda assim, ele segue com seus planos. Nem com a Shirley sofrendo MUITO, ele volta atrás — essa mesmo,  mais uma que “ama” Lelouch apesar de tudo, e não mudando nada ao descobrir as verdades sobre tudo.

Ai alguém fala: “Mas se ele voltasse e desistisse acabaria a historia.” É provável. O questionável é que ele se mantém do mesmo modo, com os mesmos ideais, prosseguindo com seu plano, sem repensar nada, ou mudar suas ações. E mesmo com o final, ao descobrir que a adorada mãe não valia nada — pra mim o enredo do anime acaba ai — ele continua com o intuito de melhorar o mundo para sua irmãzinha ‘médium’, mesmo que através da mentira: é este aqui o Sentido do Anime. O mundo é passível de boas mudanças, mesmo que através de uma Mentira.

Mas o problema é que Lelouch não cai. Ele não pensa em outra coisa — ele não transmite sofrimento através do que diz, ou de suas ações. E todos os outros personagens são do mesmo modo. O Suzaku porque matou o pai, a outra porque quer morrer — coitado do MAO, esse eu fiquei com dó. Claro que isso não diminui em nada a qualidade da obra, mas é preciso que nós — e vocês ai — abramos os olhos para todas as particularidades.

Quais os Personagens Vivos, Afinal?

Villetta Nu, quem diria que casaria com um pé-rapado?
Villetta Nu, quem diria que casaria com um pé-rapado?

E então, quais são os 2 personagens que possuem vida? Caros amigos, são Villetta Nu e Kaname Ougi. Isso mesmo: uma que tinha altos cargos no império, o outro um joão-ninguém que se torna comandante dos cavaleiros negros. Se encontram no acaso — como é quase o desenho todo — mas vivem uma história entre si que os mudam internamente — como personagens.

Ougi -- sortudo.
Ougi — sortudo, mas que mudou seu interior no decorrer do anime.

A gente percebe a luta interna dela, que não quer deixar de ser quem é, e ele que deixa de ser um cagão aos poucos. Nós vemos toda uma mudança de caráter de ambos, ao redor de todos os outros personagens mais rasos. E não, não tô nem ai pro “amor” envolvido, estou falando de “pessoas” que mudam, vivem as consequências, sofrem pelos atos… Isso é fazer algo vivo.

Gosto deles? Não muito.

FATOS INUSITADOS

Arthur o gato
Arthur o gato

Chegando aos finalmente, temos os fatos inusitados do anime. No meio do anime encontramos um gato (o Arthur) que me encasquetou até não poder mais, mas no fim, não significava nada, era só um gato mesmo…

Nunnally -- eu tenho medo
Nunnally — eu tenho medo

A Nunnally que sempre adivinha quem está na porta, quem está subindo na torre da escola, de quem são os passos chegando — sendo que os pés dela nem mesmo tocam o chão! Cara ela tem poderes paranormais!! É quase uma médium véi! Acho que por isso demorei pra entender algumas coisas que a envolviam…

Quantas vezes temos a cena:

Lelouch: “Vou entrar devagarzinho para a Nunnally não me ouvir chegar…”
Nunnally: “Lelouch, é você?!”
Lelouch: poker face.

é Nina, quem vê sua cara nem imagina...
é Nina, quem vê sua cara nem imagina…
Quem não?
Quem não?

Temos também a Nina, que meio que inventou uma arma de destruição em massa. Mas ela só está aqui porque sentia ‘algo’ mais pela Euphemia, na cena clássica da mesa, que todo jovem já passou — apesar que devia haver algo entre ela e a Milly.

Contudo  sempre pensei disso só acontecer com  garotos, porque afinal, não sei se algo assim ocorre com as meninas… Ocorre?!

Cornelia, isso que é mulher de verdade!
Cornelia, isso que é mulher de verdade!

Temos também a Cornelia, que é A CARA da Carmem San Diego, morreu 2 (duas) vezes, sendo que levou até uma rajada de tiros nas costas, mas estava lá, impávida para destronar Lelouch. Sem dúvida alguma uma personagem forte cuja o autor sentiu muita falta quando deu uma “sumida”. Taí o porquê dela sempre voltar: Cornelia faz falta no andamento da história. Na boa, quem não gosta dela?

Zhou Xianglin, ou será Shun-lin?!
Zhou Xianglin, ou será Shun-lin?!
Li Xingke ou Shiryu?
Li Xingke ou Shiryu?

Temos também os chinesinhos apaixonados, numa mistura de Shiryu (Li Xingke) e Shun-li (Zhou Xianglin]), mas e daí não é mesmo?

 ELE MORREU ou NÃO MORREU?!

Lelouch é zero, ou zero é Lelouch?!
O Grand Design de Lelouch!

Sim amigos, antes do fim, o fim do desenho. E ai? Lelouch morreu ou não? Tem um imensa discussão de que o final onde ele aparece vivo só tem no DVD, ou foi lançado só no Japão… mas ainda assim C.C. conversa com alguém…

Existe até uma teoria interessante que vi num fórum, que explica como ele ficou vivo — parece que ele roubou a imortalidade de Charles, ou a pegou com a CC, visto que Nunnally ao tocar nele, viu o “grand design“. Não tô afim de discutir isso. De certo só que foi uma estratégia muito sagaz do autor, para agradar dois tipos de fãs: os que queriam ele morto, e os que queriam ele vivo.

Para quem ainda não viu Lelouch vivo!

Eu de cá não estou nem aí, para mim a decisão do autor, é a decisão do autor. Nos resta admirar o quão eficiente foi, afinal dispomos de dois finais para podermos discutirmos ainda mais essa obra-de-arte. O mais interessante disso tudo é que teremos uma Nova Temporada de Code Geass, assim como tivemos algumas animações contando o “prequel” do anime. Mas… será que neste “novo” Code Geass, Lelouch está REALMENTE vivo? Tudo leva a crer que sim.

Aliás, é assim que vejo os mangakás, pintores, escritores etc. Sempre procuro respeitar as decisões tomadas. A única coisa que espero, é uma obra completa, repleta de nuances humanas e que tenha lógica, com inicio, meio e fim. O resto, é com ele/a, e nos resta admirar ou odiar — E você, o que achou do fim do anime?

Então é isso. Foi um prazer poder discutir Geass com vocês, o anime que em momento algum se perdeu para contar o incontável, mesmo com o final duplo, o que na minha humilde opinião nos faz admirar ainda mais a genialidade do autor.

Um Easter egg interessante sobre a C.C.:

C.C. a mina que amava de mais... pizzas Hut.
C.C. a mina que amava demais… pizzas Hut.

Direto do Codegeass.Wikia: “Durante o estágio de planejamento de CG, o nome originalmente pretendido para C.C. era Cera (セラ, Sera), mas depois isso foi esquecido. De qualquer jeito, em algumas legendas, se refere a ela como Cecile de vez em quando. (Eu ainda acho que seja Snow, mas né…)”

Abraços a todos!

Fonte de pesquisa:
1. Lista dos personagens da Wikipedia
2. Codegeass.Wikia