Arquivo da categoria: Curiosidades dos Games

Top 5 Games Violentos e Macabros que você Precisa Conhecer!

Nosso bom amigo Aldair voltou mais uma vez trazendo daqueles seus posts fofinhos e… digo, digo, para quem sabe, ele adora esses posts com coisinhas gore, sanguinolentas and assustadoras! Bem vindos a Top 5 Games Violentos e Macabros que vão te matar de susto!

Top 5 Games Violentos e Macabros que você Precisa Conhecer!

download

Mais um Top 5 baseado em games só que desta vez irei abordar um lado macabro e bastante violento onde gore, sobrenatural, loucura, genialidade, ódio, repulsa, perversidade e pureza se me misturam em volto a escuridão, fantasia e realidade.

Lembrando mais uma vez que não estou fazendo propaganda de violência gratuita, banalização de quaisquer tipo de religião ou crença. E longe de mim fazer chacota ou piadas sobre quem acha este assunto banal. O que estou fazendo aqui é apenas trazendo conteúdo. Se não lhe interessa é sua opção deixar de ler este post.

Desde já o respeito aqui é mutuo. E sem mais delongas caso esteja com vontade de ler… seja bem vindo!

5° Among the Sleep

among-the-sleep-skidrow-dowload-torrent

Game fantástico e bem perturbador. Encarne um bebe e seu urso de pelúcia falante que se aventuram a noite em sua casa. Porém aviso logo, eles não estão sozinhos. Uma sombra macabra está a sua esperita.

Este game possui uma trilha sonora excelente. O ambiente é de pura imersão e quando tudo está em silêncio até sua respiração pode lhe assustar. A percepção fica aflorada e o que pode parecer um game simples pode lhe surpreender e muito. Altamente recomendado. Prepare-se para sustos simples e certeiros.

4° Hotline Miami

tumblr_mqd0tfjqnd1qjajxmo1_r1_1280

Um jogo que me poupa uma explicação de sinopse muito aprofundada (possui dois games sendo o segundo com linguagem PT-BR). Nele você simplesmente se concentra em suas missões que geralmente são de assassinar todos que estão pela frente.

O game possui um estilo de câmera antigo com uma jogabilidade muito boa que flui perfeitamente lhe proporcionando uma ação frenética e ininterrupta conjugada com uma trilha sonora excelente. Essa combinação nos dá um resultado violento em todos os sentidos. Diversão sangrenta que aonde você precisa ficar atento para continuar de pé.

3° Hatred

hatred-is-the-second-game-rated-adults-only-by-esrb-470383-2

Eu já fiz um review deste game (clique para ler). Em resumo se trata de um game ultra violento e que não possuiu um enredo muito longo. Um cara que sente ódio pela humanidade e decide sair matado tudo e a todos de forma extremamente violenta. Jogo de extremo impacto e de violência gratuita bizarra, coisas que o fazem estar nesta lista em terceiro lugar por causa desta sua “simplicidade”.

2° The Binding of Isaac

w145083252921337197

Este game ganhou minha total atenção por sua historia um tanto quanto macabra. Uma mãe religiosa recebe um chamado de “Deus” a pedido que tire tudo de mundano do seu filho (Isaac) que está corrompido. Depois de tais pedidos ele faz o derradeiro: para que ela prove sua devoção que é o sacrifício de seu pobre filho Isaac. Com medo do que possa ocorrer consigo mesmo Isaac se jogo no porão de sua casa em uma fuga desesperada.

Depois desta rápida Intro somos entregues a um game incrível com uma jogabilidade simples e de rápido imersão. Uma trilha sonora depressiva e envolvente, inimigos medonhos, cenários repletos de segredos e armadilhas junto de um loop infinito onde cada fase será diferente mesmo que repetida. Como se não bastante, o jogo diversas vezes lhe dá escolhas que vão de bondosas a perversas. Coisas como pacto com o diabo em troca de maior HP, por exemplo são o que lhe esperam.

1° Fran Bow

steamworkshop_webupload_previewfile_170953686_preview

Uma garota esperta tem seus pais mortos por algo maligno e acaba por perder seu gato. Trancada em um hospital psiquiátrico ela tenta fugir e continuar a procura de seu gato. Sua unica ajuda é um remédio que tem um efeito macabro a deixando em um possível limbo rodeada de sombras que sussurram línguas estranhas. Nessas tais sombras quem governa é Remor: um ser sinistro que persegue a protagonista sem revelar o verdadeiro motivo.

Um game macabro ao pé da letra onde você se pergunta o que é real e o que não é. A loucura é tão presente que diversas vezes você ficará em dúvida se o que esta jogando é algo que realmente está acontecendo ou se só se trata de devaneios da garota que não suportou a perda dos pais.

Um game cheio de perguntas que só serão respondidas ao decorrer da jogatina. Uma observação: a algo ainda mais macabro neste game que foi carro chefe para que ele alcançasse o primeiro lugar, que foi a sua trilha sonora que se faz presente no mundo das sombras. Ela é composta por uma musica depressiva misturada a sussurros estranhos de gelar a espinha. Não se deixe imerso neste game ou pode ter efeitos pavorosos.

E assim eu acabo que este Top 5 games macabros de gelar a espinha! Espero que tenham gostado e até a próxima!

Anúncios

Top 5 Curiosidades dos Games que todo Gamer Precisa Saber!

E aqui eu estreio a série de Curiosidades Geek que vão ao ar aqui no Afontegeek! O primeiro post trás as Top 5 Curiosidades dos Games, que quase ninguém sabe! Espero que gostem fatos escolhidos a dedo sobre o mundo dos games!

Top 5 Curiosidades dos Games que todo Gamer Precisa Saber!

top 5 curiosidades dos games wall

Especial Curiosidades Geek

Games > HQs > Animes > Gatas dos Games  > História > Segunda Guerra Mundial > Aviões > Tecnologia Militar> Desenhos Animados > Invenções e Tecnologias que Mudaram o Mundo > Tecnologias Espaciais do Futuro

Estreando o Especial de Curiosidades Geek aqui do site, vamos falar primeiro sobre 5 fatos “quase desconhecidos” por todo mundo que gosta de gamear em casa, no trabalho e na faculdade. Foi meio “hard” fazer a escolha desse Top 5, assim como também fazer a pesquisa.

Mas no fim foi até divertido — afinal, jogar é uma coisa boa né não?
Espero que curtam pessoal!

1º – Nintendo Salva Indústria dos Games do Crash!

nes wallO que? Quer dizer que não sabia que foi a NINTENDO que salvou a indústria dos games? Peraí… pior ainda, você não tem a menor ideia do que foi o Crash dos Video Games que aconteceu em 1983(84)? Pois então… vamos explicar para você!

Logo depois do lançamento do Atari 5200 (1982) o mercado de games começou a ser lotado de games de baixíssima qualidade… chegando no extremo do game E.T. (inspirado no clássico do cinema e que deveria ser um sucesso, portanto), ser uma tremenda BOMBA! Os consumidores que não são bobos nem nada, migraram para as primeiras gerações de PC, fazendo com que todos os consoles da época saíssem de produção (em 1984): Colecovision, Sega x500111, SG-1000, Vectrex, Intellivision, Odyssey, Etc.

NES - Nintendo Entertainment System (O Salvador dos Games!)
NES – Nintendo Entertainment System (O Salvador dos Games!)

Isso foi até o lançamento do Famicom (Family Computer – Japão) em 1983 no Japão, chegando ao mercado americano apenas em 1985 com uma carcaça reformulada e com o nome de Nintendo Entertainment System (NES – Nintendinho pra gente). O Nintendinho salvou a indústria dos games americana graças aos seus jogos e gráficos de altíssima qualidade — até hoje tendo uma das maiores bibliotecas de games dos consoles.

Foi nele que nasceu franquias como Mario, Metroid, Zelda (Nintendo); Mega Man (Capcom); Castlevania (Konami) e Final Fantasy (Square-Enix). E tudo isso porque a Nintendo resolveu sair dos games de Arcade e se aventurar nos consoles de Mesa. Então se hoje você joga no seu PS4, XBOXOne, XBOX360, PS3, 3DS… agradeça a Nintendo e seus japoneses inventivos!

Fontes: NES [Link]/ Crash dos Games [Link] – Wikipedia

2º – Primeiro Video-Game e Primeiro Portátil do Mundo!

primeiro video game magnavox e microvision primeiro portátilO Primeiro Vídeo Game da História foi o Magnavox Odyssey 100 lançado no distante ano de 1972! Ele nasceu ainda como um protótipo, das mãos de seu criador Ralph Baer, que ainda em 1966 pensava em fazer uma “Tv interativa com jogos”. Como a ideia não vingou… o projeto evoluiu para o “Brown Box” (inventado e patenteado por Ralph Baer entre 1966-1968) sendo que em 1971, a Magnavox comprou o projeto e o lançou finalmente em 1972.

Já o primeiro console portátil se chamava Microvision, lançado em 1979 (apenas um ano antes do Game & Watch que é o próximo do post) pela Milton Bradley Company, e projetado por Jay Smith. Uma das suas inovações é que ele já se utilizava cartuchos com jogos diferentes! Mas esse “cartuchos”… na verdade eram a parte da frente do aparelho que era “removível”.

Ou seja… o portátil em si era só parte a parte traseira (com monte de circuitos) que reconheciam os botões do jogos que eram adicionados (os cartuchos). Devia ser triste né não? Ainda bem que surgiu o nosso próximo da lista!

Fontes: Magnavox Odyssey [Link] / História dos jogos Eletrônicos [Link] e Microvision [Link] – Wikipedia / Oficina da Net: [Link] História dos Games Parte 4

3º – Game & Watch: Primeiro console Portátil da Nintendo

game watch primeiro portátil da nintendo

Muita gente acha que o primeiro console portátil da “toda poderosa” BIG N foi o Gameboy. Mas na verdade… se enganam! O primeiro console portátil da Nintendo foi o Game & Watch lançado em 1980, feito pelo GENIAL Gunpei Yokoi. Conta a história que o “seu” Gunpei estava viajando de trem e brincando com os botões de sua calculadora. Quando ele teve a ideia de fazer um relógio que também funcionasse como um vídeo game!

Ficam também as curiosidades que o D-pad (o direcional em formato de cruz) foi criado em 1982 para a versão portátil de Donkey Kong do Game & Watch e que ele também foi o primeiro console fabricado pela Nintendo!

Gameboy - Outro invento de Gunpei Yokoi
Gameboy – Outro invento de Gunpei Yokoi

Outra curiosidade é que o Gunpei Yokoi além de inventar o Game & Watch criou o próprio Game boy (1989) e foi criador/ produtor dos games Metroid e Kid Icarus — e também do Virtual Boy… mas não vamos falar dele por aqui kk.

Fontes: Gunpei Yokoi [Link] Wikipedia
Satiro retro: [Link] “A história dos games: Game & Watch”

4º – Wolfenstein 3D: Primeiro game FPS – 3D (de verdade)

Wolfenstein 3D capa

Wolfenstein 3D foi desenvolvido pela Id Software e lançado em 1992 para MS-DOS — depois foi convertido para uma miríade de outras plataformas, inclusive consoles portáteis!

E aqui sempre rola um pouco de discussão: sobre qual foi realmente o primeiro FPS 3D do mundo dos games. Isso porque antes de Wolfenstein 3D houveram outros games com gráficos “quase” tridimensionais: Battlezone (Atari – 1980), Hovertank 3D e Catacomb 3D (1991), esses dois últimos feitos pelos mesmos produtores de Wolfenstein 3D antes de fundarem a Id Software.

wolfenstein-3d primeiro fpsO que os diferencia de Wolfenstein é que eles não tinham as “características básicas de um FPS”, como variedade de armas, coleta de munições e etc. Fica a curiosidade de Wolfenstein 3D que apenas os labirintos eram realmente em 3D (nada era modelado). Mas a sensação que se tinha com isso era de “se andar numa sala real”.

Ou seja… se não foi o primeiro, com certeza foi o grande pioneiro e que desencadeou todos os outros FPS que conhecemos hoje em dia!

Fontes: Wolfenstein [Link] Wikipedia /
A história do FPS [Link] TecMundo

5º – Primeiros Games 3D – Virtua Racing (SEGA) / 3DO/ SUPER MARIO 64

games 3D

Indo para o mundo “realmente” 3D e com gráficos 32-64bits, tivemos vários esforços para chegar nos games que conhecemos hoje (sejam eles em visual de Terceira Pessoa, ou como nos FPS). Uma das primeiras empresas a lançar games com gráficos em polígonos 3D foi justamente a SEGA com seu Virtua Racing, ainda no distante ano de 1992!

O Arcade de Virtua Racing (Devia ser o máximo!)
O Arcade de Virtua Racing (Devia ser o máximo!)

Isso foi feito primeiro para os arcades graças a placa de arcade 3D Sega Model 1, aonde o Virtua Racing foi o primeiro game de corrida comercial a exibir “polígonos renderizados e efeitos simulados de iluminação” — depois disso esse game foi convertido para o Mega Drive (e aquela colcha de retalhos que foi o SEGACD e etc e tal).

Já nos consoles de mesa tivemos os Amiga CD32, o Jaguar (última tentativa da Atari) que prometia 64bits. Sem esquecer o 3DO (3DO Interactive Multiplayer): que são especificações técnicas feitas pela “3DO Company”, aonde empresas poderiam fabricar consoles usando as especificações do 3DO licenciadas — basicamente, empresas como Panasonic, Sanyo, Samsung e LG, seguiam as especificações do 3DO pagando a 3DO Company suas licenças.

(Need for Speed para 3DO)

Também é importante citar a Nintendo “correndo” para o 3D com seu chip Super FX para as fitas do Super Nintendo: se tratava de um coprocessador que produzia (só) algumas centenas de polígonos 3D para games como Star Fox.

Tudo caminhou até o lançamento de consoles como o Sega Saturn (e sua arquitetura complexa), o PSONE (que era pra ter sido uma união entre Sony e Nintendo e virou um dos maiores sucessos com suas mídias em CD), até o lançamento de Super Mario 64 em 1996-97.

Super Mario 64 - Revolucionou a jogabilidade 3D em Terceira Pessoa
Super Mario 64 – Revolucionou a jogabilidade 3D em Terceira Pessoa

Super Mario 64 foi um marco nos games 3D em Terceira Pessoa. Finalmente saindo do universo “2D plataforma” para o 3D, com uma miríade de movimentos e sua câmera “atrás do personagem” (que apesar de não muito boa… sendo realmente mais eficiente somente em Zelda: Ocarina of Time) ditando tudo o que veríamos em games 3D em Terceira Pessoa até hoje!

Fontes: Wikipedia – Virtua Racing [Link]/ 3DO [Link] / Chip Super FX [Link] / Super Mario 64 [Link]/ Oficina da Net: [Link] História dos Games Parte 4

EXTRA: Rare – Por onde Anda?

Rareware e Conker
Rareware e Conker

E para terminar esse Curiosidade dos Games, decidi postar essa série de 4 vídeos sobre a História da Rare. Extremamente detalhado sobre a empresa, conta tudo: desde a sua fundação até sua venda para a Microsoft em 2002. Espero que vocês curtam!

————————-

Espero que tenham curtido pessoal! E Alguém aí é capaz de adivinhar qual empresa de vídeo games eu curto mais? kk

Aquele abraço!

Akuma e seu Clipe Heavy Metal!

E cá estamos nós falando da incrível banda Mega Driver! Adorei essa versão Heavy Metal de Akuma, certeza que se vocês curtirem o som também. Bom metal para quem curte… e para quem não curte também, façam-me o favor! Vamo ouvir.

Akuma e seu Clipe Heavy Metal!

Senhoras e senhores a banda fodástica de HeavyMetal brasileira, MegaDriver, tem no seu site a música “Wrath Of The Raging Demon”, se baseando no Akuma do Street Fighter. Se você é fã da banda, do Akuma ou de SF com certeza já ouviu falar ou até ouviu a música. Mas que tal ouvir de novo? E se você nunca ouviu, vem comigo, vamo ouvir junto.

Eu sempre acompanhei o trampo deles, com ótimas versões metalicas de músicas consagradas de vários games; a Topgear mesmo é incrível! Mas fiquei surpreso de ver que eles agora contam com vocais poderosos! Por acaso eu até já vi uma apresentação deles ao vivo aqui aonde eu moro num evento otaku… E mano… Os caras são FODA! Quando tocou essa música foi demais.

A “Wrath Of The Raging Demon” está disponível nos site dos caras para download. O clipe foda é tipo uma homenagem que os caras fizeram com gameplay do SF4 junto com imagens do anime. Será que seria legal fazer um novo clipe com o Akuma “leãozinho” do SF5? Deixo para vocês responderem. No mais é só isso.

Abração!

Música de Legend of Zelda chegou até nas Olimpíadas!

Olá meus bons amigos fãs, ou não, de Legend of Zelda. Vocês sabiam que a linda Lindsey Stirling fez uma versão das músicas de Legend of Zelda, Ocarina of Time, e essa música foi para nas Olimpíadas? Se vocês não sabem, então chegou a hora de descobrir. Vem comigo!

A Música de Legend of Zelda chegou até nas Olimpíadas!

Senhoras e senhores, olha eu a cá mui rapidamente! Mas por que tão rápido assim? Oras, eu estava visitando o face de uma amiga, e vi essa linda menina violinista, a Lindsey Stirling, que gravou um medley, uma coletânea da fantástica da genial soundtrack do game Zelda Ocarina of Time para n64 — aproveite e veja nosso Top5 Trilha Sonora dos Games, adivinha quem aparece lá?

De fazer cair lágrimas, pelo violino, pelas musicas, pela beleza da Lindsey… nossa, simplesmente emocionante! E o que acabou acontecendo? Uma atleta da ginástica olímpica, a Elsa Garcia, usou este mesmo medley do OoT feito pela Lindsey durante as Olimpíadas de Londres em 2012  na sua apresentação. Ficou da hora, não ficou?

Cuidado com as lágrimas gamísticas!