Barakamon – Review de Anime: Como uma Criança pode ser tão Kawai?

E vamos para mais uma Review de Anime, dessa vez é o lindo Barakamon! Mais uma feita pelo querido amigo e companheiro, PierrotGluton. Realmente um dos melhores animes da Temporada de Verão de 2014!

barakamon_rashisa

Barakamon: Como uma Criança pode ser tão Kawai? – Review de Anime

Barakamon (ばらかもん?)
“Jibunrashita tte nanda…” (O que é ser você mesmo?)

Você participa de um concurso para tirar o primeiro prêmio em algo, você tira o primeiro lugar, e o juiz comenta: “Esse trabalho é medíocre”. O que você faria normalmente? (Aceitaria a crítica e refletiria sobre o que se tem para evoluir). Não… Seishu Handa faz o mais óbvio… dá um socão na cara do juiz.

E assim começa Barakamon

Barakamon - 02 - Large 27

Essa sinopse fica estranha até o momento em que se descobre que o pai desse “gênio” envia o rapaz lá pro meio do mato… Meio do mato japonês podem ser três opções basicamente:

  1. Nas montanhas
  2. Ilhas ao norte, no frio absoluto e
  3. Uma ilha tropical quase na china…

Nesse caso foi a resposta C, num lugar onde não tem trens, e só passa busão uma vez por dia… perdeu… se lascou…

Nosso herói começa a viver nessa ilha coisas que nunca tinha vivido até então em sua cidade natal, Tóquio. A começar pela pequena fantasma Naru (minto… ela não é uma fantasma).

“A Risada aberta da Naru”

Barakamon-bg

Naru é um capítulo a parte… uma criança de sete anos, dublada pela talentosíssima Suzuko Hara (que realmente é uma criança). Ela nos transporta no tempo… Para alguns a um passado mais recente… para outros a um mais distante (como eu).

Como é bom ser criança… a risada aberta dessa criança é algo que faz o sorriso vir aos lábios de forma espontânea… ela é matreira, mas faz uns comentários muito bons. Se fizessem um anime só com as aventuras de Naru eu certamente acompanharia. (eu também cara; meio que queriam surgir umas lagriminhas másculas aqui, mas segurei elas de boa, rs.)

Plot do anime: Caligrafia Japonesa

barakamon-3

Nessa ilha, nosso herói tenta achar o seu real estilo na sua arte… a Caligrafia japonesa (isso é muuuito sério lá). Nessa sua busca interior vamos abrindo sorrisos com tudo, a começar com a opening maravilhosa, com o clima sempre iluminado e ensolarado.

(Um das melhores, senão a Melhor Abertura dessa Temporada)

Nele encontramos personagens e lições de vida que trazem reflexões profundas, apesar do estilo slice of life e o tom de comédia (muito bem feito) por toda a obra.

Barakamon - 03 -3

Temos além de Naru e Handa, alguns que marcam, como o briguento Kentaro, a chorona Hina, a otome fujoshi (otaku que curte BL(Boys Lovers – Yaoi) Tamako, a brasileiríssima Yamamura (o nível de zoeira dessa menina é tipo brasileiro), entre tantos que as vezes em seus pequenos instantes podem trazer momentos de reflexão.

E em cada episódio pode se esperar sempre, sempre, sempre, um sorriso nos lábios… ou uma gargalhada na garganta. Dessa temporada foi o que eu achei melhor, e particularmente (gosto pessoal, óbvio) um dos melhores que eu já assisti.

Jibunrashita tte nanda…

barakamon handa mãe

P.S.: A mãe do Handa também mereceria um anime, tipo short comedy

Uma resposta para “Barakamon – Review de Anime: Como uma Criança pode ser tão Kawai?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s