Animes e Roteiros: Roteiros Pós-Clássicos (Parte 3) – Entendendo Animes!

E finalmente estamos chegando ao fim da série sobre os Roteiros de Animes (se bem que depois tem uma parte de comentários, mas enfim). Desta vez eu falo dos Animes que têm o o Roteiro Pós-Clássico. Vamos à leitura pessoal!

Animes e Roteiros: Roteiros Pós-Clássicos

Corram, Lelouch vem ai!

Especial Roteiros de Animes

Roteiros Clássicos> Roteiros Modernos> Roteiros Pós-Clássicos> Respostas aos Comentários

E pra chegar mais próximo do fim, deste especial sobre roteiros, vamos de Code Geass. Esse é um anime que exige muito mais explicação do que só falar de seu roteiro. Mas enfim. Ele segue um pouco o diagrama do antigo, mas leva uma genialidade que eu sinceramente não sei se funciona bem em romances/literatura escrita.

Claro, se você caiu aqui no meu texto por causa de Code Geass, ou por qualquer outra coisa, mas gostou da ideia de falar sobre os roteiros, recomendo demais a leitura dos Roteiros Clássicos (parte 1) e também dos Roteiros Modernos (parte 2) deste especial!

Primeiro, Code Geass (click para ver uma review do anime) costuma explicar sim algumas coisas, a ter passagens sem muito sentido para a historia principal, e ter erros muito comuns em todos os tipos de animes — nada que tire o brilhantismo do anime.

CC Code_geass_ep06_the_stolen_mask_720pblurayx264_-_gg-thora-mkv_snapshot

Costumo dizer que até o minuto 15 de Geass, temos uma história como as antigas, repleta de diálogos que contam bem a situação do anime, que explicam um pouco o momento de vida de muitos personagens; mas que muda muito depois disso, com ações nos dizendo o que está havendo.

Os fatos são Muito Importantes

A imagem falando pelo anime. E o mais genial de Code em especial, é que os personagens, ou seja, o que os motiva, não é o verdadeiro motor da história.

Sucessivos acontecimentos retratam a historia em cada episódio, colocando o espectador numa espera constante sobre o que vai acontecer. Não há maneira de se adivinhar o próximo episodio, porque sendo os personagens — me matem seus fãs! — rasos, na verdade, bastante rasos, não são bem eles que decidem os passos seguintes da trama.

Villetta Nu, quem diria que casaria com um pé-rapado?

Villetta Nu, quem diria que casaria com um pé-rapado?

As Maneiras de se contar uma historia

De maneira rápida, vou falar das, e tentar classificar a de Lelouch e CC.

Geralmente as historias são contadas de três modos:
1 — relação personagem/mundo
2 — relação personagem/personagem
3 — Um pouco dos dois primeiros.

Em Geass temos simplesmente personagens colocados num determinado contexto, numa determinada gama de ações e acontecimentos.
O que é simplesmente genial. Nunca antes eu havia visto algo como isso. Agradecimentos a historia que nos garante uma maravilha dessas. Já o roteiro, pecando aqui e ali, ganha uma nota boa, e consegue sim contar um enredo muito marcante. Nos prende o suficiente para ver como tudo de desenrolará.

Confesso que esse meio-termo do roteiro de Geass, mais um design dos personagens a lá CLAMP — mais clássico que desenhos da Clamp como Sakura Card Captors, não existe no mundo dos animes — e alguns fatos da história, parecem estar aqui para que o desenho realmente faça sucesso de público, para não perder nem eu que não gosto dos roteiros clássicos — ou roteiros a la shonen — , nem o otaku-antigo, que não gosta do roteiros modernos.

E isso, é ainda mais genial.

The Mad Scientist

Então ficamos assim galerinha:

1 – Roteiros Clássicos
(Histórias mais “Lineares” e com muitas “Explicações”)
2 – Roteiros Modernos
(Histórias focadas no “Mistério”)
3 – Roteiro ‘Pós-Clássico’+ [Historia pautada nos fatos]
(Histórias aonde os personagens são “Levados pela História”)

Outros roteiros que considero como “Pós-Clássicos”, são os de Steins;Gate e talvez o de Death Note — mas nesse caso eu estaria forçando MUITO a barra, já que ele é mais clássico mesmo.

akemi_homura-bow-kaname_madoka-mahou_shoujo_madoka_magica-miki_sayaka-pink_hair-sakura_kyouko-sword-thighhighs-tomoe_mami-twintails-weapon

Outro bom exemplo de Pós-Clássico

Entendendo Assuntos Nerd e Otakus da Cultura Pop

O que são Animes Shonen, Shoujo e Seinen?O que são Animes feitos de Visual Novel? Quais são os tipos de Roteiros de Animes? – O que é uma Graphic Novel? – O que são Filmes Space Opera?O que são Épicos, Romances e Novelas? – O que são Animes e Cartoons? — Como são os Desenhos (Cartoons) da Atualidade e do que eles Falam? O que é Tsundere, Yandere, Kuudere e Dandere (Moe) dos Animes?

Mas e você? do qual gosta mais? Clássico, Moderno ou Pós-Clássico? Um outro bom exemplo de anime com esse roteiro, e que segue a mesma linha de roteiros da maioria dos maho-shoujo é Madoka Magica. Aproveitem e vejam a Review de Madoka Magica aqui mesmo no Afonte Geek!

Espero que tenham curtido, deu o maior trabalhão fazer toda essa série sobre roteiros de animes! Abração a todos, inté!

ps:”Essa teoria dos três tipos de roteiros, é só uma tentativa de entender como são feitos os animes, de uma pessoa que está só começando a os assistir; erros são comuns, naturais e esperáveis, então peguem leve pessoal, hehe!”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s