Arquivo da tag: euphemia

Top 25 Heroínas mais Irritantes do Mundo dos Animes

Essa semana pelo jeito é a semana das enquetes. Mais uma vez trazido até nós pelo Sankaku, vindo direto do site BigGlobe, votado pelos nossos amiguinhos japoneses, nas Top 25 Heroínas mais Irritantes dos animes! Vamos conhecê-las.

oreimo-img-1

Top 25 Heroínas mais Irritantes do Mundo dos Animes

As mais irritantes, odiosas e insuportáveis heroínas escolhidas pelos seus adoráveis fãs, com as “terríveis” tsunderes e as “moe” aparecendo bem no começo da lista. Aliás, temos até um nosso Top5 Tsunderes dos Animes.  E também temos um Top15 Meninas Moe. Eu sei são muitos top, mas acho que vale à pena dar uma olhadinha nos tops saindo daqui viu.

1. Kousaka Kirino (Ore no Imouto)

2. Mashiro Shiina (Sakurasou no Pet na Kanojo)

3. Haruhi Suzumiya (The Melancholy of Haruhi Suzumiya)

4. Hirasawa Yui (K-ON!)

5. Asuna (Sword Art Online)

6. Nakano Azusa (K-ON!)

7. Nyaruko (Haiyore! Nyaruko-san)

8. Tamako Kitashirakawa (Tamako Market)

9. Sanzenin Nagi (Hayate the Combat Butler!)

10. Chitanda Eru (Hyouka)

11. Kuuko (Haiyore! Nyaruko-san)

12. Manami Tamura (Ore no Imouto)

13. Iori Nagase (Kokoro Connect)

14. Hakase (Nichijou)

15. Akiyama Mio (K-ON!)

16. Asuka Langley (Neon Genesis Evangelion)

17. Kinomoto Sakura (Card Captor Sakura)

18. Taneshima Popura (WORKING!!)

19. Nina Purpleton (Mobile Suit Gundam 0083: Stardust Memory)

20. Saeki Nanako (Aku no Hana)


Concordo deveras com essa lista

oreimo02Nossa…eu acho que nunca concordei tanto com um primeiro lugar nessas listas em toda a minha vida! Eu simplesmente não suporto a Kirino de Oreimo. Eu vi a primeira temporada — aliás de ter sido um dos animes mais ruinzinhos que já vi sem dropar; não me perguntem o por que de eu ver ele inteiro — com um ódio tremendo dessa menina. Fãs me perdoem, mas é minha opinião fazer o quê, hehe?

Por acaso acabei fazendo uma Review de Oreimo aqui no site, num dos clássicos posts “Piores Animes que eu Já Vi”, e caso você sinta ódio dela ou queira sentir rage da minha pessoa, recomendo deveras ver essa minha review de oreimo também.

Euphemia_li_BritanniaMas claro que não teve como ver a segunda temporada e a review que eu fiz é toda baseada na Primeira Temporada com alguns relatos de quem viu a segunda.

Não vi a segunda temporada porque só de pensar na Kirino batendo no irmão e fazendo todas as meninas acharem que ele é um “hentai” me dá nos nervos. Para completar ela ainda “gosta” dele — os “siscon” tem orgasmos. Acho que depois dela só a Euphemia de Code Geass que eu passei o anime inteiro pedindo para alguém aparecer e matar ela, Mhahaha.

Ahh saudade de você! rs
Ahh saudade de você! rs

A Asuna também…vixe! Vi a primeira temporada de Sword Art Online — dropei a segunda — e apesar de não ter ódios mortais por ela, nem mesmo chega aos pés da Kuroyukihime Senpai de Accel World… Ela que é mulher de verdade!

Enfim… E vocês? Acho que outra personagem um pouco tsundere que também meu “ódio ad eternum” é a Pan de Dragon Ball GT. Sem dúvida os japoneses sabem fazer personagens femininas que nos causam raiva infinita…Agora essa Kirino…Vixe! — foi mals fãs, rs

Haruhi e seu jeito Sucubu de ser

E a Haruhi de Haruhi Suzumiya (Review aqui também). Essa vadia não presta!

[Link]

Code Geass – Review: Mechas e a Mentira que Mudou o Mundo!

E estamos num dos textos mais interessantes do site, a Review de Code Geass, no primeiro post da série Discutindo Animes. Espero que curtam. Têm muitos “easter eggs”, coisas que poucas pessoas comentam, e muito mais! Boa leitura.

Code Geass – Review: Mechas e a Mentira que Mudou o Mundo!

Senhoras e senhores, depois de algum hiato no mundo dos animes hoje vou dar uma sacada naquele que foi o culpado por me fazer achar esses desenhos japoneses verdadeiras obras de arte — Code Geass. Já falei sobre ele em outros posts — onde eu discuto seu roteiro dos animes — mas agora vou me aprofundar de verdade no anime, discutindo até mesmo  o sentido da obra no geral. Estão prontos? Vem comigo!

Lelouch, pensando.
Lelouch, pensando, vestido de galã de novela

Antes de tudo, tenho que deixar claro que não sou fã “clássico” de animes, mas na verdade gosto da cultura nerd/geek como um todo.

 

Eu também avalio os animes como se estivesse fazendo uma análise literária, então não espere coisas como “adoro esse personagem” ou então “essa luta foi demaais!” e blablabla. Resolvi escrever sobre esse anime, porque ele é um dos mais perfeitos que assisti — uma obra prima. E claro, caso você não queira ler a review inteira, pode ver o vídeo que postei no canal OsEscudeirostv sobre Code Geass.

Sim, Geass é incrível. Para completar, ele vem com uma nova forma de contar a historia — aonde os fatos são o que realmente contam; os personagens pouco influenciam no que vai acontecer, deixando o espectador sempre sem saber como será o próximo episódio, porque a personalidade dos personagens não nos permite adivinhar o futuro — acho que dá pra imaginar minha cara de extasiado a cada episódio. Eu falo mais sobre esse ponto no texto dos Roteiros de Animes pós-Clássicos.

Mas e aí, só são flores? Nada é somente feito de flores.
Agora que começa a discussão. Mas antes…

a [minha] Sinopse:

Lelouch é um cara que resolve dominar o mundo, para descobrir o que afinal de contas aconteceu com sua mãe, e o por que seu pai mandou ele para o fim-do-mundo, sendo que seu pai, já dominava o mundo… Aí ele encontra uma mina, que lhe dará poderes, e assim facilitar o processo.”

ATENÇÃO TEREMOS SPOILERS

Como já avisei lá em cima, teremos spoilers. Na verdade imagino  que você já tenha visto o desenho para acompanhar a discussão. Não viu? Veja. Eu recomendo MUITO.

Como o que eu gosto de ver em obras literárias é se os personagens são vivos, começo por ai. Os destes aqui, simplesmente não são. São rasos. Rasissímos. É fã, tô nem ai pra você. Somente dois personagens tem personalidade, e não são os principais. Nem o Suzaku, nem a Kallen, nem a irmã ‘médium’ Nunnally, ninguém realmente é uma personagem aqui.

Mas e agora, como o anime é tão bom?

Pelo fato do autor nos contar uma história aonde os personagens pouco ou nada influenciam na mesma, era óbvio que eles seriam não-vivos. Porque afinal,  se suas decisões não contam para o andamento da história, ela anda por si. — mas como assim, explique-se!

CC, adoradora de pizzas Hut
CC, adoradora de pizzas Hut

Darei um exemplo: Desde o começo a gente já sabe que o Zero, vai dominar o mundo, certo? E com toda a teatralidade que Geass nos proporciona.

Ele não muda sua personalidade em momento algum. Mesmo não sabendo da CC, ou descobrindo aos poucos o Suzaku — o que o motiva — ou traçando planos 100% fodas e cruéis — como bem lembrado pelo querido chefe — para vencer as contendas, em nenhum momento ele esboça uma mudança na sua forma de ser, apesar dos pesares — mesmo que ele chore, que a CC bata no ombro dele, no outro dia, ele é ele mesmo.

O único momento que parece fraquejar racionalmente é quando ele reencontra sua irmã insuportável, a Euphemia — sim, eu a odeio!
E enquanto eu repetia “mata ela logo”, ele com pena — acho que só eu não tenho pena dela…por mim ela empacotava ali mesmo — revela quem é, e somente a mata depois de alguns episódios — para minha alegria pela metade.

Euphemia, a mina de cabelo rosa da vez
Euphemia, a mina de cabelo rosa da vez

Por que pela metade? Simples, porque ninguém tem culpa da morte. Oh vida! E ainda assim, ele segue com seus planos. Nem com a Shirley sofrendo MUITO, ele volta atrás — essa mesmo,  mais uma que “ama” Lelouch apesar de tudo, e não mudando nada ao descobrir as verdades sobre tudo.

Ai alguém fala: “Mas se ele voltasse e desistisse acabaria a historia.” É provável. O questionável é que ele se mantém do mesmo modo, com os mesmos ideais, prosseguindo com seu plano, sem repensar nada, ou mudar suas ações. E mesmo com o final, ao descobrir que a adorada mãe não valia nada — pra mim o enredo do anime acaba ai — ele continua com o intuito de melhorar o mundo para sua irmãzinha ‘médium’, mesmo que através da mentira: é este aqui o Sentido do Anime. O mundo é passível de boas mudanças, mesmo que através de uma Mentira.

Mas o problema é que Lelouch não cai. Ele não pensa em outra coisa — ele não transmite sofrimento através do que diz, ou de suas ações. E todos os outros personagens são do mesmo modo. O Suzaku porque matou o pai, a outra porque quer morrer — coitado do MAO, esse eu fiquei com dó. Claro que isso não diminui em nada a qualidade da obra, mas é preciso que nós — e vocês ai — abramos os olhos para todas as particularidades.

Quais os Personagens Vivos, Afinal?

Villetta Nu, quem diria que casaria com um pé-rapado?
Villetta Nu, quem diria que casaria com um pé-rapado?

E então, quais são os 2 personagens que possuem vida? Caros amigos, são Villetta Nu e Kaname Ougi. Isso mesmo: uma que tinha altos cargos no império, o outro um joão-ninguém que se torna comandante dos cavaleiros negros. Se encontram no acaso — como é quase o desenho todo — mas vivem uma história entre si que os mudam internamente — como personagens.

Ougi -- sortudo.
Ougi — sortudo, mas que mudou seu interior no decorrer do anime.

A gente percebe a luta interna dela, que não quer deixar de ser quem é, e ele que deixa de ser um cagão aos poucos. Nós vemos toda uma mudança de caráter de ambos, ao redor de todos os outros personagens mais rasos. E não, não tô nem ai pro “amor” envolvido, estou falando de “pessoas” que mudam, vivem as consequências, sofrem pelos atos… Isso é fazer algo vivo.

Gosto deles? Não muito.

FATOS INUSITADOS

Arthur o gato
Arthur o gato

Chegando aos finalmente, temos os fatos inusitados do anime. No meio do anime encontramos um gato (o Arthur) que me encasquetou até não poder mais, mas no fim, não significava nada, era só um gato mesmo…

Nunnally -- eu tenho medo
Nunnally — eu tenho medo

A Nunnally que sempre adivinha quem está na porta, quem está subindo na torre da escola, de quem são os passos chegando — sendo que os pés dela nem mesmo tocam o chão! Cara ela tem poderes paranormais!! É quase uma médium véi! Acho que por isso demorei pra entender algumas coisas que a envolviam…

Quantas vezes temos a cena:

Lelouch: “Vou entrar devagarzinho para a Nunnally não me ouvir chegar…”
Nunnally: “Lelouch, é você?!”
Lelouch: poker face.

é Nina, quem vê sua cara nem imagina...
é Nina, quem vê sua cara nem imagina…
Quem não?
Quem não?

Temos também a Nina, que meio que inventou uma arma de destruição em massa. Mas ela só está aqui porque sentia ‘algo’ mais pela Euphemia, na cena clássica da mesa, que todo jovem já passou — apesar que devia haver algo entre ela e a Milly.

Contudo  sempre pensei disso só acontecer com  garotos, porque afinal, não sei se algo assim ocorre com as meninas… Ocorre?!

Cornelia, isso que é mulher de verdade!
Cornelia, isso que é mulher de verdade!

Temos também a Cornelia, que é A CARA da Carmem San Diego, morreu 2 (duas) vezes, sendo que levou até uma rajada de tiros nas costas, mas estava lá, impávida para destronar Lelouch. Sem dúvida alguma uma personagem forte cuja o autor sentiu muita falta quando deu uma “sumida”. Taí o porquê dela sempre voltar: Cornelia faz falta no andamento da história. Na boa, quem não gosta dela?

Zhou Xianglin, ou será Shun-lin?!
Zhou Xianglin, ou será Shun-lin?!
Li Xingke ou Shiryu?
Li Xingke ou Shiryu?

Temos também os chinesinhos apaixonados, numa mistura de Shiryu (Li Xingke) e Shun-li (Zhou Xianglin]), mas e daí não é mesmo?

 ELE MORREU ou NÃO MORREU?!

Lelouch é zero, ou zero é Lelouch?!
O Grand Design de Lelouch!

Sim amigos, antes do fim, o fim do desenho. E ai? Lelouch morreu ou não? Tem um imensa discussão de que o final onde ele aparece vivo só tem no DVD, ou foi lançado só no Japão… mas ainda assim C.C. conversa com alguém…

Existe até uma teoria interessante que vi num fórum, que explica como ele ficou vivo — parece que ele roubou a imortalidade de Charles, ou a pegou com a CC, visto que Nunnally ao tocar nele, viu o “grand design“. Não tô afim de discutir isso. De certo só que foi uma estratégia muito sagaz do autor, para agradar dois tipos de fãs: os que queriam ele morto, e os que queriam ele vivo.

Para quem ainda não viu Lelouch vivo!

Eu de cá não estou nem aí, para mim a decisão do autor, é a decisão do autor. Nos resta admirar o quão eficiente foi, afinal dispomos de dois finais para podermos discutirmos ainda mais essa obra-de-arte. O mais interessante disso tudo é que teremos uma Nova Temporada de Code Geass, assim como tivemos algumas animações contando o “prequel” do anime. Mas… será que neste “novo” Code Geass, Lelouch está REALMENTE vivo? Tudo leva a crer que sim.

Aliás, é assim que vejo os mangakás, pintores, escritores etc. Sempre procuro respeitar as decisões tomadas. A única coisa que espero, é uma obra completa, repleta de nuances humanas e que tenha lógica, com inicio, meio e fim. O resto, é com ele/a, e nos resta admirar ou odiar — E você, o que achou do fim do anime?

Então é isso. Foi um prazer poder discutir Geass com vocês, o anime que em momento algum se perdeu para contar o incontável, mesmo com o final duplo, o que na minha humilde opinião nos faz admirar ainda mais a genialidade do autor.

Um Easter egg interessante sobre a C.C.:

C.C. a mina que amava de mais... pizzas Hut.
C.C. a mina que amava demais… pizzas Hut.

Direto do Codegeass.Wikia: “Durante o estágio de planejamento de CG, o nome originalmente pretendido para C.C. era Cera (セラ, Sera), mas depois isso foi esquecido. De qualquer jeito, em algumas legendas, se refere a ela como Cecile de vez em quando. (Eu ainda acho que seja Snow, mas né…)”

Abraços a todos!

Fonte de pesquisa:
1. Lista dos personagens da Wikipedia
2. Codegeass.Wikia