Arquivo da tag: one piece

Top 10 Mangas que Você quer que seus filhos também Vejam!

Sabe aqueles mangás que são tão bons que você também gostaria que seus filhos lessem? Pois então, esta pergunta foi feita no japão, e temos aqui a lista dos Top 10 Mangás mais votados por eles! Confira!

monkey-d-luffy-one-piece-46350-1832x1030

Top 10 Mangas que Você quer que seus filhos também Vejam!

Obviamente que essa lista não é minha: ela é mais uma vez do querido site SankakuComplex — e se alguém fosse me perguntar qual eu queria que meus futuros filhos lessem, seria Ah! Megami-Sama seguido por Nazo no Kanojo X. Mas como ninguém me perguntou, segue a lista par aos amigos.

Apesar dos “Likes” que Doraemon sempre recebe — no Japão parece que Doraemon ainda é bastante amado — ele perdeu seu posto de primeiro colocado como o manga mais “amigável” que os pais querem que seus filhos leiam, e foi substituído por obras como One Piece, Naruto e Silve Spoon (esse é bom pacas!).

silver spoon gin-no-saji-opO ranking foi baseado na publicação digital, numa pesquisa feita apenas para os pais, para o Dia Nacional da Promoção da Leitura Infantil (que aparentemente incluiu Mangás no Japão):

1. One Piece

2. Doraemon

3. Gin no Saji (Silver Spoon)

4. Dragon Ball

5. Phoenix

6. Barefoot Gen

7. Space Brothers

8. Slam Dunk

9. Naruto

10. Chihayafuru

chihayafuru-wallpaper-906477849
Chihayafuru e a busca por ser a rainha da Karuta

Foi meio surpreendente para mim ver obras como Chihayafuru e Silver Spoon na lista, mas levando em conta do que elas tratam e da forma com que falam, realmente, são obras que dá vontade que seus filhos também leiam.

Taí gostei dessa lista.
Abraços!

SankakuComplex: [Link]

O que são Animes Shonen, Shoujo e Seinen?

Saiba agora de uma vez por todas O que são animes Shonen, Shoujo e Seinen. Neste texto vou falar das classificações e gêneros dos anime, que costumam gerar muitas confusões “nos otakus novos e velhos”. Venham comigo!

guilty_crown inori wall

O que são Animes Shonen, Shoujo e Seinen?

Eu sei que muitos de vocês têm duvidas sobre os tipos de animes, gêneros, classificações, até nomenclaturas diferentes que eles possuem. Pensei em escrever sobre Moe e Kawaai, mas o antigo Blog Otakismo, agora no Genkidama (eu imagino que seja o mesmo autor) conta com artigos soberbos sobre o assunto, além do que acabei fazendo um especial de Top15 Personagens +Moe.

Por isso mesmo, hoje vou falar sobre animes/mangás Shonen, Shoujo e Seinen, que são os mais conhecidos/vistos e vendidos na terra de nippon e muito mais além and far away, e que acabam causando mais duvidas, brigas e tensões entre os fãs (ou não) para saber qual anime é de qual classificação!

Pois bem.

Masashi Kishimoto fala sobre o fim de NarutoShonen, Shoujo e Seinen são termos que designam os “Públicos Alvo”, ou seja, a que tipo de público a obra é direcionada. Na ordem: Garoto Jovem, Garota Jovem e “Adulto” (mas não tem haver com hentai, é adulto por ser a um público mais ‘velho’).

Só um adendo antes das explicações: esse texto não vai definir para sempre ‘forevermore’ nada disso, mas tenta dar uma luz ao amigo otaku, ou então àquele nerd que como eu, pegou um anime para ver e mal sabe no quê está lidando. Na duvida, vejam as referências no fim do post que ajudam pacas.

Shonen

"Dragon ball Z": Shonen do mestre Akira Toriyama
“Dragon ball Z”: Shonen do mestre Akira Toriyama

Os Animes/Mangás shonen, são àqueles cujo público alvo são os garotos jovens, ou os adolescentes espinhudos. Esses shonens podem ter os mais variados gêneros, como os Haréns, Comédias, Ação (os “battleshonen” que são os mais famosos), Romances, etc… Eu colo os de gore/terror também. Mas bem mais raro são os filosóficos/psicológicos.

Como Identificar um shonen?

death_note_wallpaper_22
Um Ótimo Shonen. Cliquem na Imagem e vejam o texto que eu falo sobre DN

A experiência vai ajudar. Mas os de ação — como Cavaleiros do Zodíaco, Dragon Ball Z, Swort Art Online, One Piece, Naruto — têm um roteiro parecido. Primeiro que todos contam a Jornada do Herói. Ou seja, são histórias de alguém que não era ninguém, muitas vezes não queria ir para luta para mudar de vida, mas que vai em busca de um sonho. Ai varia mesmo: Defender Athena, Salvar os terráqueos, Salvar Asuna, Em busca do One Piece… etc.

Na maioria são roteiros clássicos, com os de sempre “eu nunca vou te perdoar”, os cansativos Flashbacks, explicações sempre que possível, diálogos no meio dos combates; costumam ter andamento bem mais linear e claro, uma multidão de conceitos.

"Saint Seiya": Clássico dos Clássicos dos Shonens
“Saint Seiya”: Clássico dos Clássicos dos Shonens

Mas no geral, shonens de humor, psicológicos, e tantos outros, o roteiro acaba não dando ênfase aos personagens, e portanto, falha como boa ‘literatura’ — até porque o objetivo não é esse nos shonens. Ai temos casos como personagens incapazes de existir na realidade. Mas tenham em mente que o objetivo no shonen, maioria das vezes, são as ‘epopéias’, os épicos.

Talvez essa pouca preocupação na profundidade dos personagens, é o que torne os shonens tão populares, por contar a ‘jornada do herói’ e focar bem nisso, afinal,  todo jovem quer ser um hokage. Sem esquecer da ação ‘bem feita’ e tudo mais. Eu confesso que não gosto muito deles, mas sei que têm aqueles muito bons!

Shoujo

"rei dos shoujos"
“Karekano”: shoujo clássico

Como disse lá em cima, os shoujos são os feitos para as meninas adolescentes. Diferente dos shonen que contam a ‘jornada do heroi’ na maioria das vezes, os shoujos contam os ‘Ritos de Passagem’ da Mulher. Como o primeiro amor, o primeiro beijo, a primeira vez que se vê como mulher, e também, a primeira noite de sexo — engraçado, no ocidente, a primeira noite é muito marcante para os meninos. Um rito para se tornar Adulto.

Diferente dos shonens, aqui os Haréns são “ao contrário”, ou seja, vários carinhas em cima da mesma menina — não há a relação de macho alpha. Sem contar que alguns shoujos focam bastante no humor baseado em slices of life. Claro, tem os Slice of Life, Dramas; os de ação que são os conhecidos como “Mahou Shoujo”, ou “garotas mágicas”, mas sem dúvida o carro chefe dos Shoujos são os Romances.

"Ef a tale of memories" : E haja cenários românticos!
“Ef: a tale of memories”: Baseado num Visual Novel Eroge/ manga Shonen. Tem toda a característica no anime de ser um Shoujo (mas não é); o fato de vir de uma VN explica às referências/easter eggs de Clannad…

De uma maneira geral, os traços clássicos de roteiro de shoujo são: Roteiros clássicos/pós-clássicos, com um big mistério que só descobrimos com o passar dos episódios; enfoque muito grande nas ‘psicologias baratas’: “meu eu antigo é diferente do meu eu atual, que será diferente do meu eu do futuro” o.O; lugares lindos e românticos como cidades destruídas, pôr-do-sóis em momentos ‘cruciais’. Todos os rapazes são lindos e maravilhosos — eu desculpo essa porque nos haréns as mulheres também são gatas; e na maior parte das vezes as mocinhas são feinhas.

Mas a grande ‘sacada’ dos shoujos: geralmente, no começo do anime, se o amigo leitor entender bem o conceito de ‘novela’ — sentido literário/tv — ele já vai saber que A vai ficar com B, como será a história e qual será o final. A ideia da autora é prender o público pelos ritos de passagem que a garota vai vivenciar. Mas já se sabe toda a história desde o primeiro episódio. Acho que isso acaba me afasta um pouco dos shoujos — maioria das vezes sei o final.

Seinen

"Ah Megami Sama": Pasmem, é um Seinen!
“Ah Megami Sama”: Pasmem, é um Seinen!

Esses tem os mais variados gêneros assim como os shonen. Romance, ação, filosofia, sci-fy, harém, fantasia, Dramas, gore/terror… Mas o roteiro dificilmente segue a cartilha dos roteiros clássicos, ficando mais a cargo do próprio gênero que o anime se propõe — se é um romance/slice of life como Ah Megami Sama, vai seguir um pouco esse roteiro.

Mas a diferença básica dos shonen, por exemplo, é que primeiro, esqueça a ‘Jornada do Herói‘ como plano de fundo básico.

"Elfen Lied" : Sobre a Culpa e a Monstruosidade Humana! Melhor anime que eu já vi até Hoje. Um Seinen/Gore
“Elfen Lied” : Sobre a Culpa e a Monstruosidade Humana! Melhor anime que eu já vi até Hoje. Um Seinen/Gore

Aqui não há busca de nada, nem crescer é o assunto principal. Na verdade essa é a graça dos Seinens. Os argumentos variam muito, não ficando no ‘geralmente’, como ocorrem nos shonens. Cada autor escolhe seu jeito e forma de contar a história, mas focando sempre o desenvolvimento e personalidade de suas personagens.

É como se nada fosse esquecido, nenhuma impossibilidade — como a impossibilidade do L (Death Note) existir, sem nenhum distúrbio psicológico. E não há preocupação excessiva nos conceitos/explicações. Talvez por isso mesmo, o anime fique mais ‘complicado’, mais ‘sério’, ou mais chato, porque os personagens são realmente, Realistas.

"Koi Kaze" : Como um 'siscon' é contado num seinen. Linda e doída história de amor
“Koi Kaze” : Como um ‘siscon’ é contado num seinen. Linda e sofrida história de amor

Talvez essa ‘seriedade’, ou essa oportunidade de falar de assuntos diversos, não deixa o leitor preso no “já sei o final da história” que acontece nos shoujos; afastem ou chamem admiradores.

Cabou!

Aria The Animation, melhor shoujo/shonen que eu já vi. O Sorriso de Alicia-san guarda muito mais do que a autora nos mostra
“Aria”: Para uns um Shonen, para outros um Shoujo e para alguns um Seinen. Para mim, melhor Shoujo que já vi. Aria é nota 10.
Entendendo Assuntos Nerd e Otakus da Cultura Pop

O que são Animes Shonen, Shoujo e Seinen?O que são Animes feitos de Visual Novel? Quais são os tipos de Roteiros de Animes? – O que é uma Graphic Novel? – O que são Filmes Space Opera?O que são Épicos, Romances e Novelas? – O que são Animes e Cartoons? — Como são os Desenhos (Cartoons) da Atualidade e do que eles Falam? O que é Tsundere, Yandere, Kuudere e Dandere (Moe) dos Animes?

Por fim, quero lembrar que os mangás, light novels e animes focam o público alvo. Então, geralmente, a classificação do mangá é a correta: Não é à toa que Death Note é Shonen — foi publicado numa revista de shonen. Ou que tenha uma confusão enorme com Aria, que foi primeiro publicado como Shoujo e depois como Shonen.

Na dúvida vão na Wikipedia em INGLÊS e vejam o Demographic, que é o público alvo. Ou como eu falei lá em cima, sigam estes dois sites de boa referência que eu recomendo deveras:MangaUpdates / Tvtropes.org.

Abração!

Kingdom – Review do Anime: O Imperador que Uniu a China e o Maior General sob o Céu!

Mais uma vez brindados com outro texto do amigo Pierrot Gluton, temos uma Review de Anime, desta vez tratando de Kingdom. Que tal desbravar um pouco de um dos melhores shonen? Boa leitura!

Kingdom-Noticias-Anime-United-2

Review de Kingdom: O Imperador e o General

Existem histórias que não são simples de serem contadas, então em apenas uma temporada não tem como contar. Se a estória é inspirada em parte pela história, então tem até um facilitador, por ter um “chassi”, um corpo básico, mas isso não segura a obra. Para que se prenda a atenção existem uma enormidade de fatores.

Sabemos que algumas histórias como Naruto e One Piece são aquilo que definimos como Epopeias. Histórias longas com vários arcos internos de menor duração visando chegar a alguma conclusão.

Vemos alguns casos de interrupção como Bleach, Fairy Tail, Highscholl of the dead e outros bons por ai que estão parados, por enquanto ou para sempre… é uma ousadia lançar epopeias, mas as epopeias tem uma magia que são a de dar um horizonte maior.

kingdom

História

No caso de Kingdom, uma história que fala sobre Xin, um escravo que quer se tornar o maior general sob o céu e Ying Zheng, Imperador do Reino de Qin que quer unificar a China.

Começou prejudicado porque se criou um preconceito sobre sua fase inicial (creio que nos três primeiros episódios predominantemente e depois em instantes esporádicos) o uso do 3D, o que deixou a imagem não muito dinâmica, whathever… a história e o seu pique da história me entusiasmaram demais.

Kingdom_volume_1

Os Heróis

Poucos furos, algumas piadas, raros dramas (mas importantes). Se existe algo que posso colocar como referência do personagem é a proatividade. Xin faz acontecer, não espera um milagre. O milagre que ele esperou, morreu batendo à porta de sua casa, algo em comum com Ying Zheng.

Na primeira temporada predominou a pancadaria generalizada, mas direcionada. Clima de batalha, guerra declarada, nação contra nação, exércitos contra exércitos, mas a presença e destaques de indivíduos ali atuando.

kingdom imperador

O Ritmo às vezes é Alucinante

O ritmo em alguns momentos beira o alucinado obrigando os que estão conhecendo o anime a assistir o máximo de episódios sequenciais (horas vendo o mesmo anime) pra não perder o pique (mas não tem fim, sempre vem algo mais). Claro que existem momentos e instantes, mas no geral o ritmo é bem acelerado.

Kingdom já tem segunda temporada (a primeira teve 38 episódios), e espero que consiga manter e prosseguir até o fim, pois realmente acredito ver ali uma preciosidade.

Algo que valha a pena esperar nos domingos.

Top 20 Animes de Todos os Tempos – Uma lista de Respeito

E aqui o Afontegeek traz mais uma top listas, desta vez com os Top 20 Animes de Todos os Tempos . Lembrando aos amigos e amigas que essa lista foi escolhida pelos australianos, então né? Boa leitura. Vem comigo!

Top 20 Animes de Todos os Tempos – Uma lista de Respeito

1ª Neon Genesis Evangelion

2ª Fullmetal Alchemist

Fullmetal-Alchemist-Imagem

3ª Dragon Ball Z

4ª Death Note

5ª Naruto

6ª Code Geass

7ª  Cowboy Bebop

8ª Bleach

9ª O Castelo Animado

10ª A Viagem de Chihiro

11ª Akira

12ª Kuroshitsuji

13ª  One Piece

14 ª Ouran Highschool Host Club

15ª Fruits Basket

16ª  Fairy Tail

fairy tail

17ª Meu Amigo Totoro

18ª  Ghost in the Shell

19ª  Astro Boy

20ª  Elfen Lied


O que eu achei da Lista?

Lindíssima Urd de Ah! Megami Sama

Lembrando novamente que esta lista foi feita pelos australianos, e não por mim, ok? E ai, o que o vocês acharam  dela, bem feita, bem escolhida, uma dádiva dos ninjas? Eu de cá penso que temos muitos animes clássicos aí, sendo que alguns estão até mesmo no MEU Top 5 dos Animes — que aliás eu deveria fazer não é verdade?

Interessante como nós não temos nenhum “shoujo de verdade” — nós temos vários “haréns ao contrário” como Ouran e Fruits Basket, mas shoujos mesmo como Lovely Complex “nóis não have” (temos até uma indicação de Lovely Complex por aqui), assim como também senti falta de algum harém de verdade (várias minas, um carinha) como Ah! Megami Sama ou mesmo Boku wa Tomodachi (que também tem indicação no site).

Sena de Boku wa Tomodachi

Mas mais uma vez a lista não é minha, paciência. Mas pelo menos temos Dragon Ball, Elfen Lied, Ghost in the Shell, A Viagem de Chihiro, Akira, enfim, a verdade é que os australianos têm um puta bom gosto para animes. Melhor que os Japoneses têm, diga-se de passagem. E sobre a falta de animes harém (a gente tem um podcast sobre o assunto aqui no site)  eu até entendo. O mundo tem algum preconceito — estranhamente não com “haréns ao contrário”.

Bom… podia ser pior. Podia não ter Elfen Lied!

Fonte: [Link] Crunchyroll

One Piece bate recorde de vendas!

No dia 29 de março, a empresa Oricon fez uma pesquisa de mercado, registrando a classificação de vendas de 19 a 25 de março. A pesquisa revelou que o volume 65 de One Piece vendeu mais de 3 milhões de cópias em menos de 2 meses.

One Piece bate recorde de vendas!

One Piece – Volume 65

Embora os oito volumes anteriores do mangá também tenha alcançado mais de 3 milhões de cópias vendidas cada, nenhum destes conseguiu essa meta em menos de 2 meses.

O volume 65 de One Piece que foi colocado à venda no dia 3 de fevereiro, teve um recorde de tiragem de 4 milhões de cópias inicialmente.