Arquivo da tag: guilty crown

Top 15 Gatinhas Moe dos Animes que mais Desejamos! Parte 2

Quer dizer que você viu a PARTE 1 do especial Top 15 Gatinhas Moe dos Animes que mais Desejamos e se viu compelido (ou compelida) a conhecer mais algumas que mais marcaram a todos que as assistiram? Então seja bem vindo/vinda amante do moe a nossa PARTE 2!

Top 15 Gatinhas Moe dos Animes que mais Desejamos! Parte 2

Top 15 Mulheres Moe dos Animes que mais Desejamos! Parte 2

Gatinhas Moe dos Animes

Parte 1Parte 2Parte 3

Mulheres + Marcantes dos Animes

Mulheres mais Poderosas dos AnimesMulheres mais Lindas dos AnimesTsunderes dos AnimesMulheres Moe dos Animes que DesejamosMilfs + Gatas dos AnimesCosplays Milfs dos Animes

Eu sabia que você não ia aguentar ficar sem saber “Quais são as outras Gatinhas mais Moe dos Animes” e viria para a PARTE 2 ver quais foram as outras escolhidas. Lembrando sempre que esse especial segue as Mulheres + Marcantes dos Animes e se vocês quiserem também ver o nosso Top 5 Tsunderes só seguir o link.

Se na primeira parte nós vimos lindas personagens como a Nagisa (Clannad), Chi (Chobits) e até a Yura que é de um anime Hentai (Futari Ecchi). Você deve estar doido/a para saber quais aparece na parte dois né verdade? Mas digamos que você veio parar aqui no post e ainda não leu a PARTE 1

Daí não tem a mínima ideia do que seja moe!

O que é Moe e O que é Dandere?

Mizuho_Kazami Onegai_(Please)_Teacher

Vamos entender um pouco “O que é Moe“. Até já expliquei um pouco do no post “O que é Tsundere, Yandere, Kuudere e Dandere (Moe) dos Animes?“, mas não custa nada começar dizendo que ao meu ver, há uma diferença entre Moe e Dandare. Bom… para ver um pouco sobre moe, Cliquem Aqui.

De modo sucinto, digamos que o Moe é a beleza, o docinho, o “fazer desejar sem ser vulgar”. Já a diferença básica entre as dandere e as moe é que toda Dandere é sempre tímida, mas nem toda mulher Moe é Tímida. Ás vezes Tsuderes, Yanderes, Kuuderes usam do Moe de alguma forma também… explico tudo melhor no post sobre as personalidades das personagens.

Qualquer duvida sigam os links!

victorique GOSICK.full

Lembrando sempre que algumas cosplayers que aparecem aqui no especial Top 15 Mulheres Moe dos Animes você pode ver ver clicando nos links.

Agora que já está tudo ok, vamos as escolhidas!

Victorique de Blois – Gosick

Victorique.de.Blois

Acho que só falei desse anime no Especial Melhores Músicas de Anime. Então… a Victorique é… Tsundere. Não tem outra palavra para falar. Além de um cadinho dominadora, forte e extremamente inteligente. Provavelmente, se os amigos and amigas concordarem comigo, a Victorique é uma das personagens mais inteligentes de todas ever.

Mas além de Tsundere (bom… ao menos eu acho), linda e extremamente inteligente ela é… moe. Mas moe DEMAIS! Não tem como não achar bunitinho quando ela fica irritada ou então preocupada com o seu querido amigo… aka… amado… Kujo, que é uma mistura de herói com bom-moço kk.

Victorique e Kujo
Victorique e Kujo

Mas a Victorique é muito moe… e esconde um segredo triste envolvendo seu pai… e algo que ela mesma vai descobrir sobre sua mãe — enquanto investiga mortes, assassinatos e tramas políticos.

Inori – Guilty Crown

inori moe 4

Ahh… Inori Yuzuriha. Alguns a chamariam de Kuudere pelo seu jeito quase frio de lidar com o mundo. Eu falo bastante sobre ela na Crítica sobre Guilty Crown e no Especial Cosplay da Inori, explicando como ela lutou pela sua própria existência e de sua individualidade. Guilty Crown é basicamente um anime que você pode ver de dois modos: Pelos gráficos lindos ou pela profundidade de seus temas.

Se você optar pelo segundo modo — sem esquecer de quão lindo ele é — vai se impressionar da forma linda como ele trata da individualidade da pessoa. A Inori, moe, linda e perigosa e só ela, é um dos principais assuntos do Anime. E me deixou gamado! Para mais explicações vão vejam a Crítica do Anime!

Especial Cosplay da Inori e das Cosplayers Nana Kuronoma e Azulette

Komari – Little Busters

komari Little Busters

Komari Kamikita é uma das melhores heroínas do anime Little Busters. Só falei de LB no site para falar sobre o lançamento da 2ºtemp do anime. Mas fiquem certos de que ele é uma das criações da Key e sua máquina de fazer obras de Arte do drama (e também do gênio Jun Maeda). Debaixo desse sorriso, e de uma “fingida inocência”, Komari tem de lidar com a morte de seu irmão, que sempre tenta esquecer.

Outra personagem forte da dona Key Visual Arts, que vai te espantar (e muito) no episódio derradeiro de seu arco do anime. E nunca vou esquecer do seu conselho, “A Espiral da Felicidade“: “Se você faz alguém feliz, você se torna mais feliz também“.

Konoe Tsuruma – Kono Naka Ni Hitori, Imouto Ga Iru!

konoe gif

Outra personagem e anime que eu nunca falei aqui no site. Chega a ser até um sacrilégio eu nunca ter comentando um dos haréns que mais gosto. Basicamente um harém que teria tudo para ser “só” divertido e acaba ganhando nuances mais interessantes, por ser Seinen.

Konoe é “mais uma” das meninas moe atrás do Shougo. Mas posso dizer que ela ama mesmo o rapaz e vai fazer tudo que uma gatinha MUITO MOE E GOSTOSA pode fazer para agarrar o rapaz garboso e rico. Gosto das personagens moe porque elas falam coisas do tipo: “Agora que você já comeu seu jantar eu serei a sua sobremesa” kkkk. Saudade da Kanoe na minha vida!

Mizuho – Onegai Teacher

MizuhoKazami-6.jpg~original

Essa é Dandare na veia! Mizuho Kazami que não por acaso é dublada pela mesma dubladora genial da Belldandy, é daquelas personagens que conquistam seu coração pelo jeito meigo, doce e inocente. Dandere mesmo kk. Eu até já falei um pouco da Mizuho no seu Especial Cosplay.

Além de tudo isso, Mizuho desperta aquela tara (ao menos a minha) por professoras kk. Hoje sou gamado em professorinhas e culpo muito a Mizuho por isso. É interessante o fato de que apesar de aparentarem serem frágeis e chorar com facilidade, essas personagens Dandere Moe serem muito fortes.Ahh sim… ela é uma Alien!

Especial Cosplay da Mizuho no Afontegeek

————————————

Mulheres Moe dos Animes que mais Desejamos! Parte 1 e Parte 3

Está curtindo o especial Top 15 Gatinhas Moe dos Animes que mais desejamos né verdade? Achou a escolha “bem feita” até agora, mesmo que não concorde com alguns nomes — ou quem sabe as meninas que você quer ver não aparecem justo nas PARTE 1 e PARTE 3? Para saber só visitando cada uma delas.

Na PARTE 1 temos uma das personagens moe mais misteriosas dos animes haréns.  E justo na PARTE 3 que vamos ter uma representante moe que é um verdadeiro amorzinho de tão submissa. Sem contar que ainda teremos Extras (sim temos 2 Extras) sendo que uma delas é simplesmente uma das deusas do moe. Referência de tudo!

Boa lida amigos e amigas!

Inori Yuzuriha (Guilty Crown) Cosplay – Gata da Semana Especial

Bem-vindos meus amigos/as para mais um Especial Cosplay Gata da Semana, hoje trazendo até vocês a linda Inori de Guilty Crown! Espero que curtam todas as lindas cosplayers, e vejam também a nossa Review de Guilty Crown!

Inori Yuzuriha (Guilty Crown) Cosplay – Gata da Semana Especial

Inori Cosplay (Guilty Crown) Nana Kuronoma
Inori Cosplay (Guilty Crown) Nana Kuronoma
Especial de Cosplay: Gatas dos Animes
Holo (Spice and Wolf)> Kill la Kill> Nagisa (Clannad por Dia-Chan)> Tsunade (Naruto)> Sankarea> Mizuho (Onegai Teacher)> Inori (Guilty Crown)> Oh! My Goddess (Ah! Megami-Sama!)> Yoruichi (Bleach)> Super Sonico> Black Rock Shooter > Cosplays Milfs dos Animes

Quem diria que um dia eu iria fazer um especial de Cosplay da Inori né? Mas por incrível que pareça, como sempre encontro cosplayers fazendo uma das personagens moe que esse seu editor mais gosta, foi meio que natural eu fazer um especial dela — só estava mesmo esperando dia e data.

Muito bem, digamos que você “apareceu por aqui do nada” e nunca ouviu falar da Inori, não tem a menor ideia do que seja o anime Guilty Crown e só veio aqui para ver essas meninas lindas. “Palma, palma, não príamos cânico!”.

Um pouco sobre Guilty Crown

Cosplay Inori Sakurahime
Cosplay Inori Sakurahime

Guilty Crown se trata de um anime psicológico e filosófico, com muita, eu disse muita ação em uma animação e trilha sonora magistrais — mais adianto se tratar de uma Tragédia, então se você não gosta de ficar tristinho vendo animes, recomendo parcimônia.

Pois bem, Inori é uma cantora de internet de uma banda chamada Egoist… mas calma, não se trata de um anime de Idol não. A história gira em torno de um Vírus que assolou o Japão chamado Lost Christimas e agora todo o país está cercado por tropas da ONU. Inori é simplesmente uma “terrorista” que a mando do seu “chefe” foi escolhida para roubar um artefato bélico chamado “Genoma do Void” que garante poderes incríveis aquele que usar.

Inori um dos melhores personagens que já vi

YUMI Inori cosplay
YUMI Inori cosplay

Ou seja… ela com esse rostinho moe e angelical tem total domínio de armas e é totalmente preparada para combate corpo-a-corpo e sim, mata sem pensar muito no assunto, caso seu chefe Gai o peça ou que alguém que ela ame corra perigo. Ela acaba sendo encontrada ao acaso pelo seu “beloved one” Shu, quando está ferida após roubar o Genoma.

Meio que fiz uma sinospe rapidíssima da Inori e um pouco do que acontece com ela no primeiro episódio. Obviamente que eu exploro tudo o que a personagem esconde na Crítica de Guilty Crown que se encontra aqui mesmo no Afontegeeek. Digamos que o argumento da capacidade da consciência exposto pelo filósofo Descartes é demonstrado de forma magistral na personagem. Pois é. Anime e filosofia.

Misa Tw Inori cosplay
Misa Tw Inori cosplay

E o que mais posso falar da Inori sem dar spoilers em? Que ela é muito moe, que foi graças ao que ela fala no ep 6 para o Shu que eu realmente quis ver o anime inteiro (e até hoje considero GC como o melhor que vi).

Que ela esconde algo de terrível debaixo dessa voz de anjo e dessa carinha inocente. Posso falar sem dúvida alguma que Inori mesmo sendo quem é, se trata de um dos personagens mais profundos e completos que já pude acompanhar.

E sobre as Cosplayers?

Jemocha Cosplay Inori
Jemocha Cosplay Inori

Pois bem, desta vez não consegui achar o nome de todas as cosplayers. Mas as que encontrei, claro que tem seus nomes e vocês podem encontrar elas no google se quiserem. Desta vez contamos com a Jemocha, com várias fotos da linda Sakurahime (que é a capa deste post!), a Hikoni, a brasileira Adami Langley.

Tem também da Misa TW, da YUMI, a Totoria 多多肉, uma imagem preview da Theresa Eng (bem que eu queria ver as imagens oficias dela como a Inori viu!) e por fim algumas fotos da linda Nana Kuronoma e da linda cosplayer mexicana Azulette (clique para ver os especiais de ambas aqui no site!).

Inori Cosplay (Guilty Crown) Nana Kuronoma
Inori Cosplay (Guilty Crown) Nana Kuronoma

Apreciem com Moderação Meninos e Meninas!

Click na Galeria para ver todas as Cosplayers!

Top Músicas de Animes! (Parte 4)

Como no último Top Músicas de Animes tivemos muitos animes de drama, no de hoje escolhi algumas músicas sensacionais de animes de ação que muita gente conhece ou deve conhecer! Vem comigo!

wolf-s-rain-cheza

Top Músicas de Animes! (Parte 4)

Parte 1 > Parte 2 > Parte 3 > Parte 4 > Parte Final

E cá estou novamente trazendo mais uma seleção de algumas das melhores músicas de animes! E já estamos na Parte 4! Claro que elas são um tanto do meu gosto, mas dessa vez contamos com a ajuda de um amigo para fazer a escolha de uma música.

E como eu havia prometido, dessa vez teremos músicas bem Animadas — porque a Parte 3 só tivemos músicas lentas.

Enfim, vamos ouvi-las!

Sora no Otashimono (Encerramento)

Sora-no-Otoshimono-wallpaper-sora-no-otoshimono

Essa é uma indicação de um grande amigo meu: o mano Arlan que mostrou a música, há um bom tempo no face. Como eu não gosto muito do anime fiquei surpreso com essa música sensacional — pena que não achei uma versão com as letras…

Pois bem, fiquem com esse ótimo e calmo encerramento, mas esperem, porque a próxima da lista é bem mais heavy metal!!

Gosick (Encerramento)

gosick1

Esse é um daqueles animes muito bem falados e que oras, vejam só, eu também indicio. É até engraçado falar isso porque geralmente costumo ver animes mais desconhecidos, como Serial Experiments Lain e Video Girl Ai (VGA), mas no geral, dá para dizer que mesmo hoje, Gosick tem ganhado muito status… não duvido que logo, logo seja considerado (se já não é) um anime cult ou “must to see”, como Lain ou VGA.

A versão está traduzida para português. E não podia ser mais heavy metal, mais Nightwish… Só faltou chamar a Tarja Turunen!

BlackRock Shooter (abertura)

black_rock_shooter

Eu acabei encontrando as duas versões, a Abertura, e também uma versão completa da música. Essa abertura está traduzida em inglês. E o que dizer?

Bom, só posso falar que ela é cantada por uma Vocaloid (eu sei, eu também acho bizarro). Saca vocaloid né? Vozes gravadas e depois “cantadas” a partir de um programa de computador. Eu sei, ficção científica. Mas real!O pior que essa música não sai da cabeça!

BlackRock Shooter (Versão Completa)blackrock shooter

Essa maior, também em inglês eu gosto mais porque a música está completa, com esse final que infelizmente não aparece na Abertura e é Muito Bom!

Já que estou aqui, reforço a promessa de um dia fazer uma Review de BlackRock Shooter, que apesar de correr o risco de ser achincalhado, eu gosto Muito mais do que Madoka Magica (Madoka que já ganhou review aqui no site e eu despejo todo meu hate no post… ou não). Claro, o argumento de BlackRock Shooter é muito bom: É sim preciso vivenciar as tristezas, para aprender com elas e crescer como pessoa!

Fate/zero (Abertura – 2º Temporada)

fate zero animekida wallpaper assassin beserker caster

É interessante saber que a primeira temporada de Fate/Zero não é assim, muito boa, mas tem diálogos realmente excelentes — meio que ela te segura para a segunda temporada que é um Ápice, outra obra-prima (desta vez shonen) da Type/ moon.

E se você se interessou pelas duas temporadas, saiba que a mesma produtora (Ufotable) que faz cenas Majestosas de ação, virá com Fate/zero III, ou melhor, vão refazer Fate/stay night com os mesmos recursos gráficos que tornaram essa série, um dos melhores shonens que eu já vi na vida!

Wolf’s Rain (Abertura)

wolfs rain

Wolf’s Rain é um dos animes com uma das melhores trilhas sonoras que eu já pude ouvir. Essa abertura mesmo eu ouvia quase todo dia e noite enquanto assistia o anime. Um primor de trilha sonora — só perde para a de Guilty Crown, porque aí é covardia.

Essa é uma versão com tradução em inglês e espanhol, então meio que dá para ver um pouco da letra. Agora fica aqui meu comentário de que…  não gostei muito do anime, hehe. Mas é só minha opinião pessoal, calma, rs!

Wolf’s Rain Coração Selvagem (Bônus)

wolfs rain humanos

Pois é, lá estava eu vendo o anime, acompanhado a vida dos personagens que mais gostava — que me ajudaram a ver o anime até o final;  eles são os personagens “humanos” — quando vi uma música em português, um MPB! Quase caí da cadeira!

São eles: o detetive Hubb que ficou o anime inteiro atrás da sua amada ex-esposa Cher (ela que havia pirado na batatinha por causa dos experimentos com Cheza, a menina-flor), e claro o caçador de lobos Quent, que se não me falha a memória já havia perdido a sua “cadela” Blue nesse ponto do anime.

Esses três juntos faziam cenas, que iam desde a coisa mais cômica do mundo, até a mais emocionante. O Quent e o Hubb juntos então (sem a Cher) eram Impagáveis.

Cheza a 'menina-flor'
Cheza a ‘menina-flor’

Meio que essa música é deles três. Ela toca exatamente no momento que o casal acima pensa numa vida depois que todo ‘o mito’ que é contado no anime termine — vamos dizer assim, um apocalipse provocado, e eles estavam no meio da confusão.

Pois bem, essa música MPB é cantada pela Joyce Silveira Moreno, ou apenas Joyce, e é um primor (e tem tudo haver com os três). Deixo Aqui um Link da Wikipedia caso queira saber mais da vida dela.


Então ficamos por aqui pessoal. Caso vocês queiram ver a Parte 1, Parte 2 e Parte 3, bastam seguir os links. Outra coisa que a Parte 5 já está pronta, e se eu fosse você ia correndo ver.  E nossa, fiquei feliz de relembrar de BRS… bons tempos! Espero que tenham gostado :).

Até a próxima!

Kill la Kill Cosplay – Gatas da Semana Especial

Quem aqui gosta de Kill la Kill? Você gosta mais da impulsiva Ryuko ou da poderosa, meio vilã e imponente Satsuki? Pois é, reuni um especial de cosplayers lindas que encarnaram as personagens sexys de Kill la Kill e espero que vocês curtam! Venham comigo tarados e taradas!

Kill la Kill Cosplay – Gatas da Semana Especial

Miyuko-JDoll-KillLaKill-Cosplay-5

Especial de Cosplay: Gatas dos Animes
Holo (Spice and Wolf)> Kill la Kill> Nagisa (Clannad por Dia-Chan)> Tsunade (Naruto)> Sankarea> Mizuho (Onegai Teacher)> Inori (Guilty Crown)> Oh! My Goddess (Ah! Megami-Sama!)> Yoruichi (Bleach)> Super Sonico> Black Rock Shooter > Cosplays Milfs dos Animes

E como sempre temos a nossa seção de Cosplays Gatas da Semana! Desta vez eu trouxe as personagens de Kill la Kill: a Ryuko Matoi, a linda e meio doidinha heroína do anime e também da menina livremente inspirada no Darth Vader, Satsuki Kiryuin.

Se trata de um ótimo anime batlle shonen com várias sequências ecchi e com 2 moças como heroína e antagonista. Sim o ecchi também é para o outro lado — o anime também tem caras bonitões, relaxem. E eu já falei que tem sangue?

O anime é bom afinal de contas?

Meio que gostei muito de Kill la Kill e o acompanhei na época que ele estava sendo lançado. Dá pra dizer que a primeira temporada teve um final um pouco mais bem trabalhado que a segunda, mas no frigir dos ovos é um ótimo anime. Recomendo para quem quiser ver um anime de ação com uma arte bem interessante.

Lembro que alguns até o compararam com Akame ga Kill na época — muito por causa do nome e por causa do ecchi — mas acredito que sejam animes que nada têm a ver um com o outro. Claro que eu não vi Akame (e dificilmente verei), mas pelo que ouço falar dele, vejo Kill la Kill bem mais com temas políticos que qualquer coisa.

Cosplayers e Cultura-pop

A primeira vez que resolvi fazer um especial cosplay de Kill la Kill eu acabei me baseando no post do SankakuComplex, que foi aonde eu achei as primeiras cosplayers da Ryuko Matoi, feita pela JJDoll (eu ainda não conheço bem os trabalhos de cosplay dela) e a Satsuki Kiryuin vivida pela linda e famosa cosplayer coreana, Aza Miyuko.

Inclusive conheço os trabalhos da Myuko há muuito tempo — por falar nisso, os cosplays dela da Inori de Guilty Crown (siga o link para ler a review do anime!) eu posso dizer que são uns dos mais belos que já vi.

Ushijima
Ushijima

Com o tempo acabei encontrando mais cosplayers que resolveram fazer alguma coisa que envolvesse Kill la Kill — acredito que até hoje você encontra cosplayers novas fazendo algo do anime. Muito porque o anime tem mulheres como protagonistas, porque ele é bom sim eu devo dizer, e claro, que hoje ele também acabou se tornando parte da cultura pop.

E até que eu acho isso bem legal. Não só porque eu acabo tendo a chance de trazer mais fotinhas — na verdade isso é até pior para mim porque me dá mais trabalho, e bom, isso não é lá uma coisa boa — mas quer dizer que um anime que eu curto, acabou conhecido. Tá fodase, e daí não é verdade?

Mais cosplayers

AlienOrihara
AlienOrihara

Sendo assim, aproveitei e adicionei mais algumas cosplayers que estavam aqui na minha lista. São elas Khainsaw (USA) como uma Ryuko MUITO SEXY; a mítica cosplayer Ushijima que é a maior cosplayer ecchi que você já viu. Também a Enji Night e a Tasha Cosplay, todas como Ryuko.

Temos também a AlienOrihara como uma das melhores Satsuki Kiryuin que você já viu! Simplesmente linda, linda demais! A francesinha Genevieve Marie como Satsuki – Nudist Beach – gata demais, e claro a Luna Lanie cosplay. Acho que valeu a pena adicionar mais essas meninas lindas!

Genevieve Marie (França) Cosplay Kiryuin Satsuki - Nudist Beach
Genevieve Marie (França) Cosplay Kiryuin Satsuki – Nudist Beach

Não posso esquecer também das Jannet Incosplay Vinogradova que fez a Kiryuin Satsuki junto da sua amiga Christina Fink, fazendo cosplay da Ryuko Matoi. Posso estar enganado, mas essa Jannet fez o cosplay mais famoso da Kiryuin. E ela também junto da Fink estão muito… delicias. Dá pra ver.

É isso bons cosplays a todos and todas

Galeria de Imagens das Cosplayers

Christina Fink Ryuko Matoi cosplay sexy gostosa
Kiryuin Satsuki cosplay sexy butt tits Jannet Incosplay Vinogradova kill la kill Christina Fink Ryuko Matoi cosplay
Enji Night Ryuko cosplay
AlienOrihar

Fontes:

Miyuko [Link]
JJDoll [Link]
SankakuComplex [Link]

Top Músicas de Animes (Parte 3)

E já estamos na Parte 3 do Top Músicas de Anime! Desta vez listamos mais 5 músicas muito lindas, a maioria de animes de drama para você ouvir, lembrar e se emocionar.

denpa_onna_01

Top Músicas de Animes! (Parte 3)

Parte 1 > Parte 2 > Parte 3 > Parte 4 > Parte Final

Chegamos, vocês e eu, na terceira parte desse especial de Músicas de Animes. Ele na verdade seria a última parte do nosso top, mas acabei me empolgando e fiz mais duas depois dessa. Porque sou desses, eu não ligo.

Logo de começo quero frisar que essas listas são de minha escolha mesmo, ou seja se você não gosta problema seu… Mas vai na minha, garanto que são ótimas canções. Para quem quiser ver a Parte 1 e a Parte 2 basta seguir os respectivos links.

Vamos a elas!

Denpa Onna (Encerramento)

denpa onna

Sem dúvida um dos melhores haréns que já vi. Denpa Onna que tem uma review aqui no site até, entra na lista com um dos melhores, senão o melhor encerramento que já pude ouvir.

Contando uma história interessante de mistérios, amor, e uma tia MILF simplesmente sensacional. Só não consegui achar com legenda… E sim, haja moe! Ainda acho que o moe deixaria o mundo mais bonito :).

Air Tv (Abertura)

air-tv

O que falar de uma obra com selo Key/ Visual Arts? Air Tv é uma daquelas histórias com um dos finais mais controversos em todo o mundo dos animes.

Tem um argumento complexo girando em torno de um drama sobre o passado e o presente, e pelo selo que possui é choradeira certa. Essa abertura tem uma letra linda (infelizmente a versão que temos aqui está em inglês) sendo uma das melhores músicas “eletrônicas” que já ouvi. Drama Recomendadíssimo.

Kanon (2006) (Abertura)

Kanon-2006-sushi7777-27845557-1920-1200

(Tradução logo do comecinho da Abertura)

Sonho, Um sonho tem um fim, Não importa o quão agradável… ou assustador ele é…, O sonho termina quando sua Mãe te balança do outro lado das cobertas aquecidas, Uma cena na manhã que nunca muda…, Mas agora…, Eu me pergunto quando os sonhos começaram a não ter mais fim.

(Música)

Eu não te direi obrigado.
Eu vou guardar isso comigo para sempre!
Palavras de adeus serão ditas (irão cair)
Silenciosamente depois de um sonho límpido e cristalino.

Segurando flocos caindo do céu em ambas as mãos,
Eu os abraço para sempre e sempre.
Ela sabe da força que é preciso
Para sorrir até o fim.

*Fiz essa tradução direto do vídeo*

Kanon - NCEDKanon 2006, outra obra com o selo Key/ Visual Arts. Arrisco dizer que o anime trata de “conhecer a si mesmo”, enquanto Air Tv recobra mais ou menos a um “conhecer a sua ancestralidade”.

A versão do anime feita pela Kyoto Animation é considerada por muitos, simplesmente maravilhosa, inclusive eu que não vi a 2002 (feita pela gigante Toei) acho a mesma coisa.

Kanon_170_1600x1200Com um roteiro genial (finalmente!) e claro pela história envolvente, cativante e principalmente surpreendente, está na lista dos melhores dramas “ever”, inspiração de diversos animes — ao meu ver e de amigos meus, coloca aí obras como Kobato. e Kotoura-san que tomaram alguma inspiração (senão muita) em Kanon. E o que falar dessa música?

kanon-2006-ayu

Tem uma das letras mais lindas que já vi. Caso você veja o anime, leia com atenção esta letra e principalmente a introdução, porque são quase a totalidade da historia de Kanon! Cantora, instrumentos, todos em altíssimo nível. Arigatou….

E haja choradeira!!

Spice and Wolf (Abertura da Primeira Temporada)

spice_super

Saindo de dois dramas excelentes — não gosto muito das aberturas de Clannad, apesar que a de After Story é sim muito boa — vamos agora de um romance. Assim com Denpa Onna, Spice and Wolf tem uma Review aqui no Afontegeek, porque afinal, se trata do belíssimo romance entre a sábia loba Horo e do caixeiro viajante Lawrence.

Essa é a música da Primeira Temporada — para minha surpresa, vejam só! — voz, violão e uma bela cantora. O refrão é uma obra-prima. Por acaso foram as partes que escolhi para fazer uma pequena tradução. Música boa é pouco aqui. Curtam!

spiceandwolf2

Acabei achando essa versão ao vivo. Os fãs dizem que é a cantora original da música. E só para citar, é interessante ver o estilo meio MPB da canção, e ver sim, ela acompanhada por um violão.

(Refrão 1)

If the world that I dreamed of
Se o mundo que eu sonhei
Exists somewhere
Existe em algum lugar
Then shall we go search for it?
Então, nós vamos procurá-lo?
To the other side of the wind
Do outro lado do vento
Lets go see the end of the
Vamos ver o fim das
Freezing daybreaks
Auroras frias
Parched middays
Meio-dias Ressecados
And shivering dark nights
E noites escuras e arrepiantes (frias)

spice_and_wolf

[Refrão 2]

If its okay for me to hold
Se está tudo bem para que eu possa segurar (mim segurar)
Your outstretched hand
Sua mão estendida
Then where shall we go?
Então, para onde devemos ir?
Together with you
Junto com você
We can go anywhere
Podemos ir a qualquer lugar
Lets go embrace
Vamos nos abraçar
The commotion and aroma
A comoção e o aroma
Of the world still unseen
Do mundo ainda desconhecido

*Tradução feita por mim a partir da letra do Youtube*

Nossa que refrões mais emocionantes não? E é isso mesmo. Também quero encontrar minha Horo e seguir numa bela viagem…

Aria the Origination Alice Carrol canta “Lumis Eterne”

aria alice-chan
Alice-chan tão linda, nos convidando para um passei na sua gôndola. Vamos?

A música tem a letra em Esperanto! Não podia ser mais perfeito.

“Lumis Eterne”
(Esperanto)

Vesperruĝo, fluas en ondetoj.
Ĝi estas kiel la kanto, bela kanto de feliĉo.
Ĉu vi rimarkis birdojn, portanta afableco?
Super la maro flugas, ili flugas kun amo.
Oranĝa ĉielo emocias mian spiriton.
Stelo de l’espero, stelo lumis eterne,
Lumis eterne.

“Lumis Eterne”

Anoitecer alaranjado, fluindo em ondas.
É como se fosse uma canção, uma bela canção de felicidade.
Você já notou as aves, trazendo bondade?
Voando acima das ondas, elas voam com amor.
O céu alaranjado tocou o meu espírito.
Estrela de esperança, estrela que brilha eternamente
Brilha eternamente.

*A Tradução foi minha, então qualquer coisa é só falar*

Aria The Animation, melhor shoujo/shonen que eu já vi. O Sorriso de Alicia-san guarda muito mais do que a autora nos mostra
Aria The Animation, melhor shoujo/shonen que eu já vi. O Sorriso de Alicia-san guarda muito mais do que a autora nos mostra

E por fim, não me contive. A Lindíssima Alice-chan cantando uma música para sua formação como Prima Undine — ela se tornou a primeira moça a conseguir tal feito, pulando o estágio de Single — direto de Aria The Origination, como eu disse dezenas de vezes, Aria é o melhor shoujo que já vi.

É até engraçado terminar com uma canção de Aria, já que tivemos várias desse anime na Parte 2. Mas como disse, não me contive. Até hoje ao ouvir é choradeira em cima de choradeira. E que letra.

aria as 3 undines“Lumis Eterne”

Red evening, flowing on ripples.
It is like the song, beautiful song of happiness.
Have you noticed the birds, bringing kindness?
Flying above the waves, they fly with love.
An orange sky stirs my spirit.
A star of hope, a star that shone eternally,
Shined eternally.

Akari na bela pose da Alicia-san
Akari na bela pose da Alicia-san

Saudades de ARIA….


Nessa Parte 3 tivemos uma dose excessiva e cavalar de dramas, choradeiras, músicas calmas e esse tipo de coisa. A Parte 4 já está no ar e tem muito mais “animação”. Mas apesar de serem canções lentas, todas foram escolhidas a dedo por este metaleiro, que garante a qualidade! Ao menos, penso assim.

Abração!

Mashiro-iro Symphony: Love Is Pure White – Review: Como não gostar de uma mulher Sábia?

Vamos agora para a review de Mashiro-iro Symphony: Love Is Pure White no nosso “Conversando sobre Animes“. Dá até saudade falar deste harém que foi um dos que mais gostei. É sempre um prazer fazer boas indicações de animes! Boa leitura!

Quem ficou com ele? A Tsundere ou a menina doce que cuida d eum pokemon?
E o mundo inteiro achou que ele ia ficar com a loirinha…ainda bem que não, rs!

Mashiro-iro Symphony: Love Is Pure White – Review: Como não gostar de uma mulher Sábia?

Lá vamos nós para os texto que gosto de fazer. As críticas sempre dão um pouquinho mais de cansaço, portanto poder fazer um “conversando sobre animes” é sempre prazeroso: Aqui o Link da Crítica (sem spoilers) para quem ainda não viu. Vou logo avisando, este texto está repleto de Spoilers, logo leia por sua conta e risco.

Rota da Miu

mashiro-iro-symphony-the-color-of-lovers-03

Vou falar primeiro sobre a Amaha Miu. O anime foi feito usando a rota dela. Lembra que ele foi feito baseado num game Visual Novel Eroge? O anime usa a rota dela para contar a história, portanto nada mais normal que eles terminem juntos mesmo. Foi um ótimo trabalho do diretor, usando a rota da Miu mas preservando a historia como um todo. E sem precisar recorrer ao ecchi ou ao hentai que o game deve ter; ele ficou apenas no romance e construiu bem o argumento do anime por inteiro.

E eu confesso que de todas, a Miu é a que mais gosto! Doce, gentil, forte porque em nenhum momento revelou que gostava dele — ela sabia que as meninas gostavam dele também — sempre foi paciente, esperando “a vez dela”. A coisa foi tão interessante que em certo momento eu achei que ela ia dar um fora no Shingo! Vejam só! Seria o primeiro harém aonde a personagem escolhida ia dar um fora no rapaz!

(Trad: Seria estranho eu dar tchau assim, então, está tudo bem se formos para o parque de novo?) -- SIM!!!
(Trad: Seria estranho eu dar tchau assim, então, está tudo bem se formos para o parque de novo?) — SIM!!!

Mas o mais legal dela, é que ela era a única mulher de todas ali. A Sena e a Inui simplesmente não sabiam lidar com o Shingo. A verdade é a que Inui parecia amar ele mas tinha medo. A impressão foi que elas em geral, por talvez estudarem num colégio só para meninas, não sabiam lidar com garotos.

Talvez fosse esse o motivo da Sena não querer eles lá — ao ver que o Shingo, o rapaz que ela gostou à primeira vista também estudaria lá, ela entrou em parafuso — uma com medo, outra confusa.

Um dos ótimos momentos do anime -- Sim eu achei que ele fosse levar um fora!!!
Um dos ótimos momentos do anime — Sim eu achei que ele fosse levar um fora!!!

Mas além disso, a Miu era mais madura. Não por trabalhar ou  saber lidar com homens, ela era mulher já, no meio de meninas. O Shingo não se apaixonar por ela seria burrice, ao meu ver.

Contudo foi comovente ver como a Sena percebeu que o Shingo gostava da Miu. E será que a Sena pensou que talvez a Miu fosse mulher de mais para o caminhãozinho dele, e lhe desse um pé na bunda? Enfim, a Miu deixou o não acreditar que ele também a amava e o bem querer das outras meninas, para aceitar o cara, afinal, ele era prestativo!

Um Easter egg inesperado

O Pokémon!
O Pokémon!

Vem direto do amigo Ueda que me indicou Mashiroiro. Ele falou sobre o gatinho esquisito que parece um pokémon: a Pannya-chan, que não falei nada até aqui. Para mim ela sempre foi o lado amoroso da Miu e o cuidado com o meio ambiente — fala sério, o episódio final é um saco.

mashiro2Mas Ueda me explicou que a Pannya-chan representa cada um de nós que viu o anime. Como se nós estivéssemos dentro do anime, compartilhando a visão dela, sendo a Pannya-chan. E o final dela se despedindo do casal — que agora já havia amadurecido ainda mais — é uma forma simbólica preparada pelo autor, para dar um adeus dele e da equipe, para nós que acompanhamos tudo. Nas palavras do Ueda “quem sabe, talvez um até breve“.

A Sexy Miu, a Surpresa, o Moe e como o Amor Dói!

Esse episódio foi muito bom!
Esse episódio foi muito bom! E haja censura, rs!

E falar mais o quê da Miu? Sexy, Moe, nua, vendo o Shingo voltar e dizer: ‘ah é você?’ E do beijo dele apertando a bundinha dela? Nossa…Aquilo foi extremamente mítico! É assim mesmo que se beija uma mulher como a Miu. Orgulho viu!

Ali sim, ao meu ver, foi o final. O episódio 12 pode ter todo o apelo simbólico do adeus, mas nunca gostei daquele gato esquisito e o final foi um saco. O episódio 11 que foi de fato o final, na minha opinião.

Eitaa!
Eitaa!

Outra coisa interessante, foi que apesar da trama começar com a Sena e ela ser muito presente na história, desde algum ponto do inicio que o autor já nos vinha dizendo quem o Shingo iria ficar, e vice-versa — ele ficava mais confortável com a Miu, que era mais madura que todas as outras, como eu já falei mais de mil vezes. E sim! Austin Powers Aproves! Oh Baby Yeah!

E por que tanto moe meu Deus? Por que elas são tão Kawaai assim? Nossa…Salvo mesmo a Sena, a irmã dele, e a Miu.

Claro, o Amor Dói!

E haja sofrimento...
E haja sofrimento…

Também não posso deixar de falar sobre “como o amor dói”. Além do “ser prestativo e cavalheiro atrai minas” — o que é uma das verdades — uma das coisas que lembro é que Todas as meninas sofreram. E olhe que tem tempo que vi o anime. Acho que a maid foi a que menos sentiu, mas no geral, deu dó de quase todas!

E por fim, os finalmentes.

Shingo, porque não basta ser cavalheiro, tem de ser prestativo!
Shingo, porque não basta ser cavalheiro, tem de ser prestativo!

Agora que temos o sentido da obra de que o amor é puro, quando verdadeiro, paciente e apaixonado — e a mina é sexy claro. Também que Mulheres de verdade atraem Cavalheiros e vice-versa. E sobre as outras meninas penso que crescer é uma constante e todos aprendem com o primeiro amor e os pés-na-bunda que se levam  — tá parecendo auto ajuda isso!

Vivenciar o amor mesmo o não correspondido, penso que nos diz o anime, já nos permite crescer um pouco mais. E eu concordo.

A Mãe da Miu (Amaha Yuiko) e um dos poucos momentos engraçados do anime -- Poooxa nem sei de quem gosto mais, se da mãe ou da filha, rs (Trad:Então quando é o dia que vamos dormir juntos e nosso relacionamento terá fruto?)
A Mãe da Miu (Amaha Yuiko) e um dos poucos momentos engraçados do anime — Poooxa nem sei de quem gosto mais, se da mãe ou da filha, rs (Trad:Então quando é o dia que vamos dormir juntos e nosso relacionamento terá fruto?)

E Ah…como a Mãe da Miu, a Amaha Yuiko, me causou boa impressão. Dá pra saber da onde a filha pegou tanta beleza. Aquilo que é sogra! De fato, panela velha que faz comida boa!

Enfim, ficamos por aqui, Abraços!

Fontes:
Comentário do Ueda no Animes ADV [Link]
Wikipedia [ING]: [Link]
MyAnimeList:[Link]

Mashiro-iro Symphony: Love Is Pure White – Crítica do Anime: Porque não basta ser Cavalheiro, tem que ser Prestativo!

Bem-vindos à Crítica de Mashiro-iro Symphony: Love Is Pure White, um dos melhores animes haréns que já vi, e que sempre indico para quem quiser e amar o gênero. Lembrando que este texto não tem nenhum spoiler, e caso o amigo ou amiga queria ver um com Spoilers, Basta Clicar Aqui . Boa leitura e bom anime!

mashiro-iro-symphonyMashiro-iro Symphony: Love Is Pure White – Crítica do Anime: Porque não basta ser Cavalheiro, tem que ser Prestativo!

Bem pessoal, depois de ficar meses sem fazer os textos que são o motivo real deste blog, que são as críticas/reviews de anime, venho falar de um dos haréns que mais gosto. É até engraçado trazer algumas palavras sobre Mashiroiro Symphony: Love is pure white, porque esse foi um daqueles animes que sim, o que eu queria que acontecesse, aconteceu! E como isso é raro… Caso você já tenha visto o anime, tem outro Texto Aqui com muitos Spoilers

Outro ponto interessante é o meu gosto por ‘haréns’. Até hoje não sei bem o motivo, mas enfim. Mashiro é um harém que veio de um game Visual Novel eroge de mesmo nome, cujo rendeu três mangás seinens e mais a adaptação de anime que vamos falar aqui — sem contar CDs Dramas. Mas antes de tudo…

Minha SiNopse!!

Eitaa!
Eitaa!

Mashiroiro Symphony começa com o macho alpha da vez, Shingo Uryuu procurando por sua irmã Sakuno Uryū que estava voltando do Shopping. Depois da bateria do celular dela acabar, por ‘sorte’ ela encontra Airi Sena (a Tsundere), que ajuda todo mundo a se reencontrar feliz da vida.

Mas o anime começa porque Shingo e sua irmã que estudam num colégio ‘normal’, estão de mudança para o colégio da Airi que é somente para meninas. Airi num estardalhaço só, filha da diretora, deixa claro que é contra a vinda do pessoal normal para a escola sensacional all-girls dela. Durante o almoço e chateado ele conhece uma garota mais velha que procurava um gato esquisito, e outras que vão aparecendo para formar o harém.

Esta Crítica que NÃO terá Spoilers, conta com Roteiro e Direção, Trilha Sonora, Character Design e Personagens, Historia e Sentido da obra. Aqui o Link da Review com muitos Spoilers!

Roteiro e Direção

A Mãe da Miu (Amaha Yuiko) e um dos poucos momentos engraçados do anime -- Poooxa nem sei de quem gosto mais, se da mãe ou da filha, rs (Trad:Então quando é o dia que vamos dormir juntos e nosso relacionamento terá fruto?)
A Mãe da Miu (Amaha Yuiko) e um dos poucos momentos engraçados do anime — Poooxa nem sei de quem gosto mais, se da mãe ou da filha. (Trad: Então, quando é o dia que vamos dormir juntos e nosso relacionamento terá fruto?)

Falando do roteiro. Sinceramente? Ele é extremamente arrastado. Para falar a verdade, só vi roteiros piores em EF: A Tale for Memories por exemplo. Outra coisa que realmente senti falta no anime, foi a total falta de comédia. Nunca entendi como se faz um harém com pouquíssimas cenas engraçadas — as poucas são protagonizadas pela Miu e sua mãe.

Mas ele é ruim assim? Nem pensar. Todas as falas e as cenas bem escolhidas pela Direção, integram um todo coeso, bonito e de fácil compreensão. A verdade é que apesar de parecer ‘demorado’, ele brilha pela escolha correta das tramas do romance, das conversas entre os personagens, e das cenas mais que perfeitas.

Trilha Sonora

Miu e seu gato esquisito que parece um pokémon, e que eu não quero falar dele!
Miu e seu gato esquisito que parece um pokémon, e que eu não quero falar dele!

Como tem mais de um ano que vi o anime, não vou poder falar muito da trilha. Ela não é nenhuma maravilha como Guilty Crown ou Clannad, mas não recordo de ter ficado incomodado. Ela não traz uma sensação condizente com as cenas, como as de Nazo no Kanojo X ou ARIA, ou seja, não é algo marcante para o que acontece no anime. Dou um razoável.

Character Design e Personagens

Sena e seu jeito Tsundere extremamente kawaai
Sena e seu jeito Tsundere extremamente kawaai

Quem ler os meus textos mais antigos, sabe o quanto eu fugi do MOE. Explicando por alto, moe é parecido com o pin-up do início do século XX aqui no ocidente. O que é pin-up? É mostrar, sem mostrar. É sexy com pouco ecchi. É ter uma carinha de anjinho com um sorriso lindo, mostrando que tem uma bela mulher escondida.

Ficou meio poético, mas o moe é geralmente usado para trazer otakus e esquecer principalmente do sentido da história. Para minha sorte, 95% dos animes moe que vi, tinham um belo sentido por trás de tudo.

mashiro symphony todas as meninas
Da esquerda para a direita: Sana Inui (tsun/maluquinha). Miu Amaha (mais velha das meninas que cuida de um ‘pokémon’), Angelina Nanatsu (a maid o.o), Sakuno Uryuu (irmã do rapaz), Airi Sena (Tsundere)

E esse é o caso aqui também. O anime dosa  em todas as as personagens femininas o belo design que possuem — eu diria que há uma forçassão de barra somente na Nanatsu Sewell, a menina maid. Mas ainda assim, o herói da vez torna até ela uma personagem interessante.

Já falando das Personagens, temos um painel clássico: uma irmã — que aqui ajuda o Shingo dando conselhos  — a Tsundere Sena, que me pergunto até hoje porque foi tão contra à união das escolas. Temos a Sana Inui que é meio tsun/meio maluquinha e claro, a Miu que cuida de um pokémon.

E haja sofrimento...
E haja sofrimento…

Cito como interessante em todas as personagens, que elas realmente sofrem com tudo. Eu não vou falar muito para evitar spoileres — até porque o sentido da obra já está chegando — mas é inegável dizer que, apesar de ninguém ter real culpa do que acontece, você sente ‘pena’ das meninas. Mesmo a ‘escolhida’, você consegue sentir o alívio que foi poder demonstrar o que de fato sentia. Ponto para o roteiro e para o diretor que soube bem dosar o moe delas, com o sentimento que elas carregam.

História e Sentido da obra

Me olha assim não Sena! :)
Me olha assim não Sena! 🙂

Temos uma espécie de “easter-eggs” no Conversando sobre Mashiroiro Symphony, então se você já viu esse anime, vejam o post com Spoilers também. Devo começar dizendo algumas palavras sobre a classificação. Apesar da forte carga emotiva do anime, não acho que ele possa ser categorizado como seinen — que é a do mangá, que não vi.

Apesar de animes que vieram de Visuais Novel eroges serem seinen mesmo, e esta ser portanto a oficial dele — Harém Seinen — eu creio que não é para tanto. Não recordo de vermos problemas reais tratados no anime. Eram coisas realmente adolescentes,  e o quinteto amoroso que ele é. Diria que ele é um harém de romance.

Será que a coisa fica mais parelha entre a Tsun e a Moe?
Será que a coisa fica mais parelha entre a Tsun e a Moe mesmo?

Sobre a História, como disse, ela é linear e bem contada. Mas sugiro que preste atenção em cada fala das personagens. Todas são bem dosadas e coerentes. Sobre o Sentido do negócio todo, além de dizer que “o amor dói”,  devo acrescentar que é uma verdadeira aula de como tratar as mulheres.

Claro que têm mais coisas — Sem spoilers! — mas se eu comparasse com School Days, aonde o Makoto é um cafajeste tosco, diria que o Shingo é um perfeito cavalheiro. Digo mais, ele é ‘prestativo’. Não sei se ser prestativo é o principal para se conseguir minas, mas parece ser sem dúvida um dos pontos principais. Acrescente isso ao amor realmente paciente, apaixonado e verdadeiro, que temos mais ou menos como é o anime.

Shingo, porque não basta ser cavalheiro, tem de ser prestativo!
Shingo, porque não basta ser cavalheiro, tem que ser prestativo!

Então é isso. Esse é dos haréns que mais gosto e que sempre recomendo. Apesar de ser meio ‘chatinho’, ele é realmente belo. Mashiroiro é de fato, um romance deveras recomendado.

Abraços!

Fontes e Ficha do Anime:
Visual novel: Palette
Autor dos mangás: Futago Minazuki
Diretor do anime: Eiji Suganuma
Escrito/ Roteiro: Team Rikka
Wikipedia [ING]: [Link]
MyAnimeList:[Link]

Nota: 8,5, porque só ARIA é 10!

Top Músicas de Animes! (Parte 2)

Bem vindos ao Top Músicas de Anime! Na verdade este é um post especial que nesse momento está na Parte 2 como vocês podem ver. Eu até queria dar uma palhinha de quais animes trouxe essas músicas, mas a dica é que temos uma Opening hilária que lembra aquelas aberturas de Tokusatsu. Enfim, vem comigo!

aria athenaTop Músicas de Animes! (Parte 2)

Parte 1 > Parte 2 > Parte 3 > Parte 4 > Parte Final

E para continuar a Parte 1 (Link) deste especial de Melhores músicas de anime, cá estou com mais algumas. Desta vez vamos desde uma mais forte, passando por outras mais calmas, até o final que é de pura comédia e faz uma homenagem aos Tokusatsu que muita gente por ai gosta. Espero que curtam!

Elfen Lied (Abertura)

"Elfen Lied" : Sobre a Culpa e a Monstruosidade Humana! Melhor anime que eu já vi até Hoje. Um Seinen/Gore
“Elfen Lied” : Sobre a Culpa e a Monstruosidade Humana! Melhor anime que eu já vi até Hoje. Um Seinen/Gore

Amantes do metal sinfônico como eu precisam ouvir essa música. É interessante dizer que o Therion — ao meu ver, a melhor banda de metal sinfônico/ocultista de todos os tempos — faz musicas nessa vibe. Interessante também é falar da letra, que infelizmente não está aqui nesse vídeo; mas que se bem lembro, retrata um pouco do tema do anime: Culpa.

Litlle Busters (Abertura)

little busters

É uma pena que eu não tenha achado a versão PT-BR dessa letra perfeita. Na verdade, o riff de guitarra já faria ela estar aqui com louvor — esse começo é genial.

Mas é fato, que somente a Key/Visual Arts poderia falar muito mais do que amizade, e sim da solidão que era estar sem aqueles que importam, mas que agora estão ao seu lado. Belíssima letra.

Aria The Animation (Abertura da Primeira Temporada)

Aria The Animation, melhor shoujo/shonen que eu já vi. O Sorriso de Alicia-san guarda muito mais do que a autora nos mostra
Aria The Animation, melhor shoujo/shonen que eu já vi. O Sorriso de Alicia-san guarda muito mais do que a autora nos mostra

Felizmente consegui achar uma versão traduzida desta lindíssima abertura. Na verdade, é uma versão traduzida em espanhol, mas tudo bem.

A música se chama Undine e vou deixar ela como um convite das nossas belas Undines, para que você, amigo ou amiga, conheça Neo-venezia. Com um sons que lembram Veneza, e uma vocalista extremamente inspirada — alguns dizem que ela tem a voz fininha — nos mostra um pouco, deste mundo chamado Aqua.

E o que é Aqua? É um convite ao maravilhoso. Não à coisas gigantescas, como edifícios mirabolantes, ao contrário — o maravilhoso está nas pequenas descobertas da vida. Isto é Aqua. Por acaso eu acabei aprendendo a versão instrumental dessa música no violão. Belíssima.

Aria the Origination (Abertura da Terceira Temporada)

aria as 3 undines

Nesta terceira abertura de Aria  — já que as músicas da segunda temporada realmente são meio fraquinhas — temos esta música, “Spirale”, que é um deleite.

Oras, o que é o amor? É como se fosse uma Espiral! Arrebatador, mas também terno e principalmente, uma surpresa. É quase como se fosse a luz do sol. Só consegui achar com legenda em espanhol, fazer o quê? A cantora com voz fininha, como queiram, mais uma vez inspiradíssima, em meio a um cenário que vá lá, é Aqua! E essa foi outra canção que também aprendi uma versão instrumental no violão. Muito, muito linda, mas difícil pacas!

Athena Glory Cantando “Barcarolle”

Linda Athena Glory, de Aria.
Linda Athena Glory

Antes de tudo, preciso dizer que essas canções à capela cantadas por Athena não têm letra. Elas são aquilo que nós chamamos de Guiberish, que é basicamente cantar, apenas pela sonoridade daquilo que é balbuciado.

E bom… que voz mais linda. Ouvindo a trilha sonora de Aria, só consigo lembrar da trilha de Ah! Megami-Sama — ambas sensacionais. Procurando um pouco, achei a compositora e letrista das duas músicas acima — e compositora e cantora desta da Athena: Eri Kawai. Ela já nos deixou, mas nos conforta sempre com seus trabalhos maravilhosos. Recomendo.

Athena Glory cantando “Barcarolle” e “Coccoro”

Eu não me contive quando ouvi as duas canções a capela da Athena juntas. Como eu disse, foi a Eri Kawai quem fez as quatro músicas aqui reunidas. E a partir de informações de um amigo no youtube  (confirmadas pela Wikipédia), posso afirmar que ambas essas músicas em Guiberish, são interpretadas pela Eri Kawai.

A única pena é que ela não está mais está entre nós. A Anja agora canta nos céus, ao lado dos outros anjos e de Deus.

Maria Holic Alive (1º Abertura da Segunda Temporada)

Maria-Holic-Alive-Complete-Collection-wall
Cuidado, essa loira é um Homem!

E agora para quebrar um pouquinho a sensação mais bucólica que nos deixa as músicas da Eri, além de conhecermos um pouco dessa genial cantora, que tal uma abertura… genial?

Aqui eu trago uma música que lembra aqueles Tokusatsu que a galerinha curtia/curte. Por acaso, tem até um podcast sobre eles Aqui no blog (Link). O quanto eu ri quando vi essa abertura de Maria Holic Alive, não está no gibi.

Kanako e seus sangramentos nasais devido as lindas bishoujo que ela ama, rs
Kanako e seus sangramentos nasais devido as lindas bishoujo, rs

Alguns fãs acham a segunda abertura melhor — a ‘rum rum rum’ — mas penso que nem se compara com essa genialidade aqui. E sim senhores, indico deveras esse anime de comédia. Mas tenham cuidado, porque afinal, a loirinha kawaai ai, é Homem. E nem é tampouco trans… ao menos é o que ela diz…

Quem viu o anime sabe.


Tão curtindo esse especial Top músicas de anime? Que tal seguir correndo para a Parte 3 então? Garanto que vocês vão curtir ainda mais. Então é isso pessoal…

Abração!

Fontes: Wikipedia [Link]/  Wikipedia [ENG] [Link]