Hatred – Review do Game: Louco ou Cruel?

Um Game violento, cruel e sem intermédio, prepare-se para matar, prepare-se pra morrer, bem-vindos ao Caos: Assim falou nosso amigo Aldair sobre este game que ele “Indica” para vocês. Lembrando sempre que é por sua Conta e Risco!

Hatred – Review do Game: Louco ou Cruel?

hatred0

 Ódio preenche todo o seu corpo. Você esta doente e cansado da existência inútil da humanidade. A única coisa que importa é a sua arma e o puro terror que pretende desencadear.

Sinopse

O meu nome não é importante. O que é importante é o que vou fazer… Detesto a merda deste mundo. E os humanos vermes que se alimentam da sua carcaça. Toda a minha vida foi ódio frio e amargo. Sempre quis morrer violentamente. É a altura de vingança e não há nenhuma vida que mereça ser salva. Vou sepultar o maior numero possível. Chegou a hora de matar. E a hora de eu morrer. A minha cruzada genocida começa agora. (Palavras ditas no começo do game pelo protagonista que também é o antagonista do game)

maxresdefault

Você vai sair para uma caçada e vai limpar os arredores de Nova York de todos os seres humanos há sangue frio. Você vai atirar, vai machucar, vai matar e vai morrer. Não há regras, não há compaixão, sem perdão e não há mais volta. Você é o senhor da vida e da morte agora.

Imerso ao Caos

Este game propaga violência generalizada onde quem dita as regras de quanta dor e sofrimento deve ser vista é o jogador, de mecânica simples e jogabilidade confortável visto logo em seu tutorial que também demonstra um aperitivo do que há por vir de forma bem rápida e intuitiva. O objetivo aqui é matar, matar de forma rápida ou lenta, de forma cruel e sem misericórdia e destaca-se suas finalizações que são de pura frieza. O antagonista é um verdadeiro genocida e o ambiente do game nos trás a maior morbidez possível, trilha sonora perfeita para o gênero e ato e ambiente extremamente propício para mortes em massa.

HatredGame1

Apenas brutalidade e destruição pode limpar esta terra. Apenas uma matança vai fazer você morrer espetacularmente e ir para o inferno.

Matar até que encontre a própria morte.

O foco do game é este, porém antes que haja reclamações do conteúdo extremamente violento nada mais justo que analisar os demais games que oferecem a opção clara que deve se matar um adversário a diferença se torna mais do que óbvia, este game lhe dá a noção simples e direta que seu personagem e sua missão no jogo é a do genocídio, você é o vilão e mata pelo ato direto e extremo do antagonista, ódio e repulsa pela humanidade e guerra declarada a vida de seus semelhantes, sem meio termo seu personagem é o mal e desfere isso sem direito a se tornar um mocinho, é matar até que o próprio morra e de forma violenta, pois esse é o desejo dele. O jogo é assim, joga quem achar que deve jogar, não há o que julgar ou reclamar.

hatred-2637375

O antagonista mata a todos de forma igual, a raça não importa (é gerada aleatoriamente para todos os NPC), o sexo não importa (também é aleatório), por isso podem dizer que é o jogo mais tolerante e que promove igualdade. Aqui toda a gente morre.

–  Jarosław Zieliński, CEO da Destructive Creations, em resposta às acusações de racismo e de neo-nazismo.

Aceitação ou Discórdia?

Joguei este game com uma curiosidade extrema e é o tipo de game que ou você ama ou você odeia. Já joguei games de teor semelhante (Ex.: Manhunt 1 e 2) e não me fez mal algum nem faço apologia a violência, acredito que se existe mal ele esta na cabeça de cada um e se a pessoa se deixar apoderar deste mal já é algo que não posso definir. Cada um é um ser único e indecifrável, sendo assim eu aceito o game 100%. Assim como também aceito que sua violência é fora do normal, porém existe faixa etária pra que não é mesmo? Se uma pessoa pode se tornar um genocida ou matar alguém por causa de um game? Discordo. Se uma pessoa tem tendência para matar outra ela vai fazer isso sendo influenciada ou não isso não da pra analisar e culpar 100% algo ou alguém mais este é o meu conceito e como já falei cada um tem o seu.

Extra

Enfim é isto galera, espero que tenham gostado ou não e que não tenham me entendido errado (risos) e para quem se interessar aqui esta um game play que fiz, contém frases e efeitos sonoros que o deixam com um tom meio sádico de comédia espero que quem assistir o trate como um game play normal com sátira e nada mais, até a próxima.

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s