Todos os posts de Aldair Ferreira

5 Filmes Que Nem Deveriam Existir! (Parte 5)

Aldair voltou meus amigos e amiguinhas com mais um clássico post, para por fim (assim espero) a sua interminável série de filmes horrendos, horríveis e muito ruins que ele sempre indica para vossas senhorias. Espero que vocês sintam tanto medo quanto eu tive ao ler sobre esses filmes péssimos, e caso os viram, comentem!

maxresdefault

5 Filmes Que Nem Deveriam Existir! (Parte 5)

Chegando ao fim de mais uma “Top List”. Serei breve pelo fato dos filmes serem recentes, então eu tô atualmente puto. Enfim vamos pra o texto “Lixão”.

Tomb Raider (2018)

cx124566

Quinto Lugar: Desenvolvimento fraco, atuações sessão da tarde, dinâmica deplorável e enredo chato e arrastado.

Posso definir este filme de forma rápida, simples e categórica nesta frase: O game é mais realista e envolvente que o filme.

 

 

Tomb-Raider-A-Origem-Alicia

A Invasora (2007)

107124_large

Quarto Lugar: O Filme até convence no inicio por se manter um tanto misterioso e subliminar (simbologias satânicas espalhadas pelo cenário), mas quando o gore começa esqueça a lógica, roteiro, coerência e tudo mais. Este filme é uma “boca do inferno sem dentes”, o diretor tacou o f*da-se e espera que tu também. Se você aceitar tudo que ocorre no filme numa boa você tá de “parabéns”.

 

A INVASORA INSIDE L INTERIEUR 2007 CENA

Um Dia para Viver (2018)

28377968_10157135289496729_5481086139323969049_n

Terceiro Lugar: Podia fazer um texto imenso dessa desgraça mas resumirei: Se quiser assistir, veja apenas o trailer, empolga e lhe vende muito mais do que o filme em si.

 

 

 

um-dia-para-viver 2017

Dark Crimes (2018)

dark-crimes-dvd-cover

Segundo Lugar: Eu jurava que este filme valia a pena, porém é um lixo e para piorar, acredito que todo o elenco acho o mesmo. Por que? Repare bem na empolgação e no trabalho empregado nas atuações e você só chegará a uma conclusão irônica – “Maldito Contrato”.

 

 

dark_crimes

Encontro.com (2017)

slasher.com 2017

Primeiro Lugar: Esse filme é errado de tantas maneiras, elenco, atuações, enredo, cenas, desenvolvimento, clímax e conclusão medonha.

Pra ser mais direto, este filme é o mesmo que uma descarga entupida e exalando  cheiro de fezes por três dias seguidos. Enfim…

 

 

1488268780_rebecca

E assim chego ao final deste top e espero não voltar a fazê-lo, amém.

795

Coringa do Autor Brian Azzarello – Review: Uma HQ Caótica

Aldair não para, e como poucos por aqui sabem, ele é um fã incondicional do Batman. Aqui ele traz a review de uma das hqs (talvez a HQ) que ele mais curte sobre seu vilão preferido: Coringa de Brian Azzarello. Eu ainda não pude ler a hq, mas se tem o Azzarrello como autor e Aldair indica, com certeza vale à pena aquela lida. Vamos à review!

Coringa do Autor Brian Azzarello – Review: Uma HQ Caótica

“É o que ele era, eu acho: uma doença que infectava Gotham City…
…Uma que não tem cura.”

Com esta deixa que começamos esta analise sobre a HQ “Coringa” do autor Brian Azzarello.

Breve Sinopse

line11

Nesta HQ temos uma historia narrada pelo singelo “Jonny Jonny” (Jonny Frost) um marginal sem muitos feitos que decide buscar o Coringa que foi solto do Asilo Arkham por motivos de “Cura da Insanidade.” Jonny Jonny vê nisto uma possível ascensão ao topo e logo acompanharemos uma narrativa que se degrada na loucura e brutalidade a favor do “fim da piada”.

O Enredo

joker-hc-pg054

Existe muitas coisas a serem fomentadas sobre o desenvolvimento do roteiro desta HQ, a mais simples delas é o desejo do Coringa em tomar o controle de Gotham que ele proclama que é sua por direito.

Temos os sonhos de grandeza de Jonny Jonny que vão se deteriorando ao decorrer da historia o que afeta a narrativa de forma gradativa; os “peões em volta do rei” que desempenham de forma “humilde” suas obrigações com a devida importância para a trama e o Batman que não participa visualmente de nada além do seu desfecho.

Porém tem uma importância, culpa e manipulação (ou vice e versa) das ações do antagonista. Digamos que uns 100%, irei explicar isso mais tarde.

Os Peões

Apesar de Jonny Jonny ser um peão não falarei dele aqui, o próprio merece um tópico só pra ele então por hora me dedicarei aos demais com maior relevância.

joker-hc-pg094

Crocodilo: Fiel capanga que conhece um pouco como funciona a mente do coringa e joga o jogo do próprio de acordo com suas regras demonstrando que apesar da truculência e barbárie ele não é nem um pouco burro.

joker-hc-pg038

Pinguim: Apesar de forçado a cooperar este se mostra hábil e útil o que o torna um sobrevivente adaptado a qualquer circunstância.

joker-hc-pg043

“O Tira”: Peça fundamental na queda de Jonny Jonny. Ele é a representação sarcástica e corrupta da justiça, e personificando como uma piada de mau gosto. Apesar do seu desfecho trágico e merecido, seu valor não pode ser negado.

joker-hc-pg1031

Duas Caras: Era pra ser um “vilão” porém sua natureza “frágil” só o faz uma peça que esta no enredo para forçar o final, que vai ocorrer com ou sem ele. Por isso de vilão ele decai pra mero peão e sendo o mais fraco entre os demais.

Violência

Coringa faz com que sua violência e brutalidade seja dividida em aspectos distintos e irei explica-los agora.

cats

Persuasão: Para conseguir capital financeiro nosso vilão dá um show de performance sendo objetivo, curto e grosso, conseguindo fundo para investimento de forma segura e altamente persuasiva.

cats

Vingança e Autonegação: Consiste na pura demonstração de poder, arrogância e imprevisibilidade. O Coringa não aceita um não nem tampouco traição.

00

Guerra: Para provar que não esta para brincadeira a matança se torna a ordem marcial e quem não atende ligações acaba por arcar com a chuva de sangue em seu quintal.

cats

Caos: Reinando soberano mostrando que o controle (ou cura como é proposto no âmago do enredo) precisa se tornar vigente pois o inferno esta na terra.

Jonny Jonny

joker-hc-pg025

Sua narrativa começa bem, nos apresentando um sonhador que quase tem seus desejos realizados mas logo a insanidade do antagonista se torna maior que tudo, fazendo-o um mero espectador relatando sua jornada.

Seu casamento e família que guarda em segredo será peça chave de uma manipulação que será sua sina, o que lhe renderá um desfecho humilhante. Sua lealdade ao palhaço será inútil devido sua falta de percepção perante a “doença” que o consome. Seu ego o cegará por tantas vezes que o colocará em perigo, sua crença que faz parte de algo e que é “alguém” quando na verdade ele não é nada tornará seu final cada vez mais previsível. E por fim sua teimosia em tentar entender o diabo o fará cair no inferno. Tudo isso é demonstrado
em suas mudanças de tom na narrativa.

Batman

Joker HC pg122

Apesar de só aparecer no final da HQ o próprio é mencionado pelo Coringa várias vezes deixando a sensação óbvia que o “herói” sabe e vê tudo o que acontece e pior, ele deixa que aconteça. Mas porque não? Só é escoria que esta morrendo não é mesmo? Errado!

Há civis sendo ameaçados e mortos e não há justiça para isso, fazendo do herói morcego um cúmplice e incentivador do caos de seu rival (talvez se morresse um Robin ele interviesse mais cedo… brincadeirinha).

Conclusão

page

Poderia falar da arte que esta foda ou do dialogo e da narrativa que estão do caral*o (um desses diálogos esta no começo da analise) mas em volta de tanto spoilers eu espero que possa ter atiçado a sua curiosidade para ler a obra caso ainda não tenha lido.

Até a próxima!

Trilogia da Morte de Nacho Cerdá: Resenha – Grotesco, Peculiar e Imaginável

Nosso bom amigo Aldair retorna para as suas reviews de filmes escatológicos, sombrios, lotados de gore e que causam medo até em mim que gosta tanto de animes grotescos. Venham com ele ver a Trilogia da Morte de Nacho Cerdá, mas tragam lencinho caso vomitem ok? Vamos lá!

7477446.3

Trilogia da Morte de Nacho Cerdá: Resenha – Grotesco, Peculiar e Imaginável

Nesta breve resenha irei falar de três curtas que compõem uma trilogia peculiar que se concentra no paralelo do bizarro. Uma trilogia interessante e grotesca ao qual tentarei não dar spoilers.

The Awakening (1990)

The Awakening

Sinopse: Um aluno acaba por dormir durante a aula e percebe que o tempo parou, exceto o dele.

Um curta de oito minutos extremamente rico em simbologia ao qual dá uma imersão desconfortável e de forma agressiva e oportunista , tornando-o  impertinente. Om ótimo começo pra uma Trilogia que aborda a Morte.

Picture 5

Aftermath (1994)

Aftermath

Sinopse:Quando todo mundo sai, o último patologista restante começa a acariciar os cadáveres. Então ele rapidamente vai para o cadáver de uma menina morta em um acidente de carro, tira a roupa e começa a executar seu “trabalho” macabro.

Este curta já possui meia hora e deixa os simbolismos de lado pra ir para o horror da mente humana. Nos é apresentado cenas nojentas que resultam em necrofilia. Apesar disso não ser claro desde o inicio não se pode dizer que é spoiler pois seu começo atado ao fim é envolto em “mistério”. Uma observação singela é que nos três curtas não há diálogos, porém neste em especial podemos ouvir a respiração ofegante e gemidos do protagonista. Isso não é nem de longe inconveniente ou desconfortável… É bem pior.

aftermath (1)

Genesis (1998)

Genesis

Sinopse: Um escultor fica chocado com a morte de sua esposa em um acidente de carro. Ele então decidiu construir uma estátua em sua memória. Mas quando a estátua realista começa a sangrar através das rachaduras no barro, até mesmo a carne do homem começa a mudar e necrosar.

Este curta também possui meia hora e mais uma vez se diferencia dos demais por ser um drama. Um viúvo em ato de desespero e amor à sua falecida esposa tenta com todo empenho fazer uma estátua da amada e a a partir disto veremos uma transformação bizarra até um desfecho dramático e ainda mais sofrível.

bscap0265nq

Conclusão

cfENj6oqhTuXty7N8XmgEt09cQJ

Sua trilha sonora é bem ambígua e receptiva com a troca de temas e gêneros da trilogias e tornando um dos pontos altos do filme. Apesar de aparentar que estou rendendo elogios a esta trilogia nem tudo é o que parece ser. A mesmo é um tanto quanto fraca e acaba sendo literalmente classificada como “filmes B”, porém tem suas virtudes, bizarras mais tem.

Espero que tenham gostado e até a próxima.

5 Filmes Que Você Já Deveria Ter Assistido! (Parte 5)

Como assim, quer dizer que Aldair retornou para terminar a sua série semi-infinita de Top 5 Filmes que pelas minhas contas já somam mais de 25 filmes? Pois é amiguinhos e amiguinhas, se você está procurando pelo menos 5 filmes maneiros para esse final de semana, vamos cá com ele ver o último Top 5 Filmes que Vocês já Deveria ter Assistido!

maxresdefault (1)

5 Filmes Que Você Já Deveria Ter Assistido! (Parte 5)

O ultimo desta saga que eu tinha esquecido de terminar (risos) espero que gostem do que há por vir e sigam meus conselhos e assistam essa maravilhas.

1408 (2007)

5587f423ecf99150a1ff194eb3a5fb4b

Quinto lugar: Raramente eu curto os filmes baseados nas obras de Stephen King (fora este, o outro se não me engano foi O Nevoeiro) porém este está de parabéns. O filme lhe entrega algo seco e objetivo, sem entrelinhas, sem enrolação, começa do ponto A e vai até o ponto B sem se perder no caminho, sem pegar atalho, sem falar com terceiros e atrasar a viagem (se entendeu toda essa enrolação de encher linguiça no texto eu agradeço). Ele carece de terror como de costume se concentrando na historia e consequências dos atos, além de que também possui atuações satisfatórias e tem Samuel L. “FUCK” Jackson, logo não preciso falar mais nada.

1408 2007

Maldição (2005)

185582.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

Quarto Lugar: Mais um filme baseado em exorcismo como muitos outros (ultimamente tem tido cada filme bosta de exorcismo quanto filmes do Steve Seagal). O que se destaca neste é sua ideia um tanto quanto simples que só impressiona no seu final apesar de ser de um clichê que admito já ter visto em muitos outros filmes. Neste em específico me deixou muito satisfeito, o roteiro é despreocupado mas não chega a incomodar. Os efeitos especiais e acontecimentos bizarros não são nada que já não tenha visto (apesar que tem um acidente com a carroça que eu praticamente AMEI). Falando assim nem parece que esse filme merece tanto destaque, mas peço que lhe dê uma chance.

Maldição 2005

Edison: Poder e Corrupção (2004)

Sem título

Terceiro Lugar: Esse vai ser fácil de indicar e vou explicar o porquê. Pense em um filme que aborda uma justiça corrupta onde quase todo mundo é “fdp” (mais tô falando de “fdp hardcore”) e que tu acaba querendo que maioria morra da pior forma possível, imaginou? Gostou de imaginar isso? então não preciso falar mais nada, assista e tire suas próprias conclusões.

Edison Poder e Corrupção 2004

A Orfã (2009)

th

Segundo Lugar: Caraca que atriz, que filme, apesar da historia ser baseada de certa forma em algo real de resto não tem veracidade alguma no roteiro mas f*da-se o filme é muito do ***lho e é bem conhecido, sendo assim se tu já não o conhece corre atrás que vale muito à pena.

A Orfã 2009

Uma Saída de Mestre (2003)

the-italian-job

Primeiro Lugar: Um filme fantástico, com um desenvolvimento muito bom e envolvente, elenco f*a pra baralho, cenas de ações bem feitas, planos de assalto que são uma maravilha e para completar a obra ele possui um humor excelente que é feito na mesma elevação em cada personagem, enfim se ainda não viu tenha certeza que tá perdendo uma excelente película.

Uma Saída de Mestre 2003

E assim que me despeço desta jornada que foi dividida em excelentes cinco partes. Espero que tenham gostado porque não haverá próxima (ou não).

page

Batman Ninja – Morcego em sua versão Kawai pra Carai Desu

Primeira analise que faço sobre uma animação e ainda escolhi falar de uma recente do morcegão, a Batman Ninja! É pra comemorar com uma taça de vinho e alguns amendoins. Piadas ruins à parte vamos começar esta resenha logo de uma vez.

Batman Ninja – Morcego em sua versão Kawai pra Carai Desu

Esta animação tem um traço impecável, o que me impressionou bastante, por muitas vezes fiquei admirando a sua arte. Mas nem tudo são flores. O Batman tá com um ultra queixo (*rubro) que me incomodou bastante, não consegui achar coerente e esta é uma das características mais marcante do herói, porém exageram na dose dessa vez.

Outro detalhe que desta vez me deixou em cima do muro em vez de literalmente incomodado foi a cativante Mulher Gato com sua exuberante beleza que continua intacta, só que eu não a reconheci como a Selina que estou acostumado (me refiro as HQ e animações que vi) apesar de muitos dos personagens também estarem com adaptações asiáticas, a dela pra mim foi a mais significativa e que mostrou mais mudanças.

Tem muitas referencias do Batman clássico até o atual mescladas: é claro, com cenas e acontecimentos clássicos das obras asiáticas, algumas são divertidas outras são legais mais algumas são um tanto quanto incompatíveis e acredito eu pra cativar o público nipônico ou para fãs do gênero anime.

O enredo e como um roteiro de uma HQ solo do Batman que você considera com a classificação “OK” porque tem aquela mistura de altos e baixos que o equilibra em uma nota não muito em cima da média.

Suas lutas são incríveis e o velho clichê de rivalidade do Batman com o Coringa se mantém presente apesar de ser um tanto quanto fraco nesta obra. Os demais vilões e mocinhos desempenham papeis secundários sem muito ou nenhum destaque dando um foco embaçado pra Mulher Gato e Arlequina e o principal para os eternos rivais.

Até o Gorila Grodd que deveria ter um destaque por sua natureza na trama principal é deixado de lado (ele participa mas efetivamente que os demais vilões só que se for analisar poderia ter sido melhor).

Por conta do uso destes clichês, mesclar cultura “Asian” com o que conhecemos do Batman eu posso concluir dizendo que é uma animação que vale à pena assistir se encantando com a arte mas não tendo a mesma admiração pelo enredo e desenvolvimento e se satisfazendo com a ação rendendo uma boa diversão (Formula Marvel… tô brincando) descompromissada finalizando com uma nota 6.5. Espero que tenham gostado e até a próxima.

Guerra Civil HQ – Review: Fórmula de Menos Roteiro e Mais Porrada

Aqui nosso querido e bom amigo Aldair se encheu de coragem para fazer uma review da HQ Guerra Civil… mas lembrem-se hq e não o filme. A gente sempre vê todo mundo falando bem demais dela… mas essa hq é tudo isso mesmo? É o que a gente vai descobrir no texto.

Guerra Civil HQ – Review: Fórmula de Menos Roteiro e Mais Porrada

Esse vai ser meu texto mais complicado ou será que não?! Enfim vou deixar de lenga, lenga e adiantar minha análise sobre esta “fantástica” HQ. Ah sim… com muitos spoilers. Bora lá.

Roteiro

Serei breve: o roteiro nos apresenta um ideal governamental “fascista” que admito ter me fascinado porém, a perda de controle do Capitão América para tal ideal já deu uma esfriada nos ânimos por ser deliberadamente exagerada. Mal sabia eu que essas situações aconteceriam durante toda a leitura.

Os Heróis saem na porrada como se fosse algo natural lembrando aquelas velhas rixas de guris, claro, maquiado pelo roteiro principal que foi completamente mal aproveitado ou talvez apenas pra ter um propósito que justifique a porradaria sem sentido.

A Brutalidade contida nos atos de violência são uma piada de mal gosto. Porque falo isso? Simples! Pare e pense: os vilões que aparecem são geralmente mortos pelo Justiceiro; os que atacam o Homem Aranha também são fatalizados só que são vilões medíocres e desconhecidos, traduzindo da melhor forma: são sem um mínimo de relevância, o nome disso é *laranjada (*gíria baiana).

Mortes sem Sentido nenhum

Um Hero Também acaba morrendo durante as muitas lutas que ocorrem e tem o mesmo significado dos vilões, quer dizer nenhum! Sua morte tá ali pra “encher linguiça”.

E a Arte?

O Traçado tem varias baixas dando prioridade a faces de muitos personagens (dos principais até figurantes) que chega a ser grotesco. Os Heroes ficam com um visual grosseiro e altamente bizarro, poucos se salvam. Pelo menos pra mim não agradou nem um pouco.

Mas e então, presta?

O Plot principal do roteiro é sólido e maduro, propondo um futuro grandioso durante a leitura. Só que o que é entregue na verdade é um desenvolvimento banal, medíocre e ocioso.

Poderia ser algo tão maravilhoso de teor adulto e de suprema inteligência com situações dramáticas, intenso a medida que o próprio roteiro fosse se aprofundando e renderia um clímax angustiante mas ele se resume em um Street Fighter entre Heróis com a história principal perdida bem o fundo (bem lá no fundo) e com 99% de concentração em porradaria desvairada e nonsense.

Conclusão – Mortes e Pontapés

Para concluir, há algo debatido durante o desenrolar da trama, além dos socos, pontapés e ofensas entre os “salvadores da pátria” que é o trabalho e importância dos Super Heróis para o planeta e a sociedade. Poderia ser um elogio em meio a tantas reclamações que eu estou fazendo (bem que eu queria mas não é).

Mas a “cereja do bolo” é quando se chega ao final e o Capitão se dá conta que tudo que fez foi causar mortes e destruição eu lhe afirmo que é o cumulo da ignorância e obviedade que desde as primeiras páginas estava exposto, sendo assim a HQ dá seu golpe final demonstrando que foi total perda de tempo.

Se tu gosta gosta de HQ que o foco é luta sem sentido da forma mais primitiva possível, parabéns, Guerra Civil foi feita sobre medida pra você.

5 Filmes Que Você Já Deveria Ter Assistido! (Parte 4)

E o bom Aldair resolveu continuar o seu Top 5 Filmes que você já deveria ter assistido, depois de algum tempo parado, mas para principalmente estrear bem o ano. Tenho certeza que se você gosta de filmes de ação com algum sangue, vai adorar esse post. Senta aí e vem ver a lista!

488254-970x600-1

5 Filmes Que Você Já Deveria Ter Assistido! (Parte 4)

Parte 1 > Parte 2 > Parte 3 > Parte 4 > Parte 5

Vamos à penúltima lista de Top Five baseados em filmes que eu acredito serem obrigatórios para cinéfilos e apreciadores destas boas obras. Lembrando que aqui eu não dou prioridade a filmes famosos e dou espaço a filmes b que são particularmente notáveis.

Enfim vamos ao Ranking:

 Anjos da Morte (2006)

anjos-da-morte-2006

Em Quinto Lugar: Um pessoal consegue fugir do inferno e agora que está de volta à vida, precisam escapar de ceifadores que querem levá-los de volta a mando do próprio satã!! Em meio a isso, o protagonista tem que se preocupar com outro detalhe que envolve seu assassinato e o de sua namorada que se encontra no céu.

Um filme que classifico com B, porém deve-se uma notoriedade pelo seu estilo: pouca conversa e ação direta. Simplificando, acontece o fato e você não tem tempo para pensar. Ou tu se redime dos seus pecados e se for pego pode ir para o céu ou tu foge o quanto puder e é nisso que o filme se concentra. Para quem curte filmes rápidos sem uso de muita lógica e não se preocupa muito com o fato “religioso” (que ele não se aprofunda muito). A película pega o básico e o resto é circo pegando fogo.

Vingança entre Assassinos (2009) 

vinganca-entre-assassinos-2009

Em Quarto Lugar: Um grupo de ricaços viciados em aposta organizam um “campeonato” brutal onde seus integrantes são os assassinos top do mundo e os fazem enfrentar um ao outro pois mesmo que eles não queiram. não têm escolha, já que foi implantado um chip que explode os que não se “moverem”. E a situação ainda se torna mais picante quando um dos assassinos consegue remover o chip e ele vai parar em um padre civil que se torna o maior alvo.

Filme eletrizante de ação digna dos filmes antigos com muita mentira, gore, correria, frases de efeito, lutas das mais variadas artes marciais (ou não), cheio de reviravoltas e até certo tom de humor. Para quem curte filme de ação desenfreada e pouco papo este aqui é uma pedida obrigatória.

A Fronteira (2007)

a-fronteira-2007

Em Terceiro Lugar: Um grupo de jovens assaltantes em fuga acaba indo para em um hotel perto da fronteira do país em que vivem (França). E o que poderia ser um refúgio se torna o inferno, pois os  remanescentes são nada menos que nazistas cruéis, com ideias de “continuação de linhagem” e farão de tudo e mais um pouco para conseguir.

Filme brutal e angustiante, com torturas em primeira escala, humilhação e degradação como pratos principais e o banho de sangue em volto a carnificina fazem desta película uma obra prima de filmes de violência. Nele o terror é visto de outra forma, porque aqui o vilão é o próprio ser humano: sem misticismo e  sem regras, doutrinado para o mal que tortura o corpo até chegar na alma. Um filme louco e de final que beira a nossa própria realidade, lhe trazendo perguntas sobre si mesmo… espero que apreciem o espetáculo.

Hell (2003)

hell-2003

Em Segundo Lugar: Parecia um dia normal até uma mulher ser assassinada e mesmo com o assassino capturado no seu julgamento ele recebe a  liberdade. O  que faz o marido da mulher matar o assassino, fazendo justiça com as próprias mãos. Ele acaba preso e sentenciado à prisão perpetua.

Na cadeia que ele viverá um verdadeiro inferno, vendo aqueles que se dizem ser a lei e a justiça saírem impunes de seus crimes, além de um esquema de lutas que o fará perder seu resto de sanidade.

Pra mim este filme é um dos melhores do ator Jean Cloud Van Damme (raridade eu falar o nome do ator mais fui obrigado). O filme não é apenas ação e sim um drama pesado e real, sobre a vida na prisão (chega a me lembrar o seriado Oz) e do que podemos ver de ressocialização de um detento (que é quase nenhum dependendo das circunstanciais). Um filme com cenas até comoventes onde o homem é obrigado a se recriar  para que sua sanidade e sua vida possam retornar do inferno para o qual ele foi mandado.

Onde os Fracos Não Tem Vez (2007)

onde-os-fracos-nao-tem-vez-2007

Em Primeiro Lugar: Deserto do Texas, década de 80. Um caçador encontra o cadáver de um traficante de drogas e uma valise de dinheiro, muito dinheiro,  mesmo sabendo que ficar com esta grana pode significar sua morte ele decide se apoderar dela. Logo um assassino psicótico está em seu encalço e enquanto a caça começa veremos a investigação do xerife local que aparenta saber mais do que quer demonstrar, além dos bastidores por tás do dinheiro sujo.

Certo que esse filme tem sua fama e com certeza não é Filme b, porém é  uma obra prima que merecia estar em uma lista melhor e com um editor muita superior a este que vos fala (ou digita …sei lá). Admito que quando assisti foi mais por curiosidade e já imaginando que não ia gostar, mas devorei minha língua (risos).

O filme se torna um clássico com diálogos engajados, ação na medida e horas certas, e enredo que flui naturalmente. Ele aprisiona o telespectador e tem um elenco formidável de personagens únicos. Claro que nem tudo do filme foi do meu agrado, mas são pormenores que não estragam nem menosprezam a grandeza do longa

Assim termino este penúltimo Top Five. Espero que tenham gostado!

senta-que-la-vem-a-historia-o

Senta e vai assistir os filmes!

5 Filmes Que Você Já Deveria Ter Assistido! (Parte 3)

Nosso bom amigo Aldair resolveu voltar ao seu especial de 5 Filmes que você já Deveria ter Assistido, já que ele está proíbido de falar de coisas gore até o fim do ano. E já que é assim, ele escolheu 5 filmes realmente maravilhosos e para todos os gostos — desde ação até aqueles filmes cult que nos fazem pensar. Boa pedida e bom post!

tv-todo-mundo-odeia-o-chris

5 Filmes Que Você Já Deveria Ter Assistido! (Parte 3)

Parte 1 > Parte 2 > Parte 3 > Parte 4 > Parte 5

De volta com meu top five dos filmes que eu acredito serem essências pra um bom cinéfilo e também para os que apreciam um bom filme para passar a manhã, tarde ou noite. Enfim sem mais delongas vamos para a parte três dos 5 Filmes que você já Deveria ter Assistido! (por complicações no google não colocarei numeração mais informarei a colocação a cada começo de texto de cada filme)

Sentença de Morte (2007)

sentenca-de-morte-2007

Em quinto lugar: Um pai de família presencia a morte de seu querido filho pra uma gangue em um ritual de iniciação. Após este trágico acontecimento ele busca por vingança, porém as consequências colocaram a vida do resto de sua família em jogo. Filme fantástico e de impacto onde vemos um cidadão comum mudar toda sua vida para vingar a morte de seu filho. Ação e contexto dramático que nos faz avaliar se a justiça pelas próprias mãos realmente vale à pena.

Efeito Dominó (2008)

efeito-domino-2008

Em quarto lugar: Um grupo de amigos se reúnem para roubar um banco mediante a dica de uma velha conhecida. Porém o que eles roubam vai além de dinheiro ou joias, Documentos e fotos sigilosos acabam por tornar um simples assalto em um problema que vai desde políticos, policiais corruptos e grandes mafiosos até um escândalo da família real. Agora todos correm risco de vida e terão de ser espertos pra saírem ilesos da situação. Um Filme muito inteligente e frenético, de ações e respostas rápidas, um prato cheio para quem quer um filme direto e perspicaz. Obs.: Baseados em Fatos Reais!

 Birdman – A Inesperada Virtude Da Ignorância (2014)

birdman

Em terceiro lugar: Um ator com crise de identidade, decadente que não consegue fazer uma atuação de destaque sendo sempre lembrando pelo papel de “Birdman”. Afim de mostrar que não é um ator de um personagem só, ele decide arriscar em uma peça teatral. Mas o que poderia ser normal acaba por se tornar extremamente paranoico com suas crises que o fazem falar com seu alter ego, além dos personagens em volta, pois cada um tem sua parcela de loucura.

Um filme pra lá de inusitado com um trabalho de câmera excêntrico, personagens realistas/pessimistas e roteiro peculiar, fazem desta película uma opção a ser assistida com um copo de vinho (ou suco se preferir) explorando o subconsciente das pessoas e o que ocorre por trás dos bastidores da própria vida.

Xeque Mate (2006)

xeque-mate-2006

Em segundo lugar: Um indivíduo comum visita o apartamento de um amigo e acaba por se tornar alvo da dívida do próprio, que junto a sua vizinha que acabara de conhecer, tentará descobri o que realmente está ocorrendo, visto que sua vida está em jogo por ele estar no lugar errado na hora errada.

Um filme extremamente inteligente e bastante intrigante onde nada é o que parece ser. Cheio de reviravoltas e de final surpreendente. Muito bom e eficaz no quesito de seu título, mergulhe no enigma de Kansas City.

12 Homens e uma Sentença (1957)

12-homens-e-uma-sentenca-1957

Em primeiro lugar: Um jovem sendo julgado pela morte do pai e o jóri formado por pessoas comuns em sua maioria querendo aproveitar a folga de trabalho extra, decidem que o garoto é culpado sem nem ao menos avaliar o caso. Porém um jurado decidi votar pela inocência do garoto a partir disso se cria um debate em busca da verdade.

Este filme é extraordinário. Seu inicio é simples mas assim que os debates e ponto de vistas são colocados na mesa iremos nos confrontar com discussões acaloradas nos mostrando vários tipos de interpretações e pontos de vista a partir da vida que cada personagem leva, além do fato de pessoas comuns fazerem o trabalho que era para policia fazer.

Um filme que em poucas horas nos prende em uma discussão  tão realista que nos faz parecer que somos parte do júri. Extremamente recomendado pelos valores sociais e familiares que o filme passa também nos mostrando a face da frase “a justiça é cega mais não falha“.

Enfim chegamos ao fim deste post. Espero terem gostado e lembre-se, assistam estas pérolas se não eu irei visitar cada um de vocês. Pode ter certeza que eu estarei lá para cobrar!!

achou-que-eu-tava-brincando-o

Achou que eu tava brincando?!