Arquivo da tag: Yosuga no Sora

Top 15 Animes Ecchi que te deixam Querendo ver! (Parte 1)

Bem-vindos meus amigos and amigas safadinhos e safadinhas que adoram ver uma bela putaria safadeza e comédia nos animes, ou anseia ver algo assim pela primeira vez na vida — com Muito boa qualidade e Profundidade! Curtam o Especial Top 15 Animes Ecchi
que te deixam Querendo ver!

Top 15 Animes Ecchi que te deixam Querendo ver! (Parte 1)

animes ecchi wall parte1,1

Especial Top 15 Animes Ecchi

Parte 1 > Parte 2 > Parte 3

Olá meninos e meninas, vocês que ficam aí doidos para ver as clássicas “pegadas nos peitos sem querer-querendo” ou querendo por querer, sejam bem-vindos ao especial Top 15 Animes Ecchi feito aqui pelo pessoal do Afontegeek!

Desta vez juntamo-nos nós dois (eu mesmo, o AdminTB e nosso querido amigo PierrotGluton) para escolher os 15 Melhores Animes Ecchi de todos os Tempos Ever! Nossa escolha foi feita baseada não somente no nível pesado de ecchi ou de safadeza — bom… temos alguns peso “pesadíssimos” nessa lista, quando falamos de safadeza — mas também optamos pela qualidade técnica, profundidade, roteiro e história que o autor/a colocou em sua história.

animes ecchi wall parte1Então… além de Ecchi, Fan-service e essas coisas “básicas”, esperem muita qualidade tanto no enredo, nos personagens e na história de todos os animes escolhidos! E não reparem se vocês não acharem alguns “figurões” — nós escolhemos pelo nosso gosto, o que não quer dizer que os “não listados” sejam ruins… só não é do gosto da gente.

Por fim, separamos o Especial de Animes Ecchi em 3 Partes para facilitar a leitura pessoal. Fiquem com a Primeira Parte agora!

Divirtam-se!

Kanokon

kanokon
kanokon

Comecemos com o mais forte, ou com a melhor das bebidas. É quase uma injustiça colocar Kanokon misturado com alguma coisa: é como um whisky envelhecido em um barril 12 anos, e misturar com refri. Um pecado.

Kanokon particularmente (até o décimo episódio) para meu gosto é o melhor anime em todas as categorias, pelo encadeamento, teor e forma como é feito. É um Youkai shoujo ecchi. Saíram outros depois, mas Kanokon consta no meu Index indicattorium (ZNE) com extremo louvor. Muitas risadas e realmente alguns momentos de… tirar o fôlego (a  lambida é algo fatal).

kanokon 4 chizuru yokaiA história gira em torno de Kouta (o menino) e Chizuru (a raposa espírito) onde a cada momento ela tenta dar uns pegas nele, muito engraçado, muito bem bolado, até o décimo episódio.

Anime: 12 episódios + OVAS/ Animelist: [Link]
Comentário by PierrotGluton

Golden Boy

WallpaperEsse é sinceramente um “clássico” dos animes ecchi/ comédia. Ele narra as aventuras do estudante Oe Kintaro em busca de… em busca de estudar e de conhecer as mulheres + lindas/ gostosas e maravilhosas que ele encontrar!

Apesar de ser um anime simplesmente HILÁRIO, o fato dele conhecer em cada uma de suas aventuras uma mulher diferente, e perceber como cada uma é especial do seu jeito, ele as “conquista” com seu jeito bonito e sincero de lidar com cada uma dessas lindas mulheres. Mas nunca esquecendo de que a vida é um contínuo Aprendizado! Aproveite para ler a Review de Golden Boy!

Formato: OVA
Comentário By: AdminTB

To LOVE-Ru e To LOVE-Ru Darkness (bonus)

To-Love-Ru 1To Love-Ru possivelmente foi meu primeiro ecchi efetivo. Um sonho pra todo onanista solitário é fantasiar estar trancado no quarto e ele ser invadido por uma mulher/menina linda, além de tudo extra terrestre e sem noção de comportamentos ditos civilizados (conforme padrões terráqueos: tipo vestir roupas depois do banho).

O personagem talvez seja dos mais bunda-moles que exista na historiografia dos animes, mas fazer o quê? Por alguma razão a receita funciona: é regada de muitos momentos sem noção e o imã absoluto de Rito-san … “cara-pepeca” (difícil o episódio em que ele não cai de cara numa pepeca ou leva uma pepecada na cara).

to-love-ru-darkness 2To Love-Ru Darkness em tese deveria mostrar a ascensão do harém de Rito-san: zilhões de meninas gamadas nele, as irmãs da extraterrestre, caçadoras estelares, fantasmas e toda a sorte de possibilidades (até mesmo incestuosas)… enfim. Fan-servisse de quilos… realmente prefiro o início.

Anime – To LOVE-Ru: 12 episódios + OVA/ Animelist [Link]
Anime – To LOVE-Ru Darkness: 2 Temporadas + OVA / Animelist [Link]/ Comentário by PierrotGluton

Dakara Boku wa H ga Dekinai

dakara boku wa ga dekinai (2)Agora vamos comentar um verdadeiro anime “harém-ecchi”, sem tirar nem pôr! Foi um dos primeiros que eu vi nos longínquos anos de 2012 e confesso que foi um dos mais divertidos — safados — e com um dos melhores finais que já vi!

O anime conta a saga do rapaz ecchi e safado Ryosuke Kaga (basta ele ver um rabo de saia que fica doido), que “por acaso”, encontrou uma “shinigami” ruivinha e gatinha chamada Lisara Restole na porta de sua casa!

dakara boku wa ga dekinai (4)E agora sempre que o rapaz fica excitado (sei lá… ele pega nos peitim dela por exemplo kk), a Lisara ganha + poderes. Eu sei… é ridículo… E ainda aparecem + shinigamis gatas! Mas também hilário e como eu disse, com um dos melhores finais que já vi! Recomendadíssimo!

Anime: 12 episódios/ Animelist: [Link]
Comentário By: AdminTB

Yosuga no Sora

Yosuga-no-sora-4Esse é o anime ecchi “que toda otome” e otaku já viram. Eu sei que já viram meninas otakas… não se escondam nãao! Aliás, eu sei que vocês estão lendo este post à procura “do ecchi perfeito”. Como eu sei? Já vi muitas meninas comentando, e vou dizer, é sinceramente um dos melhores mesmo.

Yosuga-no-sora-6Ele narra a história de Haruka Kasugano e sua irmã gêmea/gatinha Sora, que depois de perderem seus pais num acidente vão morar no interior. O anime é baseado na Visual Novel (game) e o diretor resolveu narrar todas as “pegadas” que o Haruka faz no game: ele pega geral, uma de cada vez :3 .

Fica a dica que a “melhor” menina que ele pega é justamente a última. Quem é ela? Assistam e Descubram seus ecchi safados!

Anime: 12 episódios / Animelist: [Link]
Comentário By: AdminTB


Tá com pressa de ver? Clique logo na imagem!

Aquele abraço meninos and meninas ecchi!
Nos vemos na Parte 2 deste lindo especial safadinho! :3

O que são Animes de Visual Novel e Qual Importância da Key/ Visual Arts?

Este é um daqueles posts em que eu sempre procuro trazer aos nossos amigos e amigas. Trato dos animes que são feitos a partir de Visual Novel, e qual a importância da Key/ Visual Arts (um das maiores produtoras de Visual Novel) na História dos Animes.

planetarian

O que são Animes de Visual Novel e Qual Importância da Key/ Visual Arts?

Entendendo Assuntos Nerd e Otakus da Cultura Pop

O que são Animes Shonen, Shoujo e Seinen?O que são Animes feitos de Visual Novel? Quais são os tipos de Roteiros de Animes? – O que é uma Graphic Novel? – O que são Filmes Space Opera?O que são Épicos, Romances e Novelas? – O que são Animes e Cartoons? — Como são os Desenhos (Cartoons) da Atualidade e do que eles Falam? O que é Tsundere, Yandere, Kuudere e Dandere (Moe) dos Animes?

Olá pessoas, como estão vocês, tudo ok? Espero que tudo esteja belezinha aí viu. E como fiquei empolgado com a Review de Planterian resolvi falar o pouco que sei sobre Visual Novel que como podem ver, é o tema deste post.  Espero que curtam, porque senão… enfim.

Vamos lá!

O que são Visual Novel?

De modo geral, Visual Novel  são Games de múltipla escolha. Geralmente as VNs japonesas são de “conquistas” (de conquistar meninas ou meninos; a primeira voltada ao público masculino, a segundo ao público feminino); e você pode conquistar mais de uma personagem (o que vamos chamar de “rotas“, ou no caso dos animes, “arcos“).

Então nas VNs, você pode seguir a rota da “aluna tímida”, e depois da “aluna tsundere”, até conseguir fechar o game. O mesmo vale para as VNs voltadas ao público feminino. Quando essas VNs são adaptadas para animes, temos “arcos”. Então o personagem principal vai passar pelos arcos das meninas — mas a depender do objetivo do diretor, não quer dizer que vá conquistar todas, mas que vai passar pelos arcos das personagens.

Animes Baseados em Visual Novel

Kimi ga Nozumo Eien
Kimi ga Nozumo Eien

Fiz reviews aqui no site de diversos animes baseados em Visual Novel. Recordo de Mashiroiro Symphony (um dos haréns que mais gosto!) e do  “meu Deus como eu odeio” Kimi ga Nozumo Eien (drama). Geralmente os diretores dos animes ao portar Visuais Noveis para animações, têm um objetivo bastante claro na “passagem de mídia”, porque algumas das Visuais Novel também são Eroges…

Mas Peraí… O que são Eroges? Se você assistiu o engraçadíssimo harém Boku Wa Tomadachi, ou o chatíssimo Oreimo, tem uma noção de que Visual Novel Eroge contém cenas de “sexo” +18.

Shingo, porque não basta ser cavalheiro, tem de ser prestativo!
Mashiroiro Symphony: Shingo, porque não basta ser cavalheiro, tem de ser prestativo!

Os animes que fiz as reviews (Mashiroiro e Kimi ga) são Visual Novel Eroges, o que quer dizer que no final da conquista acontecem a cenas de sexo. Ou seja, o jogador se mata de conquistar as personagens para que aconteça a querida ceninha onanista, rs.

Mas para quem viu os animes de Mashiroiro e Kimi ga Nozumo, sabe que no primeiro não acontece cenas de sexo — apenas ceninhas ecchi e muito Moe — enquanto em Kimi ga, dão a entender que acontecem, mas sem “passarem tudo”, porque afinal de contas não são Hentais.

Por acaso faz pouco tempo que terminei um anime com muitas tretas também baseado em Visual Novel Eroge: White Album. O processo foi parecido com o de Kimi ga, só dando a entender que tem sexo.

Spoiler: A melhor de todas: Não vou dizer que é a irmãzinha, mesmo que seja ela...
Yosuga no Sora (o ecchi que as meninas também amam). Spoiler: A melhor de todas –Não vou dizer que é a irmãzinha, mesmo que seja ela…

Então o objetivo do diretor fica bastante claro quando foca o “Eroge” dos games ou não. Mas em qualquer dos casos, mostrando ou não o “sequiço”, o diretor procura manter o Sentido da Obra — como aliás ocorre quando se passam de Mangás para Animes.

Para citar um exemplo de Visual Novel Eroge, aonde a versão animada tem cenas “pornô”, eu cito o interessante e fraco Yosuga no Sora. As cenas ecchi são muito fortes, e a ideia foi mostrar o herói da história conquistar cada uma das personagens (mostrando quase tudo na hora “H”), deixando “a Melhor” para o final.

Qual a Importância das Visual Novel?

White Album: O anime das Tretas!
White Album: O anime das Tretas!

A primeira coisa que o amigo leitor deve pensar é na questão econômica. As Visual Novel passam para a versão animada se venderem bem, ou se fazerem certo sucesso com o público ou crítica. Na realidade é o mesmo processo com as Light Novel (que são como Roteiros Ilustrados) e mangás. Se vender bem, viram Anime. Se o anime vende bem, ganha novas temporadas.

Também na maioria das vezes Visuais Eroges são classificadas como “Seinen, por terem histórias mais sérias. Mas mesmo algumas que não têm as ceninhas onanistas podem ser chamadas de Seinen…

A maior das Obras-primas da Key (em minha humilde opinião). Tão bom que para mim... não é só Seinen.
Clannad: A maior das Obras-primas da Key (em minha humilde opinião). Tão bom que para mim… não é só Seinen.

Uma característica interessante das Visual Novel — eu não posso falar muito do assunto porque não joguei nenhuma, mas falei com muitas pessoas de fóruns que jogaram e também tenho um amigo que jogou uma — é que elas costumam ser longas. Imagine um tamanho de um RPG. Por ai… talvez maior.

Mas de um modo geral, a “fórmula” das Visual parece meio batida. Personagens Moe, cenas kawaai, tsundere… Parece (não posso afirmar com  certeza) que foi assim até o inicio da década de 90…

Referência da Key nos Animes e Visuais Novel

Kami Nomi faz uma Homenagem à Key no último episódio da segunda temp. se bem lembro: Como a melhor Visual Novel que o carinha jogou. A heroína lembra a Ayu de Kanon.
Kami Nomi faz uma Homenagem à Key no último episódio da segunda temp. se bem lembro: Como a melhor Visual Novel que o carinha jogou. A heroína lembra a Ayu de Kanon.

Até o aparecimento da Key! Esses games parece que não eram “tão importantes”, porque tudo é “meio bobo” mesmo. Mas a Key desde antes dela, com a Tactics (com muitos fundadores da própria Key) começou a abordar questões sérias, dramáticas, profundas e argumentos lindíssimos nas suas histórias.

A verdade é que parece que tanto as Visual Novel quanto os Animes ganharam e mudaram muito, graças a nova referência nos dramas: a Key.

Ano Hana (2011) tem muitos elementos de Little Bustes, cuja Visual Novel é de 2007.
Ano Hana (2011) tem muitos elementos de Little Bustes, cuja Visual Novel é de 2007.

Não posso dar certeza, mas não apenas em questão da Key — e ainda com a Tactics — ter iniciado o que começou a ser chamado de Crying Games (Games feitos para o jogador Chorar) mas é possível que até os Romances nas Visuais Novel tenham se aprofundado com a herança dela.

Sem falar nos animes/mangás de Drama; o anime que tiver por exemplo, “luzinhas subindo para o céu”, tem referência da Key: Ano Hana, Hentai Ouji, Ef: A tale of memories… só alguns.

Obra e graça de Jun Maeda
Angel Beats: Obra e graça de Jun Maeda

A Key é a autora de Visual Novel que viraram os seguintes Animes (obras-primas): Kanon e Kanon (2006), Clannad e Clannad After story (essa a Maior obra-prima da Key), Air Tv, Little Busters e LB Refrain. Animes: Angel Beats (com autoria do gênio e um dos fundadores da Key: Jun Maeda) e Sola (autor ex-participante da Key, escreveu Kanon). Esqueci algum?

E o que são “Crying Games” – A Fórmula da Key

One: Kagayaku Kisetsu, ou One True Stories (linda versão hentai), uma das obras da Tactics
One: Kagayaku Kisetsu, ou One True Stories (linda versão hentai), uma das obras da Tactics

Vamos ver o que a Wikipedia ING nos diz:

“Uma comédia na primeira parte, com um romance caloroso no meio, seguida por uma trágica separação e finalmente, uma emocionante reunião formam o que ficou conhecido como “Crying Games”. A ideia principal deste tipo de game é fazer o jogador “sentir” pelo personagem, e fazê-lo chorar durante os cenários mais emocionantes, que servem para deixar um grande impacto no jogador, depois que o game termina. O segundo título da Tactis, One: Kagayaku Kisetsu, foi feito baseado nessa fórmula.”

A Wikipédia vai continuar dizendo que até um autor de games de Terror utilizou essa fórmula para fazer sua obra. Ele se chama Ryukishi07, jogou os games da Key tomando-os como referência, e os analisou tentando entender o motivo deles se tornarem tão populares.

Para ele o segredo é a história começar com dias normais e mesmo felizes, mas de repente algo acontecer e fazer o jogador “chorar” com isso. Nas palavras dele: a Key é um “Masterpiece Maker“, ou uma Criadora de Obras-Primas.

Kotomi-chan...
Kotomi-chan…

Eu acrescentaria a importância simbólica, associativa, musical e psicológica encontrada em todas as obras Key que vi (versões animadas) — inclusive Planetarian. Por exemplo, tomando o arco da Kotomi (Clannad), temos símbolos apresentados no começo — o urso e o violino — a música de fundo própria da sua personalidade assustada com o “mundo lá fora”.

No fim vimos ela desde criança ligada ao violino e ao urso de pelúcia — quando seus pais antes de morrer enviam o ursinho de pelúcia com a mensagem na maleta para ela aproveitar os bons e tristes momentos da vida, porque viver é Descobrir e se Redescobrir. A ligação associativa é claríssima.

Key e Kinect Novel

planetarian reverie 1
“Parece como uma… jovem e baixinha mulher.” Planetarian o game que não é game.

E inovando mais uma vez, a Key/ Visual Arts resolve lançar um novo tipo de Visual Novel. Dessa vez sem “rotas” para o jogador escolher. Não é um “game”. É um conto. O leitor só deve ler e seguir a história. Mais do que isso, Planterian inaugurou os “Romances Multimídia”, com fotos, símbolos e músicas: são as ainda raras Kinect Novels.

E é dela que eu falo na mais nova Review do Afontegeek. Como eu disse, não joguei nenhuma Visual Novel — pelo motivo de me dizerem delas serem tão longas quanto RPGs. Mas espero ter ajudado um pouco aos leitores entenderem o que elas são, a importância delas, e os motivos dos diretores em cada “porte” que fazem ao transformá-las em animes.

Planetaria: O sonho de uma pequena estrela
Planetaria: O sonho de uma pequena estrela

Para terminar, espero que apareçam mais Kinect Novels — os Livros/Contos com música e imagens. Adorei conhecer uma e seria interessante mais algumas com os elementos que citei.

ps: Todos os fãs e fontes online dizem que o maior gênio por trás da Key é um dos fundadores: Jun Maeda. Pesquisando, até algumas músicas foi ele quem fez. Eu não sei vocês, mas considero o cara um gênio!

Fontes:

Key: [Link]/ Eroges: [Link]/
White Album: [Link]/ Sobre Kinect Novel: [Link]
Visual Novel Database: [Link]/ Mashiroiro Symphony: [Link]