Arquivo da tag: visual novel

10 Curiosidades dos Animes que Todo Fã Precisa Saber! (Parte 1)

Bem vindos meus amigos and amiguinhas nerds, geeks e otakus, que adoram saber curiosidades curiosas que quase ninguém conhece! Desta vez vamos das 10 Curiosidades dos Animes que todo otaku ou mesmo fã de anime Precisa Saber! Fiquem com a Parte 1 deste Especial!

10 Curiosidades dos Animes que Todo Fã Precisa Saber! (Parte 1)

10 curiosidades dos animes parte 1

10 Curiosidades dos Animes

Parte 1 > Parte 2

Especial Curiosidades Geek

Games > HQs > Animes > Gatas dos Games  > História > Segunda Guerra Mundial > Aviões > Tecnologia Militar> Desenhos Animados > Invenções e Tecnologias que Mudaram o Mundo > Tecnologias Espaciais do Futuro

Olá queridos amigos and amigas… Bem vindos as 10 Curiosidades dos Animes que todo fã Precisa Saber! Como desta vez foram 10 ao em vez de 5 curiosidades “curiosas”, fui forçado a dividir este post em 2 partes: Essa aqui obviamente é a Parte 1 né? kk

Seguindo o link (Veja as 10 Curiosidades dos Animes que todo fã Precisa Saber Parte 2) vocês podem ver a segunda parte desse especial, ou mesmo clicando ali em cima. Espero que curtam porque deu maior trabalhão viu! Lembrando sempre que qualquer dúvida podem clicar nos links das fontes citadas!

Boa leitura a todos!

Estúdio Ghibli – Ganhou Um Oscar com A Viagem de Chihiro!

a viagem de chihiro

No fundo eu acho que essa “curiosidade” todo otaku já sabe né? Mas não custa nada ao menos “relembrar”. Então… o longa animado foi dirigido pelo gênio Hayao Miyazaki e é uma produção de 2001 do Studio Ghibli.

O Oscar recebido foi o de melhor animação em 2002. E não por acaso o tal do “veinho de barba branca” também ganhou em 2014 um Oscar Honorário “pelo seu impacto na animação e no cinema”. Ou seja meninos e meninas… estamos aqui falando de um gênio!

Hayao Miyazaki ganhando o Oscar
Hayao Miyazaki ganhando o Oscar

Fontes: Wikipedia (ING) – Spirited Away (A Viagem de Chihiro) /
Hayao Miyazaki: [Link]

Key/ Visual arts e sua Influência nos Animes/ Mangás/ de Drama!

key as 4 obras

Essa aqui eu acho que é “mais desconhecida”. Muito bem, vou fazer um resumo: A produtora de Visual Novel Key/ Visual Arts tem uma importância enorme para todos os animes/ mangás/ visual novel/ light novel de drama japoneses, desde que começou a lançar seus games. Ela é a produtora de obras como Kanon, Clannad, Angel Beats, Air Tv…

Pode-se dizer que uma quantidade absurda de autores se baseiam na fórmula “patenteada” da Key para te fazer chorar falando de algo importante da vida. Produções como Kobato., Koutora-san, Hentai Ouji, Ef – A tale of Melodies, Ano Hana, Wolf Children, não apenas “citam a influência” da produtora nas suas obras (com luzes subindo) como também se utilizam da Fórmula Mágica da Key:

Kotomi-chan...
Kotomi-chan…

No começo que apresenta os personagens para que você goste deles, seguida de uma separação (ou uma ruptura, como algum sofrimento), seguida de uma resolução ou um reencontro dos mesmos — mesmo que o final seja triste muitas vezes.

Até mesmo produções que não são dramas citam a Key: Steins; gate e Kami Nomi já fizeram homenagem. Por acaso, se você quiser saber mais sobre O que são Visual Novel e a Importância da Key nos Animes basta seguir o link! E não se esqueça: se você ver um anime com luzes subindo… saiba que houve inspiração da Key!

Obra e graça de Jun Maeda
Obra e graça de Jun Maeda

Fonte: O que são Visual Novel e qual a Importância da Key nos animes [Link] – Afontegeek

Curiosidades de Dragon Ball: Kamehameha/ Kuririn NÃO TEM NARIZ/ A maioria das mulheres de Dragon Ball e Dragon Ball Z são Tsunderes!

curiosidades de dragaon ballEssas são meio bobas, mas quem gosta de Dragon Ball e Dragon Ball Z com certeza vai gostar de saber. A primeira delas é que a esposa do Akira Toriyama deu o nome da técnica “Kamehameha“! Sim meu filho! E também o próprio Akira diz que essa é a técnica que ele + gosta (só pode ser, afinal foi a esposa que deu o nome kk).

A Segunda é que, acredite se quiser, o Kuririn (ou Krillin segundo a dublagem americana hehehe) realmente NÃO TEM NARIZ! Akira explica que ele tem uma idiossincrasia que o permite respirar através dos poros da pele — eu era + feliz antes de saber disso kk

chi-chi gif

Outra curiosidade (essa também meio besta) é que quase todas as mulheres de Dragon Ball e Dragon Ball Z criadas pelo Toriyama são Tsunderes (gritam, esperneiam, são retadas mas no fundo são um doce). São elas: Chichi, Bulma, Videl e Lunch (que tem duas personalidades: uma pirada e uma boazinha).

A única que não seria “enquadrada” como Tsundere é justo a mais forte delas: a androide Nº 18. Tudo isso me faz pensar que Toriyama com certeza tem a última palavra em casa: “Sim querida, vou fazer agora!” kk E ele está certo viu!

ps: Não contei Pan e Bra porque Dragon Ball GT não é Cânone.

Fontes: Entrevista de Akira Toriyama [Link] / Kuririn (Wikipédia): [Link] / Dragonball wikia pt-br: [Link]

Autora de Fullmetal Alchimist faz o Mangá e a Arte do Anime Arslan Senki; ela é também Autora de Gin no Saiji (Silver Spoon)

Hiromu Arakawa autora de Fullmetal e de Arslan SenkiPois é meus amigos… você que conhece Fullmetal Alchemist (e com certeza ama, porque todo mundo que conheço e viu Fullmetal adora) vai ficar surpreso de saber que a autora Hiromu Arakawa (42 anos) é também autora da obra “vamos para o campo conhecer a roça?” Gin no Saiji (Silver Spoon). Digamos que eu vi a primeira temporada de Gin no Saiji e gosto muito do anime.

E para fechar… você que viu o anime Arslan Senki que saiu na Temporada Passada talvez fique surpreso de saber que ela também desenhou o “Character Design” do Anime e faz o mangá dele (aliás, o anime é baseado no mangá publicado pela Hiromu Arakawa!).

Arslan Senki
Arslan Senki

Lembrando que a obra original de Arslan Senki na verdade é uma Light Novel de 1986 e que continua sendo publicada ATÉ HOJE, cujo autor se chama Yoshiki Tanaka — e o manga da Hiromu, obviamente é uma adaptação dessa LN. Outra coisa interessante é que essa vaquinha aqui nas imagens (embaixo) é o símbolo da Hiromu Arakawa como mangaká!

Fontes: Hiromu Arakawa (animelist): [Link] / Animes da Temporada de Primavera (2015): [Link] – Afontegeek / The Heroic Legend of Arslan (wikipedia): [Link]

A Autora de Inuyasha e Ranma 1/2 é…

Rumiko Takahashi autora de inuyasha e ranma

Rumiko Takahashi, a autora de obras como Inuyasha e Ranma 1/2 é simplesmente a autora (mulher) de quadrinhos/ mangás que mais vendeu obras ao redor do mundo, com mais de 100 milhões de copias vendidas (de diferentes trabalhos seus) em todo o planeta!!

E mesmo hoje ela continua trabalhando: sua última obra a ter ganho uma adaptação em anime foi Kyoukai no Rinne. Se você é fã dela, tem muito o que se orgulhar viu!

ps: Ela também nunca casou! O.O Não quer dizer que ela não tenha tido experiências amorosas. Né? NÉ???

Fonte: Rumiko Takahashi: [Link] Baka-Updates /Animes da Temporada de Primavera (2015): [Link] – Afontegeek / Rumiko Takahashi Biography [Link] – Site Oficial dela

——————–

Espero que tenham curtido o post viu pessoal! Aproveitem a vejam a PARTE 2 desse especial sobre as Curiosidades dos Animes!

Vejo vocês lá!

Steins; Gate Zero: Trailer do Novo Game Confirmado + Anime!

Novo game confirmado: Steins; Gate Zero, junto com os games Occultic;Nine e Anonymous;Code. Possibilidade de segunda temporada do anime de Steins; Gate foi levantada pelo presidente da Mage, o senhor Chiyomaru Shikura.

Steins; Gate Zero: Trailer do Novo Game Confirmado + Anime!

SteinsGateZero-2

E cá estamos nós para terminarmos esse “roll” de noticias deste mês. Pois muito bem, temos confirmado pelo presidente da Mages os games de Steins; Gate Zero, Occultic;Nine e Anonymous; Code, quando ele estava num Twitcasting em livestream.

Steins;Gate Zero será um novo game e não um reboot, exatamente uma sequência da primeira visual novel. Occultic;Nine é um game inspirado na novel de mesmo nome de Shikura. Só para deixar claro, parece que a Mage é uma espécie de Key/ Visual Arts, sendo o Shikura o “líder” da galera, possivelmente um dos principais autores da franquia “ponto e virgula”.

Trailer do game de Steins;Gate Zero

Pois muito bem, Occultic;Nine tem temas sobrenaturais, com a história seguindo nove personagens que são, sinceramente, esquisitôes: um mago nego, um detetive otaku (que usa o cosplay parecido de Lupin III‘s Zenigata), que investigam acontecimentos no mundo que “ninguém liga” — só eu lembrei de Suzumiya Haruhi com essa sinopse?

Já Anonymous;Code foi definida como uma “visual novel de ficção científica”, baseada em loops no tempo começando em 2038, e será uma gume original do próprio Shikura-san. O herói será um hacker capaz de salvar e carregar o tempo, porque ele “hackeou Deus”. E agora a noticia que interessa: Um NOVO ANIME DE STEINS; GATE foi Mencionado também no livestream – Abaixo os trailers dos novos games.

steins-gate-committee-of-antimatter-origina-novel-art-seventhstyle-001

E antes que eu me esqueça, a novel Steins;Gate -The Committee of Antimatter, que eu postei a noticia dela aqui no site, foi Cancelada. Os motivos foram por “várias circunstâncias”, mas levando em conta os novos games, e obviamente que este character design era horrível, foi normal da novel ser cancelada.

Agora é esperar que os games sejam bons, que a continuação de Steins; Gate Zero seja tão boa quanto a primeira, e que assim, vejamos a segunda temporada do anime.

Estou aqui na torcida.

Trailer do game de Occultic;Nine

Trailer do game de Anonymous;Code

Fontes:

Dualshockers: [Link]
ANN: [Link]
ANN: [Link] 2

Steins;Gate: Sequência Confirmada – ATUALIZADA!

Noticia confirmada a sequência da história de Steins;gate, feita pelo autor original da obra. Aqui você pode encontrar todas as informações e algumas imagens de como ela será — e em que mídia ela vai ser lançada. [ATUALIZAÇÃO]: Esta Novel foi Cancelada para o lançamento do GAME VISUAL NOVEL STEINS;GATE ZERO (você pode ler mais seguindo o link).

Steins;Gate: Sequência Confirmada – ATUALIZADA!

The Mad Scientist
The Mad Scientist

Pois bem senhoras e senhores, voltemos a nossa programação normal de noticias e mais noticias! Esta é meio velhinha — velhinha até demais — mas esperei um pouco por 2 motivos: Queria confirmar ela, e também porque tínhamos posts demais aqui no site, hehe.

Enfim, para quem não sabe Steins; Gate começou na realidade como uma Visual Novel, e foi um sucesso estrondoso: se tornou anime, filme e todo mundo adora. Pois bem, como o sucesso rendeu várias verdinhas, e o negócio é bom mesmo (Steins é de longe um dos melhores haréns já feitos), eles vão voltar, mas dessa fez como uma Light Novel — quem sabe não faz sucesso e eles fazem outro anime né?

steins-gate-committee-of-antimatter-origina-novel-art-seventhstyle-001

Infelizmente eu não sei precisar se o escritor da NOVA Light de Steins, é o mesmo que escreveu a Visual, ou se ele participou na produção do jogo. Eu cá por mim, acredito que seja sim um dos criadores, talvez até o principal.

A nova LN se chamara Steins;Gate -The Committee of Antimatter (O comitê da Antimatéria) e se passará 6 anos depois da história original. O criador da LN será Chōshirō Miwa, com direção de Naotaka Hayashi. Infelizmente o dono do traço antigo de Steins foi substituído, por um artista que trabalhou num Spin-off da série: Yoshida Tadasu.

Minha opinião sobre o novo Character Design? CHATO. Mas geralmente eu não dou minha opinião “real” sem ver/ler a história. Mas que tá com cara de “chato”, tá, rs.

A Light Novel tem o seguinte plot:

O "mad Scientist" ficou com carinha de bocó o.o
O “mad Scientist” ficou com carinha de bocó o.o

“A história irá se passar seis anos após os acontecimentos do primeiro Steins;Gate. Em 2016, na cidade de Akihabara em uma linha do tempo alternativa. Depois de se formar na faculdade, Okabe industrializa o “Laboratório“, mas na verdade, Daru é o único a ganhar todos os rendimentos e Okabe ganha a vida a aceitando pedidos para atuar como detetive.”

Death Note Vibes? Só Deus sabe.

a "ruivinha" ficou com carinha de mãe o.O -- eu gostei, hehe.
A “ruivinha” ficou com carinha de médica/enfermeira o.O — eu gostei, hehe.

Enfim, se algum amigo souber informar se serão os mesmos autores que trabalharam na Visual, eu agradeço. Eu creio que sim viu… Porque para mim, parece que vão começar “de baixo”, tipo, aos pouquinhos — o character designer sabemos que é outro.

Mas saber mesmo, só depois de lançarem uma adaptação da LN — porque eu não vou ler caras, mals aê. Se for um sucesso… Com certeza teremos anime.

——————ATUALIZAÇÃO ——————-

Imagen de Steins;Gate Zero
Imagen de Steins;Gate Zero

Lembrando que essa noticia foi atualizada recentemente, porque essa Light Novel chamada Steins;Gate -The Committee of Antimatter foi CANCELADA para o lançamento do novo game visual novel chamado: STEINS;GATE ZERO.

Seguindo o LINK você pode ter mais informações sobre o novo game, alguns motivos do cancelamento dessa light novel, além de vídeos e prévias do Steins; Gate Zero e de outros games da mesma produtora. Além de noticias sobre um possível lançamento da Segunda Temporada do Anime.

Lembrando também que Steins; Gate foi lançado originalmente como um Game Visual Novel (clique no link para você ter mais informações sobre o que são games Visual Novel) e não como um mangá como muitos imaginam. E foi a partir desse game que fizeram o anime — então nada de mais natural do que a sequência de Steins; Gate ser lançado também como VN.

A Galeria com os desenho da LN (Click para Ampliar)

Abraços!

Fonte: [Link] japaobrasilnoticias.com
Fonte: [Link] seventhstyle.com
Fonte: [Link] Wikipedia ING
Fonte: [Link] ANGÁ (grupo do facebook que faço parte!)

Planetarian: The Reverie of a little Planet (Review da Visual Novel) – Os sonhos que Movem a Humanidade

Aqui estamos na Review da primeira Visual Novel do Afontegeek., logo de uma obra feita pela produtora que mais admiro, a Key/ Visual Arts, autora de clássicos como Angel Beats e Clannad. Boa leitura da review da VN de Planetarian: The Reverie of a Little Planet!

planetarian 2Planetarian: The Reverie of a little Planet (Review da Visual Novel) – Os sonhos que Movem a Humanidade

Este é um daqueles textos que exemplificam bem o motivo da existência do Afontegeek: apresentar obras-primas. Hoje temos a que considero a segunda melhor obra-prima da Key, autora de clássicos como Angel Beats, Kanon e Clannad. Vamos falar da Visual Novel (ou Kinect Novel) Planetarian: O sonho de uma pequena Estrela.

Acabei reunindo opiniões de amigos/amigas sobre o que deveria colocar neste texto: foi consenso que eu deveria fazer uma Review bem abrangente. Então trago Sentido da Obra com Spoilers. Mas caso não goste de Spoilers, eles estão em Azul sendo assim basta pular quaisquer textos escritos em Azul e continuar sua leitura sem problema algum.

Lembrando que essa Visual Novel já tem um anime… na verdade são 5 OVAS e mais um filme lançados em 2016. Mas esse texto só trata da Visual Novel.

Visual ou Kinect Novel?

Não cito esse buquê na rival... para deixar a vontade de ler o livro.
Não cito esse buquê na review… para deixar a vontade de ler o livro.

Como explico no Texto sobre Visual Novel, elas são games de conquista. Mas no caso de Planterian temos uma Kinect Novel, a primeira feita e mais uma inovação da Key — que é referência para Animes e Novels. As Kinect Novel na realidade são Livros com Músicas e Imagens (Romances Multimídia aonde você lê e não “joga”). Este é o caso de Planetarian. E logo a estreia é outra obra-prima.

planetarian portugues
Planetarian FanTraduzido para o Português

Já existe uma versão Português-Brasileiro de Planetarian (na verdade Patch-Fantraduzida pela ZeroForcesTranslations) que eu também deixo o Link no fim do texto, assim como ela saiu em inglês para a Steam desde 2014. Lembrando sempre da questão dos Direitos Autorais e que NÃO fazemos Apologia à Pirataria (tanto que só deixo ai o link de path para tradução, feita de fãs para fãs).

Antes de tudo preciso dizer que esta review foi MUITO mais difícil de fazer que a de AngelBeats. Com uma das Trilhas Sonoras mais lindas que já ouvi, e um dos Character Design mais bem feitos que já vi da Key, junto músicas realmente maravilhosas.

“O que você acha do Planetário? Aquele lindo brilhar da eternidade que nunca se apaga, não importa quando… Todas as estrelas em todo o céu estão esperando por você.”

E a OST (trilha sonora) do jogo… ou enfim, da VN é fantástica. Principalmente as músicas Gentle e Song of a Starflight que são verdadeiros primores, mas infelizmente andam bem difíceis de se achar online, principalmente depois que fizeram… O ANIME, como eu já disse lá em cima. Mas mesmo assim coloco uma que encontrei e você pode ouvir ela no decorrer do texto.

Sinopse

planetarian reverie

Estamos em mundo pós-apocalípcto. Você (a estória é em primeira pessoa) é um “Lixeiro” (Junker) que fica procurando coisas que valham alguma coisa para revender ou se sentir bem, como um pouco de “água destilada” (que passarinho não bebe). Não se pode mais ver o céu. O mundo é cercado por drones (robôs com AI “descontrolada” que te atacam sem aviso).

Depois de várias guerras “nucleares” não há mais Estado. Numa dessas vaganças você acaba subindo num prédio para passar a noite. Seu amigo lhe disse para ter cuidado com os robôs que vivem nesta cidade. Esses robôs não são como os drones de combate… eles são algo que não pertence a este mundo. E lá… Você encontra a robozinha “quebrada”, que há muito espera um cliente para seu Planetário.

planetarian01

A estória parece fugir de todo o alicerce de drama construído pela Key e sua principal obra-prima: Clannad e Clannad After Story (vi a versão do anime). Planetarian fica distante das obras ‘animadas’ da Key não apenas pelo tema e sim pelos ‘pés no chão’ que apresenta: sem ‘outros mundos’.

Meu paraíso

Yumemi
Aqui a estória realmente começa.

Planetarian é uma estória com diversos momentos — não vou citar todos. Contudo vou mostrar aqueles que mais me emocionaram, junto com o sentido da história (lembrando que os Spoilers estão em Azul).

A robozinha vamos descobrir que se chama Yumemi-chan e esperou lá por muito tempo, porque foi abandonada no começo da guerra. De tempos em tempos ela liga — e ela liga bem no dia que você passa no planetário dela.

Numa das conversas ela faz uma pergunta que já fez aos humanos que trabalhavam com ela no planetário: Para aonde eu vou depois de morrer? Ora pro céu dos robôs! Mas ela não queria ficar distante dos homens. Não queria ficar com o “deus dos robos”. Ela esteve tanto conosco, ajudando a cada um que passava naquele planetário… com carinho, cuidado, amor… ela queria ficar perto de todos… esperou muito até o “Cliente” (você) aparecer.

O Sonho Humano (E o céu que buscamos)

full-image.phpMas como eu disse, não havia céu naquele mundo. O Lixeiro nunca havia visto as estrelas. Ele assim como todos, haviam perdido aquele sonho mais inerente ao humano. Era a hora dele reencontrar o céu.

Quando ajudou a pequena (chata, quebrada e kawaai) Yumemi-chan a consertar a Jena — o projetor — era a chance de fazer a robozinha e ele, sorrirem — mesmo sem motivo.

“Sim, tem sido assim. Eu realmente acredito que essa ferramenta estava aqui esperando para você usar, Sr. Cliente” “… olha, só ouça o que estou dizendo!” “Sim, o que é?” rsrs – Jena (projetor)

O projetor dos céus funcionou por um tempo, mas quebrou logo. Foi uma rara chance que ele teve de relembrar a mãe. Mas o belíssimo ponto foi ele quebrando, e a Yumemi falando do mundo. Do progresso, da busca humana, do olhar para os céus, dos sonhos. Do carinho, do resguardar, da ética e qualidade humana da qual ele nunca tinha ouvido.

E daí temos já construindo alguns pontos do sentido: A esperança, os sonhos humanos, e o religar.

A saída e o Amor

Kawaai!!
Kawaai!!

Depois disso era tempo do Lixeiro sair de lá. Eu como leitor já estava apaixonado pela Yumemi-chan, mas sabia de não haver motivos para ela junto. Ele “não queria” levar ela. Ela quem quis levá-lo para protegê-lo na viagem. Emocionado com o gesto de dever e afeto, ele aceita.

planetarian ingles 1
“Meu pequeno sonho”

No caminho algo foi crescendo. De uma forma interessante, não recordo dele falar que ama a Yumemi, como em Chobits.

Mas a impressão que tenho é que ele aceitou que ela viesse, porque ele começava a amar ela. No caminho, assim como no Planetário a viagem foi “estafante” porque ela era fraca, caía chuva ácida, e ela falava ‘pelos cotovelos’.

Era como trazer uma flor num mundo escuro. Ele na viagem não diz que a ama, mas não consegue mais imaginar sua vida, a vida de todos, sem a esperança e a verdade que a Yumemi traz — e o seu amigo avisara que esses robôs não eram deste mundo…

A Sacerdotisa e o Religar

Cena lindíssima
Cena lindíssima

Desde o momento em que a Yumemi o fez lembrar da sua mãe, ele no colo dela, ambos tentando olhar um céu que começava a cair chuva ácida, que sabíamos que Yumemi era nossa Sacerdotisa. Nossa “Priestess”. Ela estava lá para religar o humano ao humano, do lixeiro à esperança perdida, o devolver ao homem dos sonhos das estrelas.

Na viagem ele acaba enfrentando um drone gigantesco e pede para a Yumemi se esconder. O combate é emocionante, mas o drone vence. Com a perna ferida e quase morto, a Yumemi intercede — tenta “conversar” com o drone em vão. É morta e fica caída em meio a chuva ácida.

Esse foi o tempo perfeito que o lixeiro usa para atingir o drone com mais uma granada. Mas a Yumemi iria morrer. Aquela que ele não mais imaginava viver sem. O duro para mim não foi vê-la cair Destruída, mas foi a Yumemi contar via holograma sua vida no planetário. Como ajudava crianças, como viu o inicio da guerra, como todos a amavam e não queriam que ela ficasse para trás.

yumemi 3Neste momento eu confesso que fiquei em lágrimas. Yumemi-chan era a sacerdotisa que o religava a sua esperança, a sua humanidade, aos seus sonhos que foram perdidos. E ela sabia da guerra. Sempre soube. Sempre soube que ninguém passaria lá. Mas sempre esperou.

Conclusão e Sentido da Obra

planetarian reverie 1
“Parece como uma… jovem e baixinha mulher.” Planetarian o game que não é game.

No fim eu e o lixeiro nos encontramos. No último pedido dela, ele foi o deus que tirando suas memórias, iria usá-las para mostrar à outras pessoas que há esperança, há os sonhos das estrelas nos céus. Ela não iria ficar distante de nós, no paraíso dos robôs. E continuaria sendo a nossa sacerdotisa, que religa o homem às estrelas!

Planterian como vimos é profundíssimo. Fala da ética e dever humanos que foram colocados e sobreviveram nesta pequena e última sacerdotisa (robozinha).  A última robozinha portadora das 3 leis básicas da robótica. Portadora mais do que isso: Do sentido do humano.

Ela, portanto, tomou para si o dever de religar o humano, ao humano. O dever de ligar o homem ao seus sonhos de observar e “longing for”, de buscar às estrelas.

planetarian espanholNós não vivemos sem nossos sonhos, sem nossas esperanças do céu. Sem elas somos apenas cascos vazios vagando em busca de coisas para vender, comprar ou se entorpecer no esquecer deste céu negro que cai “chuva ácida”.

Ao mesmo tempo um aviso para que não deixemos o mundo terminar assim, é um relembrar, um religar, um esperar em ato — na presença da nossa sacerdotisa, a Yumemi-chan. Uma Esperança… um sonho de uma pequena Estrela.

planetarian 1No fim? Ferido, ele desiste de lutar. Talvez tenha conseguido escapar daquela cidade levando consigo a esperança de sua sacerdotisa. Eu gosto de pensar que ele conseguiu sair e levou-a para todos que precisavam.

ps: O “amigo” do Lixeiro me lembra Meu compadre Quelemém de Grande Sertão: Veredas, de Guimarães Rosa. Alguém muito importante mas que jamais aparece.

planetarian-anime
Imagem dos OVAs

ps²: O fato do Lixeiro/ Cliente não ter nome é sintomático. Fato presente nas grandes obras de Literatura. No anime, talvez justamente por ser um anime (para as pessoas se identificarem mais com ele), o personagem ganha um nome:  Kuzuya.

ps³: Um fato muito interessante a se comentar, é que a Visual Novel de Planetarian foi lançada no distante ano de 2004, e durante muito tempo ninguém jamais imaginou que ela ganharia uma versão animada, e muito menos um Filme em Anime contando parte da sua continuação presente nos seus  Drama CD. planetarian 01

Sem duvida alguma o motivo desta obra-prima ter alcançado às estrelas, se deve ao seu lançamento na steam em 2014 em inglês, o que fez o publico ocidental também conhecê-la, finalmente. Um verdadeiro milagre, devo dizer.

“O que você acha do Planetário? Aquele lindo brilhar da eternidade que nunca se apaga, não importa quando… Todas as estrelas em todo o céu estão esperando por você.” (uma frase de Planetarian).

Nota: 10

Ficha da Visual Novel

Produtora-Autora: Key/ Publicador: Key/ Visual Arts/ Kinect Novel
Ano: Novembro de 2004/ Game: Visual Novel, Kinect Novel
Título Original: Planetarian – Chiisana Hoshi no Yume
(Planetarian – Dream of Little Star)
Títulos das traduções:
Planterian – The Reverie of a little planet
Planetarian – O Sonho de uma pequena Estrela

Fontes

Wikipedia [ENG]: [Link]/ Wikipedia [Pt-Br]: [Link]
Sobre Planetarian: [Link] Visual Novel Database
Sobre Kinect Novel: [Link] Visual Novel Database
ZeroForcesCentral [Site BR sobre VNs]: [Link]
Patch da Tradução Pt-Br de Planetarian [Link] ZeroForcesTranslations

O que são Animes de Visual Novel e Qual Importância da Key/ Visual Arts?

Este é um daqueles posts em que eu sempre procuro trazer aos nossos amigos e amigas. Trato dos animes que são feitos a partir de Visual Novel, e qual a importância da Key/ Visual Arts (um das maiores produtoras de Visual Novel) na História dos Animes.

planetarian

O que são Animes de Visual Novel e Qual Importância da Key/ Visual Arts?

Entendendo Assuntos Nerd e Otakus da Cultura Pop

O que são Animes Shonen, Shoujo e Seinen?O que são Animes feitos de Visual Novel? Quais são os tipos de Roteiros de Animes? – O que é uma Graphic Novel? – O que são Filmes Space Opera?O que são Épicos, Romances e Novelas? – O que são Animes e Cartoons? — Como são os Desenhos (Cartoons) da Atualidade e do que eles Falam? O que é Tsundere, Yandere, Kuudere e Dandere (Moe) dos Animes?

Olá pessoas, como estão vocês, tudo ok? Espero que tudo esteja belezinha aí viu. E como fiquei empolgado com a Review de Planterian resolvi falar o pouco que sei sobre Visual Novel que como podem ver, é o tema deste post.  Espero que curtam, porque senão… enfim.

Vamos lá!

O que são Visual Novel?

De modo geral, Visual Novel  são Games de múltipla escolha. Geralmente as VNs japonesas são de “conquistas” (de conquistar meninas ou meninos; a primeira voltada ao público masculino, a segundo ao público feminino); e você pode conquistar mais de uma personagem (o que vamos chamar de “rotas“, ou no caso dos animes, “arcos“).

Então nas VNs, você pode seguir a rota da “aluna tímida”, e depois da “aluna tsundere”, até conseguir fechar o game. O mesmo vale para as VNs voltadas ao público feminino. Quando essas VNs são adaptadas para animes, temos “arcos”. Então o personagem principal vai passar pelos arcos das meninas — mas a depender do objetivo do diretor, não quer dizer que vá conquistar todas, mas que vai passar pelos arcos das personagens.

Animes Baseados em Visual Novel

Kimi ga Nozumo Eien
Kimi ga Nozumo Eien

Fiz reviews aqui no site de diversos animes baseados em Visual Novel. Recordo de Mashiroiro Symphony (um dos haréns que mais gosto!) e do  “meu Deus como eu odeio” Kimi ga Nozumo Eien (drama). Geralmente os diretores dos animes ao portar Visuais Noveis para animações, têm um objetivo bastante claro na “passagem de mídia”, porque algumas das Visuais Novel também são Eroges…

Mas Peraí… O que são Eroges? Se você assistiu o engraçadíssimo harém Boku Wa Tomadachi, ou o chatíssimo Oreimo, tem uma noção de que Visual Novel Eroge contém cenas de “sexo” +18.

Shingo, porque não basta ser cavalheiro, tem de ser prestativo!
Mashiroiro Symphony: Shingo, porque não basta ser cavalheiro, tem de ser prestativo!

Os animes que fiz as reviews (Mashiroiro e Kimi ga) são Visual Novel Eroges, o que quer dizer que no final da conquista acontecem a cenas de sexo. Ou seja, o jogador se mata de conquistar as personagens para que aconteça a querida ceninha onanista, rs.

Mas para quem viu os animes de Mashiroiro e Kimi ga Nozumo, sabe que no primeiro não acontece cenas de sexo — apenas ceninhas ecchi e muito Moe — enquanto em Kimi ga, dão a entender que acontecem, mas sem “passarem tudo”, porque afinal de contas não são Hentais.

Por acaso faz pouco tempo que terminei um anime com muitas tretas também baseado em Visual Novel Eroge: White Album. O processo foi parecido com o de Kimi ga, só dando a entender que tem sexo.

Spoiler: A melhor de todas: Não vou dizer que é a irmãzinha, mesmo que seja ela...
Yosuga no Sora (o ecchi que as meninas também amam). Spoiler: A melhor de todas –Não vou dizer que é a irmãzinha, mesmo que seja ela…

Então o objetivo do diretor fica bastante claro quando foca o “Eroge” dos games ou não. Mas em qualquer dos casos, mostrando ou não o “sequiço”, o diretor procura manter o Sentido da Obra — como aliás ocorre quando se passam de Mangás para Animes.

Para citar um exemplo de Visual Novel Eroge, aonde a versão animada tem cenas “pornô”, eu cito o interessante e fraco Yosuga no Sora. As cenas ecchi são muito fortes, e a ideia foi mostrar o herói da história conquistar cada uma das personagens (mostrando quase tudo na hora “H”), deixando “a Melhor” para o final.

Qual a Importância das Visual Novel?

White Album: O anime das Tretas!
White Album: O anime das Tretas!

A primeira coisa que o amigo leitor deve pensar é na questão econômica. As Visual Novel passam para a versão animada se venderem bem, ou se fazerem certo sucesso com o público ou crítica. Na realidade é o mesmo processo com as Light Novel (que são como Roteiros Ilustrados) e mangás. Se vender bem, viram Anime. Se o anime vende bem, ganha novas temporadas.

Também na maioria das vezes Visuais Eroges são classificadas como “Seinen, por terem histórias mais sérias. Mas mesmo algumas que não têm as ceninhas onanistas podem ser chamadas de Seinen…

A maior das Obras-primas da Key (em minha humilde opinião). Tão bom que para mim... não é só Seinen.
Clannad: A maior das Obras-primas da Key (em minha humilde opinião). Tão bom que para mim… não é só Seinen.

Uma característica interessante das Visual Novel — eu não posso falar muito do assunto porque não joguei nenhuma, mas falei com muitas pessoas de fóruns que jogaram e também tenho um amigo que jogou uma — é que elas costumam ser longas. Imagine um tamanho de um RPG. Por ai… talvez maior.

Mas de um modo geral, a “fórmula” das Visual parece meio batida. Personagens Moe, cenas kawaai, tsundere… Parece (não posso afirmar com  certeza) que foi assim até o inicio da década de 90…

Referência da Key nos Animes e Visuais Novel

Kami Nomi faz uma Homenagem à Key no último episódio da segunda temp. se bem lembro: Como a melhor Visual Novel que o carinha jogou. A heroína lembra a Ayu de Kanon.
Kami Nomi faz uma Homenagem à Key no último episódio da segunda temp. se bem lembro: Como a melhor Visual Novel que o carinha jogou. A heroína lembra a Ayu de Kanon.

Até o aparecimento da Key! Esses games parece que não eram “tão importantes”, porque tudo é “meio bobo” mesmo. Mas a Key desde antes dela, com a Tactics (com muitos fundadores da própria Key) começou a abordar questões sérias, dramáticas, profundas e argumentos lindíssimos nas suas histórias.

A verdade é que parece que tanto as Visual Novel quanto os Animes ganharam e mudaram muito, graças a nova referência nos dramas: a Key.

Ano Hana (2011) tem muitos elementos de Little Bustes, cuja Visual Novel é de 2007.
Ano Hana (2011) tem muitos elementos de Little Bustes, cuja Visual Novel é de 2007.

Não posso dar certeza, mas não apenas em questão da Key — e ainda com a Tactics — ter iniciado o que começou a ser chamado de Crying Games (Games feitos para o jogador Chorar) mas é possível que até os Romances nas Visuais Novel tenham se aprofundado com a herança dela.

Sem falar nos animes/mangás de Drama; o anime que tiver por exemplo, “luzinhas subindo para o céu”, tem referência da Key: Ano Hana, Hentai Ouji, Ef: A tale of memories… só alguns.

Obra e graça de Jun Maeda
Angel Beats: Obra e graça de Jun Maeda

A Key é a autora de Visual Novel que viraram os seguintes Animes (obras-primas): Kanon e Kanon (2006), Clannad e Clannad After story (essa a Maior obra-prima da Key), Air Tv, Little Busters e LB Refrain. Animes: Angel Beats (com autoria do gênio e um dos fundadores da Key: Jun Maeda) e Sola (autor ex-participante da Key, escreveu Kanon). Esqueci algum?

E o que são “Crying Games” – A Fórmula da Key

One: Kagayaku Kisetsu, ou One True Stories (linda versão hentai), uma das obras da Tactics
One: Kagayaku Kisetsu, ou One True Stories (linda versão hentai), uma das obras da Tactics

Vamos ver o que a Wikipedia ING nos diz:

“Uma comédia na primeira parte, com um romance caloroso no meio, seguida por uma trágica separação e finalmente, uma emocionante reunião formam o que ficou conhecido como “Crying Games”. A ideia principal deste tipo de game é fazer o jogador “sentir” pelo personagem, e fazê-lo chorar durante os cenários mais emocionantes, que servem para deixar um grande impacto no jogador, depois que o game termina. O segundo título da Tactis, One: Kagayaku Kisetsu, foi feito baseado nessa fórmula.”

A Wikipédia vai continuar dizendo que até um autor de games de Terror utilizou essa fórmula para fazer sua obra. Ele se chama Ryukishi07, jogou os games da Key tomando-os como referência, e os analisou tentando entender o motivo deles se tornarem tão populares.

Para ele o segredo é a história começar com dias normais e mesmo felizes, mas de repente algo acontecer e fazer o jogador “chorar” com isso. Nas palavras dele: a Key é um “Masterpiece Maker“, ou uma Criadora de Obras-Primas.

Kotomi-chan...
Kotomi-chan…

Eu acrescentaria a importância simbólica, associativa, musical e psicológica encontrada em todas as obras Key que vi (versões animadas) — inclusive Planetarian. Por exemplo, tomando o arco da Kotomi (Clannad), temos símbolos apresentados no começo — o urso e o violino — a música de fundo própria da sua personalidade assustada com o “mundo lá fora”.

No fim vimos ela desde criança ligada ao violino e ao urso de pelúcia — quando seus pais antes de morrer enviam o ursinho de pelúcia com a mensagem na maleta para ela aproveitar os bons e tristes momentos da vida, porque viver é Descobrir e se Redescobrir. A ligação associativa é claríssima.

Key e Kinect Novel

planetarian reverie 1
“Parece como uma… jovem e baixinha mulher.” Planetarian o game que não é game.

E inovando mais uma vez, a Key/ Visual Arts resolve lançar um novo tipo de Visual Novel. Dessa vez sem “rotas” para o jogador escolher. Não é um “game”. É um conto. O leitor só deve ler e seguir a história. Mais do que isso, Planterian inaugurou os “Romances Multimídia”, com fotos, símbolos e músicas: são as ainda raras Kinect Novels.

E é dela que eu falo na mais nova Review do Afontegeek. Como eu disse, não joguei nenhuma Visual Novel — pelo motivo de me dizerem delas serem tão longas quanto RPGs. Mas espero ter ajudado um pouco aos leitores entenderem o que elas são, a importância delas, e os motivos dos diretores em cada “porte” que fazem ao transformá-las em animes.

Planetaria: O sonho de uma pequena estrela
Planetaria: O sonho de uma pequena estrela

Para terminar, espero que apareçam mais Kinect Novels — os Livros/Contos com música e imagens. Adorei conhecer uma e seria interessante mais algumas com os elementos que citei.

ps: Todos os fãs e fontes online dizem que o maior gênio por trás da Key é um dos fundadores: Jun Maeda. Pesquisando, até algumas músicas foi ele quem fez. Eu não sei vocês, mas considero o cara um gênio!

Fontes:

Key: [Link]/ Eroges: [Link]/
White Album: [Link]/ Sobre Kinect Novel: [Link]
Visual Novel Database: [Link]/ Mashiroiro Symphony: [Link]

Top 15 Mulheres Milf mais Gatas dos Animes – com Cosplays! (Parte 2)

E dando continuação do nosso Top 15 Mulheres Milf mais Gatas dos Animes, estamos aqui na PARTE 2 deste lindo top com mais 5 milfs muito gatas. Como sempre, vocês encontrarão algumas lindas cosplays dessas milfs que nos fazem babar! Vem comigo!

Hild 1Top 15 Mulheres Milf mais Gatas dos Animes – com Cosplays! (Parte 2)

PARTE 1>PARTE 2> PARTE FINAL

Como vocês sabem este é um Top15 Mulheres Milfs dividido em 3 partes (que vocês podem ver clicando ai em cima), porque não dava para colocar todas as 15 num único post.

Voltando ao post, quase que não continuamos esse especial. Felizmente o amigo Pierrot Gluton participou desta Parte 2, mas agora com apenas uma personagem — deixo claro de quem ele fala quando chegarmos no texto dele.

Não digo quem é agora para manter o suspense. Lembrando que também temos um Top10 só com Cosplays Milfs dos Animes, mas cliquem só depois de ler este aqui, beleza? Enfim, vamos a elas! (Têm algumas cosplays no fim do post!)

Hild (ヒルド Hirudo)

Hild mãe da Urd: Ah! megami-sama
Hild mãe da Urd: Ah! megami-sama

Começamos logo com quem? Com a dona Hild, mãe da também belíssima Urd. E aqui vai um adendo que eu sempre gosto de contar: eu só resolvi ver o anime de Ah! Megami-Sama, porque num desses encontros de animes tirei uma foto com uma lindíssima cosplay da Urd… que mulherão!

Voltando à mãe, a Hild é a Daimakaichō (大魔界長), que pode ser literalmente traduzido como “A grande Líder do Mundo dos Demônios“, ou a “Imperatriz do Inferno” como eu gosto de dizer. Ela é simplesmente muito poderosa. Imagina Goku. Então, é quase Goku. Mas falando sério agora: ela é simplesmente Invencível. É uma baita vilãnzona, e eu não queria topar com ela por ai caso fizesse parte do “ahmegamisamaverse”… Ou queria?

E para piorar… O Kami-Sama, ou melhor, o Tyr (pai das deusas, o todo poderoso) ficou com a Hild, e daí que hoje temos a Urd. Ou seja… Além de sexy, linda, maravilhosa, e poderosona pegou Kami-sama. Eu não sei vocês, mas essa mulher é um perigo!

Tamamo (玉藻) (Kanokon)

Tamamo (Kanokon)
Tamamo (Kanokon)

Mãe adotiva de Chizuru de Kanokon, Tamamo é uma das mais lascivas personagens, pois além de um hotel nas neves, ela fabrica um vinho que faz as pessoas se… soltarem um pouco. Seu nível de poder desencoraja, mas olhar não custa. Dos personagens mais sexuais (não é que não seja sensual) que já vi até hoje.

(Aqui o texto do PierrotGluton, sempre conciso e direto)

Ren Seto (瀬戸 蓮, Seto Ren)

Mãe de Sun Seto, de Seto no Hanayome
Mãe de Sun Seto, de Seto no Hanayome

Ren Seto é a mãe da sereiazinha Sun, direto de um dos animes mais hilários já feitos. Ela a é a esposa do chefe da Yakusa dos Sereios, e portanto, como esposa, manda na Yakusa toda — afinal nem o marido se mete com a vontade dela. (Sim o anime é no-sense)

Apesar disso, ela tem uma personalidade calma, ponderada, e sempre está tentando ‘colocar panos quentes‘ quando o maridão quer ‘matar’ o noivo de sua filha. Além disso, ela parece ter uma ‘quedinha’ pelo genro — já que ele parece ter bem lá no fundo um pingo de coragem.

Hatsuho Kazami (風見 はつほ Kazami Hatsuho)

Hatsuho KazamiMãe da professora Mizuho Kazami, de Onegai Teacher

Hatsuho é uma Milf da estirpe da Hild — mulherão, extremamente sensual, e que sabe jogar seu jogo para conseguir o que for preciso. Mas aqui estamos falando de uma bela mãe que se preocupa com suas filhas, e só quer conhecer o novo genrinho — na verdade ela também casou com um humano (sim essa lindeza é uma alien!).

Vamos esquecer que ela é uma alien já que a professora Mizuho (que tem especial cosplay aqui no site) também é uma. E o que mais posso dizer? Não sei vocês, mas além dos belos… olhos, me encanta essa pintinha no rosto dela.

Toka Takanashi (小鳥遊 十花 Takanashi Tōka)

Tōka Takanashi touka-rikka-sisters-family-figthing-umbrella-ladle
Irmã mais velha da Rikka de Chuunibyou Demo Koi ga Shitai!

A Toka, ou a “Sacerdotisa” como a Rikka gentilmente se refere a sua belíssima irmã — que vamos classificar como Milf porque ela quem cuidou da irmã depois da morte do pai — é uma cozinheira e uma lutadora mestra com uma concha na mão.

Sim, especialista na arte de “tacar a concha nas cabeças das crianças piradas”, ela cuida com todo carinho de sua irmãzinha piradinha, da casa, e ainda tem de aturar o novo namoradinho da sua irmã. Palmas pra ela, porque ela merece! Queria eu encontrar uma Toka na minha vida…

E quem diria, temos uma review de Chuunibyou aqui no site. Recomendo a leitura.


Hehehe

Por enquanto é isso pessoal. A Parte 3 e última desse Top15 e já está no ar. Basta seguir o link e apreciar mais essa seleção dessas lindas Milfs. E Inclusive o Top 10 Cosplays das Milfs + Gatas dos Animes também está pronto, basta clicar para dar aquela olhadinha. Eu sei que são muitos posts mas o importante é que têm bastante para vocês escolherem.

Por enquanto fiquem com as galerias com mais algumas imagens dessas milfs lindas aqui embaixo, e também com a galeria de cosplays delas que eu achei por aí.

Nos vemos na Parte 3!

[Link]: Anna Morozova
[Link]: Venture cosplay
[Link]: Worldcosplay.net
[Link]: Inushio

Galeria com Mais fotos dessas Lindas MILFS:

Algumas Cosplays das Personagens:


irisviel cosplay fate Etaru
irisviel cosplay fate Etaru

Mulheres + Marcantes dos Animes

Mulheres mais Poderosas dos AnimesMulheres mais Lindas dos AnimesTsunderes dos AnimesMulheres Moe dos Animes que DesejamosMilfs + Gatas dos AnimesCosplays Milfs dos Animes

E esse post faz parte da série “Mulheres + Marcantes dos Animes“! Pois é… eu acabei fazendo uma série de post com apenas personagens femininas que considerei mais importantes das que eu pude acompanhar. Tem as mais Lindas, as mais Poderosas e quem sabe eu não possa fazer até mais? Depende de vocês!

É só vocês pedirem!

Yuu Kamiya: Primeiro Brasileiro terá anime de sua Autoria estreando esse Ano!

Essa é uma das noticias que mais orgulho de ter trazido aqui para o site. Primeiro, porque foi realmente em “primeira mão” — quase nenhum site havia noticiado.

Segundo, que foi sobre um brasileiro bombando no Japão, e tendo um anime (No Game No Life) estreando baseado em sua obra. Parabéns Yuu Kamiya! Ahh… e o anime é muito bom!

Yuu Kamiya: Primeiro Brasileiro terá anime de sua Autoria estreando esse Ano!

no game no life wall

E finalmente voltando, apesar de eu ainda estar no período de avaliações, desta vez o Afontegeek trás mais uma daquelas notícias especiais que não se vê por aí em qualquer site. Se trata da notícia do Primeiro Brasileiro a fazer sucesso nas terras nipônicas.

Acabei vendo ela enquanto dava uma zapiada no forum Minnasuki que frequento para falar do mangá de Nazo e vez ou outra, postar alguma matéria daqui do blog. Quando de repente, vejo um dos amigos do fórum comentando os animes da nova temporada de outubro — temporada que vem com Little Busters Refrain, que estou louco pra ver — o anime, No Game no Life.

no game nO amigo Thanos veio com a informação de que um querido brasileirinho era autor da Light Novel cuja o anime se baseou. Se bem recordo, light novels são como livros ilustrados — eu dei uma olhada na LN de Spice and Wolf, e mais parece com roteiros de animes junto com ilustrações.

Então, antes de começar a falar do querido brasileiro que certamente deixou um monte de gente aqui querendo ser ele, vamos ver um pouco do anime No Game No Life.

 O Anime

Vou deixar a sinopse traduzida do anime, que parece ser um ecchi de aventura que fala sobre games, dominação mundial, etc. Vou deixar a sinopse e depois, um pequeno trailer do anime.

a Sinopse

A história de ‘No Game no Life‘ se centraliza em torno de Sora e Shiro, irmão e irmã que têm a reputação como brilhantes NEET (Não trabalha, não estuda, não fazem nada) hikikomori (trancados em casa) — Vale uma adendo: são jovens que não saem de casa e não vivem mais socialmente; as famílias japonesas são muito preocupadas com esse problema já que são uma sociedade tradicional — gamers que se tornaram lendas urbanas (?) na internet.

Esses dois gamers já consideram o mundo real apenas como um “jogo ruim”. Um dia, eles são convocados/escolhidos por um garoto chamado ‘deus’ para um mundo alternativo. Lá, ‘deus’ proibiu a guerra e declarou que este seria um mundo em que “tudo seria decidido através de games” — até mesmo fronteiras nacionais.

A humanidade foi levada para uma cidade que sobrou por outras raças. Sora e Shiro, os irmãos “inúteis”, serão os salvadores da humanidade nesse mundo alternativo?

Well, let’s start playing.

Sword Art Online - 09 (11)

Vendo essa sinopse consigo lembrar de muitos animes. Desde Sword Art Online que foi sucesso na temporada passada, até Yumeria que é um ecchi de fantasia muito antigo, mas com um enredo parecido. De qualquer jeito é claro que vou dar uma olhada para assistir o que nosso querido amigo fez — afinal, até aonde sei, essa é a primeira vez que temos um anime baseado na obra de um brasileiro — falei isso umas mil vezes.

Maas… e quem é ele?

no game no life autor thiago lucasSeguindo o link do Thanos. Fui olhar no mangaupdates quem era o rapaz. E descobri que ele é Thiago Furukawa Lucas, melhor conhecido pelo pseudônimo de Yuu Kamiya. Ele é o primeiro artista de manga estrangeiro a ser reconhecido no Japão, e logo vindo do Brasil.

A coisa é meio engraçada porque ele é casado com uma moça chamada Hiiragi Mashiro, que por acaso é assistente dele. Com esse nome, ou ela é descendente ou japonesa mesmo. Caso seja descendente, dá pra especular que ela ‘levou ele para o Japão’, e o resto é trabalho duro — mas eu não pesquisei se ela é descendente não, só tô imaginando!

Ou seja, sinto uma inveja crescente do público leitor, rs. Brasileiro, casado com uma possível japonesa/ descendente, se torna o primeiro autor estrangeiro a conseguir um anime baseado na sua obra. Eu de cá admiro ele demais. Nada é mais importante do que trabalho, e trabalho bem feito. Taí ele para mostrar.

Agora…pelas Imagens de No Game No Life, só consigo imaginar que ele gosta muuito de lolis, o que não me agrada nem um pingo. Mas faz o amigo Takanashi Souta dar pulos de alegria — cada vez mais penso que sou mesmo moralista.

Este slideshow necessita de JavaScript.


[Aproveitem porque eu não gosto de lolis/ecchi, e estou propenso a deletar essa galeria]

Se destacam nas obras do Yuu Kamiya gêneros seinen, shonen, shoujo-ai…o que me faz pensar que ele é bem variado na sua arte — mangas. E também o anime No game no Life que tem um mangá e uma LN.

Então é isso. Em primeira mão aqui no Afontegeek, o primeiro brasileiro que tem um anime baseado em sua obra, estreando já em Outubro. Pelo que estou vendo, muito ecchi, ação e tensão, nos esperam em No Game No Life!

Abraços!

Fontes:
ANN: [Link]
MyanimeList: [Link]
MangaUpdates: [Link]
Fórum Minnasuki: [Link]

Little Busters: Refrain – Confirmada Segunda Temporada do anime – E um pouco sobre a Key, Animes e Visual Novel!

Essa é uma notícia especial para mim porque sou grande fã dos autores da Key/ Visual Arts que são os responsáveis por obras como Angel Beats e Clannad. Confirmada segunda temporada de Little Busters: Refrain.

Little Busters: Refrain – Confirmada Segunda Temporada do anime – E um pouco sobre a Key, Animes e Visual Novel!

Rin-Natsune-little-busters-32581044-2000-1408

Essa última ganhou até uma homenagem em um anime shoujo, ou seja, para meninas. E se me permitem, eles mudaram toda a indústria japonesa, tanto de games como de animações.

Têm também influenciado diversos outros mangakás, diretores de animes e tudo mais. A própria ascensão da Kyoto Animation, que me desculpem, mas penso que ainda faz mais moe que história, mostra bem o desenvolvimento que a Key emprega em suas obras.

Enfim, como fã, acompanho a página “oficial” do Facebook da Key, e também noticias direto de sites como Animelist aonde outros fãs publicaram o produtor do anime nos dizendo que teríamos segunda temporada; então era questão de tempo que saísse a notícia em sites como o Sankaku Complex

little-busters-refrain-4

Fiz uma breve tradução do Animelist para a gente ver, nas palavras de Kawase Kohei, o produtor da Warner Entertainment Japan:

“Nós sabemos que era impossível contar toda a história só com a temporada atual. Nós prometemos animar todo o cenário do jogo. Eu não posso deixar claro aqui, mas você sabe o que isso quer dizer, certo? Se você assistir o 26 ep. , terá a mensagem que você quer. Por favor não fique com dúvidas/desconfiado. Os arcos de seus personagens favoritos certamente serão animados. Nós sabemos que 26 episódios é muito pouco.”

Fonte:Norainu Kyodai no Gyokai Jiji Hodan! on Ustream
Modified by Naruleach.

Aqui o Teaser o oficial:

little busters

O que ele quis dizer com “Cenário do jogo” seu Tassio?

Para a coisa ficar clara, A Key/ Visual arts, é uma equipe que trabalha no desenvolvimento de jogos tipo “Bishoujo” e “Eroges”, que por causa do grande sucesso de público e crítica, tiveram algumas de suas obras transformadas em Animes. Tá mais complicado ainda?

o kami dos eroges..eita anime bom!
Kami nomi: o kami-sama dos games bishoujo..eita anime bom!

O que são games Bishoujo e Eroge?!!

Games Bishoujo são aqueles com “meninas moe/bonitas” em traço de mangá, que você deve escolher durante o game e decidir o caminho a seguir. O mesmo vale para os “eroges”, mas nestes, temos sempre cenas de sexo. Sim os eroges sao +18…

Para resumir, são jogos que você deve conquistar a menina, ou todas elas, e se for um eroge, terá uma bela cena de sexo no final para te recompensar, hehe. Ao meu ver, a Key/ Visual Arts mudou o mercado com seus jogos, que são com temática sempre profunda, realista e carregada de Drama. Alguns fizeram tanto sucesso de público e critica que viraram os animes que conhecemos. — Eu tô aqui doido para transformarem Planetarian em anime!

oreimo-img-1
irmãzinha chata que é adorada no japão, ganhou segunda temporada…aff

Aliás…

Animes como Kami nomi zo Shiru Sekai e Oreimo tratam desses jogos. Sendo que no último episódio da segunda temporada de Kami nomi, não tenho dúvida que tem uma homenagem linda à Key, “com o melhor jogo” que o personagem principal jogou. E no caso de Oreimo, uma comédia aonde é a irmãzinha que adooora jogos adultos, O.o…

hyouka

Mass…por que eu falei da Kyoto Animation? Animes como Kanon 2006 e Clannad tiveram sua versão animada feita pela própria Kyoto. Foi daí que ela teve a experiência para fazer animes como Hyouka, que foi aclamado no Japão ano passado — agradeçam à Key, hehe.

Espero ter ajudado. Então Segunda Temporada Confirmada, provavelmente com a mesma produtora — a JC Staff — e como venho dizendo, no meu ver, Little Busters foi melhor anime de 2012.
Estou louco para ver a continuação!

ps: Ahh como eu queria poder confirmar a segunda temporada de Nazo no Kanojo X também…

SankakuComplex [Link]
AnimeList [Link]