Arquivo da tag: tsunderes

Curiosidades dos Animes que Todo otaku Precisa saber! (Parte 1)

Bem vindos meus amigos and amiguinhas nerds, geeks e otakus, que adoram saber curiosidades curiosas que quase ninguém conhece! Desta vez vamos das Curiosidades dos Animes que todo otaku ou mesmo fã de anime Precisa Saber! Fiquem com a Parte 1 deste Especial!

Curiosidades dos Animes que Todo otaku Precisa saber! (Parte 1)

10 curiosidades dos animes parte 1

Curiosidades dos Animes

Parte 1 > Parte 2

Especial Curiosidades Geek

Games > HQs > Animes > Gatas dos Games  > História > Segunda Guerra Mundial > Aviões > Tecnologia Militar> Desenhos Animados > Invenções e Tecnologias que Mudaram o Mundo > Tecnologias Espaciais do Futuro

Olá queridos amigos and amigas… Bem vindos às Curiosidades dos Animes que todo fã ou otaku Precisa Saber! Como desta vez foram várias curiosidades “curiosas” fui forçado a dividir este post em 2 partes: Essa aqui obviamente é a Parte 1 né?

Seguindo o link (Veja as Curiosidades dos Animes que todo fã Precisa Saber Parte 2) vocês podem ver a segunda parte desse especial, ou mesmo clicando ali em cima. Espero que curtam porque deu maior trabalhão viu! Lembrando sempre que qualquer dúvida podem clicar nos links das fontes citadas!

Boa leitura a todos!

Estúdio Ghibli – Ganhou Um Oscar com A Viagem de Chihiro!

a viagem de chihiroNo fundo eu acho que essa “curiosidade” todo otaku já sabe né? Mas não custa nada ao menos “relembrar”. Então… o longa animado foi dirigido pelo gênio Hayao Miyazaki e é uma produção de 2001 do Studio Ghibli.

O Oscar recebido foi o de melhor animação em 2002. E não por acaso o tal do “veinho de barba branca” também ganhou em 2014 um Oscar Honorário “pelo seu impacto na animação e no cinema”. Ou seja meninos e meninas… estamos aqui falando de um gênio!

Hayao Miyazaki ganhando o Oscar
Hayao Miyazaki ganhando o Oscar

Fontes: Wikipedia (ING) – Spirited Away (A Viagem de Chihiro) /
Hayao Miyazaki: [Link]

Key/ Visual arts e sua Influência nos Animes/ Mangás/ de Drama!

key as 4 obrasEssa aqui eu acho que é “mais desconhecida”. Muito bem, vou fazer um resumo: A produtora de Visual Novel Key/ Visual Arts tem uma importância enorme para todos os animes/ mangás/ visual novel/ light novel de drama japoneses, desde que começou a lançar seus games. Ela é a produtora de obras como Kanon, Clannad, Angel Beats, Air Tv…

Pode-se dizer que uma quantidade absurda de autores se baseiam na fórmula “patenteada” da Key para te fazer chorar falando de algo importante da vida. Produções como Kobato., Koutora-san, Hentai Ouji, Ef – A tale of Melodies, Ano Hana, Wolf Children, não apenas “citam a influência” da produtora nas suas obras (com luzes subindo) como também se utilizam da Fórmula Mágica da Key:

Kotomi-chan...
Kotomi-chan…

No começo que apresenta os personagens para que você goste deles, seguida de uma separação (ou uma ruptura, como algum sofrimento), seguida de uma resolução ou um reencontro dos mesmos — mesmo que o final seja triste muitas vezes.

Até mesmo produções que não são dramas citam a Key: Steins; gate e Kami Nomi já fizeram homenagem. Por acaso, se você quiser saber mais sobre O que são Visual Novel e a Importância da Key nos Animes basta seguir o link! E não se esqueça: se você ver um anime com luzes subindo… saiba que houve inspiração da Key!

Obra e graça de Jun Maeda
Obra e graça de Jun Maeda

Fonte: O que são Visual Novel e qual a Importância da Key nos animes [Link] – Afontegeek

Curiosidades de Dragon Ball: Kamehameha/ Kuririn NÃO TEM NARIZ/ A maioria das mulheres de Dragon Ball e Dragon Ball Z são Tsunderes!

curiosidades de dragaon ballEssas são meio bobas, mas quem gosta de Dragon Ball e Dragon Ball Z com certeza vai gostar de saber. A primeira delas é que a esposa do Akira Toriyama deu o nome da técnica “Kamehameha“! Sim meu filho! E também o próprio Akira diz que essa é a técnica que ele + gosta (só pode ser, afinal foi a esposa que deu o nome kk).

A Segunda é que, acredite se quiser, o Kuririn (ou Krillin segundo a dublagem americana hehehe) realmente NÃO TEM NARIZ! Akira explica que ele tem uma idiossincrasia que o permite respirar através dos poros da pele — eu era + feliz antes de saber disso kk

chi-chi gif

Outra curiosidade (essa também meio besta) é que quase todas as mulheres de Dragon Ball e Dragon Ball Z criadas pelo Toriyama são Tsunderes (gritam, esperneiam, são retadas mas no fundo são um doce). São elas: Chichi, Bulma, Videl e Lunch (que tem duas personalidades: uma pirada e uma boazinha).

A única que não seria “enquadrada” como Tsundere é justo a mais forte delas: a androide Nº 18. Tudo isso me faz pensar que Toriyama com certeza tem a última palavra em casa: “Sim querida, vou fazer agora!” kk E ele está certo viu!

ps: Não contei Pan e Bra porque Dragon Ball GT não é Cânone.

Fontes: Entrevista de Akira Toriyama [Link] / Kuririn (Wikipédia): [Link] / Dragonball wikia pt-br: [Link]

Autora de Fullmetal Alchimist faz o Mangá e a Arte do Anime Arslan Senki; ela é também Autora de Gin no Saiji (Silver Spoon)

Hiromu Arakawa autora de Fullmetal e de Arslan SenkiPois é meus amigos… você que conhece Fullmetal Alchemist (e com certeza ama, porque todo mundo que conheço e viu Fullmetal adora) vai ficar surpreso de saber que a autora Hiromu Arakawa (42 anos) é também autora da obra “vamos para o campo conhecer a roça?” Gin no Saiji (Silver Spoon). Digamos que eu vi a primeira temporada de Gin no Saiji e gosto muito do anime.

E para fechar… você que viu o anime Arslan Senki que saiu na Temporada Passada talvez fique surpreso de saber que ela também desenhou o “Character Design” do Anime e faz o mangá dele (aliás, o anime é baseado no mangá publicado pela Hiromu Arakawa!).

Arslan Senki
Arslan Senki

Lembrando que a obra original de Arslan Senki na verdade é uma Light Novel de 1986 e que continua sendo publicada ATÉ HOJE, cujo autor se chama Yoshiki Tanaka — e o manga da Hiromu, obviamente é uma adaptação dessa LN. Outra coisa interessante é que essa vaquinha aqui nas imagens (embaixo) é o símbolo da Hiromu Arakawa como mangaká!

Fontes: Hiromu Arakawa (animelist): [Link] / Animes da Temporada de Primavera (2015): [Link] – Afontegeek / The Heroic Legend of Arslan (wikipedia): [Link]

A Autora de Inuyasha e Ranma 1/2 é…

Rumiko Takahashi autora de inuyasha e ranmaRumiko Takahashi, a autora de obras como Inuyasha e Ranma 1/2 é simplesmente a autora (mulher) de quadrinhos/ mangás que mais vendeu obras ao redor do mundo, com mais de 100 milhões de copias vendidas (de diferentes trabalhos seus) em todo o planeta!!

E mesmo hoje ela continua trabalhando: sua última obra a ter ganho uma adaptação em anime foi Kyoukai no Rinne. Se você é fã dela, tem muito o que se orgulhar viu!

ps: Ela também nunca casou! O.O Não quer dizer que ela não tenha tido experiências amorosas. Né? NÉ???

Fonte: Rumiko Takahashi: [Link] Baka-Updates /Animes da Temporada de Primavera (2015): [Link] – Afontegeek / Rumiko Takahashi Biography [Link] – Site Oficial dela


Espero que tenham curtido o post viu pessoal! Aproveitem a vejam a PARTE 2 desse especial sobre as Curiosidades dos Animes!

Vejo vocês lá!

Top 25 Heroínas mais Irritantes do Mundo dos Animes

Essa semana pelo jeito é a semana das enquetes. Mais uma vez trazido até nós pelo Sankaku, vindo direto do site BigGlobe, votado pelos nossos amiguinhos japoneses, nas Top 25 Heroínas mais Irritantes dos animes! Vamos conhecê-las.

oreimo-img-1

Top 25 Heroínas mais Irritantes do Mundo dos Animes

As mais irritantes, odiosas e insuportáveis heroínas escolhidas pelos seus adoráveis fãs, com as “terríveis” tsunderes e as “moe” aparecendo bem no começo da lista. Aliás, temos até um nosso Top5 Tsunderes dos Animes.  E também temos um Top15 Meninas Moe. Eu sei são muitos top, mas acho que vale à pena dar uma olhadinha nos tops saindo daqui viu.

1. Kousaka Kirino (Ore no Imouto)

2. Mashiro Shiina (Sakurasou no Pet na Kanojo)

3. Haruhi Suzumiya (The Melancholy of Haruhi Suzumiya)

4. Hirasawa Yui (K-ON!)

5. Asuna (Sword Art Online)

6. Nakano Azusa (K-ON!)

7. Nyaruko (Haiyore! Nyaruko-san)

8. Tamako Kitashirakawa (Tamako Market)

9. Sanzenin Nagi (Hayate the Combat Butler!)

10. Chitanda Eru (Hyouka)

11. Kuuko (Haiyore! Nyaruko-san)

12. Manami Tamura (Ore no Imouto)

13. Iori Nagase (Kokoro Connect)

14. Hakase (Nichijou)

15. Akiyama Mio (K-ON!)

16. Asuka Langley (Neon Genesis Evangelion)

17. Kinomoto Sakura (Card Captor Sakura)

18. Taneshima Popura (WORKING!!)

19. Nina Purpleton (Mobile Suit Gundam 0083: Stardust Memory)

20. Saeki Nanako (Aku no Hana)


Concordo deveras com essa lista

oreimo02Nossa…eu acho que nunca concordei tanto com um primeiro lugar nessas listas em toda a minha vida! Eu simplesmente não suporto a Kirino de Oreimo. Eu vi a primeira temporada — aliás de ter sido um dos animes mais ruinzinhos que já vi sem dropar; não me perguntem o por que de eu ver ele inteiro — com um ódio tremendo dessa menina. Fãs me perdoem, mas é minha opinião fazer o quê, hehe?

Por acaso acabei fazendo uma Review de Oreimo aqui no site, num dos clássicos posts “Piores Animes que eu Já Vi”, e caso você sinta ódio dela ou queira sentir rage da minha pessoa, recomendo deveras ver essa minha review de oreimo também.

Euphemia_li_BritanniaMas claro que não teve como ver a segunda temporada e a review que eu fiz é toda baseada na Primeira Temporada com alguns relatos de quem viu a segunda.

Não vi a segunda temporada porque só de pensar na Kirino batendo no irmão e fazendo todas as meninas acharem que ele é um “hentai” me dá nos nervos. Para completar ela ainda “gosta” dele — os “siscon” tem orgasmos. Acho que depois dela só a Euphemia de Code Geass que eu passei o anime inteiro pedindo para alguém aparecer e matar ela, Mhahaha.

Ahh saudade de você! rs
Ahh saudade de você! rs

A Asuna também…vixe! Vi a primeira temporada de Sword Art Online — dropei a segunda — e apesar de não ter ódios mortais por ela, nem mesmo chega aos pés da Kuroyukihime Senpai de Accel World… Ela que é mulher de verdade!

Enfim… E vocês? Acho que outra personagem um pouco tsundere que também meu “ódio ad eternum” é a Pan de Dragon Ball GT. Sem dúvida os japoneses sabem fazer personagens femininas que nos causam raiva infinita…Agora essa Kirino…Vixe! — foi mals fãs, rs

Haruhi e seu jeito Sucubu de ser

E a Haruhi de Haruhi Suzumiya (Review aqui também). Essa vadia não presta!

[Link]

Video Girl Ai – Review: Um dos Clássicos Seinen de Romance dos Animes

Quer dizer que você gosta de animes, principalmente de animes de romance, né verdade? Caso contrário não viria aqui para ler a review do seinen de romance, Video Girl ai. Mais um dos textos escritos pelo amigo Pierrot Glutton, ele fala um pouquinho desse anime que é um verdadeiro clássico do gênero. Curiosos? Vamos à leitura.

Video Girl Ai – Review: Um dos Clássicos Seinen de Romance dos Animes

“Obrigada por escolher o meu video, Meu nome é Ai Amano e tenho 16 anos. E você como se chama?”
“Por que você está tão triste?”
“Entendo… Seu amor não é correspondido..”

Com esse dialogo começa o anime Video Girl Ai, baseado no mangá de Masaku Katsura publicado entre 1989 e 1993. Os OVAS (não houve anime seriado) lançados encerraram antes da finalização do mangá.

Muito se fala sobre o purismo do conteúdo do mangá em relação ao que é colocado nos animes, bem… isso é outro papo também. Hoje iremos falar sobre o que VGA (Video Girl Ai) apresenta.

video girl ai 3

História

A história é sobre um protagonista, Youta Moteuch que não tem sorte no amor (novidade), e que por um milagre do destino (novidade) obtém um auxílio para o amor não correspondido. Falar sobre a história é algo que ao meu ver corta o barato de toda a parada.

video girl ai 4

Então podemos ir falando que esse anime possui algumas referências até hoje utilizadas em eroges, como a abertura onde o personagem alvo se apresenta. O interessante é que isso é de bem antes de games modernos e avançados (sei lá quantos bits que têm hoje) com uma possibilidade maior de jogabilidade.

Algumas coisas no formato que achei muito bom é que os episódios duram em torno de 22 minutos, com extras muito interessantes e que acho que deveria ter sido mantido, como um em que o autor da uma pequena entrevista, ou uma das cantoras da trilha sonora que também se apresenta.

video girl ai 6

Referências

Como história a coisa toda é agradável, não chega a causar suores nos olhos, mas não é insossa. Não há perdas excessivas, mas algumas perguntas ficam no ar. Talvez o mangá tenha respostas, porém é interessante notar que o formato utilizado é comum aos de hoje, sendo que são poucos os atuais que tenham uma qualidade boa como VGA.

Os japoneses são famosos por melhorarem aquilo que outro faz, porque podemos notar indiretamente a inspiração do filme Mulher nota 1000 (em inglês Weird Cience de 1985), quando uma mulher sai da tela. Mas podemos notar claramente que isso foi mera referência.

Pode-se dizer que a Ai foi uma das primeiras "Tsunderes". Ela não é bem uma Tsun por causa do seu jeito meigo... Mas é quase uma "proto-tsundere".
Pode-se dizer que a Ai foi uma das primeiras “Tsunderes”. Ela não é bem uma Tsun por causa do seu jeito meigo… Mas é como uma “proto-tsundere”.

Conclusão

Enfim, é um anime que vale a pena assistir pela quantidade de influências que se apresentam. Não apresento como influência original, mas que muitas coisas saíram dali… saíram.

video girl ai 5
Vai dizer que você não lembra do olhar da Belldandy de Ah megami-sama? — Não conhece AMS? Assista junto com VGA!!

 

Galeria de Imagens de VGA (Click para Ampliar)