Arquivo da tag: robert kirkman

The Walking Dead: Critica da Segunda Temporada – O Desespero Continua!

Aqui neste texto temos uma Crítica da Segunda Temporada de The Walking Dead; tem alguns spoilers, então leia por sua conta e risco! A série pode ser um pouco antiga e já ter passado por bem mais temporadas, mas saber o que rolou na 2ªtemp. pode ser interessante se você curtir muito sua novela de zumbis preferida.

The Walking Dead: Critica da Segunda Temporada – O Desespero Continua!

Semana passada chegou ao fim a segunda temporada de The Walking Dead, série baseada no quadrinho de Robert Kirkman e Tony Moore, produzida pela AMC.

Nesta critica falarei somente da série, não irei compará-la com os quadrinhos… afinal, a série é a série e o quadrinho é o quadrinho. Devido a ótima aceitação do público, The Walking Dead retorna com mais episódios, me pergunto se isso foi mesmo bom, será que foi? E Atenção: Se você ainda não assistiu a segunda temporada, não leia a critica.

O Ar de Desespero Continua…

Mesmo mudando de diretor, a série continuou mantendo seu ar de desespero com a mesma forma de iluminação da primeira Temporada. Só que devido ao aumento dos episódios, cabe aos roteiristas aumentarem a estória para acompanhar o número estabelecido, e como consequência infelizmente The Walking Dead perdeu um pouco o seu ritmo.

Essa nova parte da estória continua acompanhando Rick e seu grupo de sobreviventes do apocalipse -zumbi na busca para encontrar um lugar seguro.

O inicio desta temporada foi realmente alucinante com suspense e muito drama, por exemplo: o desaparecimento de Sophia, Carl é baleado e T-Dog é ferido. Todos esses acontecimentos foram somente no primeiro episódio. O roteiro da segunda temporada foi mais complicado, porem tão bom quanto a primeira temporada em uma análise geral.

Destaque: Shane                                                                                      

O grande destaque dessa temporada foi sem dúvidas o personagem Shane (Jon Bernthal), a devida atenção dada a este personagem foi  um grande acerto, construindo bem sua personalidade, motivos, justificativas e razões mais sólidas que o levariam ao seus atos futuros. E quem conhece os quadrinhos e acompanha a série de TV, sabe que este personagem estaria envolvido no grande clímax desta temporada.

Outros personagens também foram explorados como Glenn (Steven Yuen), Daryl (Norman Reedus). Surgiram novos personagens como Maggie (Lauren Cohen) para formar mais um par romântico,ela é a  filha do fazendeiro Hershel (Scot Wilson).

O roteiro de The Walking Dead nesta temporada, mostra os conflitos humanos, mas o que é certo e errado ao mesmo tempo são os diálogos frequentes entre os personagens, deixando um pouco de lado a ação. O que os roteiristas quiseram passar para os telespectadores é: “Que o maior inimigo deles, são eles mesmos.”

Tudo o que se esperava de uma série desse estilo foi comprida, como mortes de personagens importantes, romance, reviravoltas e surpresas. Só o final que foi muito previsível, sem surpresas e com muito tiroteio como tinha que ser, eles poderiam ter feito melhor o final com mais suspense, mas nada que a prejudicasse muito. Como disse no inicio o aumento de episódios atrapalharam a série: foram muitos episódios de enrolação.

A terceira temporada já foi confirmada, e tem tudo para ser a melhor até agora com a presença confirmada de uma das personagens favoritas dos quadrinhos, e o senador … me arrisco a dizer que a política vai ser explorada nessa nova temporada, e já esta confirmado que o irmão mais velho de Daryl, aquele que perdeu a mão,voltará para a terceira temporada.Vamos ver como irão tratar o personagem Rick,que está passando por mudanças junto com o seu filho. Confesso que apesar de toda a enrolação, gostei mais desta segunda temporada, pois com aquele inicio alucinante tinha tudo para ser perfeita.

Fico no aguardo da próxima temporada que terá mais episódios do que a segunda, e torço para que não cometam o erro da enrolação, afinal os quadrinhos servem como base  justamente para não enrolarem.

 Avaliação: Ótimo