Arquivo da tag: power dark metal

Iconoclast: O vociferar do Metal – Indicação

E aqui vamos para uma indicação no blog, desta vez de um álbum de metal: o Iconoclast, do Symphony X. Escolhi uma das melhores músicas do cd para os amigos e amigas darem uma olhadinha. Vem comigo!

Iconoclast: O vociferar do Metal – Indicação

Logo depois de ter feito uma review de um dos melhores trabalhos do Symphony X na minha opinião, o incrível e taciturno V:The New Mythology Suite, encontrei mais um trabalho de responsa dos caras, lançado em 2011: O Iconoclast (iconoclasta).

Eu já conheço o álbum inteiro e posso dizer que é um dos mais “pesados” que os caras do Symphony X já lançaram. É mais ou menos uma continuação do Paradise Lost com um pouquinho menos de “metal sombrio” e mais um pouco de heavy metal e um vocal mais rasgado.

Com Bons riffs, na verdade, riffs muito bons e com o vocalista lembrando muito músicas como The King of Terrors: bem rasgado como eu já avisei, só que em todas as faixas do cd.

E é bom esse tal de Iconoclast?

É simplesmente muito bom. Se você conhece os álbuns mais antigos dos caras (como o proprio V: The New Mythology Suit, ou Damnation Game) talvez se assombre um pouco de supetão quando ouvir esse, por conta dos riffs mais pesados, dos vocais rasgados.

Mas o virtuosismo e qualidade geral que permeia o trabalho de excelência que o Symphony X faz está presente nesse cd. Pode pegar para ouvir sem medo. E para ser bem sincero, não me espantaria se você gostasse também desse estilo mais pesado que o Symphony X vem adotando. Eu por exemplo, curto muito.

Das faixas do cd, gosto muito da Iconoclast, Reing int the Madness, e da The end of Innocence; todas as faixas como os sempre presente solos de guitarra e teclados simplesmente perfeitos.

A bateria está sempre fazendo seu trabalho maravilhoso, coisa que eu gosto muito. Sem contar o coro de fundo para deixar as coisas um pouco mais sombrias, marca e estilo da banda. Quem já conhece, sabe do que estou falando. Mas a melhor música para mim,  é a rápida e pesada Light Up the Night, que deixo aqui para você, querido amigo ou amiga metaleira poder admirar.

Light Up the Night

refrão:
“My dying eyes scream with pain
All my hopes and my dreams drown in flames
And all the lies shine so bright
All the souls of the world light up the night”

Digam suas impressões, e o que acham Iconoclast que nossa, é excelente, talvez só não melhor que At The Edge of Time do Blind Guardian, que é justamente do mesmo período de lançamento. Fiquem com essa ótima indicação de metal e aquele abração metaleiro do seu amado, AdminTB.

ps: E que capa mais perfeita meu Deus!