Arquivo da tag: novela

Kimi Ga Nozomu Eien – Review: Quando o Anime é uma Novela Terrível!

Que tal falarmos um pouco de anime ruim em? Sim, nos meus textos eu digo logo no início se acho bom ou ruim o que resenho. Então, a bola da vez se chama Kimi Ga Nozomu Eien, que foi muito badalado por vários sites aqui no Brasil. Mas não aqui no meu blog. Venham comigo e vamos falar mal de novela… digo, de anime!

kimi ga nozomu

Kimi Ga Nozomu Eien – Review: Quando o Anime é uma Novela Terrível!

Esse texto na verdade é apenas mais uma das minhas resenhas que chamo carinhosamente de “A série dos Piores animes que EU já vi”! E hoje nós vamos falar de um anime que sinceramente, é UMA BOMBA: Kimi Ga Nozomu Eien! Claro que para explicar porque o anime é tão ruim, vou defender minha humilde opinião com bons e sólidos argumentos, o que quer dizer que vou respeitar os fãs no texto — pois é, se você gosta do anime pode acreditar que vou respeitar seu gosto também.

Na verdade acabei tentado em falar deste anime porque soube que tanto no Japão, cuja Visual Novel parece que fez sucesso, mas principalmente aqui no Brasil o anime bombou Muito. Inclusive fizeram uma blogagem coletiva desse anime. Vários blogs e sites especializados em anime fizeram vários textos rasgando seda desta obra. Indignado com essa situação, venho aqui com argumentos sólidos e minha sensível “cara de pau” demonstrar o porquê esse anime é uma Meleca.

Ahh… sim. Temos SPOILERS. Estão avisados.

Sinopse

Antes uma breve sinopse: Triângulo amoroso básico. Menina tímida, a Haruka, pede ajuda a sua amiga Hayase pra conquistar um carinha. Acontece que a tal amiga já gostava do mesmo rapaz, o Takayuki, mas mesmo assim com pena de sua amiguinha tímida, ela resolve ajudar. Então… a tímida é atropelada e fica em coma O.O.

“Culpamento da Sekai”

Alguma mina parece com a Sekai ai? Beijo me liga!
Alguma mina parece com a Sekai ai? Beijo me liga!

Indo direto ao ponto, este anime é mais uma obra que eu apelidei carinhosamente de “Culpamento da Sekai“. Faço referência à Sekai de School Days que defendi em outro post. Como assim, do que estou falando? Acontece que em alguns animes o Diretor tende a colocar toda a culpa do que acontece de ruim numa só personagem. Isso acontece em School days, aonde o diretor só faltou chamar a Sekai de vadia (não que ela não seja, mas digamos que ela não é uma má pessoa como o diretor tentou colocar).

Aqui nós temos basicamente a mesma coisa: o diretor tenta fazer com que toda a audiência fique contra à Hayase 100% do tempo do anime, para que apenas no final (talvez porque não fizesse sentido que a Hayase fosse tão “Paola Bracho” quanto o diretor queria que ela fosse) ele revertesse a situação para dar um final lógico ao anime depois de vários acontecimentos irreais.

Mas como assim, a Hayase não Prestava?

Hayase deixa de nadar que ela amava, por culpa e também para cuidar do cara, e ela não presta...sensacional isso!
Hayase deixa de nadar que ela amava, por culpa e também para cuidar do cara, e ela não presta…sensacional isso!

A Hayase meus caros amigos e amiguinhas, Salvou a vida do palerma uma dezena de vezes. De uma certa forma me lembrei até da Nagisa em After Story. Pois é, eu citei a Nagisa que é praticamente uma santa para defender uma Vadia. Calma, vamos por partes.

A Hayase Tirou o idiota da depressão; manteve ele FINANCEIRAMENTE durante um bom tempo antes dele voltar a trabalhar — e convenhamos, ter uma mulher linda e forte como ela para te recuperar… é o MEU Sonho. Mas mesmo assim, apesar de uma mulher se doar totalmente para um babaca, todos os personagens do anime a acusavam de “ladra de maridos” — obrigado diretor por ser tão fã de novelas mexicanas.

E agora eu vou colocar ainda mais água no seu feijão, vento no seu pastel e água na sua coca-cola: além do diretor propositalmente ter feito da Hayase uma vilã da obra sem ela o ser… o anime é uma completa fantasia incoerente e nada tem de realista.

Novela fantasiosa e Incoerente demais

Esse anime ao meu ver, “parece” ser real mas guarda muito pouco do que é a realidade de fato. Um bom exemplo de anime verdadeiramente real é Koi Kaze. Em minha opinião um tanto quando delirante, até mesmo animes como Black RockShooter têm muito mais realidade que Kimi Ga.

Até a irmã da Haruka se apaixonou por ele...aff
Até a irmã da Haruka se apaixonou por ele…aff

Mas como assim, do que estou falando, será que enlouqueci? Começo com o fato de todas as minas do anime acharem o idiota do Takayuki “um cara gentil e amável”, sem enxergar em nenhum momento sua fraqueza de caráter — aliás isso é de praxe em animes “culpamento da Sekai”. E o principal deles: o fato da Haruka ter acordado do Coma sem NUNCA perceber que já estava velha para depois de ter Outro Coma, voltar mais uma vez dos mortos e acordar OUTRA PESSOA

Para piorar ainda me fazem uns ovas que só o primeiro episódio desconstruiu todo o bom final. Falemos a verdade, o anime só vale os episódios 1-2 e 14. E algumas outras poucas cenas… Não entendo porquê fizeram essa blogagem coletiva dessa obra — uma novela da Rede Bobo japonesa. Mas enfim, gosto é gosto e respeito isso.

Tomara que dentre todos os blogs que comentaram ele, tenha algum com uma opinião adversa e bem argumentada, citando pelo menos o ponto do “Culpamento da Hayase”… nem precisa citar a Haruka ter acordado lelé, e depois de ter outro coma, acordar Outra Pessoa.

Sabiam que o Anime era uma Visual Novel?

Kimi_ga_Nozomu_Eien_386_1280x1024Vocês sabiam que este anime era uma Visual Novel antes de se tornar um anime? Digamos que vocês nem ao menos saibam o que seja isso… eu explico o que são Visual Novels neste link. Mas falando de maneira sucinta, Visual Novels são jogos de conquista, ou jogos de namoro, que você encarna algum personagem para conquistar meninas ou meninos — depende do seu gosto, depende da visual novel.

Então, Visual Novels, tem o que chamamos de “Rotas”, que é por exemplo, quando você escolhe namorar (conquistar) a Hayase, ou a Haruka. Então você escolhe uma ou outra, a rota de uma ou de outra — e em cada “rota” nós temos acontecimentos e futuros diferentes. Ou ao menos era para ser assim.

As Duas Rotas Juntas mas com Finais Diferentes

Sabemos que ele ficou culpado 'forevermore' por causa do acidente, mas esse é o motivo, o lado dele é compreensível demais. Até demais.
Sabemos que ele ficou culpado ‘forevermore’ por causa do acidente, mas esse é o motivo, o lado dele é compreensível demais. Até demais.

Dito isto, alguns argumentam que a rota do anime é a da Hayase porque o lerdão ficou com ela no final. Eu penso que isso é um pouco complicado. Claro que não joguei o erogue — vou só dar uma opinião pessoal. Então, caso o anime conte a rota da Hayase, levando em conta que você é o manolo babacão herói do anime e do game, logo se trata de Sua Visão e das outras personagens sobre a Hayase — o anime parece na verdade tentar contar uma única história mesclando ambas as rotas (a dela e a da Haruka).

Por que o seguinte, se pensarmos que se trata da rota da Hayase somente porque ela ficou com o tapado no final, não acho possível. Afinal, foi só mudar o fim do anime e readaptar os OVAs para que a Haruka ficasse com o Palerma. O que significa que ambas as rotas do anime foram a mesma historia readaptada — e eu culpo o diretor mais uma vez por ter feito isto — somente mudando o final para se identificar de quem é a rota.

Tá na cara que o diretor adaptou as duas Rotas no Anime, só mudando o final

Por que acho isso? Imaginemos que alguém joga o game focando a rota da Hayase, e a rota dela trata justamente de mostrar o quanto ela é uma “vadia”. Isso parece fazer algum sentido? Você ia tentar conquistar uma garota que todos odeiam e te faz pensar que não presta? Pergunto: Se a rota da Hayase for assim mesmo, focando apenas seu “culpamento”, como é possível que esse jogo tão ruim seja tão aclamado, e como esse anime que é uma BOMBA foi tão bem falado até aqui no Brasil?

Como não joguei a VN e como também não acho que seja possível que no game o “culpamento da Hayase” seja tão forte como no anime, continuo culpando o diretor. Ao meu ver ele mesclou as duas rotas (Hayase e Haruka) para mostrar o quanto a nossa nadadora gata “não presta e não valia nada” — porque a rota da Hayase deve mostrar que a Haruka não presta, e vice-no-versa. No fim, ele escolheu o final que quisesse, sendo feliz para uma, ou para outra. Fim.

Agora, se o próprio game na rota da Hayase mostrar que ela é uma vadia…. eu desisto, sério mesmo. Até o game deve ser terrível.

Conclusão

Pobre Hayase...
Pobre Hayase…Todo mundo gostou quando você traiu o palerma…hehe

O diretor tentou colocar a opinião da audiência contra a Hayase; personagem principal palerma e mesmo assim, diretor insiste em dizer que ele é “um cara legal”; realidade espelhada, ou seja, de real esse anime não tem é nada.

Salvo apenas o sentido que só veio aparecer no último episódio: As coisas Passam/ às vezes ninguém tem culpa do que aconteceu. Elas só são do jeito que são e devem ser aceitas como tais. Mas como focar esse sentido ‘tão bom’ no meio de uma direção ‘pirada’ e de uma história sem sentido? Isso porque não falei da falta de profundidade dos personagens.

E reitero, repito e não desisto de falar: não entendo o motivo dessa blogagem coletiva. Tanto anime melhor… Toradora por exemplo. É por essas e outras que reviews de animes só leio as minhas!

Abração!

Lado a lado: Saiba mais sobre a próxima novela das 18h

A Rede Globo já começou a exibir uma breve chamada da sua próxima novela das 18h, “Lado a lado”. Escrita por João Ximenes Braga e Claudia Lage, tendo como diretor de núcleo Dennis Carvalho e diretor Geral Vinícius Coimbra, a trama será exibida em Setembro.

Lado a lado: Saiba mais sobre a próxima novela das 18h

Conheça a história de Lado a Lado, a nova novela das seis, que estreia em setembro (ladoalado/tvglobo)
As protagonistas Isabel (Camila Pitanga) e Laura (Marjorie Estiano)

A novela será abordada no Rio de Janeiro, ano de 1903,  período em que  a Lei do Ventre Livre estava em vigor há 32 anos, e a Abolição da Escravatura completava 15 anos. A trama mostrará  a primeira geração de negros livres do país e os ex-escravos egressos do campo, criando espaços de convivência nos grandes centros urbanos, celebrando as raízes africanas, construindo uma cultura própria.

Na história as protagonistas  Laura (Marjorie Estiano) e Isabel (Camila Pitanga)  se conhecem no dia dos seus casamentos, em plena igreja. Laura está noiva de Edgar (Thiago Fragoso), filho do poderoso senador Bonifácio (Cássio Gabus Mendes).

Essa união é a última esperança de sua mãe, a ex-baronesa Constância (Patrícia Pillar), reconquistar o status social perdido com o fim da monarquia. Mas Laura não tem mais certeza do amor por Edgar, a moça sonha em trabalhar como professora e escrever, ação que era proibida para as mulheres de elite.

Atores posam como Edgar e Laura (Foto: Lado a Lado/TV Globo)
Thiago Fragoso (Edgar) e Marjorie Estiano (Laura)

Por sua vez, Isabel está realizando o sonho casar com Zé Maria (Lázaro Ramos), o seu grande amor. Nascida livre, Isabel trabalha desde os 14 anos, na casa da Mme. Besançon (Beatriz Segall), com quem aprendeu a falar francês.

Elegante e musical, a moça encanta quem a vê dançando nos cordões de carnaval. Mesmo morando em um cortiço e ganhando pouco, ela e Zé sonham em vencer na vida, em serem respeitados em uma sociedade muito preconceituosa.

Mesmo com origens tão contrastantes, Laura e Isabel veem nascer uma grande amizade nesse momento tão especial. Mesmo com origens diferentes, Laura e Isabel veem nascer uma grande amizade nesse momento tão especial.

Camila Pitanga (Foto: Lado a Lado/TV Globo)
Atriz Camila Pitanga (Isabel)
Sobre o tema de abertura,a Rede Globo definiu que será música ”Liberdade, liberdade! Abre as asas sobre nós”, samba feito pela Imperatriz Leopoldinense em 1989.
Camila dançando (Foto: Lado a Lado/TV Globo)
No elenco da novela estão atores como Camila Pitanga, Lázaro Ramos, Marjorie Estiano, Patrícia Pillar Rafael Cardoso, Caio Blat, Thiago Fragoso, Werner Schunemann, Klebber Toledo, Daniel Dalcin, Isabela Garcia, dentre outros.
constância e isabel (Foto: ladoalado/tvglobo)

 

Carrossel – Impressões da Novela: Cuidando do Público Infantil

Estreou segunda-feira, dia 21/05, no SBT, o remake da novela infantil Carrossel, grande sucesso em  1991 e 1992. A nova adaptação ficou a cargo da autora Íris Abravanel  e do diretor Reynaldo Boury.

Carrossel – Impressões da Novela: Cuidando do Público Infantil

A trama teve a melhor audiência de estréia do SBT, o que deixou muitos, inclusive a emissora de boca aberta. Mesmo com pouco investimento, Carrossel está fazendo um milagre na emissora que a partir de agora precisa se esforçar ainda mais para voltar a vice-liderança, que atualmente é da Rede Record.

Vários fatores são responsáveis pelo interesse das crianças na novela:  o projeto de divulgação, que não apenas se limitou em chamadas durante intervalos comerciais, mas dentro da própria programação e em locais públicos como ônibus e zoológicos.

Para as Crianças

carrossel as crianças

A trilha sonora, a sonoplastia e os efeitos especiais, tanto nas cenas como também nas transições das cenas, na qual chamam a atenção e agrada o telespectador, pois deixa a novela mais dinâmica.

O cenário coloridíssimo mesmo, ao meu ver, sendo irreal numa escola, mobiliza as crianças, pois deve ser o sonho de escola perfeita para estas.

Atualização da Novela – O mais legal do Remake

carrossel

A atualização de contexto é uma noção importante e que foi  super certa da parte de Íris Abravanel, pois, por exemplo, se não houvesse a inclusão dos meios eletrônicos na adaptação, as crianças que assistissem, com certeza, não se identificariam.

Mas o mais legal desse remake é que mesmo tendo essa atualização, a autora e o diretor deixaram resquícios  de uma infância antiga em que as crianças brincavam de pular corda, pega-pega, amarelinha e não ficam apenas no computador  e vídeo game.

Seguindo o mesmo Enredo da Original

carrossel professora

Dentre as crianças, até agora, destaca-se nas atuações os atores  Jean Paulo Campos (Cirilo), Maísa Silva (Valéria), Larissa Manoela (Maria Joaquina), Lucas Santos (Paulo), Matheus Ueta (Kokimoto) e Nicholas Torres (Jayme), porém estes ainda necessitam melhorar mais  um pouco e cabe ao diretor ajudar nesta questão. O centro das criticas é a atriz Rosanne Mulholland, a professora Helena, que demostra insegurança no papel.

Aqueles que assistiram a novela originalmente, ao se deparar com esse remake, acha tudo muito previsível e cheio de clichês. Diferente de Rebeldes, da Record, Carrossel segue o enredo da versão mexicana, o que acredito ser o correto.

Conclusão

Para mim (Tassio) Jaime foi o melhor ator-mirim da novela
Para mim (Tassio) Jaime foi o melhor ator-mirim da novela

A novela  que muitos não botavam fé , surpreendeu e chamou atenção até mesmo a emissora RTP, de Portugal, na qual está de olho no ibope para comprá-la, isso é igual a dinheiro, dinheiro e dinheiro no bolso de Silvio Santos, o qual não apostou em atores conhecidos e caros, e numa super produção e está lucrando – HA, HA HAii…

Porém mesmo com toda essa rotulação de sucesso, ainda existe uma oscilação de pontos de audiência. Segundo o jornalista e critico de TV, James Akel, só poderemos saber realmente qual é a marca  de Carrossel, após 15 dias. Agora é só esperar.

Gabriela – Saiba tudo sobre sobre a série da Globo

Como muitos já devem saber, a nova aposta de remake da Rede Globo será “Gabriela , cravo e canela”. A adaptação que está sendo escrita por Walcyr Carrasco, estreiará em junho, na faixa das 23h.

Gabriela – Saiba tudo sobre sobre a série da Globo

Juliana Paes será Gabriela

A atriz Juliana Paes que viverá a protagonista, Gabriela, já começou a tomar aulas para encarar o seu novo papel sensual na TV, está terá como par romântico Humberto Martins, que recentemente trabalhou no remake de “O Astro” .

Muitas polêmicas já vem sendo causadas, bem antes de estrear a trama. Tudo começou com a escolha da protagonista, pois muitas pessoas achavam Juliana velha demais para encarar o papel, especularam então, até mesmo, a atriz Paloma Bernardi para a personagem, mas Juliana saiu vencendo a disputa.

A briga entre Walcyr e Roberto Talma, diretor de núcleo, pela escolha de elenco vem sendo o drama da trama. O fato mais intrigante, até agora, é a escolha da atriz para intérprete  de Maria Machadão, a cafetina, dona do Cabaré Bataclan, lugar onde se passa grande parte da novela. A

trizes com Sônia Braga (a Gabriela da versão original da novela) e Regina Duarte foram cotadas para o papel, mas ambas, pelo que parece, não quiseram. Então, Elizabeth Savalla, amiga querida do autor seria a representante, porém o diretor não quis, lhe dando um outro papel de menor destaque, Walcyr, então, desconvidou a atriz. As concorrentes agora são as atrizes Lucélia Santos, Suzana Vieira e Betty Faria. Quem será a cafetina dessa história?

O remake investirá em cenas de sensualiddae, não apenas com a protagonista, mas com foco em todo elenco feminino. O autor disse:

“É preciso distinguir sensualidade de sexualidade explícita. Garanto que a sensualidade em “Gabriela” será de bom, gosto.”

Sobre o elenco, alguns atores já estão escalados para trama: Ildi Silva, Bruna Linsmeyer, Giovanna Lancelloti, Max Fercondini, Vanessa Giácomo e Maitê Proença.

A atriz Maitê Proença, por exemplo, viverá a personagem Sinhazinha, na qual terá muitas cenas de sexo e nudez.

Por sua vez, Vanessa Giácomo, segundo o Blog na TV, do jornalista Fernando Oliveira, será Malvina, filha de um coronel, que terá um relacionamento com Mundinho Falcão, personagem de Max Fercondini.

Vanessa Giácomo

 Comentário

A Globo, com certeza, acertou em escolher “Gabriela” como seu próximo remake das 23h, além de ser popular, o diretor, que não é besta, usará a nudez para alavancar a audiência  e outras coisas mais.

O engraçado disso tudo é a disputa pelo papel de Maria Machadão, nunca vi tanta gente brigando para ser uma prostituta, mas essas atrizes não são bobas, sabem que a cafetina tem um certo destaque e isso será melhor ainda para sua carreira que já é ilustre.

Na minha opinião, Regina Duarte seria interessante no papel, mas como ela não quis, acho que a personagem fica entre Suzana Vieira, a que pra mim ganha, e Betty Faria, que, por sua vez, já viveu Tieta do Agreste, outra novela baseada na obra de Jorge Amado.