Arquivo da tag: Nolan

Resenha de Trilogias: Batman (os Filmes do Nolan): História, Coringa e Gotham

E lá vem de novo nosso querido amigo Aldair, com mais das Resenhas de Trilogias, mas agora ele escolheu falar da Trilogia de filmes do Batman feita pelo Nolan. Você vai encontra curiosidades, cenas inesquecíveis do filme, e claro uma opinião bem fundamentada sobre todo o conjunto da obra. Vamo lá!

Resenha de Trilogias: Batman (os Filmes do Nolan): História, Coringa e Gotham

CapaEu gosto de causar uma ideia legal ao meu respeito então nada melhor do que trabalho pesado (risos). Irei passar pra vocês um texto bem longo, porém espero agradar a gregos e troianos e principalmente aos brasileiros que lerem.

Falarei sobre os três filmes e citarei o que me chamou atenção, mas não irei focar em muita coisa e sim no que acredito ser o mais importante porque afinal de contas, ninguém gosta de “garotos tagarelas” ou informação desnecessária.

Enfim chega de papo vamos aos resultados.

BATMAN BEGINS

B1 01

Já assisti este belíssimo filme várias vezes e sempre fico surpreso com o que vejo, apesar de ter coisas que não foram muito de meu apreço não são de me deixar desinteressado ou julgá-lo como algo ruim por apenas uma simples antipatia minha (risos).

Sua história é contada tão bem que fico espantado com tamanha adaptação: coisa rara hoje em dia, aonde quase sempre acabamos por ter um roteiro adaptado do original com tantas mudanças geralmente drásticas (ou burras) que acabam por estragar o filme de imediato.

A história de Bruce e a família Wayne, seu treinamento e mudanças, sua descoberta e ascensão há Batman são contadas de uma forma muito calma, porém extremamente excitante e de prender a atenção do começo ao fim.

Vilões

96zjao8mo3bmhfk1u9ko051wvSeus vilões são excelentes para um começo de trilogia e o seu principal vilão nos deixa a mercê de uma história que pode interligar a algo muito maior. A atuação também é ótima a não ser (eu tinha avisado que algo me incomodou) pelo Espantalho, na minha concepção foi um vilão um tanto mal aproveitado não pelo enredo do filme e sim por sua atuação que ficou tão simples que eu o considerava um figurante. Mas como Ra’s Al Ghul foi extremamente gratificante não liguei muito para o Espantalho.

Emocional Bem Encaixado

BD-S-7627

Apesar de tudo que ocorre ao filme o que me surpreendeu ainda mais foi o “caso de amor” de Bruce, o que foi muito bem encaixado e que fez eu perceber seu lado humano e emocional o que pode ser uma faca de dois gumes na vida de um herói, porém acredito que além necessário ele foi de enorme valor não só no primeiro filme e sim para toda a trilogia.

Sem me esquecer do Batmóvel!

Batmovél

Não posso me esquecer do incrível Batmóvel. Este filme foi longe com a ideia do carro do herói mais não quer dizer que ficou ruim e sim que ficou tão bom que da inveja (até parece que os antigos já não causavam este efeito).

As muitas evoluções do mesmo e de outros apetrechos ao longo da trilogia, mais o Batmóvel no Begins marcou muito sendo assim merece ser destacado desde já (acredito que já falei tudo apesar de parecer um resumo sei que entenderam até onde eu quis chegar e espero ter chegado).

BATMAN CAVALEIROS DAS TREVAS

B2 01

O segundo filme foi o mais impactante para mim, não que os demais foram fracos mais este em si foi de um enredo que não escondo meu fascínio e elogios.

Seu elenco continua com a força que mantém o nome de Batman em nossas mentes, de herói para vilão se criou um filme épico pelo menos para mim mais acredito que para muitas outras pessoas também.

Apesar da mudança da atriz que interpretava Rachel, não teve o resultado que muitas vezes acontece que é falta de sincronia de quem assiste ou até antipatia. A atuação foi tão boa que desde o começo foi agradável e gratificante também (mas sempre irei declarar aos amigos que gostei mais da atriz anterior, acredito pela beleza excitante tanto de rosto quanto de corpo da atriz ).

A guerra imposta contra os justos nos dá uma explosão de acontecimentos e de tal inteligência que quem sou eu para comentar algo tão sublime e psicopata (deveria ter o título: “Batman: O Caos Reina”).

CORINGA

B2 03

O que falar dele?! Sua atuação foi algo que não posso descrever. O que li em quadrinhos foi posto à prova e passada com uma nota além do que se pode imaginar. Uma dedicação e demonstração de sabedoria e “loucura” dignas do real Coringa. O filme não é apenas de um vilão e sim de um herói e muitas das vezes dos demais participantes, cada um tem um importante papel, porém desta vez ele roubou a cena e se mostrou o agente do Caos e como já disse anteriormente: “O Caos Reina”.

Harvey Dent – Duas Caras

B2 04

De herói do povo para decepção e que poderia chegar a ser o maior destruidor das esperanças de uma cidade tomada pelo terror, mafiosos, morte e com a corrupção como maior mal que há assola por décadas.

Um personagem moldado a justiça mas perdido no acaso, sua atuação é inteligente e bem feita e seu enredo é digno de palmas mesmo ele não sendo o “verdadeiro mocinho”. O que pode corromper a alma de um homem nobre? Será que quando se quer justiça, pode acabar sendo corrompido pelos seus próprios ideais?

Tudo isso é visto neste filme grandioso que não nos foi dado por mero “acaso”.

Cena Para Relembrar

B2 02

O interrogatório foi algo cômico, tenso, de ação rápida e respostas decisivas para todos os acontecimentos finais do filme, sua atuação também chega ao ápice e o clímax é dos melhores, “é rir para não chorar”. Belo e Sádico resume bem a cena sendo assim termino meu segundo relato espero não tê-los deixado tediosos.

BATMAN RESSURGE

280913_Papel-de-Parede-Personagens-de-Batman-O-Cavaleiro-das-Trevas-Ressurge_1280x720

Esperamos um grande fim para esta trilogia e recebemos algo grandioso assim? Sim, primeiro descobrimos como uma mentira salvou uma cidade corrupta e em sequência nos é apresentado um vilão com desejo de vingança e por fim uma guerra onde toda a cidade é posta à prova de sobrevivência. E mais uma vez estamos a frente de mais um épico espetáculo.

BANE VS BATMAN

B3 04

A luta entre eles é fenomenal e o que me deixa ainda mais satisfeito é com a adaptação, desde o primeiro filme eles ajustaram a historia passada nos quadrinhos e a adaptaram para que fica-se cada vez mais próxima da realidade e conseguiram em todos sem que perde-se a essência. O ideal de Bane apesar de simples foi muito bom e os acontecimentos com Batman após a luta também me agradaram muito o que o torna para mim uma das melhores trilogias adaptadas para o cinema.

MULHER GATO

anne-hathaway-mulher-gato1

Apesar da personagem ter sido um pouco ofuscada com tantos acontecimentos, mesmo ela tendo varias cenas e com maioria delas sendo diretamente com o Batman, suas participações acabam por serem simplórias mais com valor muito significativo no final, sua atuação foi linda, sexy, inteligente e cruel de certa forma, enfim foi satisfatória apesar dos por menores.

O Final Digno

B3 02

Neste filme aparece muitos personagens que acabam por proporcionar um final devastador e com um enredo muito bem encaixado como foi em toda a trilogia fora o “Morcego” que surpreendeu até a Mulher Gato, e com um desfecho tão bonito que para mim valorizou a palavra herói e a vida como um todo, de uma forma ao qual eu não esperava (fim do meus relatos sobre o terceiro filme).

Menções Honrosas

Alfred

E 01

Como posso deixá-lo de fora não é mesmo?! Sua atuação e a forma como seu personagem agiu desde o começo foi de valor inestimável pra mim,  ele foi o maior aliado, mentor e herói que Bruce teve além de ser o pai que ele não pode ter.

Fox

E 03

Mais um aliado de valor que Bruce pode contar desde o começo, sua atuação é de uma força sem tamanho e seu personagem contém a honestidade e a inteligência que a empresa Wayne e o Batman precisam.

Gordon

E 02

O policial mais honesto de Gotham e que com tantos anos de trabalho ainda tem fé que a cidade pode mudar, atuação maravilhosa ele se torna o aliado de Batman para que se faça justiça em Gotham.

Conclusão e Sentido: Chegando ao “FIM”

Chega ao fim meu review desta magnífica trilogia e antes que me esqueça lembre-se do principal personagem e objetivo do filme: que nada mais é que Gotham. Enfim meus amigos e amigas, espero que tenham gostado.

Epilogo

“JUSTIÇA E PAZ AO POVO DE GOTHAM!”

Interstellar: Trailer do Filme de Christopher Nolan

Em dezembro foi lançado o “teaser trailer” (um trailer bem curtinho) de Interstellar, o próximo filme do diretor da trilogia Batman Dark Knight: Christopher Nolan. Apesar de não mostrar muita coisa, é extremamente emocionante.

Interstellar: Trailer do Filme de Christopher Nolan

interstellar-christopher-nolan

Agora com a chegada de Godzilla aos cinemas, o primeiro Trailer Completo de Interstellar (e trago ele até vocês aqui) foi lançado, e como tem muito mais imagens, dá para se ter uma melhor ideia do que o filme vai tratar.

Interstellar é estrelado por Matthew McConaughey, Anne Hathaway, Jessica Chastain, Matt Damon, Bill Irwin, John Lithgow, Ellen Burstyn, e Michael Caine, e vai ser Lançado em 7 de Novembro.

GeeksofDoom: [Link]

Robocop 2014: Trailer Sensacional e Legendado do filme!

E mais uma vez andando pela boa internet brasileira, acabei achando esse incrível trailer do novo filme do Robocop, que conta com a direção do brasileiro José Padilha — diretor de Tropa de Elite.

robocop josé padilha

Robocop 2014: Trailer Sensacional e Legendado do filme!

O filme vai estrear nos cinemas em fevereiro de 2014 — não sei se será estreia mundial ou só nos cines de lá — e conta com atores sensacionais como Samuel L. Jackson e Gary Oldman — o Gary foi o comissário Gordon do ‘Batman do Nolan’; sim, não gosto de falar ‘Batman do Nolan‘.

Parece que o filme vai contar um pouco a vibe: “Humano, ou Robô?”
E eu estou louco pra ver!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte da notícia: Judão [Link]

Porque o Ben Affleck como Batman simplesmente não Desce!

Este post sobre Ben Affleck como próximo Batman, simplesmente rendeu uma das tretas mais homéricas do Afontegeek. Mas então, este que vos escreve ODEIA o Ben Affleck, e se pergunta se até ele poderia estragar um filme do Batman. Você também acha que é possível?

batman_3_the_dark_knight_rises

Ben Affleck como Batman não Desce!

Pois bem pessoal, eu como fã do morcego-man resolvi falar um pouco sobre essa notícia bombástica. Geralmente reúno fatos de sites gringos, mas como ando meio sem paciência, vou usar uma fonte brasileira que eu gosto bastante.

Mass, tem algumas coisas que eu realmente não sei. Por exemplo, eu não vi o  Man Of Steel ainda, então não dá nem pra comentar como será feita essa sequência, ou em que vibe ela será, tendo fonte ou não. E outra, não sou especialista em HQs, então né? Não sei tudo não!

Então, do que eu vou falar?

man of

Assim que soube que o novo Batman seria baseado na Graphic Novel de Frank Miller, Batman O Cavaleiro das Trevas — que se bem lembro, tem 4 filmes em animação contando de uma forma, meio ‘diferente’, a HQ — fui ler a referida  posso dar uma opinião legal a respeito, já que o filme terá influência dela.

110638_Papel-de-Parede-Batman-O-Cavaleiro-das-Trevas-The-Dark-Knight-Batman-Begins-2--110638_800x600

A primeira coisa a se dizer é que parece que o Ben Affleck já esperava esse convite. Não tenho dúvida que o diretor do Man of Steel, o Zack Snyder e provavelmente o produtor, o Nolan, tinham uma noção de que o papel do Batmão seria do Ben — que não é o tio Ben.

Também parece meio claro que o Ben, que não é o Tio, tem uma boa relação com a Warner, e não é de se espantar caso ele venha a dirigir a possível sequência: Liga da Justiça. A coisa para o lado dele também vem boa desde o filme Argo que ele dirigiu — não sei, não vi — e pelo que parece, rendeu bons dividendos e boa crítica. Vale dizer que ele foi defendido pelo Damon?

Mas peraí!

Vamos com calma. Primeiro que ao meu ver, os heróis da DC são meio diferentes dos da Marvel. Podem me xingar, mas eu comparo facilmente a Marvel à Naruto, que é repleto de conceitos, arcos longos e personagens com poderes impressionantes.

Thor HQ

Claro que isso não foge muito da DC — HQ no fundo tem configuração de mangá shonen — mas quem viu, por exemplo, o desenho do Homem-Aranha — que é bom dmais — dos anos 90 e um da Disney dos anos 2000, sente uma diferença enorme quando comparado com o Batman Animated Series.

Sabe? Não há uma Mary Jane. Há problemas psicológicos e dramas existências. Há um medo perpétuo e uma tensão constante de ‘ele vai morrer’. Isso é impensável com o Wolwerine por exemplo, mas se um autor for gênio o bastante facilmente mata o Superman.

darkseid
Darkseid

Claro que essas diferença diminui um pouco com os trabalhos do gênio Jack Kirby que tem personagens nas duas. Só citando, Thor (Marvel) e Darkseid (DC). Até porque HQ como shonen, trabalha com conceitos e arcos… Mas se ficarmos somente em filmes, animações da DC, e compararmos com os da Marvel, veremos perguntas como, “Olha o Batman não é só um louco, um vigilante mascarado?”.

Perguntas que não aparecem no Quarteto Fantástico, e que poucas vezes são feitas do Peter Parker, para o Peter Parker, e não do J. Jonah Jameson para o Homem-Aranha. São perguntas que claro, não lembro que o Batman se faz, mas que têm uma aura ao redor do seu manto de ‘hei aquele é um cavaleiro acima da lei?’

Liberdade DC x Marvel

Novo-poster-de-Os-Vingadores

Acho que isso fica bem claro quando comparamos os Vingadores com o Batman dos cinemas por exemplo — o Batman do ‘Nolan’. Primeiro, não é o ‘Batman do Nolan‘, muitos conceitos ali foram pensado no próprio ‘Cavaleiro das Trevas‘ e possivelmente em outros quadrinhos.

coringa jack-nicholson-as-joker

Quem leu a HQ de Miller viu coisas como ‘precisamos do Batman, é o que temos’, ou então ‘é preciso fazer mesmo que acima da lei’. O próprio Bane é idêntico a um dos arcos da HQ com a dominação da cidade de Gotham pelos esgotos, e nem vou dizer que o Coringa de Miller é de uma loucura parecidíssima com a de Ledger/ Jack Nicholson.

Acho que há uma maior liberdade de bons escritores, para trabalhar os personagens da DC, mesmo que isso não queira dizer que o filme vai dar boa grana. Convenhamos, os filmes Marvel como o próprio Vingadores, são divertidos, de ação, são realmente quadrinhos. Mas não são Filmes. São filmes que você senta e se diverte vendo com amigos — coloco no meio até filmes como Blade que são pesados.

coringa Ledger

Mas tá, vamos pensar na loucura e falar do filme 1 do Homem-Aranha. O Duende-verde é inspirado no Coringa, mas não chega perto do caos do primeiro. E quando falo loucura, falo da aura de que o filme do Batman de 88 tem. Durante toda a película fica a dúvida “quem é o louco, o Batman ou o Coringa?“. ‘Grandes poderes vêm grandes responsabilidades‘ nem chega perto!

É tudo HQ

Kirsten-Dunst-as-Mary-Jane-in-2002-spider-man

Para fechar, não quero defender nem atacar nenhuma das duas. Mas pra mim é claro, que grandes autores tem maior liberdade para trabalhar os conceitos dos personagens da DC que nos da Marvel, e claro que vão surgir filmes/ obras mais líricas na primeira — tirando o ótimo X-Men Primeira Classe, que é um bom filme, mas não é um ‘Batman do Nolan’, rs.

Agora me pergunta se o Batman é um conceito melhor que o Homem-Aranha, ou se o universo Marvel é menos coeso que aquela loucura de universos paralelos que a DC tem, me pergunta? É tudo HQ, tudo tem a mesma vibe. Mas enquanto não derem, ou que eu ainda não saiba — todo mundo que lê quadrinho fala que o Homem-Aranha na época do Stan Lee era Genial! — os autores não têm liberdade de trabalho na Marvel. Ponto.

Porque O Ben Affleck não desce!

ben-affleck-batman-bashing-on-twitter

Ai me pegam o Ben Affleck cujos filmes que vi são uma bosta. E são mesmo. Só vi atuações ridículas e não esqueço de um filme de polícia/ladrão que ele dirigiu, que eu e uma menina que estava namorando achamos um saco.

E botam ele pra fazer uma das encarnações mais geniais do Batman — Matt Damon, leia a HQ de Miller! Frank fala de tudo ali: loucura, sociedade, motivações, o que é ser um vigilante, poder, feminismo — A melhor Robin já feita! — humanidade, divindade. Ai me baseiam nessa obra-prima e chamam esse idiota.

Não me desce. Tomara que, como fã do Batman, eu esteja errado, ele mande bem e eu morda a língua. Porque Ben, leia a HQ de Miller, e veja que você está lidando com uma obra-prima ocidental — obra-prima que só foi possível na DC pela maior liberdade Autoral que ela tem, quando comparada à Marvel, ao menos até aonde sei.

Galeria com Spoilers da HQ de Frank Miller

Este slideshow necessita de JavaScript.

Abraços!!

Fonte: Judão
1 [Link]
2 [Link]
3 [Link]