Arquivo da tag: nazo no kanojo x

Nazo no Kanojo X – Crítica: O Erotismo e o Simbolismo que fazem parte da Vida

Este é um dos textos que mais gostei de fazer no Afontegeek. Se trata da Crítica de Nazo no Kanojo X. Isso mesmo, daquele Anime da Namorada com Orgasmos de Saliva (sem spoilers). Você pode ver as Primeiras Impressões dele também. E boa leitura!

Run to The Hills…ou não.

Nazo no Kanojo X – Crítica: O Erotismo e o Simbolismo que fazem parte da Vida

E lá vamos nós para a minha primeira Critica de um anime. O irônico que tinha de ser de um dos animes mais controversos dessa temporada que acabou de acabar, e porquê não, um dos mais estranhos quais muitos amigos otakus vão ver em suas vidas. Sim, estou falando dele, Nazo no Kanojo X!

A Critica em trata do Roteiro e Direção, Trilha Sonora, Character Design e Personagens, Historia e Enredo, tudo nessa ordem, e sem nenhum spoiler para você amigo leitor. A Segunda Parte, que é apenas para quem viu o anime,  e que está cheia de Spoilers. É nela que está minha humilde opinião sobre o sentido da obra.

– Mas primeiro… A [the mine] SINOPSE:

Nazo no Konojo X, ou Namorada Misteriosa X, é um anime que veio de um mangá que é seinen que é ecchi também. Conta a história entre a menina Urabe Mikoto e o gurio Akira Tsubaki. A menina é a tal da menina do cuspe… De forma resumida, o cuspe dela parece transmitir sentimentos, pensamentos, e todo o tipo de coisa, para a pessoa que ela tem algum tipo de afeição/ligação especial, e vice-versa. Ai bem, é troca de saliva para cá e para lá. (Ecaaaa!)

Roteiro e Direção

Corree Akiraaa!

Não é muito habitual quando a gente tem quase a mesma opinião de nossas “primeiras impressões“. Falo isso porque mantenho o que disse lá, quando eu falei do Primor que eram o roteiro e a direção.

O Roteiro segue o estilo mais moderno, ou seja, ele não perde nosso tempo explicando mil coisas em seus mínimos detalhes. Na verdade, a justa graça desse anime está ai, em montar um certo mistério que envolve a nossa querida Urabe Mikoto.

E a Direção? Ela nos arma as cenas mais emocionantes e ao mesmo tempo intrigantes que você meu querido, ou querida amiga, vai ver. Quase sempre os episódios seguem em duas partes que se unem de modo inteligente, nos faz realmente querer ver o próximo e o próximo…episódio. Sem contar que, como o que liga os personagens e dá movimento à história, é o cuspe, o diretor fez aqui um trabalho magnânimo, onde nós ficamos “ahh não” quando vemos… Ou até mesmo, com uma perguntinha: Isso foi Bonito ou Nojento?

Trilha Sonora

Fãs de moe têm Espasmos — ahh, deixa de ser chato!

Esse é um ponto interessante. Eu não tinha notado a trilha sonora até reassistir para fazer a crítica. E comparando com os dois volumes e meio que li no mangá, nossa, a trilha sonora não poderia ser melhor. Nos momentos de emoção, te traz aquela dorzinha gostosa no lado esquerdo do peito, nos de comédia, ela ri junto com você, e nos de simbolismo-mistério, te intrigam ainda mais. Das trilhas sonoras que gostei mais,  só a de Guilty Crown ou a de Death Note.

Character Design e Personagens

Quem diria que seria tão geniosa em menina?

Aqui uma coisa deveras notável. O Estilo do mangaka é realmente “antigo” e o anime trouxe uma fidelidade mais bela para obra. Apesar de achar que todo mundo se parece um pouco, as diferenças estão justamente nos olhos, e nas personalidades dos personagens. Agora, um fato inusitado, o mangaka é muito mais “brincalhão” nos seus traços do mangá, enquanto o anime é mais secreto, mais misterioso, simbólico mesmo. Ponto para o anime.

Os personagens são extremamente densos. O que mais posso dizer? Que todas, eu disse, todas as personagens femininas deste anime são completas — algumas são doces, outras parecem tímidas, algumas brincam com o que os meninos sentem — todo o universo feminino às vezes em uma só personagem.  Sempre que vejo uma “menina-mulher” de Nazo, lembro instantaneamente da vida.

O jeito que elas sabem o que os rapazes pensam, ou quando elas estão mais vulneráveis nos momentos de fraquezas  emocionais. Os personagens femininos — muito a Urabe, a irmã do Tsubaki, a Oka — foram as responsáveis por eu ver o anime todo. Os meninos são exatamente o que éramos na adolescência, com um toque de anime. E como os dois, tanto meninos  quanto meninas, mentem para si mesmos, e para os outros, é uma coisa que poucas vezes vi em uma obra.

Ahhh!!! Run to the hills, And far away!

E sim meu amigo otaku, esqueça das mulheres que se matam pelo principal, que são burrinhas, ou que são realmente aspectos masculinos do próprio autor. Esqueça tudo o que você viu. E vocês meninas, eu realmente fico aqui pensando, se esse anime não é feito para vocês.

Historia e Enredo

É o amoooooorrr!!

Por fim, a história. E bom, ela é o casal em si e os que o cercam — não tem muita historia porque afinal, quase tudo é Mistério por aqui. Contudo dois pontos devem ser ressaltados:

Primeiro o sentido ambíguo da obra: “ensinar os japoneses adultos a se relacionarem” em meio “ao uso de simbolismos para exprimirem o que não se diz“; isso me deixou com uma dúvida imensa: Por que um autor tão genial para contar os laços entre um casal nos coloca em meio a tantas coisas misteriosas e esquisitas? Dúvida essa sobre o Sentido da obra, que eu tento responder humildemente no Segundo Texto de Nazo.

Segundo, o enredo por ser Realmente despretensioso, por contar a vida de um casal estranho —  que não se beijam, mas que trocam “fluidos” — e principalmente, de sempre te impressionar sobre Quem é dona Urabe Mikoto. Eu mesmo estou louco para ver o beijo do Akira com a Urabe!

Conclusão

É amigo, vai dizer que não?!

Ao fim, penso que tenham coragem como eu tive e vejam. Sim, temos usos descarados/latentes de simbolismo, é nojento e há um pouco de yaoi entre a namorada e o namorado. Mas, e quando não tem na vida real? Quando a mulher não divide com você o relacionamento? Quando ela não faz “ahh vamos, por favor“, ou então “ahh é, então nada de beijo hoje!” — quando ela não manda em nozes?!

E o echii seu Tassio? Aqui quase chego a dizer que é Belo de se ver. Tudo no seu devido lugar, no seu devido contexto, não mostrando por mostrar, mas sim porque às vezes,um rapaz fantasia sim com sua namorada — quer algo mais doce que isso? E ainda assim, não te mostra.

O que é isso na sua canga Urabe?!

ps: Por ser Seinen, ter alta dose simbólica, e ser feito para gente mais ‘véinha’, eu acho que pessoas muito novas não deveriam ver esse anime. Crianças, lembrem, é um Seinen!! Estão avisados, rs.

Nota do anime:
8,5/10 na escala Geass,
onde só Code Geass é 10, 🙂

Ficha do Anime:
Estúdio: Hoods Entertainment
Diretor: Ayumu Watanabe
Baseado na obra: Nazo no Kanojo X – Mangaká: Riichi Ueshiba

Então é isso, tomara que tenham gostado, e nossa, quero a Segunda Temporada desse anime urgentemente, desde com a mesma qualidade técnica, claro!

Abraços aos nerds, firmeza pros otakus!

Nazo no Kanojo X: OVA do anime é Anunciado – Aquele Anime da Namorada com Orgasmos de Saliva

Direto do Facebook de Nazo no Kanojo X — que acho não ser o oficial — e depois confirmado em um fórum e em mais um site, parece que o OVA vai sair esse ano, em 23 de Agosto — ebaa!!

Nazo no Kanojo X: OVA do anime é Anunciado – Aquele Anime da Namorada com Orgasmos de Saliva

Para você que como eu, gostou bastante desse anime que acabou de acabar, mesmo ele sendo um tanto quanto absurdo — para dizer o mínimo — ou que não gostou mas não tem nada para fazer — Aguardem que ainda essa semana lanço a critica dele — temos uma boa noticia, ou não.

Aqui o que temos no face, quando ele respondia a um fã que aparentemente gosta de animes echii [socorrro!]:

Nazo no Kanojo X There will be no more episodes. An OVA will be released on August, 23rd and that’s all… for now… ;3

[Nazo no Kanojo X não terá mais episódios. Um OVA será realizado em 23 de Agosto e isso é tudo…Até agora;3]

Alguém limpe isso, por favor!

Mas como os amigos sabem ou não, eu realmente não sou um cara que se contenta com uma única fonte de noticia, e fui procurar mais online. E exatamente a mesma aparece Aqui onde ele nós diz que “OVA released with the 9th volume of the manga.”[OVA será lançado com o volume 9 do mangá]

E também neste Fórum um dos forenses deixou o seguinte comentário:
“De acordo com o Amazon do Japão, um OVA de Nazo no Kanojo X foi anunciado para ser feito em 23 de Agosto. E será lançado junto com o volume nove do mangá original.”

Para saberem mais sobre as noticias — como por exemplo, os dubladores do anime! — bastam seguir os links ai em cima, darem uma fuçada online [aka Google] que vocês acham sem muita preocupação — esse fórum mesmo tem os dubladores do anime.

Então é isso galerinha, nos vemos na critica…
Mas primeiro, esse Cosplay:

Cosplay de Urabe
Cosplay de Urabe, Que olhos e lábios lindos!

[Aqui o Link no Face, com os devidos créditos dessa linda mulher]

ps: De presente essa linda japonesa vestida de Urabe Mikoto, com essa tesoura sem ponta assustadora, hehe…; agora tomara que lancem é a segunda temporada desse anime que é um seinen crianças, é um seinen! Eu realmente estou esperando com muita vontade alguma noticia dessa segunda temporada. E fiquei esperançoso com o tom jocoso da Urabe no Face

Abraços!

Nazo no Kanojo X – Primeiras Impressões: A Namorada Misteriosa que tem Orgasmos de Saliva!

E vamos para as Primeiras Impressões de Nazo no Kanojo X, o querido anime da Namorada Misteriosa que tem Orgasmos de Saliva! Se você não conhece o anime, essa Primeiras Impressões pode até servir como Indicação. Sem spoilers, claro. Vem comigo!

Nazo no Kanojo X -- O que dizer?!
Nazo no Kanojo X — O que dizer?!

Nazo no Kanojo X – Primeiras Impressões: A Namorada Misteriosa que tem Orgasmos de Saliva!

E lá vou mais uma vez me arriscar no mundo dos animes meu Deus… Na época eu entendia muito pouco de animes, mas hey, não temam, eu (2018) ainda concordo com meu eu (2012). Sim, esse texto foi revisado por mimzinho agora, no ano da copa da Rússia, então não temam, ele está bom sim. E sim este texto NÃO TEM SPOILERS, então se você quer usar ele como Indicação, de ver ou não o anime, vem comigo.

Mas antes nós temos quer ler…

A [the mine] SINOPSE:

Nazo no Konojo X, ou Namorada Misteriosa X, é um anime que veio de um mangá que parece ser seinen — ou seja, que tem o público adulto como alvo, mas não se trata de ser +18. Mas sim é um mangá/anime ecchi.

Conta a história entre a menina Urabe Mikoto e o gurio Akira Tsubaki. A menina é tal da menina do cuspe… De forma resumida, o cuspe dela parece transmitir sentimentos, pensamentos, e todo o tipo de coisa, para a pessoa que ela tem algum tipo de afeição/ligação especial, e vice-versa. Ai bem, é troca de saliva para cá e para lá (Ecaaaa!).

Qual o Enredo do Anime?

O ritmo do anime é extremamente despretensioso, lembra um pouco as resenhas que já li sobre Ranma 1/2, e mesmo a aparência old school dos character designs lembram obras de Gonagai (mesmo eu pensando que “literariamente” tenham pouca a coisa ver).

Eu li muitas críticas sobre esse anime antes de fazer essa primeiras impressões, inclusive vi o vídeo lá dos meninos do VideoQuest— que eu costumo discordar muito do que eles falam, e na época, acreditem se quiser, eles eram minha “fonte primária” de animes. Hoje (2018) eu realmente não recomendo o trabalho deles.

Cuidado, vejo coisas Ecchi!!
Cuidado, vejo coisas Ecchi!!
A minha impressão é ambígua até agora nesses 7 episódios. Primeiro, temos uma Direção e Roteiros primorosos, visto que o grande movimento do anime é o Cuspe, e deixar a coisa aceitável é tão bem feito, que como eu disse, não tendo muito ecchi eu assisto sem problema.

Mas taí a questão meu amigo Otaku, nenhuma das criticas/reviews/videos que vi sobre a obra relatam o grande sentido que Creio eu, o autor tenta nos trazer:

A Simbologia

Temos duas histórias interligadas rolando na nossa frente: a da descoberta de um garoto sobre o que o é o ‘amor’ para com uma garota, e ao mesmo tempo, temos doses exaustivas e cansativas de símbolos usados a torto e a direito.

Mãeee, dá um HELP!
HELP!

Dado que se trata de uma obra seinen não vejo nada de incomum. Mas o que me preocupa, é a falta de preparo emocional do público que pode ver a obra. Visto porém que o autor visa claramente o japonês contemporâneo que não sabe como funciona um relacionamento a dois, no caso, com um mulher.

Simbologia/História/Sentido da obra

Bom, como aqui não se trata da crítica da obra, não vou defender os pontos Simbologia/História/Sentido da obra. E claro, para não parecer que estou sendo muito paranoico, hehe.

Alguém mais tá vendo alguma coisa dual na canga dela?
Alguém mais tá vendo imagens duais na canga dela?

Posso citar exemplos mais claros de símbolos, como dois limões — o limão para fãs de Yaoi significa sexo explicito na obra  — o uso da tesoura por parte da Urabe — pode significar o movimento lésbico; não que eu tenha nada contra ao Yaoi e ao movimento lésbico, claro — e enfim, tem muita coisa.

Então seu AdminTB, você Indica o Anime?

Olha, pra quem gosta de slice of life, ótimas direção/roteiro, história cativante, eu recomendo sim. Mas advirto, se trata de um seinen, e penso eu que é preciso se ter uma bagagem de vida para não ser atingido pelos símbolos expostos.

Cena de alguns episódios à frente para Instigar

 

Na boa, tirando a parafilia do orgasmo pela boca ou o  sêm… Digo, da saliva, é um anime bom sim, e nossa, muito engraçado! Mas o autor quer assim, paciência. E se você ficou curioso ou curiosa de como eu aguentei os símbolos e o ecchi, presentes na obra, e caso também você queira saber um pouco mais, dê uma olhadinha na Crítica (sem spoilers) que fiz sobre Nazo no Kanojo X.

Lá o texto é bem mais completo, não tem spoilers, e talvez faça você pensar duas ou até cinco vezes antes de ver o anime. Mas sincero? Vale à pena.

Abraços!

Animes e Roteiros: Roteiros Modernos (Parte 2) – Entendendo Animes!

E continuando nossa série sobre os Roteiros dos Animes, vamos para a Parte 2, falando aqui o que seriam os seus Roteiros Modernos. Como sempre dou alguns exemplos de Animes sem spoilers, ou seja, podem ler o texto despreocupados. Vem comigo!

Animes e Roteiros: Roteiros Modernos (Parte 2) – Entendendo Animes!

Especial Roteiros de Animes

Roteiros Clássicos> Roteiros Modernos> Roteiros Pós-Clássicos> Respostas aos Comentários

Continuando nosso especial sobre roteiros, dessa vez vou falar um pouco sobre um anime que tem o roteiro que é justamente o oposto dos que falei na primeira parte. Se você não viu a Primeira parte aonde eu falo dos Roteiros Clássicos, basta segui o link!

Guilty Crown (click para ver uma review sobre o anime) cuja historia é simplesmente não-linear, não possui muitos diálogos em combates — somente pequenas frases e nenhuma batalha “pela honra”, ou o clássico “nunca vou te perdoar” — e que sim, ficamos sem saber um monte de coisas durante o anime, e até depois algumas não ficam muito claras, porque ele não se preocupa em explicar tudo nos seus mínimos detalhes.

-Mas AdminTB, como assistir um Anime assim?

guilty-crown-page

História não-linear

Pois é, pelo andamento não-linear da historia o que vai te levar a acompanhar o anime é simplesmente a vontade/mente/psicologia dos personagens, ou seja, o que os motiva a fazer as coisas e portanto o que faz o enredo e a história caminharem. Simples assim. Nada de dizer que a armadura de bronze é mais fraca que a de prata: os fatos mostram a realidade.

Não existem explicações diretas de ‘poderes’, ou pausas para que coisas sejam ‘ditas’ por alguém. Animes com este roteiro exigem muita atenção do espectador, para que se possa realmente entender o que está acontecendo. As cenas são diretas, rápidas e precisas, não têm muitas partes enfadonhas de personagens sem algum sentido na trama central.

Mas é justamente as qualidades deste tipo de roteiro, que podem afastar os mais acostumados com o clássico. Como tudo parece ser muito rápido — o que faz parecer que 25 minutos só têm 10, o contrario do roteiro antigo, que as vezes faz parecer 50 minutos — muita informação necessária é contada em imagens! Sim amigos, não há muito diálogos que expliquem as situações, as ações falam por si mesmas, e é você quem deve entender o que está rolando.

Ahh imagem Moe!!

Resumindo o Roteiro ‘Moderno’:

1) Não faz explicações de Tudo, só o realmente necessário ao andamento da historia;
2) Pouquíssimos diálogos enfadonhos nas lutas/reviravolta da historia (Na maioria das vezes, não temos mesmo);
3) As ações e motivação pessoais dos personagens contam a historia;
4) Prestar atenção é vital, porque você pode perder muita coisa da historia, pela falta de muitas explicações;
5) Foco principal no MISTÉRIO, não importa qual seja o gênero ou a classificação do anime.

Outro anime que apresenta este tipo de roteiro é Nazo no Kanojo X, cujo tem uma Critica aqui mesmo no Blog, o que me faz pensar que esse tipo de roteiro prima pelo Mistério.

E é interessante citar tanto Guilty Crown quanto Nazo, porque apesar de Guilty ser um “anime original”, ou seja, não vir de mangá, pode-se dizer que ele é um “anime shonen“, enquanto Nazo no Kanojo X na verdade é um seinen de romance. E é engraçado que ambos, apesar de tão diferentes, têm o mesmo tipo de roteiro. Eu poderia colocar aqui também Ergo Proxy, mas não vou me alongar.

Conclusão

O que essa foto quer dizer? Que vai ter nova temporada? Mais mistérios rondam nossa querida história de amor com saliva [ecaa!]

Entendendo Assuntos Nerd e Otakus da Cultura Pop

O que são Animes Shonen, Shoujo e Seinen?O que são Animes feitos de Visual Novel? Quais são os tipos de Roteiros de Animes? – O que é uma Graphic Novel? – O que são Filmes Space Opera?O que são Épicos, Romances e Novelas? – O que são Animes e Cartoons? — Como são os Desenhos (Cartoons) da Atualidade e do que eles Falam? O que é Tsundere, Yandere, Kuudere e Dandere (Moe) dos Animes?

Só pra reforçar um ponto: muitas boas historias acabam realmente mal contadas, ou  ruins mesmo, por causa de roteiros mal feitos. Ás vezes até uma historia não tão boa fica ótima com um roteiro bem feito.

Acho que este é o motivo de se procurar dar uma renovada nos roteiros mais clássicos, que as vezes, deixam a historia ‘lenta’ demais; mas de qualquer jeito, mesmo com os ‘roteiros modernos’, deve-se tomar o máximo de cuidado; nada que bons roteirista/diretor não façam.

Afinal, o anime pode ficar tão corrido e mal explicado, que a gente pode simplesmente não entender o que está acontecendo.

serial experiments lain
Serial Experiments Lain – Outro bom exemplo de anime com “Roteiro Moderno”

E para ver a última parte desta série sobre os Roteiros dos Animes, basta seguir o link e ver sobre os Roteiros Pós-Clássicos. Já está no ar.

Abração!