Arquivo da tag: músicas reflexivas

5 Musicas Reflexivas e também Caóticas (Parte 3)

Finalmente chegando ao fim do seu especial de músicas reflexivas que fazem até os mais barbudos marmanjos pensarem na vida — ou ficarem com medo de as escutar — nosso querido amigo Aldair nos brinda até com uma música de um game no fim. Quer saber qual? Veja o post!

5 Musicas Reflexivas e também Caóticas (Parte 3)

maxresdefault (3)

Parte 1 Parte 2Parte 3

Ultimo post tem que fazer jus ao nome e dessa vez vamos ver uma realidade mais caótica porém continua reflexiva (risos) de certa forma o contexto abrange algo mais profundo e lá vamos nós!

5° CODY – Mirror

maxresdefault (2)

I broke every mirror just to show that i was a man; (Eu quebrei todos os espelhos só para mostrar que eu era um homem)

Você tem respeito por si próprio? O quanto você gosta de si mesmo? O seu id, o que você enxerga diante do espelho? Temos que nos auto analisar, se estamos bem com nós mesmos é óbvio que podemos enfrentar os prazeres e problemas que a vida nos dá a todo momento com maior empenho e de cabeça erguida, não opte por orgulho e sim por respeito começando por si próprio.

Este vídeo é interessante por causa do seu contexto, na letra aborda si próprio, mas no vídeo trata do resultado positivo do que falei acima e um fator de grande importância: Ser você mesmo sem se importar com o que os demais acham e por fim ter uma pessoa pra seguir junto a ti que te enxerga de forma ambígua.

 

4° Dream Theater – A Change Of Seasons

41d1d7ed649b2b2f5a225f0e0dda4b13.1000x1000x1

I remember a time; (Eu me lembro de um tempo)

My frail, virgin mind; (Minha mente frágil, virgem)

watched the crimson sunrise; (assistiu ao nascer avermelhado do sol)

Não há vídeo porém se trata de uma música extensa com varias partes de solo instrumental e com uma letra rica em história que retrata nascimento, crescimento, desenvolvimento, vida, sofrimento, convívio, lamentações, arrependimentos, aceitação e a morte como fim natural, mais a alma viverá para sempre.

Ódio e amor se misturam durante a música que conta uma história regada a poemas e versos ora confusos, ora corretos, elevação e degradação de uma vida e a morte da própria ao qual se eleva de novo.

 

3° Ben Howard – Oats In The Water

large

And you’ll find loss; (E você vai encontrar a perda)

And you’ll fear what you found; (E você vai temer o que você encontrou)

When weather comes; (Quando o tempo chega)

Tearing down; (Destruindo)

O Tempo se torna um pesar, pois há tantos erros sem conserto a tanto a se falar que fica trancafiado na mente daquele que se acovarda… A morte há de chegar para todos então porque certas decisões só são tomadas no além túmulo?

Nem todo aquele que morre deixa saudades, nem todo aquele que morre deixa alguém para lamentar, pode ser até que chorem mais nunca saberão o que realmente tu sentias. O tempo constrói e também destrói, o arrependimento consome e as lágrimas não irão sanar o trágico. Irão te esquecer.

E se não ocorrer nunca saberão quem tu és. Tu viverás na mente dos demais como uma ilusão uma falsa imagem. E a verdade nunca será revelada….”O que o mar leva, não trás de volta” sendo assim este vídeo com a letra nos retrata algo que gera caos na vida, a confusão que o segredo e o arrependimento nos trás.

 

2° Florence and The Machine – Seven Devils

8318018499_03107264ca_b

I’ll be dead before the day is done; (Eu estarei morta antes do dia acabar)

Before the day is done; (Antes do dia acabar)

Seu ódio chega até que ponto? Até onde iria por uma vingança? Entregaria sua vida ao obscuro pra mostrar a “verdade” à alguém? Até onde você consegue caminhar em busca de “retribuição”?

Varias perguntas que se precisa agir com “positividade” geram o mesmo resultado. Esta música retrata a vingança de forma maligna, retrata a real vontade a fazer o mal a aquele que já lhe fez algo semelhante. Amaldiçoar alguém é algo que requer um preço muito caro, mais existe pessoas que tem esta concepção, o sacrifício de si próprio em busca de devolver todo o mal e de forma mais intensa e perversa. O ser humano é sujeito ao pecado. Ele conhece o bem e o mal e quando o assunto é o mal…

Não há vídeo, porém há música e essa letra fenomenal. Uma breve e intensa melodia que invoca a vingança de forma cruel e que o caos reine.

 

1° Silent Hill 4: The Room – Room Of Angel

4864230_orig

Here’s a lullaby to close your eyes. (Aqui está uma canção de ninar para fechar seus olhos)

[Goodbye]; (Adeus)

It was always you that I despised. (Era sempre você que eu desprezava)

I don’t feel enough for you to cry, [oh well]; (Eu não sinto o bastante por você pra chorar. “oh, bem”)

Here’s a lullaby to close your eyes, (Está aqui uma canção para fechar seus olhos) [Goodbye]; (Adeus)

Uma canção de ninar para a mãe que repousa nos pensamentos de um filho que não despojou de atenção e afeto, seu total desprezo, sua frieza, seu lamento, sua despedida, seu adeus.

Ódio que o martiriza, lembrança que o faz se tornar cada vez pior, uma canção de ninar macabra, sentimento que deveria ser apagado de sua mente mais a todo adeus que ele profere mais e mais ele volta atrás, sua canção de ninar, sua despedida na verdade é contraditória. Ele se apega a lembrança mesmo mostrando desprezo ele se sente próximo e amado pela sua mãe mesmo que em lembrança e isso pode o tornar perigoso.

Tais pensamentos sempre estão com ele, a canção de ninar cantada no “Quarto dos Anjos”. A música retrata o que ocorre com o vilão de um game porém a história por trás e o que a letra repassa é lindo e medonho ao mesmo tempo, a melodia aparenta realmente uma canção de ninar mais de teor escabroso e assim eu chego ao fim, calmo e sereno, até a próxima.

5 Musicas Reflexivas e também Caóticas (Parte 1)

Nosso querido amigo Aldair dessa vez ataca indicando músicas para vocês meus amigos. Literalmente abrindo seu coração, ele nos traz indicações de músicas reflexivas, mas também algumas psicóticas e até mesmo caóticas. Espero que gostem porque o cara adora cada uma dessas músicas! Boa leitura e bom ouvido!

5 Musicas Reflexivas e também Caóticas (Parte 1)

1280x720-Itd

Parte 1Parte 2 Parte 3

Resolvi fazer um post diferente, sou eclético relacionado a música e sempre que posso caminho pelo vasto mundo que podemos acessar via internet ouvindo músicas de diversos gêneros.

E no presente momento trago-lhes este pequeno rank de musicas que me marcaram por fazer eu entrar em reflexão me deixando apaixonado pela “primeira vista” e espero que elas acabem por ter significado para vocês o tanto que foi para mim (lembrando que não estou aqui para aprofundar entendimento da letra, tradução ou interpretação do vídeo para com a música).

5° Sigur Rós – Viðrar Vel Til Loftárása

hqdefault

En það besta sem Guð hefur skapað; (Mas a melhor coisa que Deus criou)

Er nýr dagur; (É um novo dia)

Esta música chegou a mim por meio de uma amiga que ao ler minhas mensagens de teor mórbido (risos) resolveu que eu precisava de paz sendo assim eu aceitei sua sugestão e assisti o clip acompanhando a música de melodia melancólica e linguagem totalmente estranha (ainda não sei qual linguagem mais posso dizer que o gênero é Post Rock e a banda é Islandesa).

O instrumental é fantástico e bastante atraente ao interior da mente e coração principalmente se estiver concentrado ou amargurado, sua tradução pode ser resumida ao fator crucial que todos nós temos que é a VIDA!

Se pesquisar a letra achará estranho certos versos traduzidos e até mesmo seu título (Tempo Bom Para um Bombardeamento Aéreo), porém cada um entende da forma que achar conveniente, seu clip consiste em algo estranho, depressivo, inocente e abstrato no começo e de final surpreendente, e que pode levar a vários conceitos e conclusões.

Para mim o final foi real até o íntimo do ser humano atual tirando uma máscara da sociedade que a décadas caem quando a situação se torna o que o final do vídeo nos mostra, enfim a musica atada ao clip musical mudou o conceito de tristeza e realidade em mim no momento em que eu conheci a obra, caso se interessem peço que se deixem imersos e não associem nem generalizem nada até o final do vídeo/música.

 

4° Depeche Mode – Wrong

wrong-singel-from-sounds-of-the-universe

I was in the wrong place at the wrong time; (Eu estava no lugar errado, na hora errada)

O que fazer quando tem certeza que ta tudo errado? Enfim é nisto que foca-se a letra o clip e por coincidência (ou não) estava a ocorrer quando conheci esta música. A letra é muito simples porém chega a ser estranho se parar para analisar. O clip é mórbido e altamente psicótico existe vários “porquês” no ar, porém continua tudo errado. Apesar desta música atada ao clip ter me deixado de certa forma eufórico e deliberadamente frio ao que me ocorria tenho que admitir que e atingiu em cheio em um lado de mim que não sou de achar virtuoso, enfim confiram com “alegria” (risos).

 

3° Agalloch – Pantheist

hqdefault (1)

Esta música abrange vitórias! Sugestão da mesma do Sigur Rós, esta música mantém um ritmo que me deu forças e me colocou diante dos meus problemas, travar guerra com si próprio para que certas limitações e quedas parem de ocorrer é algo difícil pra quem tem tendência para solidão.

Porém quando conseguimos nos apoiar em algo que nos dá força para trilhar o correto, chegar a luz e alcançar a paz interior, a vitória então sorri para aquele que batalhou tão ferozmente, esta música foi um apoio e hoje em dia tem enorme significado para mim, este se mantém diferente por não apresentar clipe e sim uma imagem estática belíssima por sinal.

 

2°Alcest – Sur L’Océan Couleur De Fer

alcest Écailles de Lune

Et ces longs cris dont la démence; (E esses longos gritos de demência)

Semble percer l’enfer; (Parecem perfurar o inferno)

Esta música é como se fosse uma identidade para mim. Apesar de refletir sobre o ápice e fim de minha pacata vida muitas das vezes que ouço esta melodia, ao meu ver ela expressa esperança envolta a depressão. Sua letra é curta e de linda morbidez, seu impacto para comigo foi extremo, me apaixonei por esta melodia mas posso garantir que ela veio em uma hora ao qual estava em paz e sem problemas sérios.

A falta de amor persegue até o mais sorridente dos homens mas se ele souber administrar o que lhe pode fazer feliz ele será grato a si mesmo pelo resto da vida. Mais uma música (já é a terceira) indicada por minha nobre amiga, sou grato a ela por tal conhecimento compartilhado e espero que a música seja de alguma forma boa para vocês.

 

1°Rammstein – Mein Herz Brennt

1207tamm

Nun liebe kinder gebt fein acht; (Agora, lindas crianças, prestem bastante atenção)

Mein herz brennt; (Meu coração queima)

Esta música é gloriosa! Tem duas versões oficias divididos em três clipes: 2 musicais que eu poderia dizer que é versão normal e a outra sem cortes e um vídeo solo em versão piano. A letra dela é tensa, explosiva, interior, psicótica e melancólica para mim.

Seu clipe musical me remete a tensão que toma conta, até a derivada explosão interna que ele consegue atuar em mim já sua versão piano explora minha mente revelando o que se esconde me tornando um ser psicótico e melancólico. Sou fã da banda e existe muitas outras músicas da mesma que me despertam os mais variados sentimentos.

Mas esta em especial faz com que eu me enxergue diante do espelho, sendo que deixo ambas as versões para que curtam o espetáculo. Espero que gostem, pois ainda existe muito para compartilhar, minha mente nunca se manterá vazia (risos).