Arquivo da tag: clipes

5 Musicas Reflexivas e também Caóticas (Parte 1)

Nosso querido amigo Aldair dessa vez ataca indicando músicas para vocês meus amigos. Literalmente abrindo seu coração, ele nos traz indicações de músicas reflexivas, mas também algumas psicóticas e até mesmo caóticas. Espero que gostem porque o cara adora cada uma dessas músicas! Boa leitura e bom ouvido!

5 Musicas Reflexivas e também Caóticas (Parte 1)

1280x720-Itd

Parte 1Parte 2 Parte 3

Resolvi fazer um post diferente, sou eclético relacionado a música e sempre que posso caminho pelo vasto mundo que podemos acessar via internet ouvindo músicas de diversos gêneros.

E no presente momento trago-lhes este pequeno rank de musicas que me marcaram por fazer eu entrar em reflexão me deixando apaixonado pela “primeira vista” e espero que elas acabem por ter significado para vocês o tanto que foi para mim (lembrando que não estou aqui para aprofundar entendimento da letra, tradução ou interpretação do vídeo para com a música).

5° Sigur Rós – Viðrar Vel Til Loftárása

hqdefault

En það besta sem Guð hefur skapað; (Mas a melhor coisa que Deus criou)

Er nýr dagur; (É um novo dia)

Esta música chegou a mim por meio de uma amiga que ao ler minhas mensagens de teor mórbido (risos) resolveu que eu precisava de paz sendo assim eu aceitei sua sugestão e assisti o clip acompanhando a música de melodia melancólica e linguagem totalmente estranha (ainda não sei qual linguagem mais posso dizer que o gênero é Post Rock e a banda é Islandesa).

O instrumental é fantástico e bastante atraente ao interior da mente e coração principalmente se estiver concentrado ou amargurado, sua tradução pode ser resumida ao fator crucial que todos nós temos que é a VIDA!

Se pesquisar a letra achará estranho certos versos traduzidos e até mesmo seu título (Tempo Bom Para um Bombardeamento Aéreo), porém cada um entende da forma que achar conveniente, seu clip consiste em algo estranho, depressivo, inocente e abstrato no começo e de final surpreendente, e que pode levar a vários conceitos e conclusões.

Para mim o final foi real até o íntimo do ser humano atual tirando uma máscara da sociedade que a décadas caem quando a situação se torna o que o final do vídeo nos mostra, enfim a musica atada ao clip musical mudou o conceito de tristeza e realidade em mim no momento em que eu conheci a obra, caso se interessem peço que se deixem imersos e não associem nem generalizem nada até o final do vídeo/música.

 

4° Depeche Mode – Wrong

wrong-singel-from-sounds-of-the-universe

I was in the wrong place at the wrong time; (Eu estava no lugar errado, na hora errada)

O que fazer quando tem certeza que ta tudo errado? Enfim é nisto que foca-se a letra o clip e por coincidência (ou não) estava a ocorrer quando conheci esta música. A letra é muito simples porém chega a ser estranho se parar para analisar. O clip é mórbido e altamente psicótico existe vários “porquês” no ar, porém continua tudo errado. Apesar desta música atada ao clip ter me deixado de certa forma eufórico e deliberadamente frio ao que me ocorria tenho que admitir que e atingiu em cheio em um lado de mim que não sou de achar virtuoso, enfim confiram com “alegria” (risos).

 

3° Agalloch – Pantheist

hqdefault (1)

Esta música abrange vitórias! Sugestão da mesma do Sigur Rós, esta música mantém um ritmo que me deu forças e me colocou diante dos meus problemas, travar guerra com si próprio para que certas limitações e quedas parem de ocorrer é algo difícil pra quem tem tendência para solidão.

Porém quando conseguimos nos apoiar em algo que nos dá força para trilhar o correto, chegar a luz e alcançar a paz interior, a vitória então sorri para aquele que batalhou tão ferozmente, esta música foi um apoio e hoje em dia tem enorme significado para mim, este se mantém diferente por não apresentar clipe e sim uma imagem estática belíssima por sinal.

 

2°Alcest – Sur L’Océan Couleur De Fer

alcest Écailles de Lune

Et ces longs cris dont la démence; (E esses longos gritos de demência)

Semble percer l’enfer; (Parecem perfurar o inferno)

Esta música é como se fosse uma identidade para mim. Apesar de refletir sobre o ápice e fim de minha pacata vida muitas das vezes que ouço esta melodia, ao meu ver ela expressa esperança envolta a depressão. Sua letra é curta e de linda morbidez, seu impacto para comigo foi extremo, me apaixonei por esta melodia mas posso garantir que ela veio em uma hora ao qual estava em paz e sem problemas sérios.

A falta de amor persegue até o mais sorridente dos homens mas se ele souber administrar o que lhe pode fazer feliz ele será grato a si mesmo pelo resto da vida. Mais uma música (já é a terceira) indicada por minha nobre amiga, sou grato a ela por tal conhecimento compartilhado e espero que a música seja de alguma forma boa para vocês.

 

1°Rammstein – Mein Herz Brennt

1207tamm

Nun liebe kinder gebt fein acht; (Agora, lindas crianças, prestem bastante atenção)

Mein herz brennt; (Meu coração queima)

Esta música é gloriosa! Tem duas versões oficias divididos em três clipes: 2 musicais que eu poderia dizer que é versão normal e a outra sem cortes e um vídeo solo em versão piano. A letra dela é tensa, explosiva, interior, psicótica e melancólica para mim.

Seu clipe musical me remete a tensão que toma conta, até a derivada explosão interna que ele consegue atuar em mim já sua versão piano explora minha mente revelando o que se esconde me tornando um ser psicótico e melancólico. Sou fã da banda e existe muitas outras músicas da mesma que me despertam os mais variados sentimentos.

Mas esta em especial faz com que eu me enxergue diante do espelho, sendo que deixo ambas as versões para que curtam o espetáculo. Espero que gostem, pois ainda existe muito para compartilhar, minha mente nunca se manterá vazia (risos).

Top 3 Clipes Mais SENSUAIS de TODOS os Tempos!

E os top listas alguma coisa não param aqui no Afontegeek. Desta vez estamos vendo os Top 3 Clipes Mais SENSUAIS de todos os tempos. Se segurem na cadeira, porque a coisa pega fogo (e as músicas são sensacionais também!). Concorda, não concorda com o Top 3? Deixa seu comentário que respondo — haja sensualidade!

Não quer ver só sensualidade? Gosta daquela baladinha à noite, aquela música lenta no aconchego da pessoa amada? Então veja o Top 4 Melhores Músicas Românticas daqui do site!

Top 3 Clipes Mais SENSUAIS de TODOS os Tempos!

Slow – Kylie Mongue

Direto do álbum Body Language, da deusa do pop — na minha curtíssima visão — esse clipe da Kylie é simplesmente o mais sensual ever, tanto para meninos quanto para meninas. E bom, tentem não ficar muito alegrinhos, hehe… Quem sabe, mais tarde, não faço uma boa crítica desse CD?

Guru Project – Infinity

Aqui eu não entendo nada, não sei de nada, só sei dizer, que tanto esse quanto o da Kylie poderiam estar em primeiro lugar. E só consigo pensar numa frase: Que Mulher meu Deus!

Meet Me Halfway – The Black Eyed Peas

Direto do elogiadíssimo álbum The E.N.D. — por mim também — esse clip é o mais leve dos 3, mas sempre me faz chorar e quase chegar lá, ao mesmo tempo. Também um ótimo CD para uma critica.

—————–

É…para quem esperava ver um clipe da Madonna, Britney, Beyoncé ou Shakira…Mas enfim, conhecemos duas músicas que quase ninguém viu, e afinal, quem não sabe que She Wolf é mítico? Além do mais, não é todo dia que vemos um Slow

ps:Chegamos hoje às 200 mil visitas!!
Ebaa!! Valeuzão galera!

Abraços e Parem de ouvir Teló crianças!

Top 5 Clipes de Michael Jackson: O Rei do Pop!

Você gosta de boa música? Então com certeza você gosta do Rei do Pop, o grande Michael Jackson. Eu fiz uma seleção dos Top 5 Clipes de Michael Jackson que eu tenho certeza, você vai colocar pra ouvir todos eles enquanto lê meu post. É bom você ler! Vem comigo.

Top 5 Clipes de Michael Jackson: O Rei do Pop!

E mais uma vez escolhi essa lista, mais ou menos como fiz nos Top 3 Clipes de Heavy Metal de TODOS os Tempos: pelo Clipe, pelo modo como a música se encaixa no vídeo, a qualidade técnica e enfim, espero agradar o pessoal, já que ele é o artista que sem dúvida alguma tem os melhores clips produzidos na nossa história!

Cara, é muita emoção falar do Rei do Pop, o inesquecível MICHAEL JACKSON. Ele foi um gênio, TODAS as suas músicas são atuais, e foi ele que “inventou” o jeito certo de se fazer Clips. Até eu que curto metal, admiro suas músicas/videos. Senão fosse ele não havia nem Mtv galera — apesar que a nossa fechou mesmo. Enfim, lá vamos nós!

Thriller, do Álbum Thriller (1982)

Por muitos considerado o melhor Clip da história, tendo como diretor o cineasta John Landis, e é simplesmente incrível. Na verdade, nem tem muito o que dizer.

Aqui o prólogo que aparece no começo:

Due to my strong personal convictions, I wish to stress that this film in no way endorses a belief in the occult.” Uma pequena Tradução: “Devido às minhas fortes convicções pessoais, quero salientar que este filme de modo algum endossa a crença no oculto” — Eu fiquei com medo.

Bad, do Álbum Bad (1987)

O Clipe Bad ao todo tem 18 minutos, foi roteirizado por Richard Price e dirigido por, pasmem, Martin Scorsese; tinha que ser o segundo melhor ora bolas! E é outro épico!

Smooth Criminal, Bad (1987)

Smooth Criminal, esse é simplesmente sensacional. Faz parte do filme Moonwalker, e tem aquele truque incrível de  ficar com o corpo inclinado sem cair. Nossa, só Michael mesmo. E puutz, ele tem que salvar a Annie afinal!

Billie Jean,  Thriller (1982)

O primeiro clip com um artista negro a rodar nas telas da Mtv, dirigido por Steve Barron, e nossa, não tem como esquecer dele pisando nas escadas, no chão, e elas ascendendo!!

Beat It,  Thriller (1982)

Essa é a música com o solo de guitarra do Eddie Van Halen — um dos muitos guitarristas que foram ensinados pelo mestre Chimbinha — dirigido por Bob Giraldi, ganhou vários prêmios, e puutz, hoje feinha, essa jaqueta foi moda há muito tempo atrás.

Bônus!!!

Earth Song, HIStory (1995)

Taí um clip que sem dúvida faz chorar até os metaleiros mais metaleiros, os marmanjos mais machões. Dirigido pelo fotógrafo Nick Brandt, se passa em diversas partes do mundo, retratando um pouco da nossa triste realidade no nosso planeta, e sim, é lindo.

A música foi lançada como single somente na Europa, ficando no top 5 de diversos países: “como Áustria, Bélgica, Noruega, Suécia, Suíça e Espanha. É considerado o maior sucesso de Michael na Europa. Só no Reino Unido o single vendeu mais de 1,5 milhão de cópias.”

Fonte: Wikipédia

Don’t Stop ‘Til You Get Enough, Off the Wall (1979), primeiro single de Michael já adulto.

Dirigido por Nick Saxton, parece não ter nada especial, somente sendo extremamente marcante — sim, a musiquinha do VideoShow. Mas também lembra um clip… será mera Coincidência? Um cara dançando e cantando muito…

Humm, esse video genial de Justin Timberlake: Rock you Body, lembra muito o de Michael. O Engraçado é que até a voz e a música se parecem. Dizem os fãs de Justin, que Michael foi pra ele sua inspiração — melhor não existe.

Fonte de dados: Wikipédia


Thriller
Thriller

Alguém pode me perguntar porquê eu não coloquei clips como Black Or White, The Way you make me feel, They Don’t Care about Us —  com imagens daqui da Bahia, com a presença de Neguinho do Samba, inventor do samba reggae — e tantos outros geniais que somente Michael poderia fazer; mas sabe como é, se trata só de uma PlayList. Quem sabe eu não faço outra com esses e mais outros videos? — Comentem e deixem sugestões!!

Abraços a todos e parem de ouvir emo crianças!!

Valeu Michael!

Top 3 Melhores Clipes de Heavy Metal de TODOS os Tempos!

Bem vindos ao Top 3 Melhores Clipes de Heavy Metal! Mas primeiro, antes que alguém fale, eu não estou medindo aqui pelas músicas, mas pela história dos clips, a qualidade técnica, e o quão bem as músicas se encaixaram neles.

E não, não vou colocar clips de metal mais “pesado” como Dimmu Borgir, ou de um Rock in Roll mais true, como Nirvana ou Pink Floyd; dito isso, vamos a eles.

Top 3 Melhores Clipes de Heavy Metal de TODOS os Tempos!

Pts.OF.Athrty — Linkin Park, Reanimation

Antes que alguém comece, não, não sou fã do trabalho dos caras; mas temos que admitir quando vemos algo realmente muito fodão. Até hoje me lembro do impacto que tive à primeira vez vi que esse clip. Tá certo que os caras fazem sempre clips muito bons, bem elaborados mesmo — só citando In the end e Crawling por exemplo — mas nossa, esse é épico. E não tô nem aí, é New Metal, os caras já tocaram muito antes, e merecem.

 

Ghost Opera — Kamelot, Ghost Opera

Aqui é outra coisa. Eu conheço quase todo o trabalho do Kamelot. Eles com Khan nos vocais são sem dúvida alguma o melhor do heavy metal melódico no nossos dias. Eu poderia escolher clips perfeitos como March of Mephisto, Somewhere in Time — com Simone Simons — ou mesmo o novo clip, The Great Pandemonium. Mas clip, clip mesmo, que eu gosto e vi — deve ter algum outro — são dois, Love you to Death, e esse Ghost Opera. Simplesmente Perfeito. Na boa, volta Roy KHAN!

 

Aerials — System of a Down, Toxicity

E Aqui, Aerials. Assim como Kamelot, eu conheço bastante o trabalho dos caras. Seus clips são sempre maravilhosos, como Spiders, Toxicity, Chop Suey, Boom; Question! por exemplo é incrível, mas nenhum é tão forte quanto Aerials e sua música que só o Soad da época Steal This Album poderia fazer. E sim, não gosto tanto dos dois últimos cds deles, mas ai é gosto mesmo, creio eu, hehe.

————————–

Alguém aí pode reclamar que eu não coloquei clips muito bons, como os do Korn, do Pearl Jeam, Nightwish, Épica, Xandria…mas quem sabe numa próxima oportunidade? Ou mesmo colocando algo mais ‘pesadinho’?

Vamos lá, diga e comente o que achou da minha Playlist de Clips Épicos! Dêem sua opinião para o próximo 3++!

Abraços!

E crianças, parem de ouvir emo!