Arquivo da tag: blind guardian

5 Musicas Reflexivas e também Caóticas (Parte 2)

Grande Aldair inspirado (talvez por ser fim de ano) dessa vez nos traz mais cinco músicas reflexivas (e também caóticas) para que todos nós que as ouvirmos, também sintamos algo em nossos corações ou em nossa alma. E dessa vez tem uma que eu sinceramente adoro. Boas músicas!

5 Musicas Reflexivas e também Caóticas (Parte 2)

Blind Guardian_The Bard's Song (In The Forest) Front 1

Parte 1Parte 2Parte 3

Desta vez será diferente irei deixar meu lado pessoal de fora e irei ficar imerso na canção e como de costume “espero que gostem” e sem mais delongas vamos as músicas!

5° Nightwish – While Your Lips Are Still Red

hgUJUPMdzzLMTnSFFnwqYeJzMS6

Love while the night still hides the withering dawn; (Ame enquanto a noite ainda esconde a desanimadora manhã)

First day of love never comes back; (O primeiro dia de amor nunca retorna)

Amor em sua simples ideologia, o puro sentimento que une o indivíduo ao sexo uma forma bela. Porém tal sentimento pode se tornar uma ameaça a própria vida de tal. Um beijo apaixonado pode acalentar o coração frio e libertar o sentimento que dorme em leito obscuro, tal chama só pode se apagar se o corpo ao qual ela incendeia perder a vida.

A traição  se torna um erro constante mais porque se unir a alguém ao qual não possui o afeto que se ilude pensar existir? Tal erro pode causar tragédias irreversíveis. Mesmo assim o amor prevalece mesmo que perante ao erro, tal sentimento avassalador e sempre constante. Esta música atada ao clipe nos demonstra um belo conto ao qual descrevi logo acima tanto em vídeo quanto em letra, amor nada além do amor.

 

4° Moby – Why Does My Heart Feel So Bad?

maxresdefault

Why does my heart feel so bad? (Por que meu coração se sente tão mal?)

Why does my soul feel so bad? (Por que minha alma se sente tão mal? )

These open doors (Essas portas abertas)

Já perguntou a si mesmo o porque de se sentir infeliz coração, senti dores que não pode descrever como físicas, sentir que sua alma lhe consome com um pesar que pode não ser seu? São muitas perguntas e nenhuma resposta, o ser humano tem uma casa e nela todos entram alguns ficam outros só fazem uma visita mais aquele que não quer teu bem sempre deixa um dano e geralmente esse dano não tem concerto ou demora pra ser consertado.

Ser humano é sujeito a erros e a honestidade, o amor ao próximo esta sumindo e quem ainda possui também traz consigo enormes cicatrizes ou até feridas expostas que nunca iram cicatrizar, magoas da vida. Mais uma vez expressei tanto o vídeo quanto a letra que é bem curta mais deixa uma mensagem potencialmente verdadeira e significativa.

 

3°Rob Dougan – Furious Angels

BLOG-rob-dougan

Cause love, like invisible bullet shot me down; (Porque amar, é como disparar uma bala invisível que me faz cair)

And I’m bleeding, yeah I’m bleeding; (E estou sangrando, sim estou sangrando)

And if you go, furious angels will bring you back to me; (Se você se for, anjos furiosos trarão você de volta para mim)

Essa música remete a amor e ódio, pois quando se estar alinhando a alguém a morte anda junto! Não poderá escapar da “Fúria dos Anjos” e sendo assim a letra vai demonstrando a vontade de se unir a pessoa amada só que também declara o sofrimento que isto desencadeia ambos não podem fugir ou em si aquele que cogita dor na verdade é o que não aceita o fim do relacionamento?

A Fúria dos anjos é posta a prova em uma música um tanto psicodélica e de contexto “doloroso”, o vídeo é até conservador mais tem um final que pra bom entendedor meia palavra basta, onde o amor não é apenas beijos e flores, a felicidade aqui é amarga e pode matar.

 

2°Daft Punk – Instant Crush (ft Julian Casablancas)

b5612fe5bb5fa02559d8276615517853.608x608x1

I don’t understand, don’t get upset; (Eu não entendo, não fique chateada)

I’m not with you; (Não estou com você)

We’re swimming around; (Estamos nadando ao redor)

It’s all I do, when I’m with you; (Isso é tudo o que faço quando estou com você)

Uma música confusa onde é empregado um relacionamento que não ocorre, algo latente acontece entre dois indivíduos, porém um deles aparenta fugir da pessoa amada por algum motivo que não é explicado. A fuga permanece durante toda a letra a cada e verso que pode aparentar amor há outro que demonstra fuga de dizer sim para ambos ou até pra si mesmo.

Uma confusão amorosa ou uma declaração de alguém que nunca revelou  seus sentimentos pra pessoa amada e por fim nem ele nem ela souberam o que de fato acontecia. Uma loucura em pequena escala. Coisa do coração. É nessa confusão que se mantém a letra e nesta ideia de tão perto mais tão longe que se mantém o vídeo mais (no vídeo) no fim das contas a união é inevitável e o amor vence.

*ps: Por acaso essa música aparece também na Review do álbum Random Acess Memories do Daft Punk. Basta seguir o link para darem aquela olhada!

1°Blind Guardian – The Bard’s Song

TBSS

Tomorrow will take us away; (O amanhã nos levará embora)

Far from home; (Longe do lar)

No one will ever know our names; (Ninguém jamais saberá nosso nome)

But the bard’s songs will remain; (Mas as canções do bardo permanecerão)

A canção do bardo, daquele que vive longe, de um homem corajoso, sonhador e que pode ver o fantástico, diante de um fogueira, diante da noite escura e fria, diante da partida de volta ao lar a música do bardo permanecerá. Um conto imortal que nos leva a fantasia da vida, do medieval, a canção que adentra a mente daquele que acredita que a verdadeira essência nunca irá se apagar.

Esta música é um hino e por si só acende a chama em nossos corações, a chama do desconhecida e afável fantasia. A vida de um viajante que não precisa sair do lugar, o elo entre a mente e o corpo, nela esta contida a coragem e o medo e a esperança de mais um dia. Existe duas versões: In The Forest e a de Studio, as duas são fantásticas e estará logo abaixo para vocês.

*ps: Outra música que também já aparece aqui no Afonte Geek. Dessa vez no Especial de Baladas para se ouvir com suas amadas/os. Espero que curtam também!

Imaginations From the Other Side – Resenha: Um dos Melhores Álbuns da História do Heavy Metal!

Bem-vindos a mais um “Conversando sobre Música“, ou melhor conhecida como Resenha, aonde eu trato de álbuns que mais gosto. Desta vez trato do mítico Imaginations From the Other Side, do incrível Blind Guardian! Boa resenha e boas músicas!

blind imaginations from

Imaginations From the Other Side – Resenha: Um dos Melhores Álbuns da História do Heavy Metal!

Fico até emocionado de poder falar de um dos melhores álbuns da história de todo o Heavy Metal. Um dos trabalhos mais cultuados ao redor do planeta, sem dúvida o Guardião Cego foi mestre quando o fez. Letras sensacionais, som pesado e poderoso — muitos confundem até com Trash Metal — é o melhor, do melhor do Metal: O incrível Imaginations from the Other Side.

Imaginations From the Other Side

[Imaginações vindas do Outro Lado]

É uma pena que eu não possa falar muito sobre a ‘estória do cd’, porque é sabido que o Blind Guardian sempre utiliza alguma obra de literatura para fazer seus álbuns — Senhor dos Anéis que o diga!

Mas arrisco que tem um pouco de tudo aqui. Um pouco sobre o mundo ‘nerd’ e elementos medievais com uma pitada de Tolkien — saber de verdade, eu não sei, mas esses são os elementos mais comuns nos álbuns deles.

Também se faz preciso dizer que o Blind Guardian é uma banda que penso ser ateia. Posso falar isso por músicas como Valhalla — essa mesma é uma clássico! — Another Holy War do próprio Imaginations, Under the Ice do A night at the Opera, etc. A lista é grande e eu sou um ouvinte da maior parte dos álbuns dos caras.

I’m Alive

Também é interessante dizer que o primeiro nome do guardião cego era Lucifer’s Heritage. E sim, uma das melhores ou a melhor banda ateia que esse metaleiro laico e teísta — sim acredito em Deus pessoal! — tem o prazer de ouvir. Além do Therion que é ocultista e todo mundo sabe, hehe

E as músicas afinal?

blind imaginations

Se vocês ainda não viram, eu coloquei durante todo o post algumas (ou ao menos para mim as melhores) músicas do cd, e agora é hora de fazer uma pequena explanação sobre elas para depois poder fecha o post com dever cumprido.

Pois então, o Imaginations começa arrasador com sua música titulo. O começo e o final dela, como se fossem ‘sinos’ torna tudo ainda mais épico. Passei dias a fio ouvindo.

The Script For My Requiem

Depois temos a I’m Live, que é acima de tudo, feroz. Ouvi demais essa música num dos momentos mais felizes da minha vida, gritando “Sim, eu estou vivo!”. Se bem lembro a música fala de jogos de Rpg e claro de estar vivo! Depois temos a lenta e muito boa A Past and Future Secret com o jeito bardo de ser dos caras, para logo depois…

Blind_Guardian_-_Imaginations_from_the_Other_Side

The Script for my Requiem. Musicão também — “yes i cry!’. Aliás… não vou ficar falando de música por música não. Poder, ferocidade e peso são pouco para falar dessa e também da Born in a Mourning Hall que vem logo depois de Mordred’s song, uma outra música barda.

Born in a Mourning Hall

Sem mais delongas, destaque também para Another Holy War que é simplesmente uma das músicas mais ‘quebra pau’ que eu já tive o prazer de ouvir, para terminar com a barda, And the Story Ends.

Acho que de todo o álbum só não vou muito com a cara da Bright Eyes, mas que ainda sim, não deixa de ser uma ótima canção. Esse é mais um daqueles álbuns que você só tem que apertar play e não fazer mais nada, além de curtir e ser headbenger.

Another Holy War

Posso dizer que o poderoso Thor e o grande Odin abençoaram o Hansi Kürsch — que é um dos melhores vocais de toda a história do heavy metal — e toda a banda do Blind ao fazer nascer esse álbum tão acima da média. Solos rápidos, ‘cozinha’ rápida e pesada, baixo fazendo seu trabalho como deve, somados a esse vocal perfeito do Hansi.

Hei… Você é metaleiro, ou curte boa música? Então pegue esse álbum e ouça do começo ao fim. Entre no mundo bardo, medieval e das grandes fantasias de Tolkien sem medo. Veja por fim, as “Imaginações vindas do outro lado!

Blind_Guardian-Imaginations_From_The_Other_Side-Interior_Frontal

And The Story Ends

Então é isso. Fiquem todos com este maravilhoso heavy metal, com um álbum que fãs do Blind Guardian do mundo inteiro, consideram o melhor trabalho dos caras — eu confesso que fico meio em dúvida entre o Imaginations, o Forgotten Tales e o Nightfall in Middle-Earth… escolha difícil.

blind-guardian-cd-imaginations-from-the-other-side-metalEntão é isso pessoal, Abraços e bom metal!

Fontes:
[Link]
[Link]
[Link]

Top 5 Músicas Românticas (Baladinhas)

Logo depois do Top 5 Clipes de MICHAEL JACKSON, já estamos aqui com o Top 5 Músicas Românticas, as Baladinhas para você ouvir quem você ama. Sabe aquelas baladinhas mais lentinhas para você ouvir no chamego? Pois bem, seja bem vindo/a e ouça com sua pessoa amada no momento do love!

Top 5 Músicas Românticas (Baladinhas)

Letter to Dana, Sonata Arctica

Autor da Imagem: http://xdesperatexangelx.deviantart.com/
[http://xdesperatexangelx.deviantart.com/]

Letter to Dana, como eu falei no meu post: O Melhor Cd de Metal do Universo, considero essa balada, simplesmente uma das melhores que já ouvi em toda a minha vida. Uma linda letra, uma melodia maravilhosa, guitarras poderosas, e nossa, taí uma great song para se ouvir juntinho.

Send me a Angel, Scorpions

Send me an Angel - Scorpions
Send me an Angel – Scorpions

Sem dúvida alguma Sen me an Angel leva o segundo lugar entre as melhores baladas. Alguém pode até me perguntar porque eu não escolhi a clássica Still Loving You…Mas vai perguntar só até ouvir essa música. Engraçado que a primeira vez que ouvi ela foi no seriado “Arquivo Morto”; pensei primeiro que fosse do Angra, mas depois me veio a certeza…Era o Scorpions.

E que refrão mais incrível!

“Here I am
[Aqui estou]
Will you send me an angel
[Você me enviará um anjo?]
Here I am
[Aqui estou]
In the land of the morning star”
[Na terra da Estrela da Manhã]

Sleeping Sun, Nightwish

Essa é de arrepiar. Primeiro que ela é do maravilhoso álbum Wishmaster; segundo quando o Nightwish vinha na sua formação original com a deusa do Metal, Tarja Turunen; e por terceiro e finalmente, uma das melhores baladas já feitas pelo grupo. Simplesmente emocionante. A Tarja linda e em um dos seus melhores momentos…e que letra senhores, que letra!

“I wish for this night-time
[Eu desejo que esta noite]
to last for a lifetime
[Dure por uma vida]
The darkness around me
[As trevas em volta de mim]
Shores of a solar sea
[Margens de um oceano solar]
Oh how I wish to go down with the sun
[Oh, como eu desejo me por com o sol]
Sleeping
[Dormindo]
Weeping
[Chorando]
With you”
[Com você]

Bard’s Song, Blind Guardian

bard's song

E por fim, mas não menos importante, tínhamos de vir com alguma do poderoso Blind Guardian. Confesso que fiquei em dúvida com Theatre of Pain e essa, mas no fim, venceu o Bardo. Não prometo nada, mas pode render momentos de pura magia…

Tomorrow will take us away
[O amanhã nos levará embora]
Far from home
[Longe do lar]
No one will ever know our names
[Ninguém jamais saberá o nosso nome]
But the bard’s songs will remain
[Mas as canções do bardo permanecerão]
Tomorrow all will be known
[Amanhã tudo terá terminado]
And You’re not alone
[E você não está sozinho]
So don’t be afraid
[Portanto não fique com medo]
In the dark and cold
[No escuro e no frio]
‘Cause the bard’s songs will remain
[Porque as canções do bardo permanecerão]
They all will remain
[Elas todas permanecerão]

Coming Home, Stratovarius

Essa foi uma escolha mais fácil de se fazer. Claro que temos outras do próprio Stratovarius que se bobearem, são até melhores que Coming Home; como a Wings of Tomorrow, Papilon, We Hold the Key, a desconhecida e belíssima When the night Meets the Day… mas meio que esse top5 também é uma escolha pessoal. E Coming home sempre me acompanha nas voltas para casa.

Uma letra simples, bonita, de retorno para os braços de quem  você ama. É mais como uma promessa mesmo. E aí, você bate na porta. Ou até mesmo como eu sempre imaginei, como um só retornar para o lar depois de um dia difícil ou de muito tempo fora. Fica aí a boa pedida caso você não conheça o Stratovarius.

Through the storms we’ve wandered
[Através de tempestades nós temos vagado]
Many mountains we have climbed
[Muitas montanhas nós escalamos]
The road is free
[O caminho está livre]
I’m coming Home
[Eu estou voltando para casa]


Eu sei, eu sei, essas músicas são tão lindas que quase correm lágrimas por entre nossos olhos, mas lembre-se, elas estão lá para ajudar no momento quentinho com aquele ou aquela que nós tanto queremos bem. E por quê eu não coloquei músicas de outros gêneros? Ora, porque como ouvinte de metal, coloquei as que mais emocionam os nerds e suas amadas, hehe…

Eu sei também que muitos de vocês ficaram chateados porque fala sério, essa lista é quase um um abraço ao metal Finlandês… mas se tiverem pedidos eu posso fazer mais playlists com outras bandas. É só pedirem. Por enquanto fiquem com meu especial de Clipes Sensuais, of course. Ficou maneirão.

É isso, abração!