Maoyuu Maou Yuusha – Review com o Pastor Gi: O pecado da Carne e o Vacilo do santo! (video-podcast de humor)

Para quem não sabe o Afonte Geek já teve podcasts destinados inteiramente para o humor — chamado Assunto X! E como era de se esperar, alguns personagens dos antigos Podcasts voltaram no canal Os Escudeiros tv. Peguem uma cadeira, vamos dar umas risadas!

Maoyuu Maou Yuusha – Review com o Pastor Gi: O pecado da Carne e o Vacilo do santo! (video-podcast dehumor)

Bemvindos meninas e meninos a um dos video-podcasts de humor presente no canal os Escudeiros, direto do podcast AnimaNerd. Claro que não “falamos nada com nada” e se você não quiser nos ouvir no videozinho, é só não apertar play. Mas vai que você pode curtir não é verdade?

Nós convidamos o ilustríssimos Pastor Gi para comentar um pouco da sua experiência assistindo o anime da rainha demônia, Maoyuu Maou Yuusha. Sei que não preciso lembrar… mas é claro que a maioria das opiniões do Pastor NÃO SÃO AS NOSSAS, isso aqui é humor pastelão pessoal, tá ok?

Ele comenta um pouco sobre a Maou… os… ahamm peitos dela… e o quanto que foi difícil resistir à tentação de ver o anime — e o coitado do Pastor Gi não resistiu e bom… Não custa dar uma olhada no videozinho. Quem sabe você não gosta e ri com a gente né verdade?

E caso você tenha ficado na saudade que tal ler a Review do Anime, desta vez feita mais seriamente aqui mesmo no site?

Bom vídeo para todo mundo aê!

Já conhece a iniciativa Os Escudeiros?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.