Martyrs – Critica do Filme: Violência, Perversidade, Loucura e Etecetera

E nosso bom amigo/editor Aldair aqui do Afonte Geek empolgado com a recepção da critica que ele fez do filme 30 Dias de Noite, resolveu fazer uma serie de reviews sobre filmes de terror, gore, sanguinolentos e com muito sangue jorrando para todos os lados. Começando com a de Martyrs. Espero que curtam!

Martyrs – Critica do Filme: Violência, Perversidade, Loucura e Etecetera

martyrs-poster

Sinopse

Esta película nos apresenta de inicio uma garota que consegue fugir de um cativeiro onde sofreu maus-tratos. Logo nos é passado a amizade que ela acaba tendo com outra garota e também sobre uma entidade que a persegue. A partir disso, somos jogados 15 anos a frente e veremos a busca pela vingança desta garota acompanhada de sua amiga.

A confrontação da mesma com a tal entidade e a revelação do que ela é em si. Por fim o real objetivo do enredo que nada mais é que uma seita religiosa que busca torturar pessoas (preferencialmente mulheres) até chegarem ao “Martyrs” onde acreditam que seja o momento em que se pode conectar ao “outro lado”.

01

Violência Ininterrupta

Esta película nos deixa relaxados apenas por 10 minutos logo depois deste tempo é violência seguida de violência com assassinatos brutais, auto flagelação, tortura psicológica, agressão física bem elevada, condicionamento e tudo isso segue continuo. Os Diálogos logo são arrancados por situações explosivas de violência crua e sanguinolenta.

06

Brutalidade e Loucura

As cenas de confronto entre a protagonista vingativa e a entidade que a persegue são regadas de auto flagelação. Observar a entidade é meio angustiante (tá certo, nem tanto se já estiver acostumado a este tipo de filme) com seu corpo definhando, sagrando e coberto de fendas além dos gritos e movimentos retorcidos fazem desta cenas um prato cheio ou melhor dizendo…uma panela de sopa de sangue (risos).

07

Cativeiro Doentio

No começo do filme, pouco é mostrado sobre o passado da protagonista que busca vingança e sobre seu cativeiro ou o que sofreu. Mas ao decorrer do filme acabamos descobrindo sobre outros que também sofreram, e acabamos vendo atos desumanos em busca de um objetivo que se diz “religioso e divino” abusando do medo e da moral das vítimas desta doutrina que é imposta de forma perversa.

05

Conclusão Hedionda 

Quando chegamos ao fim esperamos uma conclusão de impacto já que o filme foi assim o tempo inteiro e de forma tão eficaz. Contudo ele se prova ainda mais perverso no fim, porque nos dá uma pergunta sem resposta e uma conclusão um tanto quanto podre e real do próprio ser humano.

O que posso adiantar sem que se torne uma spoiler escroto é que o mal do ser humano é que quando ele busca por sabedoria ele se torna ainda mais egoísta.

Curiosidade Mórbida: Amizade X Amor

04

Este filme é notório por que não me deixou perguntas a cerca dos personagens, sendo que isso é um spoiler e ao mesmo tempo não, porque varia de sua interpretação ou não (risos).

É que se parar pra analisar a amizade entre as protagonistas… ela é bem forte. Mas acredito que por trás disto existe o inexplicável sentimento que pode ser uma faca de dois gumes (na minha concepção) que é o amor (pelo menos por parte de uma).

E para lhe dar ênfase e fortalecer esta teoria lhe deixo a imagem acima. Assista para tirar sua própria opinião sobre o assunto e ficar por dentro deste filme um tanto quanto violento e perverso.

Espero que tenham gostado e até a próxima!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s