Barakamon – Review do Anime: Como uma Criança pode ser tão Kawaii?

E vamos para mais uma Review de Anime, desta vez do lindo anime Barakamon! Mais uma feita pelo querido amigo PierrotGluton. Realmente um dos melhores animes da Temporada de Verão de 2014! Vamo lá!

barakamon_rashisa

Barakamon – Review do Anime: Como uma Criança pode ser tão Kawaii?

Barakamon (ばらかもん?)
“Jibunrashita tte nanda…” (O que é ser você mesmo?)

Você participa de um concurso para tirar o primeiro prêmio em algo, você tira o primeiro lugar, e o juiz comenta: “Esse trabalho é medíocre”. O que você faria normalmente? (Aceitaria a crítica e refletiria sobre o que se tem para evoluir). Não… Seishu Handa faz o mais óbvio… dá um socão na cara do juiz.

E assim começa Barakamon

Barakamon - 02 - Large 27Essa sinopse fica estranha até o momento em que se descobre que o pai desse “gênio” envia o rapaz lá pro meio do mato… Meio do mato japonês podem ser três opções basicamente:

  1. Nas montanhas
  2. Ilhas ao norte, no frio absoluto e
  3. Uma ilha tropical quase na china…

Nesse caso foi a resposta C, num lugar onde não tem trens, e só passa busão uma vez por dia… perdeu… se lascou…

Nosso herói começa a viver nessa ilha coisas que nunca tinha vivido até então em sua cidade natal, Tóquio. A começar pela pequena fantasma Naru (minto… ela não é uma fantasma).

“A Risada aberta da Naru”

Barakamon-bgNaru é um capítulo a parte… uma criança de sete anos, dublada pela talentosíssima Suzuko Hara (que realmente é uma criança). Ela nos transporta no tempo… Para alguns a um passado mais recente… para outros a um mais distante (como eu).

Como é bom ser criança… a risada aberta dessa criança é algo que faz o sorriso vir aos lábios de forma espontânea… ela é matreira, mas faz uns comentários muito bons. Se fizessem um anime só com as aventuras de Naru eu certamente acompanharia. (eu também cara; meio que queriam surgir umas lagriminhas másculas aqui, mas segurei elas de boa, rs.)

Plot do anime: Caligrafia Japonesa

barakamon-3Nessa ilha, nosso herói tenta achar o seu real estilo na sua arte… a Caligrafia japonesa (isso é muuuito sério lá). Nessa sua busca interior vamos abrindo sorrisos com tudo, a começar com a opening maravilhosa, com o clima sempre iluminado e ensolarado.

(Um das melhores, senão a Melhor Abertura dessa Temporada)

Nele encontramos personagens e lições de vida que trazem reflexões profundas, apesar do estilo slice of life e o tom de comédia (muito bem feito) por toda a obra.

Barakamon - 03 -3Temos além de Naru e Handa, alguns que marcam, como o briguento Kentaro, a chorona Hina, a otome fujoshi (otaku que curte BL(Boys Lovers – Yaoi) Tamako, a brasileiríssima Yamamura (o nível de zoeira dessa menina é tipo brasileiro), entre tantos que as vezes em seus pequenos instantes podem trazer momentos de reflexão.

E em cada episódio pode se esperar sempre, sempre, sempre, um sorriso nos lábios… ou uma gargalhada na garganta. Dessa temporada foi o que eu achei melhor, e particularmente (gosto pessoal, óbvio) um dos melhores que eu já assisti.

Jibunrashita tte nanda…

barakamon handa mãeP.S.: A mãe do Handa também mereceria um anime, tipo short comedy

Uma consideração sobre “Barakamon – Review do Anime: Como uma Criança pode ser tão Kawaii?”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.