Top Músicas de Animes (Parte 1)

Bem vindos ao nosso Top Músicas de Anime! A Parte 1 de hoje seleciona 5 músicas e conta com bastante animes seinen. Mas essa lista continua vocês me perguntam? Sim continua… mas agora nós vamos para a primeira parte mesmo. Boas músicas!

bell

Top Músicas de Animes (Parte 1)

Parte 1 > Parte 2 > Parte 3 > Parte 4 > Parte Final

E lá vamos nós para a Primeira Parte desse especial de Melhores Músicas de Anime. Acho que vale uma palavrinha antes: eu sou daqueles que não gosta de musiquinhas de anime e na maioria das vezes pulo todas as Openings de animes — eu sou desses.

Mas aquelas que eu não pulo, e que realmente gosto de ouvir antes de começar o anime, são as que trouxe nesse especial dividido em fucking 5 partes. Todas as músicas escolhidas meio que transmitem e acrescentam sentimentos ao serem ouvidas junto às cenas.

Talvez não sejam as melhores das melhores aberturas ou músicas de anime, contudo penso que vale à pena vocês ouvirem até para dar aquela vontade de ver os animes, caso não conheçam.

Enfim, Vamos a elas!

Ah! Megami-Sama (Música do filme)

ah megami belldandy e holybell

Eu que tenho amor profundo por música sacra e gregoriana, fiquei emocionadíssimo ao ouvir esta aqui. Quem puder ver o filme, veja a linda tradução dessa letra. E não tem jeito, é ouvir mais uma vez, e ficar iluminado por dentro — essa é a que mais gosto em todo o anime.

Ah! Megami-Sama (Opening da Primeira Temporada)

Ah! Megami-Sama

Falar o quê da belíssima Open Your Mind? Aliás, como dá para notar, toda a trilha sonora de Ah! Megami-Sama é um deleite. E nossa…essa letra é um primor. Essa música é lindíssima! Ela representa toda a vibe do anime, sem esquecer as raízes ‘bardas’ das deusas.

E essa frase:  “Você não tem visto as asas…Vê? Você as tem também” é impossível não lembrar da Belldandy. E nos faz aspirar algo em nós, que nos guie: Algo divino.

Ah! Megami-Sama (Opening da Segunda Temporada)

ah megami-sama

Essa confesso que me assustei pelo começo com a gaita de foles — que é uma lembrança terna mais celtica das deusas nornas da cultura nórdica, base de Ah! Megami-Sama — mas também é de uma beleza sem igual.

Sei que esta é a preferida do amigo Pierrot em Ah! Megami, mas de uma coisa posso dizer, ela tem realmente o sentimento que perpassa toda a segunda temporada — Acreditar.

BIOS (Guilty Crown)

guilty-crown-page

Essa é a música que aparece quando Shu retira o Void, o si, da Inori, e é certamente impossível de ouvir só uma vez. Uma das curiosidades dela, é que a letra é em Alemão e Inglês — geniais esses japoneses!

Eu posso dizer que essa música consegue resumir boa parte da história do anime. Em minha opinião, a melhor de toda a trilha sonora dele. Até hoje sinto meu coração vibrar ao ouvi-la, lembrando Shu tirando o void dela…

GUILTY.CROWN.full.843643

Depois de um tempo encontrei justo um dos momentos que isso acontece. Tem alguns cortes, mas como é uma das melhores cenas de Guilty Crown, vale deixar para os amigos ouvirem, sentirem e apreciarem.

Angel Beats (Opening)

Wings-Of-Tenshi-angel-beats-kanade

E agora para terminar a Primeira parte desse especial gigante, outra lindíssima música, dessa vez em das uma das obras cujos autores mais admiro: Key/ Visual Arts. O piano e o final da música são realmente lindos e meio que não tem muito o que dizer — e que letra sensacional!

Por acaso lembrei de uma da banda Xandria, que tem o piano parecidíssimo. Se alguém quiser dar olhada, vou deixar aqui o link: EverSleeping.


“Elfen Lied” : Sobre a Culpa e a Monstruosidade Humana! Melhor anime que eu já vi até Hoje. Um Seinen/Gore

Alguém consegue adivinhar qual música aparece na Parte 2?

Abração!

11 comentários em “Top Músicas de Animes (Parte 1)”

  1. Caro Tassio:
    Que bom que você abriu este post sobre animes e música, se bem que os animes citados acima não são, exatamente, animes musicais (animes nos quais os personagens principais são músicos, cantores, etc.).
    Para quem gosta de animes musicais, eis uma pequena lista de animes que se enquadram nessa definição (incluindo um título que já apareceu no Chuva de Nanquim). O primeiro é um que muitos já ouviram falar, os demais são inéditos entre os fãs brasileiros, mas que já são conhecidos no Exterior:
    1.Detroit Metal City;
    2.SEIKIMA-II : HUMANE SOCIETY (ver links abaixo);

    http://myanimelist.net/anime/8745/Seikima_II_Humane_Society:_Jinrui_Ai_ni_Michita_Shakai
    3.ZIGGY THE MOVIE – SOREYUKE ! R&R BAND;
    http://www.allcinema.net/prog/show_c.php?num_c=151439
    http://www.amazon.co.jp/それゆけ-R-BAND-VHS/dp/B00005GGYL%3FSubscriptionId%3DAKIAIWO5JI5RXSUAELMQ%26tag%3Danikore0e-22%26linkCode%3Dxm2%26camp%3D2025%26creative%3D165953%26creativeASIN%3DB00005GGYL
    4.Okubyouna Venus;
    http://randomraws.wordpress.com/2010/09/11/okubyou-na-venus/
    http://anidb.net/perl-bin/animedb.pl?show=anime&aid=4830
    5.Tabitachi : Ami Shuushou (este é um movie de uma minissérie que aparece numa antologia hentai dos anos 1980, Cream Lemon (e que eu já citei certa vez aqui no blog, num dos posts sobre Nazo no kanojo X);
    http://myanimelist.net/anime/5640/Tabidachi:_Ami_Shuushou
    http://eiga.com/movie/68244/
    http://www.crunchyroll.com/library/Tabidachi_-_Ami_Shuushou
    Há também um OVA intitulado “Ami : Image – Shiroi Kage – e os 4 episódios intitulados “Ami : Sorekara”, que concluem a minssérie (também chamada de Ami, nome da personagem principal da minissérie em questão) que faz parte da antologia Cream Lemon.
    Para quem não sabe, a primeira fase da antologia, incluindo os três primeiros episódios da minissérie citada , foram lançados no Brasil na segunda metade da década de 1980 pela extinta Everest vídeo, uma distribuidora de vídeos que antes lançava no nascente mercado de home video brasileiro títulos de produções americanas “alternativas”(leia-se piratas, já que foram lançados sem o conhecimento dos detentores dos direitos dos filmes).
    Depois que o mercado começou a ser legalizado e regulamentado (e as distribuidoras de vídeo, portanto, tiveram que se adequar), a Everest Vídeo passou a negociar títulos de vídeos japoneses. Entre esses títulos, estavam séries de animes para o público infanto-juvenil e adolescente, além de séries live-actions (tokusatsu/super sentai) .
    E então, em 1987, a Everest lançou a série de animes para adultos (a antologia hentai Cream Lemon), rebatizada como “Sonhos Molhados”.(título que foi escolhido após concurso entre leitores de uma revista de vídeo da época, a Vídeo News.
    Foram lançados, ao todo, 15 episódios da primeira fase da referida antologia (faltaram 4 episódios, sendo que um era a concluão de uma trilogia intitulada “Sonata Proibida”, outro era um especial que mostrava cenas da primeira fase, outro era o OVA da minissérie Ami, cujo título eu citei antes, outro era o movie da Ami, que foi citado acima e o último da primeira fase era um especial com cenas da minissérie Ami e da trilogia Escalation, ou “Sonata Proibida”, como foi rebatizada pela distribuidora brasileira.
    Depois disso, a Everest Vídeo não lançou mais nenhum outro episódio da série. Pior: não lançou mais nenhum anime, nem mesmo as série para o poúblico adolescente (eles chegaram a lançar os primeiros 4 episódios da série Urusei Yatsura, rebatizada como “Turma do Barulho”, mas só isso).
    O motivo do súbito desinteresse da distribuidora pelos animes é que eles passaram a investir apenas em séries live-actions/super sentais/tokusatsus, e isso acabou, no final, sendo a causa da falência da Everest, devido às mudanças no mercado de hoime vídeo.
    Hoje, ninguém ou quase ninguém se lembra mais da ex-distribuidora de vídeo que poderia ter consolidado o mercado de animes no Brasil, mas que preferiu o lucro fácil e rápido que os live-actions proporcionavam na época.
    Resumindo: ao concentrar as suas fichas em apenas um gênero, ao invés de se diversificar, a Everest fez uma aposta errada que praticamente a levou à quebradeira.
    Bom, eu pretendia apenas fazer uma lista sobre os animes musicais, mas acabei por adentrar em outro assunto. Me desculpe por ter me alongado demais, mas achei que essa informação precisava ser compartilhada com os demais fãs. Bom, é só, por enquanto. Até a próxima.

    Curtir

    1. Nekomimi sempre enchendo este editor de orgulho!! Que comentario épico em? Acho que nenhum dos animes que eu cito nessa série — a parte 3 deve sair essa semana — são de animes musicais. Tirando Aria, que a lindíssima Athena Glory se torna realmente, uma cantora de opera…ahh saudade de Aria. E na boa, das bandas que ouvi em Kami nomi e nem mesmo a banda realmente boa de AngelBeats tenham uma música destaque — se bem que AngelBeats pode aparecer na parte 3, hehe. Tenho até alguns animes musicais na lista, e já ouvir falar do Detroit Metal City; um e senão o único realmente musical, é o Nodame Cantabile indicação do amigo PierrotGluton.

      Cara…por favor, sério mesmo, sempre que quiser faça mais comentários assim. Simplesmente perfeito. Dá até pra fazer um post com seu coment, rs. Uma coisa eu não entendi porem, a serie Ami que você falou, também faz parte dos hentais? E tipo, é uma serie de ovas musicais?? Impressionante!! E eu achando que somente One: True Stories havia sido um hentai realmente bem feito.

      E é uma pena mesmo que a Everest não soube se envolver no mercado como deveria. Aliás o motivo que você citou é bem comum nas nossas empresas, infelizmente. Ter visão de mercado é algo difícil; eu mesmo não tenho nenhuma, rs. Mas enfim, é uma pena que ela tenha fechado.

      Já chamei a vossa senhoria diversas vezes para fazer parte do staff do blog…quando quiser, nos procura; por fim, belíssimo comentario mais uma vez meu amigo nekomimi, vc so acrescenta ao blog.

      Abraços!

      Curtir

  2. “….Eu posso dizer que essa música consegue resumir boa parte da história do anime. Em minha opinião, a melhor de toda a trilha sonora dele. Até hoje sinto meu coração vibrar ao ouvi-la, lembrando Shu tirando o void dela…””
    E também quando ela salta do edifício enquanto o Shu utiliza a Void da gravidade.. “Rapaizzz” , aquela parte me arrepia.. Sim, Guilty Crown está no meu Top 3, não pelas musicas, mas por tudo!! É surreal este anime.. há rumores de 2 temporada em …
    Bios, musica top!
    Parabéns pelo post..
    Abraço

    Curtir

      1. Sim, eu já vi! Aliás, análise perfeita desse excelente anime, onde de longe de outros sites inclusive norte americanos. Buscando explicar cada ação, reação e a filosofia dos personagens.
        Está de parabéns Tassio, esse site realmente é muito bom e seus artigos são excelentes.
        Um abraço

        Curtir

      2. Mano valeuzao! Meus olhos se encheram de lágrimas aqui 🙂 A gnt faz oq pode, eu e os outros manos editores. Sempre procuro fazer o melhor, imprimindo o máximo de qualidade q posso. Tamo sempre aê, aparece sempre mano veio! Abração!

        Curtir

      1. Quando assisti o último episódio de Guilty Crown, foi como se um nó estava na garganta e perplexo por ter terminado. Fazer o que né?!
        Eu realmente gostei muito. A exploração da psicologia, filosofia, amor, religião, maldade… tudo isso chama a atenção em um anime para mim.
        Enquanto isso, na espera de uma possível segunda temporada. A serenidade de como terminou não deixa muita esperança, mas quem sabe…
        Se não for pedir muito, sairia uma crítica de Zetsuen no TEmpest? Mas eu acho que é pedir muito, pois imagino o trabalho que deve dar. As citações de Hamlet e The Tempest que este anime possui deixa, digamos, perfeito rss !

        Curtir

      2. Eu sabia que tinha ouvido falar de Zetsuen no Tempest! Quando vi vc citando as referencias a shakespeare, lembrei q meu amigo comentava. N vi no Tempest infelizmente, rs, apesar dos apelos do mano. Eu tava muito emocionado com Nazo ainda naquela epoca. Eu ando pensando em fazer uma Review de Harui Suzumya (q eu odiei, rs) e ainda tenho a promessa da Visual Novel de Planetarina o Sonho de uma pequena estrela, que já vem agendada ha meses ja — n fiz ainda pq essa vai me dar mt trabalho.

        S um dia eu chegar a ver e gostar, capaz de eu fazer msm uma review de no Tempest. E é assim msm man, é bom pedir as reviews. Eu fiquei com vontade d fazer a de AngelBeats e a de Madoka Magica pq disso msm.

        Abração!

        Curtir

  3. Agora.. bem “off topic” .. hehe..´
    Para mim, a única coisa boa de Suzumiya é o longa.. sendo que a série do anime eu não consegui assistir até o 2º episódio…
    Mas valeu pela consideração, quem sabe um dia não sai ..
    E assiste no Tempest sim porque é bom..
    Abraço

    Curtir

Deixe uma resposta para Nekomimi Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.